sábado, 30 de junho de 2012

VITOR COGITA SUBIR DE CATEGORIA...

"Não escolho luta. Tem gente que diz que, se botar fulano, prefere ser demitido. Estava até conversando isso com o Dana (White) ontem. Como alguém pode escolher luta? Óbvio que alguns empresários forçam coisas para seus atletas subirem na carreira. Eu quero fazer uma luta que interesse ao público. Já estou no fim da minha carreira, então quero fazer mais uma luta e ir para o cinturão. O Joe Rogan (comentarista do UFC) falou comigo que faz todo o sentido, a não ser que o (Hector) Lombard vença muito bem o (Tim) Boetsch. E o Lorenzo (Fertitta, um dos donos do UFC) me disse que eu iria disputar o título se tivesse ganhado do Wanderlei. Não sei quanto mais tempo vou continuar nessa categoria. Queria fazer mais duas ou três lutas. Se meu corpo não permitir mais essa grande perda de peso, eu subo (para os meio-pesados). Não tenho medo de Jon Jones, de fulano... Não é do meu feitio escolher adversário".

fonte

COREANO QUER LUTAR COM ALDO

Após vencer Dustin Poirer, em maio, Chan Sung Jung, mais conhecido como “Zumbi Coreano”, agora traçou mais uma meta em sua carreira. O atleta planeja enfrentar o campeão da categoria pena, o brasileiro José Aldo.

“Eu quero o José Aldo. Eu vou terminar seu reinado e me tornar campeão”, postou, em seu Twitter pessoal.

Apesar da vontade, o coreano terá que esperar mais tempo para realizar seu objetivo. Isto porque, o atleta da Nova União se recupera de lesão e ainda não tem data para retornar ao octógono.

Chan Sung Jung vem de três vitórias no Ultimate. A última delas foi conquistada contra Dustin Poirier, em maio, pelo UFC on Fuel TV 3.

WANDERLEI DISSE QUE "ESTOU NO UFC"...

Imagem PostadaO Wanderlei Silva me disse que estou dentro, que já está tudo certo, fechado. Me contou que o Joe Silva (responsável por casar as lutas) gostou muito da minha apresentação e que vou lutar no UFC mais vezes. Agora, tenho que trabalhar muito para enfrentar meus adversários. Estamos só esperando o contrato chegar no Brasil para assinarmos - revelou Massaranduba.

Apesar de ter lutado no programa entre os pesos médios, o casca-grossa é um peso leve (duas categorias abaixo). Massaranduba ainda afirmou que a questão do peso tem deixado a organização do UFC com um pé atrás. Embora queiram que o atleta siga nos médios, ele quer voltar a sua categoria de origem.

O UFC está achando que não luto nos leves. Mas sou peso leve e quero voltar para a minha categoria, onde me sinto bem. Estão achando que eu não consigo chegar no peso, mas vai ser fácil, já que é minha categoria de origem - concluiu o lutador, que vai passar suas férias no Piauí, com a família.

fonte


Desistir?

GLOBO IRÁ TRASMITIR REPRISE DE ANDERSON x sonnen.

No dia 7 de julho de 2012, pouca gente vai dormir para ficar ligado na luta mais aguardada dos últimos tempos no maior evento de MMA do mundo, o UFC. Anderson Silva concede revanche a Chael Sonnen, seu maior rival, em um combate cercado de provocações, polêmicas e ameaças.
A TV Globo, emissora que têm os direitos de transmissão do UFC em tv aberta no Brasil, porém, os eventos feitos fora do país não podem ser transmitidos ao vivo em TV aberta. Assim, a Globo não vai transmitir o combate ao vivo, ficando a cargo do canal Combate, que pertence à sua rede, exibir no Pay Per View.
A maior emissora do Brasil fará a transmissão do combate em reprise após o programa Altas Horas.O episódio lembra a luta entre Junior Cigano e Frank Mir, quando a emissora causou revolta aos fãs por transmiti-la em reprise mesmo tendo anunciado-a ao vivo. Dessa vez, a emissora deve divulgar sem maiores segredos de que a transmissão não será em tempo real
Fonte: UOL Esportes

sexta-feira, 29 de junho de 2012

A TREGETÓRIA DE ANDERSON SILVA




CONHEÇA A TRAGETÓRIA DO ANDERSON SILVA ATÉ SE TORNAR O CAMPEÃO DE SUA CATEGORIA...


2011-08-27
 UFC 134 - Silva vs. Okami
Anderson Silva
Yushin Okami
Nocaute técnico (Socos)
2
2:04
2011-02-05
 UFC 126 - Silva vs. Belfort
Anderson Silva
Vitor Belfort
KO Nocaute (Front Kick e Socos)
1
3:25
2010-08-07
UFC 117 - Silva vs. Sonnen
Anderson Silva
Chael Sonnen
Submission (Triângulo Chave de braço)
5
3:10
2010-04-10
  UFC 112 - Invincible
Anderson Silva
Demian Maia
Decisão (Unânime)
5
5:00
2009-08-08
  UFC 101 - Declaration
Anderson Silva
Forrest Griffin
KO Nocaute (Soco)
1
3:23
2009-04-18
  UFC 97 - Redemption
Anderson Silva
Thales Leites
Decisão (Unânime)
5
5:00
2008-10-25
  UFC 90 - Silva vs. Cote
Anderson Silva
Patrick Cote
Nocaute técnico (Lesão Joelho)
3
0:39
2008-07-19
  UFC - Fight Night 14
Anderson Silva
James Irvin
KO Nocaute (Socos)
1
1:01
2008-03-01
  UFC 82 - Pride of a Champion
Anderson Silva
Dan Henderson
Submission (Mata-leão)
2
4:52
2007-10-20
  UFC 77 - Hostile Territory
Anderson Silva
Rich Franklin
Nocaute técnico (Joelhos)
2
1:07
2007-07-07
  UFC 73 - Stacked
Anderson Silva
Nate Marquardt
Nocaute técnico (Socos)
1
4:50
2007-02-03
  UFC 67 - All or Nothing
Anderson Silva
Travis Lutter
Submission (Cotoveladas)
2
2:11
2006-10-14
  UFC 64 - Unstoppable
Anderson Silva
Rich Franklin
KO Nocaute (Joelho)
1
2:59
2006-06-28
  UFC - Fight Night 5
Anderson Silva
Chris Leben
KO Nocaute (Joelho)
1
0:49
2006-04-22
  Cage Rage 16 - Critical Condition
Anderson Silva
Tony Fryklund
KO Nocaute (Cotovelada)
1
2:02
2006-01-20
  ROTR 8 - Rumble on the Rock 8
Yushin Okami
Anderson Silva
DQ (Chute ilegal)
1
2:33
2005-12-03
  Cage Rage 14 - Punishment
Anderson Silva
Curtis Stout
KO Nocaute (Socos)
1
4:59
2005-04-30
  Cage Rage 11 - Face Off
Anderson Silva
Jorge Rivera
Nocaute técnico (Joelhos e Socos)
2
3:53
2004-12-31
Pride - Shockwave 2004
Ryo Chonan
Anderson Silva
Subm (Chave Calcanhar Tesoura Voadora)
3
3:08
2004-09-11
 Cage Rage 8 - Knig of the Octagon
Anderson Silva
Lee Murray
Decisão (Unânime)
3
5:00
2004-06-27
  Gladiator FC - Day 2
Anderson Silva
Jeremy Horn
Decisão (Unânime)
3
5:00
2003-12-20
  CF 1 - Conquista Fight 1
Anderson Silva
Waldir dos Anjos
Nocaute técnico (Decisão Equipe)
1
5:00
2003-06-08
  Pride 26 - Bad to the Bone
Daiju Takase
Anderson Silva
Subm (Estrangulamento Triângulo)
1
8:33
2003-03-16
  Pride 25 - Body Blow
Anderson Silva
Carlos Newton
KO  (Joelho Voador e Socos)
1
6:27
2002-09-29
  Pride 22 - Beasts From The East 2
Anderson Silva
Alexander Otsuka
Decisão (Unânime)
3
5:00
2002-06-23
  Pride 21 - Demolition
Anderson Silva
Alex Stiebling
Nocaute técnico (Parada médica)
1
1:23
2002-01-31
Meca 6 - Meca World Vale Tudo 6
Anderson Silva
Roan Carneiro
Submission (Socos)
1
5:33
2001-08-26
  Shooto - To The Top 7
Anderson Silva
Hayato Sakurai
Decisão (Unânime)
3
5:00
2001-06-09
 Meca 5 - Meca World Vale Tudo 5
Anderson Silva
Israel Albuquerque
Submission (Socos)
1
6:17
2001-03-02
  Shooto - To The Top 2
Anderson Silva
Tetsuji Kato
Decisão (Unânime)
3
5:00
2000-12-16
  Meca - World Vale Tudo 4
Anderson Silva
C. Fontinelle
Nocaute técnico (Socos e Joelhos)
1
4:35
2000-08-12
 Meca 2 - Meca World Vale Tudo 2
Anderson Silva
J Barreto
Nocaute técnico (Chute na cabeça)
1
1:06
2000-05-27
  Meca 1 - Meca WorlVale Tudo 1
Luiz Azeredo
Anderson Silva
Decisão (Unânime)
2
10:00
1997-06-25
  BFC - Brazilian Freestyle Circuit 1
Anderson Silva
Fabricio Camoes
Nocaute técnico (Retirada)
1
25:14
1997-06-25
  BFC - Brazilian Freestyle Circuit 1
Anderson Silva
Raimundo Pinheiro
Submission (Mata-leão)
1
1:53

ANDERSON SILVA "MATA" sonnen ASSISTA!

