segunda-feira, 27 de junho de 2011

VITOR FALA: VOLTA AOS RINGUES, WANDERLEI SILVA...

Treinando forte em Las Vegas, Estados Unidos, Vitor Belfort garante estar mais rápido ainda. E desta vez, não são apenas nas mãos. “A ginástica natural está me deixando muito rápido no Boxe e nas pernas”, conta Belfort. Em entrevista exclusiva à TATAME, o ex-campeão do UFC revelou que está dando uma atenção especial ao Jiu-Jitsu nos treinos. “Estou voltando às minhas raízes, fazendo a parte técnica com o Durinho e eu me lembrei de várias coisas que o Carlson (Gracie) me ensinava, coisas que muitas pessoas não fazem, mas que eu tive a oportunidade de treinar com ele. Estou muito contente”, revela. Confira abaixo a entrevista exclusiva com Vitor, que falou sobre a tristeza de estar de fora do UFC Rio, revelou a possibilidade de atuar como comentarista no evento e alfinetou Wanderlei Silva, que o desafio, mas vai enfrentar Chris Leben. “Não entendi qual foi a dele”.

Como está a preparação para a próxima luta no UFC?

Show de bola. Estou treinando duro. Trouxe o Durinho, campeão mundial, e inclusive, mês que vem ele vai lutar Vale-Tudo aqui, fazer o main event, está treinando para caramba. O garoto leva muito talento para a luta, o Boxe dele está ficando muito bom, está treinando aqui direto. Outro dia ele passou o carro na galera aqui no chão. O Alvinho está chegando também na semana que vem, chega também o César Mutante, está geral aqui treinando, pois a galera vai lutar também. Estamos aqui preparados, está tudo muito bom. Estou voltando às minhas raízes, fazendo a parte técnica com o Durinho e eu me lembrei de várias coisas que o Carlson (Gracie) me ensinava, coisas que muitas pessoas não fazem, mas que eu tive a oportunidade de treinar com ele. Estou muito contente.

A sua preparação está tendo foco na parte de chão?

Foco no geral, mas eu estou trazendo as minhas origens de volta. A ginástica natural está me deixando muito rápido. Rápido no Boxe, rápido nas pernas. Estamos treinando ginástica natural e você não tem ideia... Eu falei para ele que vou ser representante da ginástica natural no UFC (risos).

Como tem sido esses treinos com todo mundo na equipe do Randy Couture?

Está sendo jóia. Muito bom o treino lá. A nossa equipe está bem, o Durinho está aqui, o Robert Drysdale, então estamos treinamos bastante, fazendo o Muay Thai. Estamos bem, estou me sentindo bem, muito confiante, animado e não posso reclamar de nada.

Como você vê a importância dessa luta para a sua carreira depois da derrota para o Anderson?

Acontece, faz parte. Eu quero lutar com o vencedor da luta do Anderson com o Okami. É isso que eu quero: ganhar essa luta e buscar aquilo que é o meu objetivo. Eu tenho um objetivo e vou atrás dele. Ninguém pode me parar.

Quem você acha que ganha essa luta entre o Anderson e o Okami?

O Anderson leva muita vantagem em cima do Okami. Luta é luta, mas eu acho que o Anderson é muito superior. Eu acho que o Okami não vai oferecer muito perigo em cima e o Anderson tem o chão bom, tem treinado com uma galera de Jiu-Jitsu bom, tem defesa de Wrestling muito boa... O Anderson é muito versátil. Eu acho que um cara, para ganhar do Anderson, tem que ameace em cima. O Anderson não para comigo em cima. Mas, se o cara não for perigoso em cima, o Anderson fica à vontade.

Você falou que o seu desejo é enfrentar o vencedor dessa luta, em caso de vitória, mas tem muito fã querendo ver uma luta sua com o Wanderlei, caso ele vença o Chris Leben. Isso passa pela sua cabeça?

