quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

LUTADOR POTIGUAR EX PRIDE E UFC LEVA 7 TIROS


Com passagens por UFC e Pride, o peso pesado Assuério Silva, 38 anos, foi alvejado com sete tiros na noite de terça-feira, quando deixava a academia em Curitiba (PR).
**Siga o Blog no Twitter:@cascagrossablog
***CURTA o Casca-Grossa no Facebook!
Após o atentado, pessoas que passavam pelas ruas do bairro Santa Felicidade o socorreram. Consciente, Assuério teria dito aos policiais que o autor dos disparos foi Robson Freitas, um ex-sócio.
Internado às pressas, foi divulgado posteriormente pelo hospital que nenhum tiro atingiu órgãos vitais. As balas acertaram tórax, joelho, cabeça, quadril, coxa e pulso. O lutador segue internado, mas não corre risco de morte, nem tem previsão de alta. As informações são do portal R7.
No início dos anos 2000, Assuério Silva integrou a tradicional Chute Boxe, o potiguar Assuério lutou pela última vez em 2009, quando foi nocauteado por Gerônimo Mondragon, na edição 15 do Jungle Fight.


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

TITO ORTIZ DIZ QUE RONDA ROUSEY NÃO FEZ NADA NO MMA


Polêmica poderia ser um dos sobrenomes de Tito Ortiz. Recordista de aparições no UFC, ex-campeão dos meio-pesados e uma das figuras mais controversas do mundo do MMA, o agora empresário continua sem papas na língua. Em entrevista ao site "MMA Fighting", o ex-lutador declarou que ainda falta muito para que Ronda Rousey seja considerada uma autêntica campeã. Para ele, ela pode estar envolvida pelos elogios que a cercam.
- Ronda lutou o que, umas cinco vezes? É isso? Criar uma divisão do UFC com alguém que ainda fez tão pouco é, de certa forma, desrespeitoso com todas as outras lutadoras, que estão nessa ou em outras categorias de peso. Acho que Ronda está acreditando muito nos elogios que andam fazendo a ela. Na minha opinião, ela ainda não provou nada.
Atual empresário da brasileira Cris Cyborg, Ortiz garante que acha difícil sua lutadora atingir o limite do peso-galo (61,2kg, ou 135 libras) para poder ser contratada pelo UFC.
- Falando como alguém que teve de cortar peso por 22 anos, não acho que ela vá conseguir. É muito difícil para uma mulher cortar tanto peso. Não é saudável uma mulher ter apenas três por cento de gordura no corpo. ela pensa em ter filhos, e cortar tanto peso pode prejudicá-la nisso. Muita gente não entende, mas não estamos falando de um homem, e sim de uma mulher. Para Ronda foi mais fácil cortar peso, ela tinha um bom excesso antes. Cyborg não tem esse excedente. Ela costumava pesar 77kg, e perdeu massa muscular para tentar ver se consegue baixar de peso. Até agora, tudo bem. Ela me disse que parou de fazer musculação como estava acostumada, e vem treinando apenas jiu-jítsu. Ela me disse que chegava ao seu limite de resistência para bater 66kg, e que é quase impossível baixar para 61kg. Eu converso com ela sobre como o UFC vai cuidar dela, mas estamos no nosso limite. Eu e meu sócio, George Prajin, temos falado muito com ela. Estou tentando de verdade fazer essa luta acontecer. Espero que Dana White leia isso e entenda que estou fazendo o máximo que posso.

DONO DO UFC DIZ QUE ANDERSON "AMARELOU" PARA WEIDMAN


Chris Weidman e seu empresário acreditam que o retrospecto de nove vitórias, cinco delas no UFC, e nenhuma derrota são o suficiente para credenciá-lo à disputa do cinturão dos médios. Mas parece que o brasileiro, e atual campeão da categoria, Anderson Silva e seus empresários pensam diferente. Segundo revelou Dana White, presidente do Ultimate, a jornalistas no último sábado, em Chicago, Anderson teria rejeitado uma possível defesa de cinturão contra Weidman.

”Isso é típico de Anderson Silva e Ed Soares (empresário do atleta), loucura. Ele quer lutar contra esse cara e esse cara, é sempre a mesma coisa que acontece”, comentou White. Ainda de acordo com o Dana, Weidman e seu empresário o procuraram pedindo a luta, que foi proposta e prontamente rejeitada pelo campeão.

Apesar da negativa do “Spider”, o presidente do UFC confirmou que Anderson defenderá seu título em breve, mas rechaçou qualquer possibilidade de que isso aconteça em um confronto contra outro supercampeão. “Estamos à espera de algo e, quando estivermos prontos para anunciar, vamos anunciar. O Anderson vai defender o título, mas não em uma superluta”, finalizou.

JOSÉ ALDO DIZ QUE EDGAR SERÁ SEU MAIOR DESAFIO


Depois de 22 lutas na carreira, com 21 vitórias e uma derrota e invicto desde 2005,José Aldo vai enfrentar pela primeira vez um lutador que já foi campeão do UFC. Frankie Edgar atuava na categoria de cima, o peso-leve, onde foi dono do cinturão de 2010 a 2012. Depois de perder duas vezes para Ben Henderson, decidiu descer para o peso-pena, e logo na sua primeira apresentação ganhou a chance de desafiar o número 1 da divisão. Por toda essa bagagem que o americano tem, Aldo acredita que terá um grande adversário pela frente, talvez o mais difícil que enfrentou até hoje.
- Estou muito motivado para esta luta. Creio que será um combate muito dinâmico e empolgante. O Edgar é um adversário muito qualificado, com poucas deficiências em seu jogo. Quero mostrar que estou pronto para o maior desafio da minha carreira - disse o brasileiro via assessoria de imprensa.
SporTV.com/Combate: confira as últimas notícias do mundo do MMA
José Aldo e Frankie Edgar disputarão a luta principal do UFC 156, neste sábado, em Las Vegas (EUA). Além do manauara, o Brasil será representado por outros quatro lutadores. Na sexta-feira, o SPORTV.COM e o canal Combate exibem a pesagem ao vivo a partir de 22h. No sábado, o SPORTV.COM acompanha todas as lutas em Tempo Real a partir de 21h. O canal Combate transmite o evento completo ao vivo. Confira o card completo:
UFC 156
2 de fevereiro de 2013, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
José Aldo x Frankie Edgar
Rashad Evans x Rogério Minotouro
Alistair Overeem x Antônio Pezão
Jon Fitch x Demian Maia
Joseph Benavidez x Ian McCall
CARD PRELIMINAR
Gleison Tibau x Evan Dunham
Tyron Woodley x Jay Hieron
Jacob Volkmann x Bobby Green
Yves Edwards x Isaac Vallie-Flagg
Chico Camus x Dustin Kimura
Edwin Figueroa x Francisco Rivera

