sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO A TODOS


A ACADEMIA WGT HIKARI DESEJA A TODOS UM ÓTIMO ANO NOVO QUE DEUS POSSA ILUMINAR A VIDA DE CADA UM DE NÓS, ABENÇOANDO COM SAÚDE E AMOR EM NOSSOS CORAÇÕES, E QUE ESSE ANO SEJA DE CONQUISTAS DENTRO E FORA DO TATAME.

"GAROTAS DAS PLACAS"

Brittney Palmer é uma delas
O UFC (Ultimate Fighting Championship) divulgou as "garotas das placas" da edição 125, que ocorrerá no dia 1º de janeiro.
















Holly é mais um motivo para os marmanjos acompanharem de perto o UFC 125 no primeiro dia do ano










LUTADORES APOSTAM EM EDGAR PARA O UFC 125

O americano Frankie Edgar é o favorito no duelo contra Gray Maynard, disputa válida pelo cinturão dos pesos leves na luta principal do UFC 125, no dia 1º de janeiro de 2011. Apesar de ter sido o único lutador a ter vencido Frankie no MMA, Maynard é considerado o azarão na opinião de alguns lutadores do Ultimate.
Portaldaslutas

DYNAMITE - 2010


IGF Rules: (No gloves, palm strikes)

1 - Bob Sapp (11-6-1) vs. Shinichi Suzukawa (0-0)



MMA Rules:

2 - Andy Ologun (2-1) vs. Katsuaki Furuki (0-0)


3 - Kazuyuki Miyata (10-7) vs. Caol Uno (25-13-5)


4 - Hideo Tokoro (23-16-1) vs. Kazuhisa Watanabe (2-1)


5 - Ikuhisa Minowa (47-31-8) vs. Hiroshi Izumi (3-1)


6 - Sergei Kharitonov (16-4) vs. Tatsuya Mizuno (8-6)



K-1 Rules:

7 - Kyotaro (18-4) vs. Gegard Mousasi (30-3-1)


MMA/Kickboxing mixed-rules:

8 - Shinya Aoki (24-4) vs. Yuichiro Nagashima (2-2)


MMA Rules:

9 - Alistair Overeem (33-11) vs. Todd Duffee (6-1)


10 - Jerome Le Banner (3-1-1) vs. Satoshi Ishii (3-1)


11 - Marius Zaromskis (12-4) vs. Kazushi Sakuraba (26-12-1) [WW title]



K-1 Max Rules:

12 - Tetsuya Yamato (27-22) vs. Akiyo "Wicky" Nishiura (11-6-1)


MMA Rules:

13 - Hayato Sakurai (35-11-2) vs. Jason High (11-3)


14 - Tatsuya Kawajiri (26-6-2) vs. Josh Thomson (18-3)


15 - Bibiano Fernandes (8-2) vs. Hiroyuki Takaya (12-8-1) [FW title]


Portaldovaletudo

JUNIOR CIGANO TERÁ QUE ESPERAR


Junior Cigano terá que esperar um pouco mais pela chance de disputar o cinturão dos pesos pesados do UFC. O duelo contra Cain Velasquez estava agendado para o primeiro semestre de 2011, mas o atual campeão sofreu uma lesão no ombro e está afastado dos treinamentos por até oito meses.

Segundo Ed Soares, empresário de Cigano, em entrevista ao site norte-americano MMA Weekly, o brasileiro não esperará por Velasquez e fará uma luta antes da disputa do cinturão.
Portaldaslutas

BRASILEIRO NOCAUTEIA CAMPEÃO DE THAI NO CAMBOJA

Escalado para fazer o combate principal em evento da TV Tailandesa 3, no Camboja, Sheymon Moraes fez bonito. Contra o o Campeão Cambojano Keo Rumchong,
Sheymon venceu por nocaute técnico no terceiro round, depois de apresentar um arsenal de cotoveladas, que deixaram o rosto do asiático bem avariado.

O niteroiense que esta apenas a um mês em Bangkok, treinando com o Mestre Petch, agora se prepara para lutar um GP até 63Kg em janeiro, na Tailândia.
meiaguarada.com

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

ClAUDINHA MINISTRA SEMINÁRIO PARA MULHERES

Fera da Nova União que vem tratorizando nos tatames internacionais, Claudinha Gadelha ministrará seu primeiro seminário nos Estados Unidos, totalmente direcionado para o público feminino, que vem crescendo cada vez mais nos campeonatos. Faixa-marrom e invicta no MMA com seis vitórias, Gadelha ensinará um pouco da receita que a fez subir no lugar mais alto do pódio quatro vezes no Rio Internacional Open, sete vezes no Brasileiro de Jiu Jitsu e três no Mundial. O seminário será dia 9 de janeiro, na Octagon MMA, em Dallas.
Tatame

CANTOR SEAL E MODELO KLUM LEVA FILHOS AO KARATÊ

A modelo Heidi Klum e o cantor Seal curtiram um dia em família neste sábado (11), informou o Faded Youth.
O casal levou os filhos Henry, Johan e Leni, fruto do relacionamento de Heidi com Flavio Briatore, para praticarem karatê. Depois da aula, a família foi almoçar em um restaurante de Los Angeles. A pequena Lou também estava presente.
A modelo e o cantor estão no meio de uma negociação para comprar uma casa maior, com oito quartos. Eles terão como vizinhos os atores Ben Affleck, Jennifer Garner e Reese Witherspoon.
Terra.com.br

BOXE-BRASILEIRO PERDE DECISÃO DE TÍTULO NA SUIÇA

Aconteceu no último dia 26 de dezembro, em Berna, na Suiça, a decisão do título dos médios da International Boxing Council–2ª divisão. O brasileiro Samir dos Santos Barbosa, encarou o pugilista local Yves Studer, e depois de realizarem uma peleja movimentada, o suiço foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes.
meiaguarda.com.br

EM CASA, IRMÃOS JAPONESES MANTÊM CINTURÕES MUNDIAIS NO BOXE


Em casa, os irmãos Koki e Daiki Kameda defenderam neste domingo os cinturões da Associação Mundial de Boxe. Koki, de 24 anos, derrotou, por pontos, o venezuelano Alexandre Munoz na decisão na categoria galo. Daiki, de 21, peso mosca, venceu o romeno Silvio Olteanu no 12º assalto. As lutas foram em uma arena em Saitama, bairro de Tóquio.
Koki tornou-se o primeiro japonês a conquistar três títulos mundiais: Associação Mundial de Boxe (2006) e Conselho Mundial de Boxe (2009).

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

TITO ORTIZ MANDA RECADO PARA MINOTOURO

A fase do veterano Tito Ortiz não é das melhores, o ex-campeão do UFC vem de cinco lutas sem vitórias, tendo acumulado quatro derrotas e um empate, mas o “Bad Boy Huntington Beach” continua com a língua afiada. O norte-americano confirmou a luta contra Rogério Minotouro no UFC Fight Night 24, e mandou um recado para o lutador brasileiro.