Passa. Mas dessa vez ele não quis me enfrentar, eu não entendi qual foi a dele. Ele abriu a boca e falou para caramba de mim, falou de forma desrespeitosa, eu achei até estranho. Uma pessoa que eu achava que tinha mudado, se convertido, achei que tinha mudado a postura dele, e falou de maneira tão desrespeitosa... O meu objetivo é o cinturão. Espero que em breve a gente chegue. Ele tem uma luta semana que vem e eu tenho a minha luta. O meu objetivo é o cinturão, mas eu luto com quem eu tiver que lutar para chegar ao cinturão. É esse o objetivo. Eu sou um homem que sei onde quero chegar e não tenho nada para resolver a não ser aquilo que eu quero, e eu sei o que eu quero e estou em busca disso.

Ouvi rumores de que você vai trabalhar no UFC Rio como comentarista, já  que não vai participar do evento como lutador. Isso já está confirmado?

Olha, é um desejo do pessoal do UFC, o pessoal da televisão ficou de ligar, mas até agora é um desejo. Não tem nada certo. Eles ficaram de me ligar, mas não me ligaram, mas eu estou mais focado no que é prioridade, e prioridade agora chama-se Akiyama.

Você nunca escondeu o desejo de estar no UFC Rio dentro do octógono. Como é ver isso tudo e não estar participando dessa festa?

Ah, eu estou muito feliz por isso tudo que está acontecendo. O Lorenzo já me falou que a próxima vai ser em um estádio de futebol, e eu sei que não vai ser o último. Eu sou uma pessoa muito satisfeita e feliz, e estou feliz por todos os atletas que vão ter a oportunidade de lutar, como o Erick Silva, fazendo sua estreia no UFC Rio e diversos outros, como o Paulo Thiago, pelo Minotauro, pelo próprio Anderson, que está em sue momento de glória e vai poder lutar no país dele, defendendo o cinturão... Eu estou muito feliz. Todo mundo vai sair ganhando com isso e, na realidade, não é tristeza, é alegria. Vou falar que poderia estar mais feliz lutando, mas não vai faltar oportunidade. E eu sou muito feliz pelos atletas, pelo povo brasileiro de poder ter contato com esse evento. Fico triste porque os fãs estavam esperando essa luta entre eu e o Wanderlei, mas aí o Wanderlei quis lutar com o Chris Leben. Estou contente e alegre para o meu próximo evento, bola para frente. Aqui em casa o lema é: o carro só anda pra frente, o carro não tem ré.
Tatame

FILHA DO CRIADOR DE STAR WARS VOLTA A LUTAR MMA

Filha mais velha de George Lucas, o criador de Indiana Jones e da série Stars Wars (Guerra nas Estrelas), Amanda Lucas não lutava MMA desde 2009, quando venceu o FCF 37, nos EUA. Nesse meio tempo ela continuou treinando bastante e até tentou fazer mais um combate no dia 9 de abril, quando rolou o Free Style Cage Fighting 46, em Shawnee, Oklahoma. Contudo, Amanda, que pesa 74kg, havia assinado para participar de uma luta até 75kg, mas sua adversária na ocasião, Heather Martin, pesou 79kg, inviabilizando o combate.

Mas o treinamento não foi todo por água baixo. Segundo publicou o jornal Tokyo Sports, Amanda assinou para lutar no Deep Impact 55, que será realizado dia 25 de agosto no Japão. Sua adversária ainda não foi anunciada, mas outras mulheres que irão participar do evento japonês serão anunciadas em coletiva de imprensa a ser realizada essa semana.


Outra mulher que irá fazer seu retorno aos ringues é Rin Nakai, veterana do Pancrase, Samckgirl e Walkyrie. Ela estará lutando dia 17 de julho, nesta que será a primeira luta de MMA realizada pela Martial Arts Japan Kickboxing Federation. Os japoneses brincam que as coxas de Rin Nakai são comparáveis as de Chun Li, personagem do sucesso Street Fighter. Eis ai uma boa idéia para George Lucas, o roteiro de um embate entre sua filha e a Chun Li da vida real. Brincadeiras á parte, estas novas noticias mostram duas coisas: A enorme popularidade do MMA entre a sociedade norte-americana (vide a filha de Lucas) e o reaquecimento do mercado feminino de lutas na Terra do Sol Nascente.