A revanche mais aguardada da atualidade, entre Anderson Silva e Chael Sonnen no próximo dia 7 de julho está rendendo muita polêmica, e o assunto não sai da boca do povo, e os fãs com tempo livre, aproveitam para divertir-nos.
Os fãs americanos fizeram uma paródia, muito bem feita por sinal, do filme ‘Enter the Dragon’, denominando-a como ‘Enter the Spider’, onde Anderson Silva aparece no lugar de Bruce Lee e desce a lenha pra cima de Chael Sonnen.

O SONHO ACABOU; GASPARZINHO É DISPENSADO DO UFC

Por SporTV.com Rio de Janeiro
Não durou muito a permanência de Gasparzinho no maior evento de MMA do planeta. Conforme apurou o SPORTV.COM, o lutador potiguar, que ficou conhecido pelo comportamento agitado e brincalhão no The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões, foi dispensado pelo Ultimate após perder para Rodrigo Damm no UFC 147, em Belo Horizonte, no último fim de semana, quando foi finalizado por um mata-leão com apenas 2m12s do primeiro round. Na casa, ele havia sido eliminado nas quartas de final da divisão peso-pena pelo amigo Rony Jason, que também o finalizou no primeiro assalto, mas com uma chave de braço.
Gasparzinho caminha para o octógono do TUF antes de enfrentar Rony Jason (Foto: Divulgação - TUF Brasil)
Após o término do TUF Brasil, todos os participantes assinaram um contrato com o Ultimate, mas nem todos eles serão aproveitados. Os únicos que têm a sequência garantida de pelo menos mais uma luta no evento são os campeões, no caso o peso-pena Rony Jason e o peso-médio Cezar Mutante. É assim em todas as edições do reality show.

SONNEN DIZ QUE LUTA CONTRA ANDERSON SERÁ FÁCIL

Dia 7 de julho vamos assistir um combate no mínimo eletrizante no UFC 148. A solução dos problemas, ou o nascimento de novos com o falastrão Chael Sonnen, que mesmo após a ‘prensa’ de Anderson afirmando que o destruiria, continua com seu ‘complexo de superioridade’, afirmando ser melhor que o campeão da categoria e o maior lutador da atualidade.
Em entrevista ao site MMA Junkie, Sonnen afirmou que gosta de lutas fáceis, por isso quer enfrentar Anderson Silva, o qual surrou cinco rounds no UFC 117 e não conseguiu nocautear, e como diz o ditado: ‘quem não faz leva’ e terminou finalizado perto do fim do combate com um triângulo.
“Alguns caras dizem eles gostam de uma luta difícil. Eu gosto de lutas fáceis, por isso estou esperando que eles me revanche contra Anderson.” – disse Sonnen.
 MMASPACE:

SE VC NÃO VIU OLHE O DIA EM QUE WANDERLEI DEU UMA LIÇÃO DE MORAL NO PALHAÇO.
 


ESSE AQUI É QUANDO O sonnenGADOR LUTOU COM PAULÃO FILHO...

 

REVANCHE CONTRA POPÓ PODE ACONTEÇER EM DEZEMBRO

Em coletiva oficial realizada nesta sexta-feira (29) em São Paulo, Michael Oliveira veio a público pela primeira vez após perder a invencibilidade no boxe para confirmar que fará a revanche com Acelino “Popó” Freitas ainda este ano, possivelmente em São Paulo.

Questionado sobre a possibilidade de estar dando passos mais largos do que o necessário em sua curta carreira no esporte, Michael deixou a modéstia de lado e deu início à série de provocações, que devem ficar mais intensas com a proximidade do combate.

- Não estou usando o Popó para subir na mídia, muito pelo contrário. Ele é quem estava morto há cinco anos. Só quando eu o desafiei é que ele ressurgiu no boxe.

Derrotado por nocaute no nono assalto, em duelo realizado em Punta Del Este, no Uruguai, Michael reconheceu que subestimou o ex-campeão pela idade e pelo tempo afastado, e que isso não irá acontecer de novo.

- Subestimei ele. Minha equipe achou que ele cansaria a partir do quarto round. Achamos que ele viria forte no primeiro e que iria cair com o tempo. Como meu empresário falou, ele veio com uma arma calibre 45 e eu com uma 22. Mas isso não vai se repetir. Se eu cheguei assim até o nono, imagina o que farei agora.

Curiosamente, o primeiro encontro entre os brasileiros aconteceu fora do país. Para esta revanche, o destino traçado é o ginásio do Ibirapuera, na capital paulista, que deve apresentar uma torcida predominante a favor do ex-campeão do mundo.

Em discurso rápido, Michael não só afastou qualquer pressão por ter a plateia “jogando contra”, em duelo que deve ocorrer na segunda quinzena de dezembro, como prometeu aos seus fãs que a derrota o fez um pugilista melhor.

- Tenho oportunidade de representar os EUA, mas quero provar que posso e que vou representar o Brasil até a morte. Como qualquer esportista, não queira ter pedido. Aprendi muito com essa luta e já estou focado em melhorar. A revanche, com certeza, vai ter um resultado diferente. Agora que já perdi, não tenho mais o medo da derrota, e quem lutar comigo vai ter que sobreviver.

RANDY COUTURE DIZ QUE ANDERSON SILVA PERDEU PARA sonnen

Anderson Silva encara Chael Sonnen n0 próximo dia 7 de julho, sendo esta a revanche mais esperada do UFC na atualidade por conta de todas as polêmicas e provocações que cercaram o combate.
Porém, um personagem externo deu gás a mais uma notícia sobre o combate do UFC 148, afirmando que o lutador que precisa mudar para esse combate não é o derrotado Chael Sonnen e sim Anderson Silva, que apanhou durante toda a primeira luta no UFC 117. Leia abaixo a afirmação de Randy Couture.
“É meio estranho. Normalmente eu diria que a responsabilidade recai sobre o cara que ganhou a primeira luta para antecipar as mudanças que o perdedor vai fazer e obter o mesmo resultado.”
“Se você olha para Anderson e Chael, Anderson ganhou por um triângulo com dois minutos do fim. Ele não venceu a luta de verdade. Ele tomou porrada, literalmente, para além de quatro rodadas”, Couture continuou, “mas é quase como se Sonnen tivesse ganhado. Ele quer que aconteça o mesmo, menos o triângulo “.
Randy Couture é membro do Hall da Fama do UFC e tem uma carreira histórica com 40 lutas em seu cartel, sendo 19 vitórias e 11 derrotas, sendo a última para Lyoto Machida no UFC 129 com um dos nocautes mais belos de 2011.
MMASPACE

terça-feira, 26 de junho de 2012

NUTIÇÃO PARA ATLETAS; SAIBA MAIS SOBRE PESO-ABSOLUTO, MASSA MAGRA E GORDURA

A grande maioria das pessoas se preocupa apenas em perder peso, abaixar o peso na balança, sem levar em consideração a relação entre a quantidade de gordura acumulada e a de massa muscular.
Perder peso pode significar apenas uma redução de líquidos, ou perda de massa muscular, sem ter perdido uma quantidade considerável de gordura, fazendo com que o corpo fique mais flácido.
O correto na verdade, é trabalharmos a diminuição da gordura corporal e não do peso absoluto.
Podemos perder grandes quantidades de gordura corporal, sem grandes alterações na balança. Isso porque se a pessoa pratica alguma atividade física, dando estímulos à hipertrofia muscular, ela vai favorecer o ganho de massa muscular, ganhando quilos no peso total, oque pode desestimular quem foca na perda de peso absoluto.
O peso que aferimos na balança só irá nos fornecer o peso absoluto, massa magra, massa gorda, quantidade de liquido, peso dos ossos. Sem nenhuma especificação do peso de cada item anterior. Sem contar que o peso na balança é alterado por muitas variantes como, horário da pesagem, quantidade de roupa, se é a mesma balança, em mulheres com diferentes períodos hormonais, retenção de liquido, etc…
A melhor maneira de trabalharmos essa redução de gordura corporal é fazendo uma avaliação da composição corporal. Essa avalição irá nos fornecer dados separadamente, o real peso de massa muscular, massa gorda, quantidade de liquido, entre outros.
Para a realização da composição corporal existem alguns métodos diferentes, como a impedanciometria e a antropometria. O importante é sempre utilizar o método anterior para nível de comparação.