domingo, 27 de janeiro de 2013

SITE DA HIKARI ENTRE E CONHEÇA!

ENTRE NO SITE DE UMA DAS MAIORES EQUIPES DE ARTE MARCIAL DO NORDESTE, FÇA UMA VISTA PELO SITE CONHEÇA SEUS ATLETAS E SUAS EQUIPES:
ACESSEM:
http://www.academiahikari.com/

WGT HIKARI DE LUTO PELAS VITIMAS DE SANTA MARIA.


UFC 157 PROMETE SER UM DOS MELHORES DA ATUALIDADE.


O UFC 156 acontece no dia 2 de fevereiro em Las Vegas com alguns dos melhores lutadores da atualidade frente a frente.
Como luta principal o campeão dos penas José Aldo enfrenta o ex-campeão dos pesos leves na que é tida como a maior luta de pesos penas da história do UFC.
No coevento principal, Antonio Pezão enfrenta o gigante holandês Alistair Overeem, em um combate que pode definir o próximo desafiante da categoria dos pesados do Ultimate.
Anteriormente veremos Rogério Minotouro contra o ex-campeão dos meio-pesados Rashad Evans em um combate que promete muita qualidade tanto em pé quanto no chão.
Sendo estas as três principais lutas da noite que ainda terá Demian Maia enfrentando Jon Fitch como grande atração, confira abaixo a prévia comentada pelos especialista,

por Redação MMA Space
Foto: Reprodução/Youtube
Video: Incorporação/Youtube

JONES PARA GLOVER: FAREMOS UMA ÓTIMA LUTA


O brasileiro Glover Teixeira está cada vez com mais moral no Ultimate. Após bater o ex-campeão Rampage Jackson no UFC on Fox 6 foi apresentado ao campeão Jon Jones nos bastidores e a informação do diálogo foi divulgada pelo UFC em seu perfil no Twitter.
“Jon Jones veio até mim e disse: fez uma grande atuação contra o Rampage. Em breve eu e você faremos uma grande luta”, disse Glover.
Jon Jones tem combate marcado para abril contra Chael Sonnen e em seguida deve enfrentar o vencedor do duelo entre Machida e Hendo. Glover deve fazer uma ou duas lutas relevantes, caso seja bem sucedido, pode ser o próximo da fila.
Por Redação MMA Space
Foto: Reprodução/Twitter

RAMPEGE DIZ A GLOVER: VÁ BUSCAR O TITULO.


Brasileiro conta sobre conversa no vestiário, diz que não se importa com próximo oponente e que vai ajudar Lyoto a se preparar para o UFC 157.
Após a luta entre o brasileiro Glover Teixeira e o americano Rampage Jackson, fotos dos dois juntos no vestiário, com o mineiro usando a corrente tradicional do adversário, começaram a surgir na internet. Na coletiva de imprensa pós-luta, Glover revelou o que conversou com o ex-campeão dos pesos-meio-pesados:

- Ele disse que foi uma ótima luta, eu disse que cumpri a promessa de lutar em pé com ele, ele disse que sim. Eu disse que sou um grande fã, e ele disse que agora é meu fã e disse, "Vá buscar o título" - contou o brasileiro, que venceu a luta por decisão unânime dos jurados e fez pouco caso das provocações ditas pelo americano na preparação do combate.


- Todo mundo fala antes da luta, eu não me importo.

Muito da conversa antes do combate era em torno da frustração de Rampage em enfrentar lutadores que prometiam nocauteá-lo, mas logo levavam a luta ao chão. Glover também prometeu manter a luta em pé e, apesar dos pedidos insistentes de sua equipe para quedar o americano, pouco o fez - e quando o fez, logo se levantou novamente.

- Chuck (Liddell) gritou a luta inteira para colocar ele para baixo, mas Glover disse, "Eu disse que ia manter a luta em pé, tinha que fazê-lo" - afirmou Dana White, presidente do UFC.


- Eu tentei nocauteá-lo. Eu sempre digo, as pessoas acham que é fácil, mas eu sempre disse que nocautear Rampage seria difícil. Eu pressionei, coloquei para baixo, botei os ganchos e meu técnico de jiu-jítsu ficou louco, porque eu o deixei se levantar, mas ele ia dizer que eu o segurei no chão, então pensei, vamos ver o que ele faz - explicou Glover.


A próxima luta de Glover, agora, é um mistério. O brasileiro, porém, está pronto para quem vier e disse que voltará à ativa em breve para ajudar o compatriota Lyoto Machida a se preparar para o duelo contra Dan Henderson, pelo UFC 157, em 23 de fevereiro.

- Depende dele (Dana White), do pessoal do UFC. Eu não me importo, cara, qualquer um. Acho que estou 100% agora e estou pronto para lutar. Eu vou tirar cinco dias de folga e volto a treinar para ajudar Lyoto Machida - afirmou.


fonte: SPORTV




ANDERSON SILVA ESCOLHE COM QUEM LUTAR?