Tatame

FAIXA PRETA DE LUTA LIVRE É ASSASSINADO .

Faixa-preta de Luta Livre, Fábio Rezende, mais conhecido como “Enchente”, foi morto na manhã da última sexta-feira (24) em Seropédica, no Rio de Janeiro. Fábio, que começou a treinar Luta Livre com Eugênio Tadeu antes de treinar sob a tutela de Alexandre Pequeno no Clube da Luta, trabalhava como cabo no Batalhão Florestal da Polícia Militar em Seropédica, e foi morto quando chegava ao trabalho. Segundo o jornal O Dia, a polícia não divulgou mais informações sobre o caso.
Tatame

sábado, 25 de junho de 2011

ROYLER PEDE 50 MIL DOLARES PARA SÓ PARA LUTAR NO ADCC

Eddie Bravo chocou o mundo da luta ao finalizar Royler Gracie no ADCC 2003, e a revanche entre eles finalmente está perto de acontecer, oito anos depois. Nem tudo, porém, está confirmado para a edição deste ano, que acontece em setembro.

Em entrevista exclusiva à TATAME, Eddie revelou que ficou “surpreso” ao receber o convite para a super luta, contando que não imaginaria que o Gracie aceitaria o desafio, mas que os desacordos financeiros entre Royler e o ADCC podem cancelar a peleja.

“Tudo depende do Royler. Eu já concordei com a luta, mas cinco dias depois de aceitar, o Royler decidiu pedir 50 mil dólares só para lutar”, disse Bravo. “Então, ele basicamente mudou sua opinião sobre a luta, parece que ele não quer mais lutar. Ele até admitiu, em uma entrevista, que estava pressionado a aceitar a luta, que ele não queria, mas que aceitou por causa da pressão”.

Em 2003, Eddie finalizou Royler com um triângulo, posição que considera uma de suas “melhores armas”, mas garantiu que o fato der treinar sem quimono desde então não lhe trará tanta vantagem na peleja.

“Royler é uma lenda, nenhum estilo traz grande vantagem contra alguém como ele, que aprendeu com o grande mestre Helio (Gracie) durante toda sua vida. Talvez uma pequena vantagem, mas nada muito grande”, afirmou.

Eddie responde desafio de Leozinho

Em conversa com a TATAME, Leozinho Vieira comentou a revanche entre Eddie Bravo e Royler Gracie, questionando os motivos para o norte-americano ter desafiado um cara que ele já venceu em vez de pedir por uma revanche contra ele, que o venceu no mesmo evento. Eddie, porém, garante que seu único desejo é enfrentar Royler.

“Primeiro Quincy Rice me desafio pela internet, depois os faixas-pretas Alberto Crane, Parrumpinha, Caio Terra e, agora, o Leo Vieira. Isso é uma grande honra, mas nenhuma dessas lutas vai acontecer. Apenas o lendário Royler Gracie é capaz de me tirar da aposentadoria”, decretou Bravo.

Sem apostas para as outras super lutas

Além desta peleja, o ADCC decidiu casar o duelo Renzo Gracie x Zé Mário Sperry, que completam o trio de super lutas com o desafio entre Ronaldo Jacaré e o campeão absoluto de 2009, Bráulio Estima, mas Eddie Bravo fica em cima do muro na hora de fazer apostas para os combates.