Dr. Rodrigo Simão Marum  – CRN 25862
Diretor Núcleo NES – Nutrição Esporte e Saúde
Nutricionista Esportivo
Especialista em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento
e Nutrição Desportiva –UNICAMP
Tel.: (19) 2512 0558

MUITA GRANA; LUTA DE ANDERSON SILVA É ESPERANÇA DE RECORD PARA UFC

Anderson Silva encara o falastrão americano Chael Sonnen no dia 7 de junho na MGM Arena em Las Vegas e é a grande esperança do Ultimate de bater seus recordes de vendas de pay-per-view.
A ideia é de que a luta principal do UFC 148 junto aos diversos outros combates do card como o que fecha a trilogia de Forrest Griffin com Tito Ortiz façam com que se supere os números do UFC 100 que aconteceu em julho de 2009 com mais de 1 milhão e 600 mil vendas.
“Não há dúvida de que estamos pensando em fazer mais de um milhão de vendas aqui, e sim, esperamos chegar aos números do UFC 100″, afirmou o chefão do UFC.
O cartola ainda exaltou Anderson Silva e a importância do mesmo para a organização e o evento ao qual ‘encabeça’ o card.
“Este não é um dos maiores eventos esportivos do verão – é um dos maiores eventos esportivos do ano. Anderson Silva é uma estrela muito grande, e esta é uma luta que as pessoas se preocupam e querem ver em todo o mundo. Muito poucas pessoas poderiam opinar que ele não é o melhor lutador peso-por-peso do mundo, mas provavelmente o melhor lutador de MMA da história.”, afirmou Dana em entrevista ao MMA Junkie.
A última luta entre Chael Sonnen e Anderson Silva no UFC 117 rendeu ao Ultimate a venda de “somente’ 600 mil pacotes de pay-per-view.
Fonte: MMA Junkie

ANDERSON SILVA "CHUTA O BALDE" E DIZ QUE sonnen É UM MAGINAL

Acabou a brincadeira, esse foi o jargão de Anderson Silva na conferência por telefone feita hoje para o UFC 148. O campeão dos médios quebrou o silêncio e extravasou sua vontade de ‘quebrar a cara’ do americano que desrespeitou sua família e seu país.
“Esse cara é um marginal, é a escória do esporte. Ele não merece estar no UFC. Tem problema com a justiça americana, teve problema com o dopping, não respeita nada. É um imbecil. Dia 7 vou quebrar a cara dele e todos os dentes eu vou arrancar da boca dele.
Nervoso, Anderson Silva afirmou que vai dar uma surra em Sonnen, a qual ele nunca vai esquecer.
“Quem vive de passado é museu, não vivo de passado . Eu vou bater nele de novo, isso que vou fazer, não tem muito o que ficar falando, eu vou enfiar a porrada nele, ele está escutando isso, acabou a brincadeira, não adianta ele ficar falando bobagem, acabou a falação, tá chegando perto da verdade. Não to machucao, to 100%, vou quebrar a cara dele, vou expulsar ele do UFC. Ele vai apanhar como nunca apanhou na vida. Vou bater nele pra ele aprender a ser educado. Tudo o que ele não apanhou da mamãe e do papai vai apanhar de mim pra aprender a ser educado e respeitar o país das pessoas”.
O campeão continuou exaltado e afirmou que fará o que ninguém nunca viu no UFC: quebrar a cara, o braço e a perna de seu adversário.
“Por baixo, por cima, de lado, de pé. Ele vai apanhar de novo, vai apanhar muito. Dessa vez não tem conversinha, depois que entrar lá dentro, ele vai engolir todos os dentes da boca, eu vou quebrar todos os dentes da boca dele, eu vou arrancar dente por dente da boca dele. Depois que eu bater nele, muita gente vai ficar assustada com o que vai acontecer no esporte. ”
“Estou dedicado e preparado para fazer uma coisa que ninguém nunca fez no UFC: ele vai sair com a cara toda quebrada, braço quebrado, perna quebrada, vou quebrar ele inteiro. Ele está escutando, vai sair de maca.”
“Isso é profissional, só que vou quebrar ele de porrada. Ele vai aprender a respeitar os lutadores brasileiros, vai aprender a respeitar o país, vai aprendar a respeitar onde ele pratica hoje, os caras que criaram o esporte… Esse cara é um marginal, vagabundo, sem vergonha. Vai apanhar porque a mãe dele nunca educou ele, vou quebrar os dentes da boca dele, as pernas dele, os braços dele. Vocês não estão entendendo, acabou a brincadeira, ele vai apanhar muito. Agora acabou, agora é porrada. Ele vai precisar fazer uma plástica”

APÓS DECLARAÇÃO sonnen ALFINETA ANDERSON SILVA PROVOCANDO A MULHER DO SPIDER

Mais do que mostrar habilidade no wrestling, preparo físico ou capacidade de absorção de golpes, Chael Sonnen deixou claro na última terça-feira (26) que o ponto forte de seu golpe é o trashing talk (provocações sem limites).

Ao ouvir calado as ameaças de Anderson Silva que prometeu que quebraria seus dentes, um por um, o lutador americano respondeu ao melhor estilo fanfarrão, que tanto marcou sua carreira.

- Se ele acha engraçado dizer que vai quebrar minha cara e minhas pernas, só posso dizer duas coisas: ao ponto.

“Ao ponto” se refere à primeira provocação do americano em relação a mulher do brasileiro campeão dos pesos médios (84 kg), quando Sonnen afirmou que ela iria preparar um bife em sua cama.

Deixadas as besteiras de lado, o fato é que o UFC 148, a ser realizado no UFC dia 7 de julho, nos EUA, será um dos maiores eventos de MMA da história. Além da revanche entre Spider e Sonnen, a aposentadoria de Tito Ortiz diante de Forrest Griffin e a estreia de Demian Maia entre os meio-médios (77 kg) dão destaque ao show.
R7

UFC DIVULGA OS SALÁRIOS DO EVENTO EM BELO HORIZONTE


O UFC liberou a lista com os salários dos atletas que atuaram no UFC 147, disputado no último sábado (23) em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Wanderlei Silva (US$ 265 mil), Rich Franklin (US$ 215 mil) e Fabrício Werdum (US$ 100 mil) garantiram os maiores valores. Rodrigo Damm e Marcos “Vina” receberam cada um US$ 85 mil, somados os bônus pela vitória, melhor finalização e nocaute da noite.

Veja abaixo a lista completa. (Valores em dólares)

Wanderlei Silva: $265,000 ($200,000 de bolsa $65,000 pelo bônus de luta da noite)

Rich Franklin: $215,000 ($75,000 de bolsa , $75,000 de bônus pela vitória e $65,000 de bônus pela luta da noite)

Fabricio Werdum: $100,000 (sem bônus adicional)

Rodrigo Damm: $85,000 ($10,000 de bolsa, $10,000 de bônus pela vitória e $65,000 pelo bônus de finalização da noite)

Marcos "Vina" Vinicius: $85,000 ($10,000 de bolsa, $10,000 de bônus pela vitória e $65,000 pelo bônus de nocaute da noite)

Hugo Viana: $22,000 ($10,000 de bolsa, $10,000 de bônus pela vitória e recebeu mais $2,000 de multa por John Macapá não ter batido o peso)

Cezar “Mutante” Ferreira: $20,000 ($10,000 de bolsa, $10,000 de bônus pela vitória)

Rony “Jason” Mariano: $20,000 ($10,000 to show, $10,000 de bônus pela vitória)

Francisco “Massaranduba” Drinaldo: $20,000 ($10,000 tde bolsa, $10,000 de bônus pela vitória)

Thiago “Bodão” Perpétuo: $20,000 ($10,000 de bolsa, $10,000 de bônus pela vitória)

Mike Russow: $14,000

Hacran Dias: $12,000 ($6,000 de bolsa, $6,000 de bônus pela vitória)

Felipe Arantes: $12,000 ($6,000 de bolsa, $6,000 de bônus pela vitória)

Serginho Moraes: $10,000 (sem bônus adicional)

Anistávio "Gasparzinho" Medeiros: $10,000 (sem bônus adicional)

Godofredo Pepey: $10,000 (sem bônus adicional)

Delson "Pé de Chumbo" Heleno: $10,000 (sem bônus adicional)

Leonardo "Macarrão" Mafra: $10,000 (sem bônus adicional)

Wagner "Galeto" Campos: $10,000 (sem bônus adicional)

John "Macapá" Teixeira: $8,000 ($10,000 de bolsa, $2,000 por não ter batido o peso)

Yuri Alcantara: $6,000 (sem bônus adicional)

Milton Vieira: $6,000 (sem bônus adicional)
Nocaute

domingo, 24 de junho de 2012

APÓS VITÓRIA CONTRA WAND, FRANKLIN VAI PEDIR PARA DISPUTAR O CINTURÃO

Enquanto se preparava para enfrentar Cung Le, em um duelo previsto para o dia 21 de julho, no UFC 148, o americano Rich Franklin recebeu um pedido de "socorro" do UFC e topou, com menos de um mês de antecedência, substituir Vitor Belfort na luta contra Wanderlei Silva. Depois de salvar o evento principal do UFC 147, em Belo Horizonte, Franklin já escolheu o que vai pedir em retribuição por exercer o papel de "quebra-galho" do Ultimate. Aos 37 anos, o ex-campeão revelou que pretende conversar com dirigentes da organização e pedir uma última chance de disputar novamente o cinturão dos pesos-médios antes de dar adeus ao esporte. Franklin perdeu o título de campeão em 2006, quando foi derrotado pelo atual detentor, o brasileiro Anderson Silva.

- Pretendo ter uma conversa com UFC. Se eu ganhar mais duas lutas, poderia lutar pelo título. Já passou muito tempo desde minha última disputa e o cinturão é minha meta. Já que ajudei muito, acho que posso ser recompensado no futuro - disse o americano.

Apesar de "estragar" grande parte da festa da torcida mineira ao derrotar o ídolo Wanderlei Silva, Rich Franklin se mostrou carismático e muito simpático. Além de carregar o "Cachorro Louco" no colo após o fim do combate, ele ainda arriscou algumas palavras em português para a torcida, arrancando aplausos de reconhecimento. Feliz com sua passagem por Belo Horizonte, o lutador enalteceu a importância do combate para a expansão do Ultimate no Brasil.

- Estive na posição do Wanderlei antes, quando lutei em casa com Anderson Silva, e ele me venceu. Sei que foi uma grande luta para o país e para o UFC. Também sei que ninguém torceu para mim, mas não fui vaiado também. Tanto que falei para o meu córner que não tinha sido tão ruim assim. Já lutei em muitos países para ajudar a expandir o UFC, mas o Brasil foi um dos lugares mais gratificantes - disse.