Acostumado aos caprichos dos lutadores do UFC e de seus empresários, Dana White dificilmente se surpreende com alguma coisa no mundo do MMA. Quando o assunto é Anderson Silva, o chefão do UFC se disse especialista em lidar com o brasileiro e sua forma de negociar. Para Dana White, o Spider é uma estrela e tem sua forma própria de agir e buscar suas lutas. Ciente de que os adversários do brasileiro estão com lutas marcadas para os próximos meses, Dana White revelou em conversa com os jornalistas após o "UFC: Johnson x Dodson" que a próxima luta de Anderson Silva não será contra Georges St-Pierre ou Jon Jones, mas sim uma defesa de cinturão em sua categoria.
 Isso acontece o tempo todo. 'Eu não vou enfrentar Chael Sonnen de jeito nenhum. Ele não merece disputar o cinturão.' Eu não vou fazer isso, não vou fazer aquilo. Lembram disso? Esse é o nosso trabalho. Estamos esperando para ver como as coisas vão se encaixar. Quando estivermos prontos para anunciar, anunciaremos. Anderson Silva vai defender seu cinturão, mas não será uma superluta - disse Dana White.
O presidente do UFC recebeu com um sorriso a pergunta sobre a notícia que foi ventilada pelos empresários de Anderson Silva de que uma luta contra o vietnamita Cung Le faria mais sentido do que enfrentar Chris Weidman pelo cinturão dos pesos-médios.
- Essa é uma maluquice típica de Anderson Silva e seu empresário, Ed Soares. Toda vez que há uma luta, Anderson diz que quer enfrentar Demetrious Johnson, esse ou aquele cara. É sempre a mesma coisa. Eu tive um encontro com Chris Weidman, e ele me disse, da forma mais direta que era possível, o seguinte: 'Eu quero enfrentar Anderson Silva. Eu vou vencê-lo e serei o próximo campeão mundial.' Eu disse que ele esperasse uma ligação minha nas próximas semanas. Logo em seguida, Ed Soares entrou em contato comigo e disse que Anderson não quer enfrentar Weidman, e trouxe como opções Luke Rockhold e Cung Le - disse, rindo, Dana White.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

DANA ACHA ESQUISITO O PEDIDO DE REVANCHE DE VITOR


O presidente do UFC, Dana White, admitiu na quarta-feira que não entendeu por queVitor Belfort pediu por uma revanche contraJon Jones, seu último algoz e atual campeão dos pesos-meio-pesados, logo após vencer Michael Bisping pelos pesos-médios no UFC São Paulo, no último sábado.
- Ele acabou de ter essa luta. Foi esquisito. Não foi o que eu esperava - disse White em bate-papo informal com jornalistas após a coletiva de imprensa do UFC 158, na quarta-feira, em Montreal.
O que o presidente esperava, provavelmente, era que Belfort pedisse por uma revanche contra outro campeão, Anderson Silva, dono do cinturão dos pesos-médios. Todavia, tanto o "Spider" quanto sua equipe e o próprio Dana White já disseram que o carioca ainda não terá direito a uma nova luta com o paulista, já que, na primeira ocasião, foi derrotado rapidamente, com um chute certeiro no queixo logo no primeiro round.
- Se ele nocautear mais dois caras que são desafiantes... Digamos que fizéssemos Vitor x Hector Lombard, ele nocauteasse mais dois caras... Chega a um ponto em que não dá para negar (uma oportunidade pelo título) - argumentou White.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

WAND ABRAÇA SEU ANTIGO RIVAL O LENDÁRIO SAKURABA


Wanderlei Silva está no Japão para promover sua luta contra Brian Stann, dia 03 de março, na Saitama Super Arena. O “Cachorro Louco” participou da gravação de um programa de televisão, nesta segunda-feira, ao lado de um antigo rival da época do Pride: Kazushi Sakuraba. O detalhe é que o anfitrião estava vestido com uma camisa estampada com a logo do brasileiro, enquanto Wand vestia a camisa da marca do japonês.
“Acabei de gravar uma matéria com a lenda Sakuraba. Muito respeitador. Antes um oponente, agora se tornou um grande amigo. Lembramos várias histórias, fiquei feliz em ver que ele está bem de saúde e rico. Ele continua mostrando seu talento aos fãs japoneses”, postou o brasileiro, no Twitter.
Sakuraba ficou conhecido na época do Pride como o “Caçador de Gracie”, por suas vitórias contra Royce, Renzo e Ryan, todas em 2000. No ano seguinte, Wanderlei Silva fez a primeira luta da trilogia contra o japonês. O curitibano venceu todas por nocaute no round inicial.

CAMPEÃO DE MMA MORRE EM ACIDENTE DE CARRO


O lutador de MMA Valter Luiz da Silva, atual detentor do cinturão dos meio-pesados do BRFC (Brazilian Fighting Championship), morreu na manhã desta terça-feira após bater o seu carro de frente com uma caminhonete na Rodovia Brigadeiro Faria Lima, na região de Barretos, interior de São Paulo. Ele e o passageiro, José Luiz Manteli, de 40 anos, morreram na hora.
De acordo com os familiares de Valter Luiz, ele e o amigo Manteli voltavam para Barretos após acompanharem um velório de cinco amigos que morreram no dia anterior, na mesma rodovia. O motorista da caminhonete e o passageiro foram levados para o pronto-socorro de Barretos. Ainda de acordo com o sargento, a pista não precisou ser interditada.
'Um grande campeão'
Com três lutas e três vitórias pelo BRFC, Valter Luiz será lembrado pela sua garra e disposição no ringue, comentou o diretor da Liga de Lutas Brasileiras José Carlos Sica Calixto.
- Talentoso, guerreiro, determinado, família. Esse era o Valter. Perdemos um grande campeão. O BRFC e toda família do esporte ribeirão-pretano está em luto. Que Deus conforte os familiares nesse momento de dor. Sentimos muito - comentou.

ALUGUEL NUNCA MAIS DIZ ILDEMAR MARAJÓ


Ildemar “Marajó” Alcântara tem motivos de sobre para estar radiante após o UFC São Paulo do último sábado. Escalado faltando dez dias para o evento, estreou na categoria de cima, meio-pesados, contra o lutador “da casa” e favorito Wagner Caldeirão, e conseguiu uma chave de joelho que ainda rendeu 50 mil dólares pela “Finalização da noite”. Em entrevista ao PVT, já decidiu o que fazer com o prêmio.