“Acho que essa luta será dura, difícil apontar um vencedor. Sperry tem uma grande vantagem no tamanho, mas o Renzo é muito bom, então provavelmente será uma luta muito parelha”, disse, comentando sobre Jacaré x Bráulio. “Essa é outra luta difícil de apostar. Ambos já venceram o deus do Jiu-Jitsu, Marcelo Garcia, então você sabe que esses são dois dos melhores do mundo”.
Tatame

NÃO VOU DEIXA-LO OVEREEM DESCANÇAR

Antônio Pezão saiu de coadjuvante a favorito no GP do Strikeforce após massacrar Fedor Emelianenko nas quartas-de-final, e decide com Alistair Overeem quem vai à final do torneio de pesos pesados. Em entrevista exclusiva à TATAME, que você lê na íntegra clicando aqui, Pezão analisou a peleja com Overeem, mas revelou que seu desejo é fazer a final do GP contra Josh Barnett, que encara Sergei Kharitonov na outra semifinal. “Eu gostaria muito de, passando pelo Overeem, fazer uma final com ele porque é uma coisa pessoal que a gente tem que resolver”, disse Pezão. “Jamais botarei emoção dentro do ringue, porque é aí que sua estratégia toda vai embora. Mas, eu vou fazer uma estratégia boa e vamos resolver uma parada pessoal, eu e ele. Mas eu não quero pensar agora no Josh”. Confira abaixo a entrevista exclusiva com Pezão, que comentou a atuação de Fabrício Werdum contra Alistair Overeem e pediu aos fãs rezarem pelo filho de Vitor Miranda, que está internado nos Estados Unidos.

Como você avalia a vitória do Overeem sobre o Werdum, se tornando o seu próximo adversário?

Eu esperava mais dessa luta. Pelo fato da gente conhecer o Overeem, sabe que é um cara agressivo, mas ele respeitou muito o Werdum, até porque tem que respeitar por tudo que ele já fez. Ele não quis fazer luta no solo com o Werdum, e acho que todo mundo estava esperando finalização ou nocaute, mas infelizmente não aconteceu nenhum dos dois. Eu fiquei triste pelo Werdum, porque eu queria muito que ele tivesse ganhado essa luta. É um brasileiro, um cara amigo e gente boa... Mas, infelizmente, aconteceu isso. Um ganha e outro perde, mas a vida continua.

Você se surpreendeu com a postura do Werdum, de ficar a luta inteira tentando puxar para a guarda?

Cara, no primeiro round, eu vou te falar que ele fez certo. Eu tinha até comentado com ele antes que o Overeem no segundo e no terceiro rounds não é tão perigoso quanto nos primeiros minutos do primeiro round. Os quatro primeiros minutos, você não pode partir para cima porque ele é muito perigoso, está com toda a potência do corpo, está muito forte, tem muito músculo... Mas, no segundo e no terceiro round, ele iria diminuir o ritmo. Foi o que todo mundo viu. Em alguns momentos o Werdum partiu para cima e até poderia ter conseguido o nocaute em certos momentos, mas o Werdum cansou também. Ele não ficou por cima, não trabalhou o chão em nenhum momento, não fez o trabalho de grade com ele por muito tempo, enfim... Eu acho que, se o Werdum tivesse dado mais uma maior blitz nele, teria conseguido a vitória.

Você acha que essa luta mostrou esse ponto fraco do Overeem, que terminou a luta exausto?

Todos nós lutadores temos pontos fortes e fracos, não só ele. Todos nós. Nós somos seres humanos. E vou te falar: ele mostrou o caminho. Eu vou me preparar para lutar muito bem. Agora eu tenho que treinar igual o que eu treinei para a luta do Fedor, ou mais. Porque se eu treinar um pouco a menos, não vou me sentir confiante. A diferença da luta é que eu não vou deixá-lo descansar em nenhum momento. Vai ser luta na grade, luta em pé, movimentação, luta de chão... Vou tentar me impor na luta. É lógico que sempre respeitando ele, pois é um cara altamente perigoso. Não dá para bobear com ele porque, se bobear, ele bota para baixo. Ele é nocauteador. Mas não vou me preocupar com ele. Eu vou com preocupar comigo, com o meu treino, com a minha estratégia de luta e, se Deus quiser, vai dar tudo certo.

Todo mundo apontava o Overeem como o peso pesado com a melhor trocação, até por ele ter vencido o K-1. Você acha que essa luta mostrou que a trocação dele não é tão boa assim, até porque ele não conseguiu impor o jogo dele em pé contra o Werdum?