Rich Franklin foi campeão do UFC entre 2005 e 2006, antes de ser derrotado pelo Spider. Ele não lutava desde fevereiro do ano passado, quando perdeu para Forrest Griffin.
Globo

DANA WHITE DESCARTA APOSENTADORIA DE WANDERLEI SILVA

Wanderlei Silva estava escalado para fazer a luta principal da noite do UFC BH, contra Vitor Belfort, mas devido a uma contusão na mão, o fenômeno deu lugar a Rich Frankiln. Dentro do cage do UFC 147, que aconteceu nesse sábado (23), no ginásio do Mineirinho, o que se viu foi Wanderlei longe da forma que o consagrou, apesar do curitibano ter dado um lampejo do bom e velho Cachorro Louco, no segundo round, quando quase nocauteou Rich. Presidente do UFC, Dana White falou sobre o combate principal do UFC BH, onde o brasileiro foi derrotado na decisão.
“Estou feliz com essa luta, os dois lutadores são guerreiros e continuam sendo há um bom tempo. Wanderlei quase venceu a luta, mas é difícil dizer quem será o seu próximo adversário. Ele tem sido bem honesto conosco e ele vai estar com o UFC por um bom tempo, lutando ou não.”
White deixou claro que não “aposentou” Wanderlei Silva, mas uma revanche contra Vitor Belfort definitivamente não está em seus planos. “A próxima luta de Vitor não será contra o Wanderlei, já que ele perdeu essa noite. Quando o Vitor se recuperar vamos ver o que acontece”, concluiuTatame

WANDERLEI SILVA É DERROTADO POR PONTOS POR FRANKLIN

Wanderlei Silva fez o principal duelo da noite do UFC 147 em Belo Horizonte com o ex-campeão do UFC Rich Franklin, o que mostrou na verdade um combate entre dois grandes guerreiros que fizeram história no Ultimate.
O substituto de Vitor Belfort, o americano veio muito bem preparado e usou seu alcance maior para pontuar sobre o Cachorro Louco, e com uma movimentação e gás exemplar, se sobressaiu durante os cinco rounds previstos.
Um combate épico fez com que os lutadores fossem mesmo para cima e o ponto alto da noite foi no fim do segundo round quando Wanderlei acertou um golpe no queixo de Franklin fazendo-o ir a lona e descendo a lenha para cima do gringo, que por pouquissimos segundos, foi salvo pelo gongo.
Definitivamente foi uma luta muito boa e os presentes não tem do que reclamar ou criticar Wanderlei Silva que mostrou que ainda tem gás e está em forma para lutar cinco rounds com um lutador top da categoria como é Rich Franklin, que mesmo após 1 ano sem lutar, mostrou recuperar-se para sua melhor forma e fazer espetáculo, já de olho no cinturão de Anderson ‘Spider’ Silva.
Ao fim do combate, Wanderlei se desculpou com os presentes por não conseguir o nocaute, mas foi aplaudido por todos de pé, que também reverenciaram Rich Franklin que mostrou humildade, profissionalismo e com certeza conquistou fãs em grande escala no país.
MMASPACE

CEARENSE/POTIGUAR É O CAMPEÃO DO TUF PESO PENA

Rony Jason e Godofredo Pepey era um combate esperado por conta do alto nível técnico de ambos, principalmente no jiu-jitsu. Os cearenses se enfrentaram no jiu-jitsu há alguns anos e com vitória de Pepey, Rony Jason prometeu ter o resultado a seu favor.
Jason, irreconhecível, foi ao cage muito diferente do que aparentou durante todo o reality. A frieza do lutador tão focado não prevaleceu, dando espaço às lágrimas e comoção, posteriormente explicada que era sobre a impossibilidade de entrar com sua máscara ao rosto, proibição imposta pelo UFC. Pepey já entrou muito focado, ao som do rock n’ roll e com cara de mau.
No primeiro round, Pepey abusou de sua especialidade e tentou levar mais um combate pela kimura, chave muito bem defendida por Rony, que mesmo por cima de Pepey, não conseguiu soltar seu jogo sobre o cearense que insistia em chamar a luta para a guarda, mas que em contrapartida fazia com que Jason pontuasse mais.
No segundo round, Jason foi mais contundente e com a insistencia de Pepey em puxar Jason para a guarda, o público vaiou, e muito. Jason, levando vantagem na trocação, manteve a luta mais acordado e acertou duros golpes em Godofredo.
Assim, Rony voltou mais confiante para o terceiro round, e mais uma vez obteve vantagem no jogo em pé. Posteriormente, Pepey acertou golpes na genital de Jason e pela sequencia acabou sendo descontado na pontuação.
Ao fim do combate, Pepey partiu para tirar satisfações com Jason e foi apartado, posteriormente, a situação se acalmou e o fair play aconteceu.
Em título histórico, Rony Jason foi o primeiro vencedor do The Ultimate Fighter Brasil.
Foto: Marcus Desimoni/UOL

ESPETÁCULO: MUTANTE VENÇE SERGINHO EM LUTA EMOCIONANTE

Para os que afirmaram veemente que Cezar Mutante teria uma vitória fácil na final do TUF Brasil contra o classificado Serginho Moraes, foram com certeza surpreendidos pelo espetáculo excepcional que assistimos em TV aberta para todo o Brasil na madrugada do dia 23 para o dia 23 de junho.
Cezar Mutante lutou em casa, como favorito e Serginho foi confiante com o apoio do ex-campeão dos meio-pesados Shogun Rua em seu córner.
Tricampeão mundial de jiu-jitsu, imaginava-se claramente que o lutador faria o possível para levar a luta ao solo e tentar estabelecer sua vantagem, e o que vimos foi algo muito, muito diferente do imaginado.
Serginho trabalhou nos contragolpes e conseguiu ser contundente, mesmo tendo sofrido três knockdowns e golpes potentes do habilidoso Cezar Mutante no decorrer do combate, que fizeram a diferença para o pupilo de Belfort.
Cezar Mutante foi mais ofensivo e teve mais contundência no primeiro round e Serginho, mais apático, mesmo assim ouvia do córner a instrução de seguir a estratégia traçada, o que inicialmente assustou os presentes a possibilidade de Serginho ceder tanto à trocação de Mutante, que começou a responder bem os contragolpes.
Em seguida, o segundo round levantou a arena e com um belo chute oriundo da especialidade da capoeira,Mutante derrubou Serginho, mas não conseguiu liquidar o combate, evitando sempre entrar no jogo de solo do adversário. Porém, Serginho surpreendeu ao responder um ataque com uma bela cotovelada que desestabilizou Cezar. Assim, partiu pra cima com uma sequencia avassaladora que por pouco, não consolidou um knockout.
No último round, as emoções voltara a fluir, e as respostas de Moraes não foram tão efetivas aos ataques de Mutante, mas mesmo assim, conseguiu se impor, mesmo sofrendo mais um knockdown, que por pouco, não foi a vez de Mutante conseguiu a vitória antecipada.
Ao fim do combate, ambos comemoraram e subiram nas grades, com Serginho mais castigado visivelmente. Em seguida, vimos Dana White vibrar no Twitter com a luta, afirmando ser até então a melhor da noite, faltando só Wanderlei Silva enfrentar Franklin, o que acabou superando a respectiva final dos médios.
Cezar Mutante no entanto é o primeiro campeão dos pesos-médios do ‘The Ultimate Fighter Brasil’ e tem contrato assinado com o UFC.
Foto: Marcus Desimoni/UOL

DAMM APAGA GASPARZINHO NO UFC 147

Uma luta que fez com que muitos comprassem o pay per view só para ver ao vivo o resultado das provocações que a antecederam foi a última do card preliminar, entre Rodrigo Damm e Anistávio Gasparzinho.
Ambos tinham uma relação conturbada na casa do TUF Brasil, com discussões e intrigas. Literalmente, o santo dos dois não batia e o UFC casou o combate para que resolvessem isso dentro do cage no UFC 147.
A pesagem, na sexta-feira, dia 22, foi a mais tensa de todas com empurra-empurra, parecendo que os dois estavam com ‘sangue no olho’ para o combate.
Com o público a seu favor, Gasparzinho foi para o seu relativo ‘forte’ na luta, mas foi surpreendido por um jogo excelente de Rodrigo Damm na trocação, que ao acertar um potente direto, abalou Anistávio. Com a luta no solo e o adversário ‘grog’, Damm teve facilidade em ‘catar’ as costas do adversário e buscar a finalização.
Rodrigo Damm inclusive, ganhou a bolsa de melhor finalização da noite, sendo inclusive o único combate do UFC 147 a se encerrar pelas técnicas da arte-suave.
Foto: Marcus Desimoni/UOL

quinta-feira, 21 de junho de 2012

JASON E PEPEY TROCAM PROVOCAÇÕES 2 DIAS ANTES DO COMBATE.