"Seattle, eu estou voltando", declarou. "Então, (Rogério Minotouro) Nogueira, é melhor você estar pronto, pois vou chutar sua b**** dia 26 de março", disparou Tito, num vídeo publicado na internet.

A luta contra Minotouro será a última chance de Ortiz se manter no UFC, já que o presidente da organização, Dana White, afirmou logo após a confirmação do confronto, que em caso de derrota ele será demitido.

"Esta é definitivamente a sua última chance. E ele (Tito) sabe disso também", afirmou Dana.
Portaldaslutas

CONFIRA O CALENDÁRIO OFICIAL DA FJJO/CE

Completando nove anos de fundação no próximo ano, a FJJO-CE (Federação de Jiu-Jitsu Olímpico do Estado do Ceará) divulgou o seu calendário oficial de 2011. A FJJO-CE começa os seus trabalhos no dia 17 de abril com a tradicional Copa Prof.Sá, que chega a sua oitava edição e será realizada no ginásio da Faculdade Marista. Confira abaixo o cronograma completo da FJJO-CE e começe a treinar para ser o melhor de sua faixa em 2011.


ABRIL
17 - VIII COPA PROF.SÁ

JUlHO
03 – VI TERRA DO SOL

SETEMBRO
7 – VI THE BEST FIGHTERS

NOVEMBRO
15 – V COPA FORTALEZA
meiaguarda.com

DURANTE O ESTRANGULAMENTO HÁ AUMENTO DE PRESSÃO OCULAR QUE PODE LESIONAR?

Foto: Brasil Combate
Durante os treinos de jiu-jitsu uma posição muito comum durante a luta é o estrangulmento, seja utilizando braços (mata-leão, triângulo de mão, etc.), pernas (triângulo) ou o próprio quimono (diversos estrangulamentos). 
   Uma compressão correta maior que 5 a 6s já é o suficiente para levar a muitos lutadores ao desmaio ou sensação de tonteira. Porém, mesmo desistindo antes desse tempo, é comum a sensação subjetiva dos olhos "esbugalhando". Será que nesse momento ocorre aumento da pressão intra-ocular, causando danos ao aparelho visual? 
    Devido ao grande número de praticantes de jiu-jitsu no Brasil e pensando neste risco pesquisadores de São Paulo (Universidade Federal de São Paulo, Escola Superior de Educação Física de Jundiaí e Instituto Verter) resolveram investigar o nível da pressão intra-ocular durante o estrangulamento.

Figura 01 - Visão Interna do Olho Humano
   Obs.: Vamos utilizar a sigla PIO, referente a pressão intra-ocular.
   Inicialmente vamos entender alguns princípios básicos. O olho pode ser representado como um sistema fechado repleto de líquido, chamados de humor vítreo e aquoso. Esse sistema líquido exerce uma pressão em suas paredes. Qual a importância disso? Reparem na Figura 01, que na região mais interna do olho é que chega o nervo óptico. Pressão intra-oculares altas acarretam a compressão do nervo e consequente lesão do mesmo (Figura 02). Processo que leva a uma perda gradual da visão, culminando com a cegueira do olho afetado.
Figura 02 - Pressão Excessiva Comprimindo o Nervo Óptico
   Assim o estudo objetivou estudar se há um efeito deletério ao sistema ocular durante o estrangulamento e caso se faz necessárias mudanças preventivas. Foi analisada a pressão inta-ocular de 09 atletas durante o estrangulamento da montada e o estrangulamento na guarda fechada. Foram escolhidos os respectivos estrangulamentos por justamente serem os mais utilizados nesta modalidade esportiva e, consequentemente, os mais aplicados em treinamentos.

Estrangulamento da Guarda
Estrangulamento da Montada
   O conceito de “pressão normal” é discutível, mas se for levado em consideração o que é preconizado na literatura como aceitável (variações entre 12 e 20 mmHg), chama atenção a relativamente baixa PIO desses atletas registrada imediatamente antes do exercício: 11,55 ± 2,24 mmHg no olho direito e 12,33 ± 2,06 mmHg no esquerdo.

   Especificamente é importante ressaltar que esses indivíduos praticam atividade física de alta intensidade regularmente, no mínimo a seis meses, assim sendo, de acordo com autores é observado redução na PIO fora dos exercícios, tanto de indivíduos normais quanto de suspeitos de glaucoma, após 3 a 6 meses do início de um programa de exercícios aeróbios, com retorno aos níveis pré-exercício da PIO, 3 semanas após a interrupção dos exercícios, revelando também nesse aspecto um dos princípios do treinamento desportivo, conhecido como destreinamento.

   Sobretudo, verificou na análise das medidas consecutivas da PIO, quando foram comparados os dois tipos de golpes, a PIO após o estrangulamento na montada (portanto com o indivíduo em decúbito dorsal) foi significativamente menor do que no estrangulamento na guarda (indivíduo ajoelhado). E ainda, a maior redução da PIO, quando comparado os momentos, com o mesmo tipo de golpe, foi também na montada quando a PIO reduziu 10,77 ± 1,92 mmHg para 8,22 ± 1,29 mmHg. Esses resultados podem ser considerados surpreendentes, considerando a expressiva redução da PIO (em média 2,20 mmHg) após uma breve exposição ao golpe (duração máxima de 10 segundos), bem como o fato, de que embora situações de estrangulamento possam sugerir isquemia seguida de elevada perfusão sanguínea nos olhos e com possível aumento da PIO, isso não foi observado com os atletas estudados.

No fim, no entanto, os autores afirmam que são necessários mais estudos para confirmar de maneira definitiva os achados. 
 
Fonte: SCARPI, Marinho Jorge et al. Association between two different types of strangling and intraocular pressure variation in jiu-jitsu athletes. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2009, vol.72, n.3, pp. 341-345.
jiujitsuonline
 

WAND QUER METER PORRADA EM SONNEN

As provocações entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen estão ficando cada vez mais quentes. Apesar de o presidente do UFC Dana White negar que os lutadores se enfrentarão em 2011, a rivalidade entre os atletas está tornando uma luta entre eles inevitável.
 No “segundo round”, ontem à tarde, Wanderlei revelou o desejo de enfrentar Sonnen no Rio de Janeiro, em agosto. “Meter a porrada no Sonnen aí no Brasil ia ter um sabor a mais, esse folgado só sabe ser macho atrás do computador”, disparou o Cachorro Louco, deixando claro que não tem data para voltar. “Graças a Deus as opções são muitas. Eu não sei quando, eu não sei contra quem, mas já treino com gana de faixa-azul”, finalizou.
Tatame

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

UFC ELEGE OS MELHORES ESTREANTES DO ANO

Setenta e cinco lutadores estrearam no UFC em 2010, com destaque para presenças já conhecidas no MMA, como Takanori Gomi, Jake Shields, Mark Hunt, Gilbert Yvel, Renzo Gracie e muitos outros.