Como falei, se o Werdum tivesse dado uma prensa um pouco maior em alguns minutos, ele acertou uma boa joelhada e alguns socos que ele deu um passo para traz e uma tonteada... Se tivesse continuado em cima, poderia ter nocauteado. Se ele tivesse entrado nas pernas, ele teria colocado para baixo e imposto o seu chão, porque o Werdum é uma lenda no chão. Mas, infelizmente, ele tinha machucado o joelho, foi mancando muito até chegar ao hotel. Já é complicado lutar com o Overeem em pé, ainda mais você lutando com uma lesão no joelho... É mais complicado ainda. A gente não pode tirar o mérito do Overeem jamais, mas você estar machucado é horrível.

Vou fazer o meu trabalho, montar um ótimo camp para essa luta e vou em busca dessa vitória. Eu tinha falado antes sobre a luta do Fedor, e muita gente falava do nome dele... E eu falava: ‘gente, queria falar para vocês que eu não estava em casa comendo pizza, tomando Coca-Cola e assistindo filme. Eu estava treinando muito e ele não é um superman, ele é um ser humano como outro qualquer’. Eu adoro entrar como zebra, eu adoro entrar vaiado, isso me dá mais motivação, isso me dá mais vontade de mostrar que eu estou aí no mundo do MMA não apenas para ser mais um e para colocar dinheiro no bolso. Eu estou aí para lutar e conquistar o meu espaço, e estar sempre entre os melhores.

O que você achou da outra quarta-de-final entre o Josh Barnett e o Brett Rogers? O que você espera desta outra semifinal entre o Barnett e o Kharitonov?

Cara, a luta do Josh e do Brett Rogers praticamente eu previ o que iria acontecer. Eu inclusive tinha conversado com o Brett, falado com ele e com o treinador, e falei: ‘fica atento quanto às pernas, ele não vai querer trocar contigo, ele não vai querer ficar em cima, vai querer te colocar para baixo porque ele tem um Wrestling bom’. E é o que eu faria também se eu fosse lutar com ele: colocar para baixo e finalizar a luta. Méritos do Josh, conseguiu fazer, colocando bem para baixo. Ele é um lutador completo, como eu já tinha falado antes. Ele é bom em pé, tem um Wrestling bom, tem um chão bom também. É um lutador completo.

Hoje, nesse torneio, eu acho que ele é o lutador mais completo que tem. Essa luta contra o Kharitonov vai ser uma luta mais dura, ele não vai colocar para baixo com tanta facilidade. O Kharitonov, além ter uma mão pesada assim como o Brett, ele tem uma postura melhor em pé, é melhor no Boxe. Mas eu vou torcer por ele, porque eu gostaria muito de, passando pelo Overeem, fazer uma final com ele porque é uma coisa pessoal que a gente tem que resolver.

Eu jamais botarei emoção dentro do ringue, porque é aí que você cansa e sua estratégia toda vai embora, bota tudo a perder. Mas, eu vou fazer uma estratégia boa e vamos resolver uma parada pessoal, eu e ele. Mas eu não quero pensar agora no Josh. Meu foco agora é o Overeem. Eu já venho há um mês treinando, pensando nessa luta contra o Overeem ou contra o Werdum, eu vinha três dias treinando para o Werdum e dois dias pensando no Overeem. No meio de maio eu comecei a lutar, então são cinco meses de treinamento. Agora o foco é o Overeem, passar por essa luta.

Eu tinha falado antes que, se eu vencesse o Fedor, eu venceria esse torneio, porque eu já considerei essa luta contra o Fedor uma final do torneio para mim. Foi a luta mais difícil do torneio, era a pessoa mais perigoso, era o cara que todo mundo queria ver como campeão, e colocaram ele logo de cara comigo. Isso me deu mais motivação para treinar, para conquistar esse torneio. Agora, para me vencer, vai ter que me nocautear ou me finalizar, e isso não vai ser tão fácil porque eu estou com muita vontade de conquistar esse torneio.

O pessoal do Strikeforce já disse quando vai ser a próxima luta?