“Aluguel nunca mais! Vivo de aluguel há 11 anos aqui em Belém, deixando o proprietário rico (risos). Vou realizar o sonho da casa própria, estou procurando alguma por aqui. Antes não podia pensar nisso, contei muito com ajuda da minha mãe, era “mãetrocínio”. Mas agora tudo vai melhorar”, comemorou Ildemar.

Confira abaixo a entrevista completa, onde Marajó comenta a polêmica da luta do irmão Iuri Marajó, que lutou na mesma noite, e confirma que pretende descer para os meio-médios.

Como está depois da grande vitória? “Caiu a ficha”?

É muita felicidade, lutei em cima da hora, nem esperava ser chamado. Lutei no Brasil, venci, e ainda ganhei o prêmio de finalização. Três sonhos no mesmo dia.

Sobre os 50mil dólares da premiação: decidiu o que fazer com eles?

Aluguel nunca mais! Vivo de aluguel há 11 anos aqui em Belém, deixando o proprietário rico (risos). Vou realizar o sonho da casa própria, estou procurando alguma por aqui. Antes não podia pensar nisso, contei muito com ajuda da minha mãe, era “mãetrocínio”. Mas agora tudo vai melhorar.

Acha que surpreendeu a todos nesse UFC São Paulo? Qual era a estratégia?

Sim, surpreendi todo mundo, acho que todos consideravam Caldeirão favorito. O plano era trocar um pouco com ele, sem medo, porque aguento pancada, e tentar mesmo a finalização. Tinha que ter muito cuidado para quedar, até porque ele é mais forte, deveria estar com mais de 100kg. Era trocar um pouco e ir para o chão, deu certo.

Na coletiva de imprensa, você disse que pretendia descer não mais para os médios, mas para os meio-médios. Mantém a intenção?

Sim, estava batendo 84kg muito fácil no Brasil, lutando no Jungle Fight. Já pensava em bater 77kg antes, agora é o que vou pedir para o UFC, mas aceito o que ele decidirem. Sou funcionário deles agora. Já queria treinar para me preparar para a próxima, o Iuri não deixou.

Sobre o Iuri: como viu a polêmica do “no contest” na luta dele com Pedro Nobre?

A mão do Iuri pesa, foi um acidente. Meu irmão ficou triste com o resultado, só não ficou mais porque recebeu bolsa de vitória do UFC. Acontece, pode ter pegado um golpe errado... Bola para frente.

Seu irmão, mesmo no UFC, sempre treinou no Pará. Pretende sair com ele para outros centros para treinar wrestling, por exemplo?

Minha intenção é fazer intercâmbio, nos EUA e no Brasil, para quem abrir as portas para mim e para o Iuri. Vamos juntos, somos muito ligados, um vai onde o outro vai.
pvt

NOCAUTE DE VITOR SOBRE BISPING VIRA VIDEOGAME

O nocaute de Vitor Belfort em Michael Bisping no UFC São Paulo, no último sábado, com um chute na cabeça, foi digno de um videogame. Os fãs de luta e de animação tornaram essa impressão em realidade. Um vídeo publicado no canal FlyWinEvolutionsEnt pega a cena e toda a história por trás do confronto e a transforma numa luta do “Mortal Kombat”, famoso game da década de 90, que ficou conhecido pela violência dos golpes de seus personagens e pelos efeitos especiais que incluíam várias cenas de sangue jorrando abundantemente. Confira a brincadeira abaixo:

domingo, 20 de janeiro de 2013

EX-PUGILISTA "MAGUILA" É INTERNADO NO HOSPITAL DAS CLINICAS


Internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, Adilson "Maguila" Rodrigues, diagnosticado há três ano com mal de Alzheimer, foi sedado neste domingo para combater a agressividade provocada pela insônia. Segundo a esposa do ex-pugilista, Irany Pinheiro, que está acompanhando de perto a situação do marido, os médicos darão nesta segunda-feira os resultados dos exames realizados na sexta e no sábado. Só então a família terá conhecimento se o ex-boxeador permanece internado ou se já poderá voltar para casa.
- O quadro dele está estável. Foram pedidos alguns exames ontem e sexta. Estamos aguardando para amanhã. Ele foi sedado para tentar ficar mais calmo e dormir um pouco. Ele não dorme direito, então fica mais irritado. Estou a todo instante no quarto porque ele não quer que a gente reveze - disse Irany.
Maguila está com 54 anos e deixou os ringues em 2000, com 77 vitórias, 61 delas por nocaute, em 85 lutas. Depois de se aposentar, ele gravou um CD de samba e tentou se eleger, sem sucesso, deputado federal. Ele e a esposa são responsáveis por uma organização não governamental.

GUERRA NO TWITTER ENTRE sonnen E VITOR CONTINUA

Parece que a guerra de palavras entre Vitor Belfort e Chael Sonnen ainda vai render. Neste sábado, depois de nocautear Michael Bisping, o brasileiro pediu uma revanche contra Jon Jones e questionou a chance dada ao falastrão, a quem chamou de palhaço, para disputar o título em abril. Após responder a provocação afirmando que ''levaria Vitor para conhecer Jesus'', o americano voltou a disparar contra o brasileiro em seu Twitter pessoal, insinuando que o peso-médio carioca costuma fugir de exames antidoping.

- Você tem uma cláusula no seu contrato que o obrigue a fazer seu próprio xixi no exame antidoping? - postou Sonnen, no microblog.

Belfort não deixou barato. Também através do Twitter pessoal, o brasileiro retrucou.

- Você não tem o poder de me levar até Jesus, mas eu posso providenciar seu encontro precoce com o Satanás - publicou.

Jon Jones e Chael Sonnen são os atuais treinadores da 17ª edição do The Ultimate Fighter, que estreia nesta terça-feira nos Estados Unidos. Eles estão com o duelo marcado para abril, em Nova Jersey.