Em meio a esse entra e sai de lutadores no maior evento de MMA do mundo, o UFC elegeu os dez melhores estreantes de 2010, e apenas um brasileiro figura nessa lista: o talentoso Charles do Bronx’s, que mesmo sendo derrotado em sua última luta para o experiente Jim Miller não terminou o ano desvalorizado pela organização.

Charles, que finalizou Darren Elkins e Efrain Escudero antes de sofrer o primeiro revés de sua carreira para Miller, foi considerado a terceira maior revelação do UFC em 2010. A segunda colocação ficou com Jake Shields que veio do Strikeforce, onde derrotou Dan Henderson, e estreou no UFC vencendo a pedreira Martin Kampmann. Com um Jiu-Jitsu e um Wrestling de alto nível, Shields será o próximo candidato ao cinturão de Georges St Pierre.

O número um entre os estreantes no UFC foi Phil Davis, também conhecido como “Mr Wonderful”, quatro vezes campeão norte-americano de Wrestling. O americano, que entra sempre de short rosa, venceu as quatro lutas que fez no UFC em 2010, segue invicto com oito vitórias e é uma das apostas para a categoria meio-pesado, que tem como campeão o brasileiro Maurício Shogun.
Tatame

PROJETO AMIGOS DA ESCOLA


 A partir de fevereiro no Ginásio da Fundação Marie Just "Capim Macio" natal, RN em parceria com a FEKAEN a academia HIKARI convida todos os alunos matriculados de escolas estaduais e municipais do RN a treinar as modalidades de Judô, Kick Boxe, Boxe, Jiu Jitsu e MMA inteiramente grátis.
Sem nenhuma ajuda governamental e sem fins lucrativos,
apenas por força e vontade de ajudar não só as crianças, mas os esportes de artes marciais a crescer, com isso o empresário Gorka Sanchez consegue realizar mas este grande trabalho junto com o prof. André Calixto da Fekaen que ja da aula voluntariamente em mais de 16 escolas e em breve o próprio empresário Gorka Sanchez dará aulas de Judô em algumas escolas como ele também dará aula na fundação Marie Just.
Fora isso o empresário estará realizando eventos de MMA e K1 todo 2 domingo do mês a partir de fevereiro com isso suprindo a  falta de eventos no estado sendo denominado os eventos de NFC ( Natal Fight Championship ).

Obs. No inicio em cada modalidade só sera aceito 50 alunos por horário
Obs². Estará disponíveis apenas com um horário por modalidade podendo aumentar dependendo da demanda

Maiores informações com:
Aitor sanchez trigo
email:

aitornatal@gmail.com  msn: aitorsancheztrigo@hotmail.com
 Tel.: 55 84 8899 5084

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

BEBADO FAIXA PRETA

video 

É ASSIM FICA DIFÍCIL.... 

NÃO DEIXE DE FAZER SEU COMENTÁRIO ... rsrsrsrsrssr

ANDERSON SILVA E A PAIXÃO PELO CORINTHIANS

O SporTV Especial apresenta o dia a dia do atleta Anderson Silva, atual campeão dos pesos médios do UFC e considerado um dos homens mais influentes do ano no esporte. Durante a conversa, Anderson demonstra suas habilidades com a bola, revela sua frustração de não ter sido jogador de futebol e também mostra ser um grande torcedor do Corinthians. O super atleta ainda comenta sobre sua paixão pela música, e conta que ficou três dias de luto após a morte do ídolo Michael Jackson. O programa SporTV Especial vai ao ar amanhã (28), às 21h, no Canal Campeão.
Tatame

DO BLOG:
O ANDERSON SABE O QUE É BOM.... RSRSRSRSRSR

OVEREEM VS TODD DUFFEE NO DREAM + RICK STORY DESAFIA THIAGO PITBULL NO UFC

Alistair Overeem vs Todd Duffee na virada do ano
Todd Duffee enfrentará o campeão peso pesado do Strikeforce e vencedor do K-1 World Grand Prix em 2010, Alistair Overeem, na noite de réveillon, tradicional evento que ocorre anualmente no Japão e que será promovido pelo DREAM.
 O empresário de Duffee, Monte Cox, confirmou o confronto após inúmeras especulações acerca do combate, “Essa é uma daquelas oportunidades que aparece uma vez na vida. Todd não está 100% e não tempo suficiente para ficar 100% pronto, mas ele sentiu que esse era um sonho que se tornava realidade lutar contra um dos melhores, senão melhor, peso pesado do mundo” Cox disse ao MMAFA.tv.
 “Para ser honesto, fui contra essa luta. Preferiria que ele tivesse tempo para se preparar e estar com força total mas ele estava determinado a não mudar de opinião pois essa era uma oportunidade especial e que ele não passaria à frente para se arrepender mais tarde”.
 “Ele disse ‘Eu sou um lutador, isso é o que eu faço’. Como eu poderia discutir essa lógica?” comentou.
Duffee detém o recorde pelo nocaute mais rápido da história do UFC contra Tim Hague, combate que durou sete segundos. Em sua última apresentação no Ultimate, foi nocauteado por Mike Russow e dispensado da organização em seguida.
Americano desafia Thiago Alves
O lutador meio médio Rick Story conquistou sua quinta vitória consecutiva no UFC no dia 04 de dezembro e já tem em mente qual adversário gostaria de enfrentar em seu próximo compromisso na organização americana. O alvo é o brasileiro Thiago “Pitbull” Alves, ex-desafiante ao cinturão da categoria.
“Quero lutar com o Thiago” disse o atleta ao Sherdog.com. “Sei que se derrotar alguém como o Thiago, isso faria com que as pessoas reconhecessem que ‘esse cara é para valer’. “Apenas quero que as pessoas saibam que luto para valer e não desistirei até me tornar o número um”.
Story teceu os seguintes comentários acerca do jogo do brasileiro, “Primeiro ele é trocador em pé, segundo ele é ótimo em defesa de quedas, mas ele não é tão bom em manter-se distante dos wrestlers quando está no chão”.
“Quando ele está em boa forma, ele é um pouco melhor em manter-se distante. Contra o Jon Fitch, Fitch o derrubou como quis e o controlou no chão. Acho que seria excelente [lutar contra Pitbull]. Seria uma boa luta e seria divertido trocar com ele em pé”.
A fera da American Top Team recuperou-se da derrota sofrida para Fitch no início do ano. No dia 11, Thiago apresentou-se bem contra John Howard e venceu o combate por decisão unânime.
Logo após aquela vitória, Alves pediu a Joe Silva e Dana White que lhe dessem um adversário que o levasse o quanto antes para o topo da divisão para então aspirar ao direito de novamente disputar o título da divisão até 77kg. Resta saber se Story é um nome que agrada o brasileiro.