Rony Jason e Godofredo Pepey são as estrelas da categoria peso-pena na noite do próximo sábado, 23 de junho. Os cearenses oriundos do jiu-jitsu estão confiantes e dispostos a protagonizar um espetáculo de artes marciais no UFC Mineirinho.
Pepey já venceu Jason em uma luta de jiu-jitsu, como já postamos inclusive o vídeo aqui no MMA Space. Com a derrota engasgada, o atleta da equipe azul quer dar o troco conquistando o reality show ‘The Ultimate Fighter’.
“Jiu-jítsu de pano é uma coisa. Valendo soco é completamente diferente. Ele ganhou de mim em 2009, mas agora vamos experimentar jiu-jítsu com ”porrada” para ver o que vai dar. Esse é o meu TUF. Ninguém vai tomar isso de mim. Só saio vitorioso ou morto e não quero minha mãe arrumando meu velório.”
Pepey aproveita para alfinetar usando o antigo combate como referência, dizendo-se muito melhor que Jason.
“Se for para rolar jiu-jítsu, estou pronto. Mas acho que ele vai fugir do chão, já que ali eu sou muito melhor do que ele. Mesmo assim, eu não vou fugir da trocação. A música que tocar eu vou dançar. Vai ser uma grande luta, uma boa batalha.”
Além do mais, a pontuação atribuida por Jason ao combate foi ainda questionada por Pepey, que convidou aos que duvidem assistir o vídeo do combate para comprovarem.
“A gente se enfrentou em uma copa de jiu-jítsu. Eu ganhei dele por uma vantagem de 8 a 0. Ele fica dizendo que foi 2 a 0, mas tem vídeo que prova que eu estou falando a verdade. Mas isso não importa, vamos pensar no agora. Eu não costumo entregar nada fácil e nem dar nada de presente para ninguém.”
Os atletas se enfrentam no sábado em Belo Horizonte pelo UFC 147 no ginásio do Mineirinho, tendo em jogo o título de Ultimate Fighter e o cobiçado contrato com o Ultimate.
Fonte: Globo Esporte.
Foto: João Gabriel Rodrigues / Globoesporte.com

quarta-feira, 20 de junho de 2012

GLOBO IRÁ TRANSMITIR O UFC 147

Na última madrugada foi ao ar a primeira chamada do UFC 147 na TV Globo, evento que acontece no próximo sábado no ginásio do Mineirinho em Belo Horizonte.
O evento que contará com as finais do reality show ‘The Ultimate Fighter – Em busca de campeões’ terá como luta principal o combate entre Wanderlei Silva, mito brasileiro do Ultimate e Rich Franklin, ex-campeão do evento.
Rony Jason e Godofredo Pepey se enfrentam na final dos penas e pelo médios Cezar Mutante encara Serginho Moraes, que ganhou a vaga após a lesão de Daniel Sarafian.
MMASPACE

RONALDINHO GAÚCHO VISITA RONY JASON EM BH

O finalista da categoria peso-pena do reality show ‘The Ultimate Fighter – Em busca de campeões’, Rony Jason recebe apoio de grandes nomes do MMA mundial, como seus mestres Minotouro e Minotauro, entre outros companheiros da Team Nogueira. Porém, um parceiro ilustre compareceu no hotel em Belo Horizonte e o apoiou.
Ronaldinho Gaúcho, jogador do Atlético Mineiro que viveu diversas polêmicas recentes  entre os conflitos que causaram sua saída do Flamengo, se vê em nova fase no galo e visitou Rony Jason no hotel em que se hospeda na cidade, já buscando a preparação para o combate contra Pepey no próximo sábado.
R49 tirou a foto junto à Rony Jason e seus companheiros Bruno Machado, Patricio Pitbull e Patricky Pitbull.
Jason encara Pepey no card principal do UFC 147, no próximo sábado em Belo Horizonte pelo tão sonhado contrato com o Ultimate.

ERICK SILVA SERÁ CORNER DE DAMM

Sábado acontece o UFC Mineirinho com diversas atrações do TUF Brasil que enfrentarão-se, além de sua final entre Rony Jason e Pepey pelos pesos-pena e Cezar Mutante contra Serginho, pelos pesos-médio.
A última luta do card preliminar do evento será entre Gasparzinho e Rodrigo Damm, que tornaram-se rivais na convivência interna no reality show, com muitas divergências de opiniões e discussões.
Poucos sabem, mas Rodrigo Damm, que já atuou em grandes eventos como o Strikeforce é mestre de jiu-jitsu do lutador meio-médio do UFC, Erick Silva, tendo o graduado com a faixa-preta. Erick é uma das grandes promessas brasileiras na categoria que tem como campeão absoluto o canadense Georges Saint Pierre e como interino o americano Carlos Condit.
Ao lado de Erick Silva no córner, o treinador Josuel Distak estará em sua companhia, tendo afirmado inclusive que Damm está em sua melhor forma para o combate contra Gaspar.
mmaspace

terça-feira, 19 de junho de 2012

SEAGAL: VANTAGEM DE sonnen É INJUSTA CONTRA ANDERSON SILVA

Foto: Divulgação/UFC
As portas do mundo das artes marciais mistas foram abertas a Steven Seagal por intermédio de Anderson Silva e Lyoto Machida, lutadores brasileiros que concordaram com a inclusão do ator americano em seus respectivos treinamentos para os combates realizados no Ultimate Fighting Championship.
Coincidência ou não, Steven participou da preparação de Anderson Silva para o confronto contra Vitor Belfort, em luta que acabou com a vitória do “Aranha” por nocaute após o campeão ter desferido um chute frontal certeiro no rosto do “Fenômeno”. Depois daquela disputa, Anderson revelou que Steven havia dado dicas para a execução daquele golpe.
Com o karateca Lyoto Machida a história não foi diferente, já que ele apagou o veterano Randy Couture com um ataque frontal com o pé semelhante ao movimento realizado por Anderson no UFC 126. Na entrevista pós-luta, Lyoto disse que havia aprendido o chute com seu pai mas que Seagal havia feito um ajuste providencial no golpe.
Steven Seagal colaborou novamente com a preparação de Anderson Silva, que tem treinado para a defesa do cinturão dos médios contra Chael Sonnen. Na opinião dele, o segundo confronto entre os rivais será equilibrado, já que o americano terá que se preocupar em não cair no doping e aposta na vitória do paulista.
“Na vez passada, o Chael teve uma vantagem extremamente injusta por causa daquele negócio todo com o que é chamado de esteróide, ou o que quer que seja, melhorador de performance… Acho que desta vez, ele provavelmente terá que ser um pouco mais cuidadoso com aquilo e isso vai nivelar o campo de atuação”, disse durante participação no programa The MMA Hour.
“Vamos apenas dizer isso, acho que dessa vez, eles estarão no melhor deles. Não penso que haverá qualquer controvérsia e creio que não haverá lesões. Dois grandes lutadores vão lá e o meu garoto vai vencer. O meu garoto vai vencer facilmente”, apostou o especialista em Aikido.
Jon Jones não sabe chutar e socar
O astro dos filmes de ação também compartilhou opiniões sobre o atual campeão meio-pesado, Jon Jones, a quem não considera melhor lutador que Machida, apesar de tê-lo finalizado quando se enfrentaram em dezembro de 2011. Para Seagal, Johnny Bones nem chuta, nem soca bem.
“Eu respeito cada lutador que vai ao octógono. Não acho que os chutes e socos do Jones conectem bem. Eu acho que ele soca e chuta bem? Não, de jeito nenhum, esta é a minha opinião. Ele é um cara muito grande, é como se fosse um peso pesado. Ele tem 1.94m, é muito atlético e muito forte. Ele é melhor que o Lyoto? Não, nem chega perto, mas isso não significa que ele não possa vencer”, falou.
Steven também teceu comentário sobre uma luta entre Anderson Silva e Jon Jones, que possivelmente seria a maior disputa do MMA moderno, e em vez de analisar as chances de um e outro campeão, passou o desafio do americano para o campeão peso pesado Junior dos Santos.
“Existe uma diferença muito grande em força, tamanho e peso. Não sei o que é fascinante para os fãs assistirem e eu digo que o Jones é um peso pesado. Ele disse que iria desafiar o Junior dos Santos, e se ele realmente disse isso, ele deveria fazer. Ele já limpou a categoria meio-pesado e não resta ninguém para enfrentá-lo”.

PIMENTA AJUDA A EVITAR CÂNCER E EMAGRECER

As pimentas, independente do tipo, ajudam a melhorar a digestão e previnem alguns tipos de câncer, como também eliminam os quilos a mais. Ricas em vitaminas, antiinflamatórios e analgésicos naturais, a pimenta contem em sua composição um fotoquímico, a capsaicina, responsável pelo gosto picante e principal responsável pelas propriedades funcionais deste fruto.
A pimenta é considerada um alimento termogênico, pois pode aumentar até 25% do ritmo do metabolismo. Isso porque a capsaicina aumenta a temperatura corporal e para manter a temperatura do corpo normal, começamos a queimar calorias. A boa notícia é que apenas alguns gramas de pimenta ajudam a queimar ate 45 calorias, alem de ajudar a diminuir o apetite, pois estimulam a liberação das catecolaminas.
O consumo de pimenta produz endorfinas, reduzindo a ansiedade e compulsão alimentar. Por quebrar os nutrientes dos alimentos e absorvê-los, a capsaicina faz com que tal sistema abasteça-se nos depósitos gordurosos, aumentando a queima calórica.
A capsaicina e a piperina, por serem antioxidantes, ajuda também a prevenir o envelhecimento celular, melhoram a digestão, alivia dores de cabeça, auxiliam no tratamento de renite alérgica e ajudam a controlar os níveis de glicose sanguínea.
DICA- para aliviar a sensação de ardor tome leite e derivados em seguida. A proteína desses alimentos evitam que os capsaicinoides entrem nos receptores e a gordura que acaba com as moléculas picantes

Dr. Rodrigo Simão Marum  – CRN 25862
Diretor Núcleo NES – Nutrição Esporte e Saúde
Nutricionista Esportivo
Especialista em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento
e Nutrição Desportiva – UNICAMP

O UFC PRECISA DE RENZO GRACIE?