Belfort lutou contra Jones em setembro do ano passado, aceitando a luta na categoria de cima com poucas semanas de antecedência. Apesar de aguerrido no octógono, o brasileiro acabou finalizado no quarto round.

JONES RIR DE VITOR BELFORT APÓS SER DASAFIADO

Campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones não se importou com o desafio feito por Vitor Belfort, que pediu publicamente por uma revanche logo após vencer Michael Bisping por nocaute no UFC São Paulo, na madrugada deste domingo. Em seu Twitter pessoal, o americano elogiou o ''chutaço'' do brasileiro no britânico, mas, quando questionado sobre o desafio por um fã, mostrou descaso.

- Parece que isso (desafiá-lo) tem sido a melhor coisa para se fazer recentemente - postou Jon Jones.

O detentor do cinturão até 93kg não parou por aí. Ele replicou um post de um amigo que mostrava uma foto sua dando risada.

- Jon Jones rindo de Vitor Belfort o desafiando - postou o amigo.

Jones e Chael Sonnen são os atuais treinadores da 17ª edição do The Ultimate Fighter, que estreia nesta terça-feira nos Estados Unidos. Eles estão com o duelo marcado para abril. Para Belfort, a decisão do Ultimate de dar a disputa de título para o falastrão Sonnen, estreante entre os meio-pesados, foi equivocada.

- Não faz sentido nenhum um palhaço como o Chael Sonnen lutar contra o Jon Jones. Fazer o reality show, tudo bem, mas lutar? Ele não tem história nenhuma. Deixa ele fazer o show dele, e eu luto. É o desafio que eu quero - criticou Belfort, na coletiva de imprensa após a luta de São Paulo.

Vitor Belfort lutou contra Jon ''Bones'' Jones em setembro do ano passado, aceitando a luta na categoria de cima com poucas semanas de antecedência. Apesar de aguerrido no octógono, o brasileiro acabou finalizado no quarto round.

RESULTADO DO UFC SÃO PAULO 2013


UFC São Paulo: Belfort nocauteia Bisping e pede Jones; Sarafian perde

Após 15 anos, o UFC voltou a São Paulo neste sábado, dia 19, também com Vitor Belfort. No card principal, o Fenômeno não decepcionou a torcida: nocauteou Michael Bisping e pediu por Jon Jones. Antes, CB Dolaway frustrou a aguardada estreia de Daniel Sarafian. Gabriel Napão venceu mais uma no UFC e Thiago Tavares foi superado pelo invicto Khabib Nurmagomedov.

Clique aqui para ver o que rolou no card preliminar.

Rápido como de hábito, Belfort nocauteia Bisping

Definitivamente não se pode piscar em uma luta de Vitor Belfort. Em duelo contra Michael Bisping, o brasileiro ditou o ritmo no 1º round. No fim, acertou um chute na cabeça do inglês, que foi salvo pelo gongo.

No segundo, não teve jeito: Belfort tentou novamente o chute alto, que desta vez conectou em Bisping. Mais alguns golpes no oponente caído até a interrupção do árbitro, e delírio da torcida, vibrando com a vitória do Fenômeno.

“Tirem de lá aquele palhaço, Chael Sonnen! Me deem Jon Jones!”, pediu Vitor.

Dollaway frustra estreia de Sarafian

Havia muito “hype” (expectativa) em torno da estreia de Daniel Sarafian no UFC, após sua performance dominante no TUF Brasil 1. E seu início no duelo contra CB Dollaway foi auspicioso. O brasileiro usou a agressividade com que conquistou fãs no reality show, e acertou duros golpes no americano, que chegou a sofrer knock down.

No segundo round, Sarafian manteve o ritmo do 1º, se movimentou muito e acertou Dollaway várias vezes, e o adversário chegou a balançar. Porém, CB começou a virada no fim do assalto, quando conseguiu um knock down e Daniel foi salvo pelo gongo.

No round final, ambos cansaram, Sarafian ficou de guarda baixa e quando esteve por baixo, sofreu um castigo de Dollaway. O paulista chegou a tentar um mata-leão, mas nada que convencesse os juízes, que deram para CB a vitória por decisão dividida. A torcida começou uma vaia gigantesca em protesto contra o resultado.

Napão finaliza Rothwell

Gabriel Napão recorreu às origens no jiu-jitsu para vencer a segunda no retorno ao UFC. No início da luta contra Ben Rothwell, já tentava colocar para baixo. Não conseguiu, e em pé encaixou uma guilhotina. Napão então puxou Rothwell para a guarda e finalizou com apenas um minuto de luta.

Nurmagomedov nocauteia Tavares

O invicto Khabib Nurmagomedov ignorou a torcida e não deu chances a Thiago Tavares. Ainda com um minuto do 1º round, o russo acerto potente socos no brasileiro, que caiu quase nocauteado. Restou a Khabib finalizar com uma sequência de golpes.

Premiação do UFC São Paulo:

Finalização da noite: Ildemar Marajó
Nocaute da Noite: Vitor Belfort
Luta da Noite: Daniel Sarafian vs CB Dollaway

Os quatro lutadores levaram prêmio de 50mil dólares.