UFC: MINOTAURO E PITBULL DESAFIADOS; CACHORRÃO E MINOTOURO COM LUTAS CONFIRMADAS

O ex-campeão do UFC Ricco Rodrigues (45-11) manifestou interesse em retornar para a organização americana onde se sagrou campeão peso pesado no UFC 39, realizado em 2002, e tem como alvo o brasileiro Antonio Rodrigo “Minotauro” Nogueira, o qual diz ter derrotado no PrideFC, em 2003.
 “Quero poder encerrar a minha carreira no UFC. Muitos querem me ver lutar com o Randy Couture ou possivelmente contra o Frank Mir, mas a maioria quer me ver contra o Minotauro. Eu o bati no Japão, mas como não era permitido dar cotoveladas, perdi na decisão dos árbitros. Muitos fãs querem ver como terminará essa luta, com grades e cotoveladas” disse o veterano ao MMAWeekly.com.
 Bater o peso sempre foi uma dificuldade para Thiago Alves (19-6). Mas os problemas de “Pitbull” parecem ter chegado ao fim. O lutador da American Top Team contratou o nutricionista Mike Dolce para ajudá-lo na preparação para suas lutas e agora pretende fazer história no UFC.
 “Você sempre começa tudo outra vez mas aprende com os erros e eu aprendi muito. Estou feliz por ter passado por todas aquelas coisas. Tive que passar por aquilo para chegar ao ponto em que estou hoje e definitivamente sinto que o céu é o limite agora. Posso fazer e ser tudo o que sempre quis ser. Apenas irei lá e farei o que esperam de mim e me divertirei com isso” comentou sobre a superação. Sobre o trabalho com Dolce, disse: “É uma parceria que apenas começou. A primeira coisa que disse quando conversei com ele após a luta foi ‘faremos história, irmão’”.
 Thiago foi desafiado por Rick Story, que está invicto há cinco lutas, e ao que tudo indica as feras vão se encarar no dia 28 de maio. O brazuca não confirmou o oponente, mas escreveu no Twitter “Soube que estarei de volta à jaula em maio! Ótima notícia para finalizar o ano!” Notícia a ser confirmada pela organização do Ultimate.
 O polêmico Tito Ortiz (15-8-1) pôs fim às especulações em torno do evento em que enfrentará Rogério Minotouro e confirmou que o combate acontecerá no UFC Fight Night 24, que acontecerá no dia 26 de março de 2011, em Seattle. Ortiz não vence há cinco lutas, nas quais empatou com Rashad Evans e foi derrotado por Chuck Liddell, Lyoto Machida, Forrest Griffin e mais recentemente por Matt Hamill.
 Ricardo “Cachorrão” Almeida (13-4) busca a segunda vitória consecutiva contra Mike Pyle no UFC 128, que ocorrerá em Nova Jersey, dia 19 de março de 2011. Será a segunda luta do aluno de Renzo Gracie em sua cidade adotiva. No ano passado o faixa preta derrotou Matt Brown. O evento será protagonizado pelo embate entre Maurício Shogun e Rashad Evans, válido pelo cinturão meio-pesado.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

LUTADOR LARGA VALE-TUDO EM BUSCA DE MEDELHA OLÍMPICA EM LONDRES 2012

Aos 34 anos, o lutador de vale-tudo Joe Warren tentará pela última vez conquistar uma medalha olímpica de greco romana, em Londres 2012. Para isso, o americano afirmou em entrevista ao site mmajunkie, que fará mais três combates e depois se afastará do octógono do Bellator Fighting.
- Eu vou colocar o MMA em espera durante seis ou sete meses. Quero ganhar os Jogos Olímpicos, é a única coisa que eu não ganhei no wrestling.
O atleta, que já foi campeão mundial da modalidade em 2006, e do Pan-Americano do Rio em 2007, havia desistido do esporte após não vencer a Olimpíada de Pequim, em 2008.
Desde então, o americano passou a se dedicar ao MMA (sigla em inglês para Artes Marciais Mistas) e obteve seis vitórias em sete confrontos entre os peso-pena (65 kg).
A motivação de Joe, porém, não é apenas a conquista do título inédito. Impulsionado por um programa do governo dos EUA de incentivo aos atletas, o lutador pode ganhar até R$ 427 mil (US$ 250 mil) em caso de vitória.
- Minha meta é conquistar o ouro, o cinturão do Bellator e, depois, defender meu título. Eu acredito que posso fazê-lo.

Fonte: R7

DESCONSTRUINDO O LÉNDARIO CARLSON GRACIE.

Carlson Gacie contra Waldemar Santana nos tempos áureos do Vale Tudo

Por Fabio Quio Takao, pesquisador e colaborador do blog:
A criação
Carlson Gracie possuía todos os elementos de um gênio: dom natural, personalidade marcante, atitudes polêmicas e certa dose de indisciplina. Filho mais velho de Carlos Gracie e Carmem, nasceu em 13 de agosto de 1933 e seu primeiro nome foi Eduardo. Como Carlos Gracie estudava a numerologia, resolveu após algum tempo mudar o registro do filho que passaria a se chamar Carlson. Todos os filhos de Carlos deveriam ter as letras iniciais “C” ou “R”, por considerar que a força dessas letras poderia ser transmitida aos filhos.
Aos cinco anos participou de seu primeiro campeonato, em 1950 aos 17 anos foi campeão Carioca de Jiu Jitsu. Ainda aos 17 anos fez sua primeira luta profissional contra o japonês Sakai. Essa luta foi preliminar a luta de Hélio Gracie contra Kimura. Carlson pesava 67kg contra 92kg do japonês, e mesmo assim a luta acabou terminando em empate.
Por ser o mais velho da segunda geração da família Gracie, Carlson tinha a responsabilidade natural de ser o novo campeão da família, o que fez com extrema naturalidade. No início da carreira enfrentou diversos lutadores famosos no Rio de Janeiro como o capoeirista Cirandinha e Passarito, sempre com diferença de peso acima de 15kg. A violência de seus combates e suas vitórias deram tanto destaque na imprensa que logo ficou conhecido como “O Garotão”.
A genialidade de Carlson se mostrava não só em suas lutas, onde quase sempre era o mais leve, mas também em suas atitudes que mostravam a serenidade com que encarava os mais perigosos lutadores.
Nas suas primeiras lutas, dormia 15 minutos antes, tamanha era sua tranqüilidade. Com o passar do tempo foi ficando avesso aos treinos duros e obrigava Carlos e Hélio a manterem extrema vigilância nos períodos que antecediam as lutas. Uma das instruções de Carlos era que mantivesse abstinência sexual antes das lutas, o que era praticamente impossível, visto seu perfil boêmio e sua fama na cidade.
A consagração
A luta que elevou Carlson ao nível de ídolo foi a seqüência do capítulo mais dramático vivido pela família Gracie: a derrota de Hélio Gracie  para Valdemar Santana.
Valdemar Santana praticava luta-livre desde os 18 anos e começou a treinar com Helio Gracie aos 21 anos. Passou a trabalhar como roupeiro da academia para pagar as mensalidades. Depois de desentender com Hélio, Valdemar desafia seu mestre e após 3 horas e 45 minutos, o combate mais longo da história, Valdemar venceu Hélio Gracie.
Segundo o próprio Carlson, Valdemar era tido como um dos lutadores mais duros da academia Gracie e foi seu companheiro não só nos treinos como também viraram amigos. Porém após a derrota do tio, Carlson se vê obrigado a resgatar a honra da família. 
A luta aconteceu em 8 de outubro de 1955 no estádio do Maracanãzinho –Rio de Janeiro. Carlson e Valdemar lutariam de Kimono e nas regras do Jiu Jitsu, pois o Vale-Tudo estava proibido na cidade. A luta teria cinco rounds de 10 minutos e apesar da superioridade técnica de Carlson, a luta terminou empatada.
A segunda luta entre Carlson e Valdemar também foi no Maracanãzinho e aconteceu em 21 de Julho de 1956. Devido a pressão feita e ao sucesso da primeira luta, o chefe de polícia permitiu que a luta fosse um Vale-Tudo sem kimono e com seis rounds de 10 minutos.
Carlson, 23 anos pesou 75,700kg e Valdemar, 26 anos, pesou 77,800kg. Valdemar contava com uma musculatura e força física superior e pressionou Carlson no primeiro Round. Porém a supremacia técnica e os golpes mais precisos de Carlson deixam transparecer que a vitória seria inevitável. Valdemar, já com o rosto inchado, começa a sair do ringue fazendo que a luta fosse repetidamente interrompida. Aos 9 minutos do 4º round, Valdemar e Carlson caem do ring e somente Carlson retorna. Com a desistência do “Pantera Negra” (apelido dado a Valdemar por Hélio Gracie), Carlson Gracie conquista o que seria sua mais importante vitória e enfrentaria Valdemar mais quatro vezes, vencendo três e empatando uma.