Dias atrás li aqui no MMA Space que Renzo Gracie irá fazer mais uma luta no UFC. Admiro e respeito Renzo Gracie há muito tempo e o considero um dos grandes nomes do nosso Jiu Jitsu e alguém que sempre lutou e luta para aprimorar cada vez mais a arte suave, mas me pergunto até que ponto vale à pena voltar a lutar no UFC. O que mais ele precisa provar? Renzo Gracie quer voltar pelo prazer de lutar, do desafio, da superação e da determinação que sempre norteiam os atletas profissionais? Pode ser, mas ainda lembro como se fosse ontem da luta entre Renzo e Matt Hughes.
Naquela luta nós vimos um Renzo Gracie fora de forma, irreconhecível e, como admirador e fã de Renzo e de toda a família Gracie, aquela foi uma cena que eu não gostaria de ter visto, não acho que Renzo precise passar pelo que passou apenas para ir e falar: eu sou um lutador.
Desejo ver um Renzo Gracie em forma, matador, técnico e vencedor como sempre vi, um lutador, um guerreiro, e não uma sombra do que um dia foi, como me pareceu na luta contra Matt Hughes. Baseado em sua última luta e no tempo em que está sem lutar profissionalmente a minha resposta, e minha opinião, é não, o UFC não precisa de Renzo Gracie. O evento tem apenas atletas de ponta, que tem a obrigação de dar espetáculo, entreter os fãs e garantir vitórias empolgantes que gerem cada vez mais e mais pay per view e faturamento, afinal, o UFC é uma empresa e precisa dar lucro, e isso está em primeiro lugar em qualquer empresa no mundo.
Mas eu inverto a pergunta: Renzo Gracie precisa do UFC?
Novamente a minha resposta, e minha opinião, é não, Renzo Gracie não precisa do UFC, ele não precisa provar mais nada para ninguém, ele é um dos grandes nomes no Jiu Jitsu e no MMA em todo o mundo, um atleta que abriu portas, elevou o nome do Jiu Jitsu e do Brasil ao ponto mais alto, que nunca recusou um confronto e sempre lutou com garra, determinação e com o coração.
Renzo Gracie vai lutar, e eu espero ver aquele Renzo que sempre vi, em forma, mandando na luta, colocando pra baixo e tendo seu braço erguido no final.

Daniel Ribeiro
Profissional de marketing

OVEREEM AFIRMA QUE LUTARÁ NO UFC EM DEZEMBRO

O peso-pesado Alistair Overeem, que enfrentaria o campeão da categoria Junior ‘Cigano’ dos Santos no UFC 146 foi suspenso por nove meses pela Comissão Atlética de Nevada pela taxa de epitestosterona elevada em seu sangue após o teste surpreso realizado durante uma coletiva de imprensa.
Overeem no entanto, postou hoje em seu Twitter que lutará em dezembro, já de olho no cinturão que pertence ao brasileiro.
“Voltarei a lutar em dezembro. E pode escrever o que estou dizendo: vou atrás do cinturão mais cedo ou mais tarde”
O gigante holandês, como é conhecido, lutou contra Brock Lesnar em sua estréia no UFC dia 31 de dezembro de 2011 e possivelmente fará novamente o combate no evento que fechará mais um ano de sucesso do Ultimate.
MMASPACE

segunda-feira, 18 de junho de 2012

VITOR SOBRE WANDERLEI "QUANDO EU O PEGAR VOU FAZER BARBA, CABELO E BIGODE".

As provocações de Wanderlei Silva não foram bem recebidas por Vitor Belfort. Depois de lesionar a mão, ficar fora do UFC 147 e ser chamado de "amarelão" pelo rival, o lutador deu a resposta em evento promocional nesta segunda-feira, em São Paulo. Afirmou que espera por uma nova luta e fez críticas ao compatriota.

- Amarelão? Na hora que eu pegar ele, vou fazer barba, cabelo e bigode. Quando uma pessoa fica frustrada ao ver que está perdendo, é normal, todo mundo via a maneira que ele parava e se expressava. Ele encara como porrada, eu como luta. Cada um tem uma forma de enxergar. Eu nunca vou me rebaixar a esse nível, bater boca. Nas últimas sete lutas, ele teve cinco derrotas e duas vitórias. Mas seria muito bom fazer essa luta. Ele falou até que eu fui irresponsável. Faz parte do esporte. Ele não soube compreender a rivalidade e partiu para a ofensa. Eu não passo por esse jogo. Eu queria poder lutar, pedi para o meu médico para lutar, mas com algumas contusões simplesmente não podemos.

Belfort disse que não vai torcer por Wand para poder lutar contra o compatriota na disputa pelo cinturão do peso-médio quando se recuperar. O lutador afirmou que não escolhe adversário.

- Eu estou vendo muito lutador escolher adversário. Eu não faço isso. Não escolho lutas. Eu trabalho para o UFC, vou fazer o que eles mandarem. Meu objetivo é o cinturão. Mas, claro, quero uma luta que me leve para cima.

O lutador citou a postura de Chael Sonnen, que vai enfrentar Anderson Silva no UFC 148, para voltar a criticar as provocações de Wanderlei.

- Respeito moral (por Wand) eu continuo mantendo. Mas ele falou que o Chael luta com a boca. Acho que ele tem de olhar para si próprio para ver como está lutando.

A previsão é que Belfort volte a treinar normalmente no meio de julho. O retorno ao octógono deve ser em outubro, em um possível UFC no Brasil. O lutador reafirmou seu desejo de seguir com a carreira por mais cinco anos.

- Vou lutar até os meus 40 anos. Tenho mais cinco anos de carreira. Botei uma meta na minha vida. É importante ter metas, você cria uma responsabilidade maior. Meu filho fica desesperado para eu não parar.

No UFC 147, neste sábado, em Belo Horizonte, Wanderlei Silva vai enfrentar o americano Rich Franklin. O peso-pesado Fabricio Werdum faz o co-evento principal contra Mike Russow.

A TV Globo e o Combate transmitem, e o SPORTV.COM fará o acompanhamento em Tempo Real do evento na íntegra.

UFC 147
Mineirinho (Belo Horizonte), dia 23 de junho
CARD PRINCIPAL
Wanderlei Silva x Rich Franklin
Fabricio Werdum x Mike Russow
Cezar Mutante x Serginho Moraes
Godofredo Pepey x Rony Jason
Yuri Marajó x Hacran Dias
CARD PRELIMINAR
Anistávio Gasparzinho x Rodrigo Damm
Delson Pé de Chumbo x Francisco Massaranduba
John Macapá x Hugo Wolverine
Thiago Bodão x Leonardo Macarrão
Marcos Vina x Wagner Galeto
Felipe Sertanejo x Miltinho Vieira

RICKSON AVALIA CARREIRA DE ROGER GRACIE

Fonte: Tatame

“Rapaz, ele faz o que pode. Ele é um cara que merece todo o crédito só por entrar no MMA”, disse o Gracie. “Eu admiro a condição técnica, a vontade dele de competir, mas não estou na posição de julgar os resultados. Ele tem que fazer o que ele acha que tem que fazer, ter sorte e esperar os melhores resultados”.
“O potencial está aí, a vontade também, mas existe uma estratégia a ser seguida que pode facilitar ou dificultar. Como tudo na vida, você tem que fazer algumas boas escolhas e manter o plano para atingir o sucesso”, aconselha. “É difícil. A coisa é muito complexa”.
“Como tecnicamente você pode fazer muita coisa, às vezes você pode se distrair e acabar querendo fazer muita coisa, mas na verdade você tem que ter uma objetividade para aplicar dentro de toda a fusão uma estratégia que seja bem progressiva. Às vezes as pessoas se distraem pela falta de objetividade”.

LUTADOR RENEÉ FORTE É O ÚNICO FORA DO UFC 147

O lutador cearense Reneé Forte foi derrotado por Daniel Sarafian nas quartas-de-final do reality show do UFC, o The Ultimate Fighter – Em busca de campeões, porém, assim como os outros lutadores era aguardado no card do UFC 147 a ser realizado no próximo dia 23 de junho no Mineirinho, mas não o veremos presente.
Com a lesão de Daniel Sarafian, o mesmo fora substituido por Serginho Moraes na final do TUF, enfrentando assim Cezar Mutante no sábado, o que fez com que algum lutador ‘sobrasse’ no evento, sendo o escolhido Forte, possivelmente por sua atuação apática no duelo contra Daniel nas quartas.
Assim, segundo o site MMA Junkie, Reneé será recompensado e deve lutar em um outro card do UFC, ainda sem adversário e data definidos.
Card Principal
  • Wanderlei Silva vs. Rich Franklin
  • Cezar Mutante vs. Serginho Moraes
  • Godofredo Pepey vs. Rony Jason
  • Fabricio Werdum vs. Mike Russow
  • Yuri Marajó vs. Hacran Dias
Card Preliminar
  • Anistávio Gasparzinho vs. Rodrigo Damm
  • Delson Pé de Chumbo vs. Francisco Massaranduba
  • John Macapá vs. Hugo Wolverine
  • Thiago Bodão vs. Leonardo Macarrão
  • Marcos Vina vs. Wagner Galeto
  • Felipe Sertanejo vs. Miltinho Vieira

BOATOS A RESPEITO DE SARAFIAN É VERDADE.