UFC São Paulo
Sábado, 19 de janeiro de 2013
Ginásio de Ibirapuera

Card principal:
Vitor Belfort venceu Michael Bisping por nocaute com 1:27min do 2º round
CB Dollaway venceu Daniel Sarafian por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Gabriel Napão finalizou Ben Rothwell com guilhotina com 1:01min do 2º round 
Khabib Nurmagomedov venceu Thiago Tavares por nocaute com 1:55min do 1º round

Card preliminar:
Godofredo Pepey venceu Miltinho Vieira por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28)
Ronny Markes venceu Andrew Craig por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Nik Lentz venceu Diego Nunes por decisão unânime (30-28, 30-27, 30-26)
Edson Barboza venceu Lucas “Mineiro” Martins por nocaute técnico aos 2:38min do 1º round
Iuri Marajó vs Pedro Nobre interrompida aos 2:11min do 1º round, e terminou em no contest (sem resultado) 
Ildemar Marajó finalizou Wagner Caldeirão com chave de joelho aos 2:39min do 2º round
Francisco Massaranduba venceu CJ Keith com katagatame com 1:50min do 2º round 

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

WEIDMAN, SOBRE ANDERSON SILVA ELE VAI TER 10 LUTAS NO UFC ESPERO QUE UMA SEJA COMIGO


Weidman espera lutar com Anderson (Foto Evelyn Rodrigues) 
Vencedor do prêmio de lutador revelação de 2012, Chris Weidman conversou com a equipe da TATAME momentos antes do “Oscar do MMA’, que aconteceu no último dia 11 de janeiro no Hard Rock Hotel e Cassino,em Las Vegas.
Com um cartel perfeito de nove lutas e nove vitórias, o lutador é apontado como um dos favoritos ao posto de desafiante de Anderson Silva pelo cinturão dos médios. Simpático, ele falou sobre a recuperação da lesão que o tirou do UFC 155 e sobre as expectativas para voltar ao octógono e recuperar o seu lugar na fila pelo título da divisão.
Confira na íntegra:
Você deveria ter lutado no UFC 155, contra Tim Boetsch, mas acabou se lesionando e teve que se retirar do card. Como está a sua recuperação?
Está indo tudo bem. Eu iniciei o processo de recuperação há duas semanas e em mais dois meses devo estar 100%.
Quando vai poder voltar ao octógono?
Provavelmenteem junho. Esperoque eu possa voltar em maio, porque estou me sentindo muito bem, mas acredito que voltarei em junho porque não depende só de mim essa decisão, né? Imagem Postada

Chris Weidman já venceu um brasileiro no UFC, em duelo com Demian Maia no início de 2012 (Foto UFC) 
Quais os seus planos? Tem alguém do UFC que você gostaria de enfrentar?
Eu não faço ideia. Claro que eu gostaria de enfrentar o Anderson Silva, mas vamos ver o que vai acontecer. Acho difícil me darem essa luta agora porque estou voltando de uma lesão e sei que, no momento, eles têm outros planos para o Anderson…
Você está na fila por uma chance ao título há algum tempo e algumas lesões acabaram atrapalhando seu caminho. Como vê o papel das lesões na sua carreira? E quando você acha que o duelo contra o Anderson vai acontecer? Imagem Postada

Chris Weidman está invicto no MMA (Foto UFC)
Meu objetivo é vencer o cinturão este ano, e vou fazer o que tiver que ser feito para conseguir a luta contra o Anderson. Vou vencer quem eu tiver que vencer para voltar ao topo como primeiro desafiante ao título. Além disso, se o Bisping perder, quem sabe o que vai acontecer? Eu, na verdade, não sei o que vai acontecer na minha carreira. É muito complicado. Todo ano é assim.
Por que você quer tanto essa luta contra o Anderson? É só por causa do cinturão?
Não. Eu acho que ele é o melhor lutador que já vi na vida e quando eu entrei no esporte eu acabei indo para a mesma divisão que ele, e tive que acreditar que poderia vencê-lo, porque, se isso não fosse possível, eu não teria motivos para estar aqui hoje. Estou feliz porque estou quase lá. Ele vai ter mais 10 lutas com o UFC, então espero que uma dessas 10 lutas seja a minha.
Quer mandar um recado para os fãs de MMA do Brasil?
Eu agradeço todo o apoio. Eu estive no Brasil na luta entre o Anderson e o Stephan Bonnar e quase não pude acreditar no apoio que recebi dos brasileiros. Eu fiquei muito surpreso com a energia sem igual da torcida. Espero voltar em breve.

Fonte:
http://www.tatame.co...ma-seja-comigo/

WANDERLEI SILVA LUTADOR MAIS PERIGOSO DA HISTÓRIA DO UFC


Wanderlei Silva lidera a lista dos 25 lutadores de MMA mais perigosos de todos os tempos, de acordo com o ranking elaborado pelo site Bleacher Report. Outros seis lutadores brasileiros também aparecem no levantamento.

Ao justificar a escolha por Wanderlei, a publicação cobriu o brasileiro de elogios. “Vocês realmente esperavam outra pessoa? O mestre do Pride usou chutes, pisões, socos e tudo mais que se pode imaginar para bater em seu adversário e, se estivesse em um bom dia, talvez vencer uma luta também. Ninguém foi mais intenso nem despertou tanto medo como o ‘Machado Assassino’, descreveu o Bleacher Report.

Para quem esperava ver Anderson Silva na primeira posição, o Spider aparece em 14º lugar, atrás de dois compatriotas. Rousimar Palhares, o ‘Toquinho’, ocupa o décimo lugar. Em 13º, vem a única brasileira citada no ranking: Cris Cyborg, descrita como ‘Wanderlei Silva do MMA feminino’.

“Anderson Silva não é exatamente um lutador sujo, ou daqueles sedentos por sangue, mas pode te ferir quase sempre. A estratégia dele te aniquila. Alguns lutadores entram no octógono contra Silva e, quando saem, nunca mais são os mesmos. Isto é perigoso”, explicou a publicação.

Os outros brasileiros que aparecem no ranking elaborado pelo Bleacher Report são Allan Goes (15º), Renato ‘Babalu’ Sobral (19º) e José Aldo (21º).