A vida agitada e os novos desafios
A fama de Carlson atinge tal magnitude, que nos anos 50, foi preso um impostor que entrava nas festas cariocas comendo e bebendo de graça alegando ser Carlson Gracie.
Em 26 de Setembro de 1959, Carlson casa-se com Ione de Carvalho e o acontecimento teve grande destaque na imprensa. A gravidez de Ione antes do casamento foi devidamente acobertada, devido aos rígidos padrões morais da época, e foi o verdadeiro motivo do casamento. Isso fez com que o casamento durasse somente um ano e seria o primeiro dos muitos relacionamentos conturbados de Carlson.
Na carreira, Carlson ainda teria pela frente lutadores que foram considerados por ele mesmo com os mais difíceis adversários: Ivan Gomes e Euclides Pereira. O sucesso do Vale-Tudo já era tamanho no Rio de Janeiro, que em 1958 estreou um programa de lutas na TV chamado “Heróis do Ringue”.
No nordeste o Vale Tudo também era conhecido e  Ivan e Euclides já eram ídolos graças ao programa “TV Ringues Torre” e ambos treinavam diversas modalidades como Boxe, Judô e até o Jiu Jitsu Gracie, através de alunos que aprenderam com George Gracie em suas viagens.
Ivan Gomes e Carlson se enfrentaram em 28 de dezembro de 1963 e a luta durou 30 minutos foi uma das mais técnicas e violentas do Vale-Tudo, com Carlson pesando 76Kg e Ivan 98kg. Pela primeira vez um adversário atinge o rosto de Carlson e Ivan também saiu muito machucado, com o combate terminando empatado.
Ivan reconhece a técnica de Carlson e após três meses, visita o Rio de Janeiro e faz questão de conhecer a Academia Gracie. Carlson acaba ficando amigo de Ivan e o convida para montar uma academia em sociedade no Rio de Janeiro. 
Foi em 06 de setembro de 1968 em Salvador no estádio da Fonte Nova que Carlson com 35 anos, teve sua única derrota. Euclides Pereira era o adversário e já havia empatado com Ivan Gomes e vencido Valdemar Santana além de ter treinado Capoeira, Boxe e Judô com Takeo Yano. Euclides pesando 75 kg foi o único lutador a entrar no ringue pesando menos que Carlson. 
A luta teve seis rounds foi muita equilibrada, mas a vitória foi dada a Euclides por pontos e foi muito contestada por Carlson. A princípio, a luta seria decidida somente por desistência ou nocaute, mas um pouco antes da luta, foi adotada a contagem de pontos. Euclides tentou aplicar vários golpes aumentando seu placar e ao acertar o nariz de Carlson, o sangramento impressionou os juízes que acabaram por dar a vitória a Euclides.
A Dissidência
Em 18 de Dezembro de 1970, Carlson encerrou sua carreira lutando com Valdemar Santana. Afastado dos ringues há cinco anos, a luta foi em Brasília e termina empatada. Carlson já havia lutado 19 vezes profissionalmente, sendo que somente em duas delas foram adotadas as regras do Jiu Jitsu.
Aos 37 anos, após sua incrível trajetória como competidor, muitos pensavam que Carlson já teria feito sua contribuição para o mundo das lutas, porém como característica marcante da família, a superação das expectativas veio como Carlson o Treinador.
A história de Carlson como treinador havia começado após sua luta com Ivan Gomes. Os dois abrem uma academia em 1963 em Copacabana, porém após um ano, Carlson desiste e entra em sociedade em outra academia com Hélio Vigio. Apesar do grande sucesso como lutador, Carlson sempre repassava todo o dinheiro de suas bolsas para Hélio Gracie que administrava a academia Gracie. Com isso, Carlson aos 30 anos não tinha nem carro e nem imóveis e, além disso, gastava muito dinheiro em noitadas e brigas de galo, paixão que manteve até o fim da vida.
Em suas academias, os preços eram sempre abaixo das outras academias e em diversos casos, ele não cobrava mensalidades quando reconhecia algum talento que não tinha condições de pagar mensalidades. Isso tudo só não o levou a falência graças a sua segunda esposa, Sílvia, que conseguia organizar a parte financeira de sua vida. Infelizmente Sílvia morre em um acidente de carro em 1967 e Carlson casa-se novamente com Marly. 
Em outubro de 1950, a Academia Gracie organiza o primeiro Campeonato de Jiu Jitsu do estado do Rio de Janeiro, mas por problemas de organização e a desistência das Academias Augusto Cordeiro (Judô), Azevedo Maia e Academia Fadda, o campeonato não é reconhecido pela Federação Metropolitana de Pugilismo. Mesmo assim o campeonato é realizado entre as Academias de Carlos Pereira, Academia Gracie e um único aluno da academia Cordeiro.
Em Junho de 1973 o Jiu Jitsu é reconhecido pela Confederação Nacional de Desportos como esporte oficial. Agora a Federação de Jiu Jitsu da Guanabara podia organizar seus campeonatos oficiais. Em Setembro acontece o primeiro campeonato infanto-juvenil com 200 inscritos. Em dezembro do mesmo ano acontece o primeiro campeonato adulto com130 inscritos e a presença de 11 academias do Rio de Janeiro e São Paulo.
Estava dado o primeiro passo para início das dissidências dentro da família Gracie. Sendo Carlson um competidor nato, era natural que as discordâncias com Hélio Gracie aconteceriam.
Cabia a Carlos apenas a orientação alimentar e empresarial. Apesar da união da família em prol do Jiu Jitsu, Hélio Gracie sempre privilegiou a hereditariedade, portanto seria natural que quisesse que o posto de novo campeão fosse de seu primogênito de sangue: Rorion. Afinal Carlson era “apenas” seu sobrinho. Por muito tempo esse desejo de Hélio ficou adormecido e o talento de Carlson não deixava dúvidas. Porém os filhos de Hélio já tinham idade suficiente para tentar buscar seu espaço e a indisciplina de Carlson fizera com que Hélio deixasse cada vez mais Carlson à revelia. Os treinos de Carlson eram cada vez mais raros e seus adversários cada vez mais preparados.
Para Hélio Gracie, qualquer professor que tentasse abrir uma academia própria para melhorar os rendimentos, era considerado traidor. Carlson já havia feito isso e para piorar a situação, em 1976 no Torneio da fusão do Estado dda Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro, o melhor aluno de Carlson, Sérgio Íris vence Rorion, primogênito de Hélio.
Carlson comemorou muito e a relação com o tio Hélio piorou ainda mais. A Academia Gracie administrada então por Hélio Gracie, passa a ter uma fama de priorizar os treinos mais graduados somente para os filhos de Hélio.
O Treinador
 Carlson, assim como Conde Koma e seu tio Hélio, refinou seu Jiu Jitsu na sua forma mais pura, usando-o em combates sem regras. Nesses combates, Carlson se mostrou completo, pois vencia finalizando com estrangulamentos e chaves, mas também usava o Jiu Jitsu como caminho para aplicar socos e chutes, sem com isso sofrer golpes. Apesar dessa experiência única no Vale Tudo, foi no Jiu Jitsu esportivo que Carlson conquistou sua fama como treinador.
129_2143-carlson TEAM.jpg
Logotipo que ficou famoso no Rio de Janeiro nas décadas de 80 e 90
Foi na academia de Niterói que formou seu primeiro faixa preta, Serginho Íris e a partir disso, sua sede de títulos aumentava cada vez mais. Sempre envolvido em jogos de todos os tipos e brigas de galos, Carlson não era como Hélio e Carlos, que tinham o Jiu Jitsu como forma de Defesa Pessoal e ferramenta filosófica de aprimoramento da auto-segurança. Para Carlson, o Jiu Jitsu dava vazão ao seu espírito competidor e depois que o Jiu Jitsu esportivo foi instituído, Carlson queria a vitória dos alunos.
Alguns afirmam que o Jiu Jitsu praticado pelos alunos de Carlson era muito limitado e priorizava a força. Isso não é verdade, pois foi graças aos alunos de Carlson é que os alunos das Academias Gracie, Royler Gracie, Royce Gracie, Irmãos Machado, Marcelo Behring e Rickson Gracie puderam ter adversários à altura e a motivação para buscar evolução constante.
Uma característica que Carlson tinha como treinador era aproveitar o potencial do atleta. Se o lutador era bom em estrangulamentos, Carlson melhorava-os para que ganhasse as competições. Não fazia questão de melhorar seus pontos fracos e sim fazer com que os pontos fortes vencessem a competição.
Apesar de ter sido um atleta que não apreciava treinos duros e de ter um estilo de vida caótico, Carlson exigia dos alunos o contrário, ou seja, dedicação total nos treinos, sessões de preparo físico intenso e os famosos desafios Gracie continuaram de outra forma. Como a quantidade de campeonatos na década de 70 ainda era pequeno, seus primeiros faixa pretas como Carlos Rosado lembra que num dia qualquer sem aviso, Carlson trazia algum lutador de outra academia para testar seus próprios, fazendo com seus alunos estivessem sempre prontos.
Grande parte do estilo despojado e por vezes até mesmo desrespeitoso dos treinos de Jiu Jitsu atual são marcas deixadas por Carlson. Por outro lado, a obsessão pelo treinamento físico, a busca pela vitória a qualquer custo são marcas registradas que o mestre deixou no Jiu Jitsu. Durante a década de 70, 80 e parte da década de 90, a equipe de Carlson dominou todos os campeonatos. O exército que o treinador montara era, além de bem treinado, também superior em número, pois suas mensalidades ainda eram as mais baixas e caso o aluno trouxesse títulos, poderia até mesmo ficar isento das mensalidades. Foi o caso de Wallid Ismail, que veio de Manaus e morou na academia durante anos. Em troca, trouxe diversos títulos e talvez um dos mais importantes da década que foi a vitória de Walid sobre o então já tri-Campeão do UFC Royce Gracie.
129_2153-carlso e equipe2.JPG 
Antiga equipe de Carlson Gracie. Em pé da esq, p/ dir.: Murilo Bustamante, Fabio Gurgel (que não era do time), Wallid Ismail, Carlson Gracie. Sentados, da esq. p/ dir.: Zé Mário Sperry, Bebeo Duarte, Alan Goes , Ricardo Cavalcante