Olha, eles falaram só o mês, que será outubro. Mas não chegaram a mencionar local e a data definitiva. Eu acho que logo eles vão definir. Mas, pelo menos, a gente já sabe que é no mês de outubro e eu vou estar com um bom tempo para treinar.

Quer deixar algum recado?

Queria pedir a todos os fãs que fizessem uma corrente de oração, independente do credo, cor, religião, se acredita em Deus ou não, pelo filho do nosso amigo, o lutador Vitor Miranda, que está passando por esta situação ruim (está internado após se afogar em uma piscina, nos Estados Unidos). Vamos rezar para que ele se recupere e possa voltar a dar alegria à família dele, que é o Vitor e a Paula Miranda, um casal muito bonito.
Tatame

sexta-feira, 24 de junho de 2011

MAIS UM NATALENSE NO UFC

Após vencer 11 das 12 lutas que disputou, incluindo uma vitória sobre Paulão Filho, o casca-grossa Ronny Markes é mais um brasileiro no UFC. Escalado para lutar com Karlos Vemola no UFC on Versus 5, no dia 14 de agosto, Ronny conversou com a TATAME sobre a luta, analisando o oponente. “Ele é um bom wrestler, um cara forte. Tenho que anular o jogo de quedas dele, e vou dar uma ênfase nesse quesito, para impor meu jogo em pé, que é o jogo que agrada o público americano”, disse o atleta da equipe Kimura, no bate-papo abaixo.

Como recebeu a notícia de que tinha fechado com o UFC?

Eu tinha acabado de chegar em Natal, estava em casa, deitado no sofá, quando o Jair (Lourenço, líder da Kimura Nova União) me ligou, dizendo: ‘guerreiro, tenho duas notícias, uma boa e uma ruim. Qual você quer primeiro?’. Eu disse que queria a ruim, porque a boa ameniza depois (risos). E ele disse: ‘a ruim é que você tem que ir pro Rio hoje, e a boa é que você vai lutar no UFC no dia 14 de agosto’.

Você foi chamado meio em cima da hora. Como vai se preparar para a luta?

É verdade, já está em cima da hora, mas vou trabalhar duro para chegar lá bem física e psicologicamente. Quero fazer uma boa luta para me manter dentro do evento. Deus me deu essa oportunidade, e vou agarrá-la.

O que conhece do seu adversário?

Sei que ele é um bom wrestler, um cara forte, que lutava nos pesos pesados. Tenho que anular o jogo de quedas dele, e vou dar uma ênfase nesse quesito, para impor meu jogo em pé, que é o jogo que agrada o público americano.

A sua equipe já levou grandes atletas ao UFC. Você se acha pronto para lutar no UFC?

Sim, claro. Minha equipe é uma das melhores do mundo, então vamos trabalhar duro para mostrar que não é por acaso que vamos estar ali.

Você tinha descido de categoria, mas vai voltar a lutar até 93. Qual a sua ideia para o futuro?

É verdade... Eu tinha feito uma luta até 88kg para descer bem para 84kg, mas é a oportunidade da minha vida, então agarrei a oportunidade. Se Deus quiser, vou fazer uma boa luta. Quem sabe no futuro eu já luto de 84kg, mas isso eu deixo na mão dos meus professores, Jair e Dedé (Pederneiras).

Fique à vontade para deixar o seu recado...

Eu queria agradecer a todos que acompanham meu trabalho, minha equipe Kimura Nova União, em Natal, meu preparador físico Thiago Macedo, meus mestres Jair e Dedé, meus professores de Jiu-Jitsu Caio Alencar, Bruno Alminha, Caneta, e minha família, que é a base de tudo, minha esposa e filhos. Quero agradecer também a vocês da TATAME, que sempre apóiam o nosso trabalho.
Tatame

MARCELO DOURADO VOLTA AO MMA

Com experiência no MMA nos ringues e até como juiz, na última edição do Bitetti Combat, o campeão do Big Brother Brasil Marcelo Dourado agora vai atacar de promotor.