OS 25 LUTADORES MAIS PERIGOSOS DA HISTÓRIA DO MMA*

1. Wanderlei Silva    
2. Gilbert Yvel    
3. Gerard Gordeau
4. Frank Mir     
5. Alistair Overeem     
6. Mirko Cro Cop   
7. Tank Abbott     
8. Ken Shamrock
9. Mikhail Ilyukhin
10. Rousimar 'Toquinho' Palhares
11. Jon Hess    
12. Melvin Manhoef
13. Cris Cyborg     
14. Anderson Silva    
15. Allan Goes    
16. Shinya Aoki
17. Chuck Liddell
18. Bob Schrijber    
19. Renato "Babalu" Sobral
20. Shane Carwin    
21. José Aldo    
22. Ronda Rousey
23. Fedor Emelianenko
24. Jon Jones     
25. Brock Lesnar
Fonte: http://esporte.uol.c...oria-do-mma.htm 

COMEÇA A DIVULGAÇÃO DO UFC 159


Faltando mais de 2 meses para o evento, os responsáveis pela divulgação dos eventos do Ultimate tornaram pública a primeira peça da campanha do UFC 159, que terá como luta principal o combate entre o campeão dos meio-pesados Jon Jones contra o ex-desafiante ao cinturão dos médios Chael Sonnen, que são os treinadores da edição 17 do reality show “The Ultimate Fighter”.
Diferente de outras edições, o UFC não resolveu promover nenhum outro combate na peça publicitária, enfatizando por completo na luta entre os americanos pelo título mundial.
O UFC 159 acontece no dia 27 de abril em Newark nos Estados Unidos, um caso isolado, visto que normalmente os líderes das edições competem no mesmo dia da final da edição, que dessa vez acontecerá na semana anterior.
Por Redação MMA Space
Foto: Divulgação/UFC

sábado, 12 de janeiro de 2013

sonnen VOLTA A ATACAR BRASILEIROS E DIZ QUE BISPING GANHA DE BELFORT.


Depois de ser surrado na segunda oportunidade que teve contra Anderson Silva, Chael Sonnen parecia ter esquecido de provocar os brasileiros e o Brasil, mirando seu “canhão de bobagens” para Jon Jones, seu adversário no UFC 159, dia 27 de abril.
Porém, nesta sexta-feira (11), ele parece ter lembrado do país e voltou a provocar. A organização do Ultimate divulgou uma nota com a análise de Chael Sonnen sobre o duelo entre Vitor Belfort e Michael Bisping, que é a principal atração do UFC São Paulo, que rola no próximo dia 19.
Além de apostar no inglês, a quem ele já derrotou (por pontos, no UFC on FOX 2), Sonnen fantasiou um “enorme favor” a uma criança brasileira.
“Minha visão sobre o Brasil evoluiu um pouco. Eu tive boas experiências quando estava por aí para promover o UFC 148. Um exemplo foi como inspirei uma criança de oito ou nove anos que estava na multidão na coletiva de imprensa. Ela era pequena e adorável, e eu notei que ela havia amado a blusa Armani de 800 dólares que eu estava usando. Ela perguntou se poderia tocar a blusa, porque ela nunca tinha visto um material tão bom antes. Eu me ajoelhei e deixei que ela tocasse. E a deixei com uma mensagem, que eu espero que a tenha inspirado, eu a disse que – se trabalhasse o bastante – poderia crescer para trabalhar ao lado da mãe, tia e avó na fábrica que fazia aquelas blusas para a apreciação de americanos ricos. Então, dei uns tapinhas em sua cabeça, um pirulito, pulei na minha limosine e mandei o motorista pisar fundo em direção ao aeroporto mais próximo para que eu pudesse fugir do Brasil”, disse Sonnen, que apareceu na coletiva de imprensa com uma camisa esporte, e não social.
Confira alguns dos comentários de Chael Sonnen:
Sobre quem vence no UFC São Paulo: “Esta é uma luta bem casada. Bisping é o favorito. Ele tem mais maneiras de vencer; ele é um kickboxer muito melhor e tem mais armas para ganhar. Ele também pode vencer em qualquer round ou vencer por pontos.  Vitor tem apenas cinco minutos durante os quais é o cara mais perigoso, mas, depois disso, ele não é o mesmo animal”.
Sonnen e Bisping se enfrentaram em janeiro de 2012, com o norte-americano levando a melhor por pontos (Foto UFC)
Sobre Bisping contra Anderson: ”Realmente quero ver Bisping ganhar essa luta e ter a chance de disputar o título. Ele merece. Já passou da hora. Bisping tem muita garra, ele sempre vem com tudo em suas lutas, ele nunca desiste – eu sei que ele pode derrotar Anderson Silva e ser o campeão peso médio. Não há dúvidas na minha mente de que o Bisping pode derrotar o Anderson. Contudo, para ter essa chance, Michael tem que derrotar o campeão mundial que é Belfort. Eu provoco e faço piadas com o Vitor o tempo todo – porque alguém precisa mostrar a fraude e a farsa que esse cara é – mas todos sabem que ele é um dos lutadores mais perigosos do mundo”.
Belfort encara Bisping no dia 19 (Foto Divulgação)
Sobre quem vence: ”O Vitor é um fingidor, ele finge ser alguém que não é. Bisping se alimenta de odiar o outro cara, e ele está claramente desenvolvendo desgosto pelo Vitor. Ele precisa manter isso, porque é assim que ele luta melhor. No fim das contas, eu sei que eu espancaria o Vitor Belfort e o Bisping foi uma das lutas mais difíceis da minha vida. Então, consequentemente, Bisping derrota Belfort”.
Sobre como a torcida afetará o rumo da luta: ”Vaias não vão intimidar o Bisping. Ele já ouviu isso antes e lidou com isso. A torcida não vai afetar a luta, particularmente porque nenhum dos lutadores é do Brasil. Estou em Las Vegas agora e posso ver a casa do Belfort da minha janela. Ele não mora a um raio de 10 mil Km do Brasil há anos. Não acho que qualquer um no Brasil ligue para ele ainda. Ele não é do Brasil, ele é dos EUA”.
Sobre como deve ser a estratégia de Belfort: ”Algumas pessoas dizem coisas como ‘se passar dos primeiros dois rounds, o Vitor não vence’, mas isso não é uma crítica, é um elogio. Ele consegue derrubar as pessoas muito cedo – e fez isso contra lutadores  e campeões muito bons – e isso é o que deve fazer contra Bisping. Ele tem que sair como sempre faz – tentar terminar a luta de cara. Ele pode fazer isso, ele pode acabar com o Bisping cedo. Não adianta tentar poupar energia para os rounds futuros porque, não importa o quanto ele tenha treinado para esta luta, Bisping sempre terá mais gás a partir do segundo round. Belfort deveria simplesmente fazer o que sempre faz – partir para a vitória nos primeiros três minutos”.
Sobre como deve ser a estratégia de Bisping: “Todos têm a mesma estratégia contra Belfort: sobreviver aos primeiros cinco minutos, durante os quais ele (Vitor) é um dos strikers mais perigosos que já entraram no octógono. Haverá três ou quatro minutos muito desconfortáveis para Bisping. Ele precisa revidar, ser inteligente, e começar a devolver a luta para Belfort. Mike sempre revida quando está sendo atingido, o que deve criar uma luta empolgante para os fãs. Ele tem todas as armas, tem mais técnica de kickboxing e pode evitar a pior parte dos golpes potentes do Vitor. Mike não é mais rápido que o Vitor, e ele é mais rápido que a maioria dos lutadores na divisão, mas ele consegue se mover muito bem e contra-atacar muito bem. Se Bisping chegar ao terceiro round, Vitor terá uma experiência bem dolorosa. Bisping simplesmente não se cansa – acredite, eu sei – e esta é uma luta de cinco rounds. Bisping pode vencer no terceiro ou quarto round”.