Podemos citar alguns de seus alunos mais importantes como Amauri Bitetti, Murilo Bustamante, Carlão Barreto, De La Riva, Cássio Cardoso, Allan Góes, José Mário Sperry, Bebeo Duarte e ídolos mais recentes como Vitor Belfort,  Ricardo Arona e Paulão Filho.
Como não poderia deixar de acontecer, o sucesso de sua equipe começa a incomodar e equipes como a Gracie Barra são montadas com a mesma metodologia para produzir campeões. Curiosamente, o lutador da família que mais defendeu o nome Gracie, agora era o inimigo a ser vencido pelo tio Hélio e pelos primos Rickson, Royler e pelo meio-irmão Carlos Gracie Jr.
A volta para o Vale-Tudo
 Em 1991, aconteceu um desafio público feito na TV por Wallid Ismail afirmando que nenhuma modalidade era capaz de vencer o Jiu Jitsu. As academias de Luta-Livre aceitaram o desafio e foi montado um time de Jiu Jitsu que incluíam dois alunos de Carlson: Wallid e Murilo Bustamante. Carlson orientou toda a equipe de Jiu Jitsu e os treinos foram em sua academia. Resultado: 3 vitórias para o Jiu Jitsu e 0 para a Luta-Livre.
Em 1996, com a explosão do UFC e do Vale-Tudo, Carlson decide se mudar para Los angeles. Sua primeira participação em Vale-tudo internacional foi no 1º Universal Vale-Tudo em Tóquio com a vitória de Wallid e Carlão Barreto.
Entre os destaques de sua equipe surge um novo fenômeno de 17 anos: Vitor Belfort. Em 1997 em sua estréia, Vitor vence de forma espetacular Tra Telligman e Scott Ferrozzo, ambos mais pesados.
 Carlson vai ao Japão e participa do lendário Pride com Allan Góes, Wallid Ismail e Carlão Barreto, mas no Brasil, sua equipe, sem sua liderança carismática não ia bem.
Provando do próprio remédio
Carlos Gracie teve características de personalidade marcantes que ajudaram a fundamentar a dinastia Gracie. Uma das principais era o nepotismo, ou seja, o desejo de passar seus conhecimentos e poderes aos herdeiros. Hélio Gracie, criado sob a filosofia de Carlos, excluiu algumas diretrizes, seguiu a risca outras e potencializou algumas. O privilégio com que Hélio tratava os filhos biológicos era uma marca que sempre deixou claro e foi sendo acentuada conforme o tempo passava. Um comportamento que Helio adotou também era exigir que os professores da academia Gracie se mantivessem como empregados a vida toda, na maioria das vezes recebendo salários que não permitiam que sustentassem suas famílias. 
Carlson nunca privilegiou seus filhos, e nunca concordou com a atitude do tio. Passa a ser rival declarado de Hélio nas competições devido à atitude protecionista do tio. Porém, sem perceber, comete o mesmo erro que sempre combateu. Como não conseguia transformar todo seu conhecimento em dinheiro, Carlson pagava mal seus atletas e não conseguia manter as contas em dia.
Com as bolsas do Pride e UFC em franca expansão, o time principal de lutadores percebe que a gestão financeira de Carlson não contemplava o sucesso financeiro e sim as glórias dentro do ringue. É nessa fase que rompe com Vitor Belfort, um dos mais queridos alunos. Além disso, em Abril de 2000 foi criada o que viria a ser uma das maiores equipes de MMA do mundo: a Brazilian Top Team.
Formada por Ricardo Libório, Zé Mario Sperry e Murilo Bustamante, a BTT atraiu muita atenção pelo quilate dos seus atletas. Alguns meses depois, Paulão Filho também entra para a equipe deixando Carlson furioso, expulsando publicamente os ex-alunos. Sua mágoa era tão grande que usava camisetas usando trocadilhos com os nomes dos ex-alunos. Tudo isso recheado com seu humor ácido.
Algum tempo depois se reconcilia com Vitor Belfort. O único que se mantivera ao lado do mestre seria Wallid Ismail. Em 2001 vai pra Chicago ajudar o filho Carlson Jr. a dar aulas e consegue formar uma última leva de lutadores.
Fruto talvez de sua indisciplina alimentar, adquire diabetes e problemas renais. Filho de Carlos Gracie, idealizador da Dieta Gracie, uma dos sistemas alimentares mais importantes do mundo, Carlson sempre que ficava doente recorria à dieta do pai, porém nesse momento isso não foi suficiente. É internado e alguns dias depois morre em 1º de fevereiro de 2006. Chegava ao fim a última luta do maior Técnico de Vale-Tudo e MMA do mundo.
As frases
Uma das maneiras de descrever a personalidade de Carlson é conhecer algumas de suas célebres frases. Nelas é possível perceber suas mágoas com desafetos, seu humor negro e seus exageros. Mas transparece também o eterno espírito imaturo e amor a arte do Jiu Jitsu.