Os boatos que rolaram na internet essa semana, como fora postado aqui, infelizmente se confirmaram e Daniel Sarafian, finalista da categoria peso-médio do TUF Brasil está lesionado e não enfrentará Cezar Mutante no próximo sábado.
Sarafian sofreu uma lesão durante seus treinos, e como dizemos na matéria anterior publicada no dia 13 de junho de 2012, alguns blogs postaram como fato, porém, aguardamos a confirmação oficial para lhe informar sobre a lesão que tirou Daniel da final da categoria peso-médio do TUF Brasil, assim como grande parte da mídia especializada.
O lutador Sergio Moraes, que foi nocauteado por Sarafian nas semifinais o substituirá e enfrentará Cezar Mutante na final a ser realizada no próximo sábado, dia 23 de junho no ginásio do Mineirinho em Belo Horizonte na edição do UFC 147.
MMASPACE

CONTINUA A "ONDA" DE LESÕES E SUBSTITUIÇÕES NO UFC


O UFC está sendo tomado por uma série de lesões que já atingiram grandes nomes do MMA, principalmente no Brasil, levando a Dana White inclusive a pedir cautela para os lutadores contratados. No entanto, sujeitos às lesões provenientes do esporte de alto nível, o brasileiro Luiz Banha foi o mais novo atingido e se vê obrigado a retirar-se do card do UFC 150, a ser realizado no dia 11 de agosto.
Quem substituirá Luiz Banha será o compatriota Rousimar Palhares, o Toquinho, que vem de derrota para Allan Belcher e voltará ao UFC buscando retomar a sequência de três vitórias que fora interrompida no UFC on Fox 3 no dia 15 de maio.
Focado em trilhar novamente o caminho para uma possível disputa de cinturão, Toquinho encara Yushin Okami, lutador que vinha também de uma sequência de três vitórias que o levaram à disputar o cinturão, porém, fora derrotado facilmente pelo campeão Anderson Silva e despencou para Tim Boetsch no UFC 144, sendo nocauteado.
Será um duelo de dois grandes pesos-médios que buscarão dar um passo a frente e recuperar-se da estagnação que possa tomar conta de suas carreiras em caso de derrota, lutando acima de tudo pela segurança de permanecerem no evento de lutas mais cobiçado do planeta.
Foto: Antonio Lacerda/EFE

domingo, 17 de junho de 2012

APRENDA COM ELAS

 EAI O QUE ACHARAM? ELAS TEM FUTURO OU NÃO????

JÁ SAIU O SUBSTITUTO DO MINOTAURO.


A má sorte para o UFC 149 continua, Antonio Rodrigo Nogueira tornou-se o último lutador a retirar-se do card de 21 de julho.

Segundo fontes próximas à situação, Nogueira não curou completamente da cirurgia que ele sofreu para reparar um úmero quebrado sofrido em sua derrota para Frank Mir. Devido aos efeitos persistentes da lesão, "Minotauro" não será capaz de enfrentar o francês Cheick Kongo no evento que acontece no Saddledome Scotiabank em Calgary, Alberta.

Shawn Jordan (foto) substituirá o brasileiro. Embora não tenha sido oficialmente anunciado pelo UFC, Sherdog.com confirmou neste sábado com fontes próximas que Jordan aceitou a luta.

"Minotauro" se junta a uma longa lista de lutadores notáveis ​​- José Aldo, Mauricio Rua, Thiago Silva, Thiago Alves, Michael Bisping, Yoshihiro Akiyama e Bibiano Fernandes - que desistiram ou saíram do card por várias razões. UFC 149 deverá ser encabeçado por uma disputa de título interino bantamweight entre Urijah Faber e Renan Barão.

Nogueira de 36 anos competiu pela última vez em dezembro, onde seu braço foi quebrado logo acima do cotovelo por uma kimura de Mir em uma derrota no UFC 141. Mais recentemente, o ex-campeão dos pesados ​​do Pride e UFC fez manchetes por sua participação na versão brasileira de "Dancing with the Stars".

Jordan fez sua estréia no octógono do UFC em março, marcando uma vitória por nocaute técnico contra Oli Thompson, no UFC no FX 2.
PVT

MINOTAURO NÃO LUTA NO UFC 149.

Antonio Rodrigo Nogueira, o Minotauro, escalado para enfrentar Cheick Kongo no UFC 149, na província de Calgary, no Canadá foi confirmado através do site Sherdog como afastado do evento a ser realizado no dia 21 de julho.
Big Nog, como é conhecido nos EUA, sofreu uma fratura no UFC 141 quando enfrentou Frank Mir onde fora finalizado mas não bateu. Assim, fraturou seu úmero, mas com muito esforço veio recuperando-se da fratura através de sessões de fisioterapia com sua fiél escudeira, a Dra. Angela Cortez.
Mesmo com todo o esforço do campeão, infelizmente, o combate agendado não poderá ser realizado por conta dos efeitos causados por sua fratura que ainda o assombram.
Minota será substituido pelo ex-campeão do Bellator, o americano Shawn Jordan, como anunciado oficialmente pelo UFC.
MMSPACE