SE VENCER, BISPING ENCARARÁ ANDERSON SILVA "ELE É O MELHOR DO PLANETA".


Michael Bisping desembarca em São Paulo na próxima, pronto para enfrentar Vitor Belfort no UFC de São Paulo. Com uma chance pelo cinturão garantida em caso de vitória, o inglês quer conquistar o público brasileiro diante de um de seus maiores ídolos.
Em entrevista exclusiva à Revista TATAME #202, Bisping fala sobre o duelo com Belfort e as aspirações ao título, entre outros assuntos. Confira abaixo um trecho do bate-papo, e leia a matéria completa em nossa penúltima edição:
Como se avalia como lutador desde que desceu para a divisão dos médios?
Acredito que melhorei muito. Se você comparar as minhas lutas hoje, elas são muito diferentes das lutas que eu tive há sete anos. Meu Wrestling está muito melhor, assim como meu Jiu-Jitsu, Kickboxing.. Estou feliz com a minha evolução e estou sempre tentando melhorar. Amo artes marciais, amo treinar, aprender… Amo ser um estudante.
As pessoas te consideram um tanto quanto polêmico, eles conhecem muito o seu lado de falastrão, de trash talker. Isso te incomoda?
Sabe de uma coisa? (risos). Tento não ser um trash talker, sei que as pessoas acham que eu sou, mas geralmente eu só respondo o que alguém fala sobre mim. E aí a pessoa responde e acabo respondendo novamente e, antes de me dar conta eu já estou falando um monte de besteiras. Mas a verdade é que não falo esse tipo de coisas sem ter motivo. Também preciso confessar que sou muito bom nisso (risos), então quando alguém começa é melhor pensar duas vezes, pois se você quer entrar em uma luta, mesmo que ela seja verbal, é bom que você esteja pronto porque vou falar besteiras de volta. Geralmente tento falar coisas que façam as pessoas rirem, mas é o que é. Não fico sem dormir por causa disso, faz parte do meu jogo.
Você vai enfrentar o Vitor Belfort na luta principal do próximo UFC que acontecerá no Brasil, em janeiro. Quais são as suas expectativas?
Primeiro de tudo, estou muito ansioso para lutar no Brasil, que é o berço das artes marciais mistas. Eu mal posso esperar. Nunca estive no Brasil, mas estudei muito o Jiu-Jitsu brasileiro e quando o UFC disse que eu iria lutar lá, fiquei muito feliz. E aí quando me disseram que meu adversário seria o Vitor Belfort, que é uma lenda… Tenho muito respeito por esse cara, quando comecei a minha carreira no MMA costumava assistir às lutas dele e agora vou enfrentá-lo. Essa é uma grande honra para mim. Eu mal posso esperar. Essa vai ser uma luta dura, ele é durão, tem um excelente preparo físico, é muito rápido. Mas estou ansioso. Acredito que posso vencer esse combate. Sei que vou ouvir algumas vaias, mas estou preparado para isso e só quero ir lá e proporcionar aos fãs brasileiros uma excelente luta. Sei que o Vitor vai treinar duro, vai tentar trazer uma luta emocionante, mas vou dar o meu melhor e nós vamos fazer um grande show para os fãs brasileiros.
Dana White garantiu chance ao título a Bisping, se ele bater Vitor Belfort no UFC de São Paulo (Foto divulgação)
Já tem uma estratégia para essa luta?
Sim, vou tentar acertá-lo mais vezes do que ele vai tentar me acertar (risos). O Vitor é um bom lutador e tenho pensado muito em como posso vencê-lo. Mas esse é um segredo que vocês vão ter que descobrir.
Bisping já venceu o TUF (Foto divulgação)
Se você fosse convidado para ser o técnico de uma edição do TUF Brasil você aceitaria?
Com absoluta certeza. Adoraria fazer parte disso.
Você ainda quer enfrentar o Anderson Silva?
Sim. Estou há sete anos no UFC e nunca tive uma chance pelo titulo. O Anderson Silva é o maior lutador que já existiu no MMA. Ele é o melhor lutador do planeta, é o campeão dos médios e eu sou um lutador da categoria dos médios. Ele é o cara e quero enfrentá-lo não porque não gosto dele e sim porque ele é o melhor e quero me desafiar perante o melhor. Quero ser campeão e só tem um caminho para que eu consiga realizar esse objetivo, que e é lutando contra o Anderson Silva.
Como você acha que seria essa luta?
Só sei que não seria fácil (risos). De verdade? Ele é incrível. Todo mundo chega lá com uma estratégia diferente e o Anderson sempre coloca as estratégias dos adversários abaixo e sempre vence. Então, não faço ideia de como chegar lá, mas iria treinar feito louco, e quem sabe? Acho que teria uma boa performance contra ele.
Related Posts with Thumbnails