“EU JÁ DISSE PARA OS EXPULSOS: MURILO BUSTAMANTE, RICARDO LIBÓRIO E JOSÉ MARIO SPERRY, O QUE ELES FIZERAM COMIGO FOI PIOR QUE ESTUPRAR A MINHA MÃE”
(Quando os ex-alunos montaram a Brazilian Top Team.)

“SE NÃO FOSSE EU, OS GRACIES ESTARIAM VENDENDO BANANA NO LARGO DO MACHADO”
(Comentando sobre a importância de sua vitória sobre Valdemar Santana, que havia ganahdo de Hélio Gracie).

“A ÚNICA ACADEMIA QUE CONSEGUE SUPERAR A ACADEMIA GRACIE É A MINHA! AÍ ELES FICAM DIZENDO QUE EU SOU DISSIDENTE, INIMIGO.”

“ESSES POLÍTICOS ESTÃO QUERENDO APARECER. PROIBIINDO O VALE-TUDO NO BRASIL.  É A MESMA COISA QUE PROIBIR O BASQUETE NOS ESTADOS UNIDOS.”

SONNEN CUTUCA WAND VIA TWITTER


Chael Sonnen rebateu as declarações de Wanderlei Silva, em que o cachorro louco afirmou que no treino que teve contra o americano na Academia de Randy Couture, quase “matou” o fanfarrão. Via Twitter, Sonnen como de praxe cutucou Wand. Confira:

“Você matou quem? Eu estava pegando leve com você. Você parecia o Tammy Faye Baker (cantor norte-americana que passou por várias plásticas no rosto). Eu peguei leve com você para que seu rosto novo não caísse”

“Mais homens trabalharam no seu rosto do que foi necessário para construir as Pirâmides. Você parece a Lisa Rinna (atriz) com uma barba de duende, seu...”

“Você é uma máquina de bater em linha. Vá lutar com o que restou do Sakuraba num beco atrás de um restaurante barato de sushi em Tóquio”

“Se não fosse por mim, você estaria andando pela selva com uma arminha de assoprar tentando caçar o seu almoço”

“Uma dica para o imprudente: não fale sobre mim. Você não tem palavras, eu sim. Você acabou de ser enterrado. Não corra atrás ou eu farei pior amanhã”

“Quer falar mais sobre matar alguém na academia, seu idiota?”

“Você tem sorte do seu irmão Joe (Silva) ser o matchmaker (do UFC), ou então você estaria vendendo churrasco de macaco nas ruas de Manaus”
Meiaguarda.com.br

MINOTOURO X ORTIZ NA LUTA PRINCIPAL DO UFN 24


O duelo entre Rogério Minotouro e Tito Ortiz, noticiado em primeira mão pela TATAME em novembro, tem nova data. Segundo diversos sites norte-americanos, o combate foi transferido para ser a luta principal do UFC Fight Night 24, evento programado para acontecer no dia 26 de março em Seattle. Em conversa com a TATAME, Minotouro já comentou a expectativa para a luta.
 “Eu acho que tenho que fazer de 300 a 500 sprawls por dia, trabalhar muito essa parte, estar com o corpo e o lombar forte para aguentar realmente os clinches. Eu sei que a luta vai ser muito clinchada, e chamar ele para dentro, para quando ele vier, eu tenho que tentar o matador, o golpe de misericórdia”, comentou Rogério, esperando evoluir mais no UFC. “Tem muito a melhorar, eu acho que tem muito a melhorar em todos os aspectos. Tanto em pé quanto no chão, na parte de defesa, na parte de ataque. Na arte marcial, você tem que estar em constante aprimoramento, você nunca pode parar”, disse.
Tatame

EM LUTA PÔLEMICA DONO DO JUNGLE FIGHT DARÁ REVANCHE.