A PRIMEIRA GRANDE LUTA DE MMA DA HISTÓRIA

Muhammad Ali queria algo gigantesco para encerrar sua carreira, após a vitória histórica sobre George Foreman no Zaire, em 1974. Não poderia ser qualquer coisa.
A ideia de luta contra o japonês Antônio Inoki supostamente surgiu em abril de 1975, quando Ali foi apresentado ao Ichiro Yada, presidente da japonesa Amateur Wrestling Association, em uma recepção em os EUA.
“Por que lutar contra um lutador e humilhar o título de boxe frente aos olhos de muitas pessoas”. Ali foi perguntado. Se o seu plano indicado para se aposentar no final do ano era verdade, sua resposta foi compreensível.” Seis milhões de dólares, por isso” o campeão respondeu.
“O que é o caratê de um homem à distância? Nada”! Disse Ali.
Ali se gabava de Ichiro Yada: “Não há qualquer lutador Oriental que vai me desafiar. Vou dar-lhe um milhão de dólares se ele ganhar”! Esta afirmação foi divulgada e trabalhada no Japão. Inoki aceitou o desafio e Ali aceitou seis milhões de dólares.
Um conjunto especial de regras tinha sido acordado para este protótipo luta artes marciais mistas. Ali usaria luvas de quatro onças, e seria capaz de qualquer agarramento ao tocar as cordas. Para Inoki poderia haver joelhadas, chutes, ou bater abaixo da cintura. Qualquer um que fosse jogado para fora do ringue teria 20 segundos para voltar dentro
Os dois estariam contestando o título de homem mais durão do planeta.
O local escolhido foi o Budokan em Tóquio, e a data, 26 de Junho de 1976.
Bob Arum tinha assinado como promotor, lembrou-se o negócio acontecendo assim:
“Vai ser um monte de diversões e é apenas uma piada. Bem, quando chegamos a Tóquio, descobrimos que ninguém estava rindo.”
De qualquer maneira, Ali não era muito empolgado com a perspectiva, enquanto ele contava a repórteres. “O cara vai vir para cima de mim eu só vou dar jabs nele, bop, bop, bop. Ele não pode chegar perto o suficiente O que há de caratê de uma certa distância a um homem? Nada. Quando eu enfrenta-lo, vou nocauteá-lo.”
Inoki era um brilhante auto publicitário, ele era tão famoso em seu país como Ali nos Estados Unidos.
Em 1976, Inoki com 33 anos, era reconhecido por sua habilidade como lutador profissional.
Na década de 1950, quando os aparelhos de televisão foram se tornando mais comuns em todo o Japão, pro-wrestling foi um dos maiores impulsionadores de audiência.
Ele era um adolescente trabalhando em uma plantação de café no Brasil, quando Rikidozan (“o pai da pureza”, mestre de lutas, incumbido de trazer ao Japão pós-guerra seu orgulho) o descobriu. “Naqueles dias, era como viver como um escravo, esforcei-me para comer, mas essa vida me deu o espírito de luta.”
Através dos anos 60, Inoki chegou ao topo da cena das lutas no Japão, e chegou a ser tão grande que em 1971 ele foi expulso da Japoneses Wrestling Association. Ele saiu em busca de pagamentos maiores e mais fama, e teve a ideia de lutas de artes marciais mistas.
Antes de conhecer Ali, Inoki já havia lutado uma luta contra o medalhista de ouro peso pesado do judô dos jogos olímpicos de Munique, Wilhelm Ruska. Inoki destruiu Ruska, golpeando-o, e em um TKO com “uma sucessão de três golpes no suplexos em volta, consecutivos”.
Dado que Inoki era um lutador profissional,  Ruska nunca sugeriu que a luta era outra coisa senão legítima, nem depois, nem qualquer outro dos 20 ou mais combatentes que lutaram na Inoki lutas de MMA ao longo dos próximos 13 anos, Ali incluídos.
As relações diplomáticas entre Estados Unidos e Japão estavam tensas, ainda sofrendo de 1971, do choque do presidente Americano Nixon, que levou o dólar dos EUA fora do padrão de ouro, causando enorme valorização do iene e arruinando o mercado de exportação japonês. Os EUA tinham abandonado o controle administrativo de Okinawa para o Japão em 1972. Era apenas o ambiente certo para um pouco de ufanismo nacionalista.
Quando Muhammad Ali pousou no aeroporto, Ali anunciou sua chegada com sua sutileza típica. Suas animadoras de torcida cortaram um caminho através do emaranhado de fotógrafos e fãs ao redor deles, berrando: “Não haverá Pearl Harbour, Muhammad Ali voltou! Não haverá Pearl Arbour”!
O tradicional ginásio do Budokan, teve seus melhores assentos no valor de mil e quinhentos dólares. A antecipação de vendas de ingressos não se limitava a Tóquio. Em Nova York estava vendendo-se ingressos.
Quando os dois homens ficaram frente a frente pela primeira vez, Ali anunciou que apelido de “pelicano” para Inoki por causa de seu queixo grande. Inoki olhou calmamente para ele e respondeu, através de um tradutor: “Quando o punho se conecta com meu queixo, tome cuidado para que seu punho não fique danificado.” Em seguida, apresentou uma enorme muleta, para se usar depois de ter sido jogado para fora do ringue. Inoki disse mais tarde: “Eu não sei quão seriamente Muhammad Ali está levando a luta, mas se ele não levar a sério, ele pode sofrer muitos danos! Estarei lá lutando. Vou quebrar seu braço.”.
Ali não tinha conhecimento de que ele próprio era objeto de manobras, mas há muitas pessoas que insistem em que seus assessores conheciam o acordo da luta, e houve uma correção a partir do momento em que assinou o acordo e que, em troca de seus seis milhões de dólares, o campeão Ali deveria perder.
O plano original, de acordo com o jornalista de boxe Jim Murphy, foi para a luta acabar com Ali jogando um soco que atingisse acidentalmente o árbitro e o nocauteasse. Ali iria se inclinar sobre o arbitro como preocupado, e enquanto ele estava distraído, Inoki iria derrubá-lo com um chute na cabeça. O árbitro, então, viria ao redor e contaria até Ali estar fora. Dessa forma, Inoki iria reivindicar a vitória, mas Ali iria salvar a face por causa de seus instintos nobres.
Só que quando Ali descobriu que tinha de perder, ele se recusou a aprovar a ideia. Os organizadores ficaram com uma luta fixada e ninguém estava preparado para lutar.
Mas de acordo com a versão Inoki da história, Ali e sua comitiva haviam assinado para a luta para ser uma exposição, em vez de uma competição real.
Foi só quando a comitiva de Ali foi ver treino de Inoki, e o observou quebrar e torcer uma série de sparings, com uma série de brutais low kicks e violentos agarramentos, que a verdade amanheceu…
“OK, então quando fazemos o ensaio?” Ali supostamente perguntou a Inoki, para obter a resposta: “Não, não Isso não é uma exposição É uma luta real!”.
Qualquer versão é correta, e nos dias que antecederam a luta nos cornes de Ali e Inoki começou-se a renegociar as regras. De repente, uma lista de restrições foi imposta a Inoki. Ele não teria permissão para jogar Ali.
As regras foram modificadas tão a sério que o combate não está era mais lutando boxe. Ali poderia agarrar ou socar o homem para baixo.
Como resultado de realizar ataques eram genuínos, o staff de Ali exigiu um novo conjunto de regras para basicamente parar Inoki de fazer muito. O staff de Ali também exigiu que nenhuma versão detalhada das regras de ser tornasse pública antes da luta.
As regras, agora tão complicadas, ficaram a ponto de ser quase incompreensíveis, não foram reveladas ao público antes da luta.
26 de junho de 1976.  A noite da luta. Ninguém sabia o que esperar quando o gongo foi tocado. O que se seguiu foram 15 rounds de puro estranhamento entre os dois gigantes.
Assim que o gongo tocou, Inoki tinha correu a distância de 16 metros entre os dois, e se atirou nos pés no Ali em um double leg. Ali evitou, Inoki perdeu a investida. Antes que os dois pudessem ficar no quadrilátero em pé, Inoki soltou outro chute, deitado, errou novamente, e caiu de costas no chão.
Inoki não se levantou. Ele estava deitado de costas aos pés de Ali e se voltar para cima.
Ali circulou cautelosamente pelo ringue Inoki caminha ao chão ao seu redor. Ocasionalmente Inoki chutava violentamente em cima dos joelhos de Ali. Ele permaneceu assim para todo o round.
Inoki tinha vindo com um plano astuto em resposta às mudanças de regras posteriores. Como poderia Ali atingi-lo se ele já estava no chão? Ali olhava perplexo, ele tentou tomar um pouco sorrateira indo por trás de Inoki, mas sempre que ele chegava perto Inoki ia para fora de seus pés.
As únicas pessoas mais confusas do que Ali estavam entre as dezenas de milhares de fãs assistindo a luta ao vivo e na tevê. Ali começou a girar ao redor do ringue, fora do alcance dos chutes de Inoki, e provocando gritando: “Inoki covarde! Inoki não faz nenhuma luta”! Por isso, Inoki continuou deitado na lona.
Ficou ruim, no quarto round, Inoki, ainda de costas no chão, prendeu Ali em um canto do ringue e começou soltando chutes descontroladamente em suas coxas. Ali saltou para as cordas e colocou suas pernas debaixo dele, gritando em frustração e descrença.
No sexto round, Ali tentou agarrar o tornozelo Inoki quando ele chutou, mas Inoki envolveu a outra perna em torno da panturrilha Ali e o derrubou para o chão. Ele, então, rolou em cima do peito de Ali e se agachou no rosto.  Não foi um grande momento na carreira de Ali…
A indignidade de Ali o estimulou, no próximo round, para soltar seus socos. O que Ali poderia fazer quando seu adversário passou seu tempo de forma segura no chão e chutando o inferno fora dele? Oque Ali podia fazer era olhar para seu inimigo, provocar ele agitando os braços, e pedindo para Inoki se levantar e “lutar como um homem”. Sem opções, a lona era muito mais segura para o lutador japonês.
No oitavo round, Angelo Dundee, o treinador de Ali, exigiu que se colocassem fitas nas pontas dos sapatos de Inoki porque um dos seus nós se soltou e foi cortando as pernas de Ali. A ferida já havia aberto sua coxa. “É uma hemorragia!” disse Dundee. O locutor gritou: “corner Ali parece preocupado”!
No décimo round Ali jogou outros socos.
No 13º round, Ali pegou mais o ritmo e jogou mais socos e estendeu a mão e agarrou o pé de Inoki. Inoki realmente disparou  Ali para a lona duas vezes. Ali subiu através das cordas e ameaçou ir para casa.
Após quinze rounds, os fãs de Inoki pensaram que ele tinha feito batatas com os americanos.  Ali pensou que Inoki estava sendo covarde. Todo mundo pensou que era um desperdício de tempo.
O público do Budokan não gostou do desenrolar da luta, pediu seu dinheiro de volta e fez sujeiras.
A luta, tal como era, foi marcado como um empate. Inoki havia tido três pontos para cima, mas, convenientemente, ele foi encaixado os três por faltas. Em teoria, o empate significava que ninguém tinha perdido, especialmente como Inoki poderia alegar que ele teria vencido se não fosse para as penalidades, enquanto que Ali poderia se defender dizendo que seu oponente tinha fugido.
Os dois lutadores, é claro, poderiam levar o consolo no fato de que eles estavam agora vários milhões de dólares mais ricos.
“Como eu poderia derrubá-lo quando ele já estava para baixo?”. Ali se queixou depois. “Eu simplesmente não conseguia acertá-lo enquanto ele estava no chão.” Inoki refutou Ali, apontando que ele tinha sido injustamente prejudicado pelas regras, que disse não resolver, sem quedas, sem golpes de caratê, sem perfurações, quando no solo.
Foi constrangedor ver Ali com o sangramento nas pernas.
Pacheco, um dos assistentes de Ali, insiste em que a mobilidade de Ali como um lutador nunca foi completamente recuperada, dos chutes que ele levou em Tóquio e uma posterior infecção adquirida das pernas.
Para Inoki, a luta fez dele um dos homens mais famosos no Japão.
Inoki começou a utilizar o The Greatest, música tema de Ali, como sua música própria assinatura, e ele tomou emprestado o slogan “bom-ba-ye” de fãs de Ali no Rumble in the Jungle (A histórica luta de Ali contra Foreman, aonde Ali adotou o bom-ba-ye, dialeto local do Zaire que significa “mate ele”). Inoki explorou repetidamente para fins comerciais, utilizando-a como título de uma canção, um filme e uma série de eventos de wrestling, temas de shows.
Em 1989, Inoki estabeleceu seu próprio partido político – o partido esporte e da paz – e foi eleito para a câmara baixa do governo japonês, continuando sua carreira de wrestling no exercício do mandato.
Inoki era, afinal, o homem que havia conquistado o maior ato frente dos olhos de todo o mundo!
38 anos depois da luta, Ali voou para encontrar Inoki. Depois de Inoki havia completado a sua vitória final, Ali subiu ao ringue e os dois homens abraçaram.
“Foi em 1976 quando eu lutei Antônio Inoki no Budokan. No ringue, fomos adversários difíceis. Depois disso, nós construímos o amor e a amizade com respeito mútuo. Então, me sinto um pouco menos solitário agora que Antônio se aposentou. É tenho a honra de estar de pé sobre o ringue com o meu bom amigo depois de 22 anos. Nosso futuro é brilhante e tem uma visão clara. Antônio Inoki e eu colocamos nossos melhores esforços em fazer a paz mundial através do esporte, para provar que a humanidade é apenas uma, além das diferenças sexuais, diferenças étnicas ou culturais. É um prazer vir aqui hoje”.
Colaboração
Marcelo Estrella:
Jornalista e Fotógrafo especializado em MMA
mmaspace
Related Posts with Thumbnails