O atleta de Natal Sérgio Júnior enfrentou o baiano Edilberto "Crocotá" na luta principal do Jungle Fight 24, que aconteceu no sábado (18), no Clube de Regatas do Flamengo, bairro da Gávea, Rio de Janeiro. Foram três rounds consecutivos de muita trocação.
Sérgio tentou a queda uma única vez e foi defendida. Crocotá estava confiante, chegou a balançar os ombros para provocar e mandar seu adversário levantar quando este se desiquilibrou. Sérgio e Crocotá se atacaram até o soar do gongo. Por decisão dos juízes foi declarado um empate.
O resultado gerou polêmica e tanto Sérgio quanto Crocotá demonstraram insatisfação. Wallid Ismail, presidente do evento, prometeu uma revanche no Jungle Fight 25, programado para 19 de fevereiro, em Vila Velha, Espírito Santo.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

PODEROSOS DRAGÕES DE EQUADOR AGORA É HIKARI/NINENINE


Elenilson lider da Academia Poderosos Dragões Hikari.
É com muito prazer que publico essa matéria falando sobre a mais nova equipe da Hikari/NineNine de Jiu-Jitsu no RN.
Estive na cidade de Equador cidade essa que conheço muito bem de meus tempos de DJ, fiz muita festa lá, e deixei muitos amigos que tenho contato até hoje.







Pequena parta da Equipe Hikari de Equador/RN
Mas minha maior alegria é puder voltar a cidade e oficializar a mais nova filial da Hikari do estado. E fazer com que o Jiu-Jitsu ganhe ainda mais força e mais rumo, e trazer para nós uma equipe de 5 anos que sempre fez bonito por onde passa independentemente de vitórias e conquistas (que por sinal são de grande reconhecimento) a sua essência seu espirito de equipe de amizade e de compromisso com o próximo é seu “carro forte” falo da equipe PODEROSOS DRAGÕES de Equador.
Fico feliz em puder a partir de hoje fazer parte da equipe, estamos chegando para somar e não para está afrente, chegamos com intuito de troca de conhecimento, troca de favores e principalmente chegamos com um objetivo mutuo, troca de experiencia em prol de um único rumo fazer que o Jiu-Jitsu ensine as mais belas das artes a arte da gentileza, ensinar a dizer Obrigado, desculpa ,por favor. Esse será nosso objetivo além de almejar varias conquistas dentro dos tatames.

PRESIDENTE DO UFC TENTA SALVAR VIDA DE CRIANÇA TAILANDESA

O presidente do UFC, Dana White, se prontificou a salvar a vida de uma garota tailandesa de quatro anos que necessita urgentemente de um transplante de fígado. Ela é filha de um dos treinadores da academia Tiger Muay Thai frequentada pelos lutadores Mike Swick e Phil Baroni.

Dana leu um tópico solicitando doações para a criança no fórum americano “The Underground”. A operação custa cinquenta mil dólares americanos, o equivalente a um milhão de baht, moeda tailandesa. Fighters Only entrou em contato diretamente com Dana White, que confirmou o rumor de que custearia a cirurgia.

O presidente disse que estava lendo o fórum quando se deparou com a notícia e quis ajudar. Pediu a um membro da organização que entrasse em contato com alguém da Tiger Muai Thai e a situação começou a ser resolvida desde então.

Essa não é a primeira vez que Dana fez algo dessa natureza. No início deste ano, o presidente havia feito um depósito para um fundo que recebia doações para uma criança que precisava desesperadamente ser levada do Reino Unido para os Estados Unidos para uma operação.

Nem Dana White ou o UFC têm buscado publicidade por essas doações. Na verdade, a revista Fighters Only tentou sem sucesso obter a confirmação por parte de alguém da organização mas somente a família da garota confirmou o ocorrido.

SHOW DE LUTAS NO ÚLTIMO JUNGLE DO ANO

Chegando a incrível marca de 24 edições, o Jungle Fight encerrou o ano ontem (18) em grande estilo no Clube de Regatas do Flamengo, no Rio de Janeiro. A luta principal do evento, entre Sérgio Junior e Edilberto Crocotá, acabou empatada, mas os dois deram um verdadeiro espetáculo. O combate se desenrolou em pé nos três rounds, com os dois alternando bons momentos. Crocotá andava mais para frente e buscava trabalhar o Boxe. Já Sérgio Junior conseguia trabalhar melhor os chutes e buscou minar a coxa de Crocotá. Os dois ficaram bastante frustrados com o resultado. “Os juizes precisam usar lente. Eu não empatei essa luta, eu venci”, disse Crocotá. Já Sérgio Junior preferiu não polemizar tanto. “Ninguém perdeu hoje, quem ganhou foi o Nordeste. Eu sou de Natal e ele da Bahia, então mostramos que o povo nordestino é guerreiro e só precisa de oportunidades”.

Outra luta que chamou muito a atenção, mas que passou longe de qualquer polêmica, foi entre Renato Moicano e Eduardo Kiko. Moicano, parceiro de treinos de Paulo Thiago, Rani Yahya e Francisco Massaranduba, fez apenas a sua terceria luta de MMA e manteve a invencibilidade ao dar um show e finalizar Eduardo Kiko com um mata-leão no segundo assalto. Seu companheiro de Constrictor Team, Massaranduba, se recuperou da derrota para Yuri Marajó na final do GP até 70kg do Jungle ao finalizar Bruno Cro Cop com um triângulo de mão aos 2min24s de luta. “Precisava desta vitória para recomeçar a minha trajetória e poder em breve ter uma oportunidade lá fora. Quero a revanche com o Marajó e espero que seja no UFC”, disse o aluno de Ataíde Junior.

Por falar em Marajó, seu irmão Ildemar “Queixinho” Alcântara, que agora também está carregando o “sobrenome” Marajó graças ao sucesso do irmão, não teve problemas para passar pelo peruano Jackson Moura. Queixinho montou no peruano e puniu até a interrupção do árbitro ainda no primeiro round. Além de Sérgio Junior, a RFT ainda teve Gilberto Giba em ação e o novo pupilo de Márcio Cromado não teve trabalho para colocar para baixo, passar a guarda e  finalizar Dimitry Burgo com uma Kimura no primeiro assalto. Vale destacar também a vitória de Wendell Negão, que tratorizou Tadeu Formiga e saiu com a vitória por nocaute técnico aos 3min54s de luta. Confira abaixo os resultados completos do evento e veja essa semana uma galeria de fotos do evento e entrevistas com os principais personagens do Jungle Fight 24.


- Edilberto Crocotá e Sergio Junior empataram;
- Renato Moicano finalizou Eduardo Kiko com um mata-leão no 2R;
- Gilberto Giba finalizou Dimitry Burgo com uma Kimura no 1R;
- Ildemar Queixinho derrotou Jackson Moura por TKO no 1R;
- Francisco Massaranduba finalizou Bruno Cro Cop com um triângulo de mão aos 2min24s do 1R;
- Nelson Martins derrotou Bruno Capelosa por desclacificação (golpe ilegal) a 1min58s do 2R;
- Wendell Negão derrotou Tadeu Formiga por TKO aos 3min54s do 1R.
RESULTADOS COMPLETOS:

Jungle Fight 24
Clube de Regatas do Flamengo, Rio de Janeiro
Sábado, 18 de dezembro de 2010
Related Posts with Thumbnails