Ao lado do faixa-preta Marcelo Nigue, Dourado comanda um evento de MMA amador e lutas profissionais em Santos, cidade no litoral de São Paulo. A data e nome do evento ainda serão divulgados.

“Com a vinda do UFC para o Brasil, queremos mostrar de uma vez que o MMA é um esporte sadio, uma chance de futuro para muitos. Lógico, nas lutas amadoras os futuros campeões usarão todas as proteções”, diz Dourado.

“O evento provavelmente acontece em setembro. Queremos fazer duas lutas profissionais de peso. Numa delas, talvez a estreia do campeão mundial de muay thai Cosmo Alexandre. Agradeço todo o apoio da delegada de esportes Mônica Geny e o vereador Hugo Duppre neste projeto”, completa Nigue
Tatame.

TIBAU COM FOME DE LUTA

Atleta que mais lutou no UFC nos últimos cinco anos, com nove vitórias em 14 lutas, Gleison Tibau está com fome de luta. “Já estou treinando, quero lutar mais duas vezes esse ano. Até agora o UFC não me falou nada, mas pediu para eu ficar pronto pra qualquer vaga”, disse o peso leve à TATAME. Em 2011, Tibau venceu as duas lutas que disputou esse ano, contra Kurt Pellegrino e Rafaello Trator, e não pensa em férias... Mas só por enquanto. “No fim do ano quero férias na praia de Tibau, no Rio Grande do Norte”.
Tatame

RENAN BARÃO É HOMENAGEADO EM NATAL

Todo ano, no estado do Rio Grande do Norte, há uma premiação, o Prêmio 10, para os melhores atletas do ano anterior em suas respectivas categorias, uma espécie de Oscar esportivo, só que voltado para atletas de competição de alto rendimento. Neste ano, o evento aconteceu no Teatro Alberto Maranhão, e contou com cerca de 600 convidados, e dois atletas da Kimura Nova União foram homenageados: Renan Barão, no MMA, e Caio Alencar, no Jiu-Jitsu.

Apesar de receber a premiação neste ano, a condecoração vem a partir dos resultados conquistados no ano anterior, quando Barão venceu três lutas, sendo duas delas no extinto WEC, enquanto Caio venceu a seletiva do Abu Dhabi Pro finalizando todas as suas lutas em Natal, e ainda ganhou medalha no evento.

“Fiquei muito feliz com a premiação. O evento em si foi muito legal, a minha família se amarrou na solenidade. Essa premiação na realidade é pelas conquistas do ano anterior, não contabilizando a luta desse ano, que no caso só contará para o ano que vem. Então espero ter bons resultados esse ano para, se Deus quiser, ser indicado mais uma vez ano que vem, já que esse evento premia atletas de todas as modalidades esportivas e muitos potenciais patrocinadores e políticos participarão desse evento”, explica Renan, comentando sobre o cenário atual do MMA.

“O MMA é um dos esportes mais recentes a engajar no Prêmio 10, e antes de mim o indicado foi o meu companheiro Jussier Formiga, que em 2009 foi teve grandes conquistas e uma delas foi ser eleito o número um do ranking em sua categoria. Aí foi de boa, ficou tudo em casa (risos)”, conta Renan, feliz com a premiação, enquanto Caio demonstra insatisfação com a situação atual da arte suave.

“O prêmio é muito bom para o atleta pelo reconhecimento do mesmo na mídia e na sociedade, facilitando a parceria para um eventual patrocínio. Também é muito importante para divulgar o nosso esporte, que no nosso estado está crescendo a cada dia, mas que infelizmente ainda é um pouco discriminado”, disse Caio.
Tatame

domingo, 19 de junho de 2011

CAMBISTAS LUCRAM COM UFC-RIO

Os milhares de ingressos para o UFC Rio se esgotaram em apenas 74 minutos na noite de sexta-feira. Mas os cambistas foram rápidos o suficiente para conseguir comprar as entradas para o evento, que será realizado no dia 27 de agosto, na Arena do HSBC. O esgotamento dos 14 mil bilhetes disponibilizados pela internet, através do site Ingresso.com, causou revolta aos internautas, que não conseguiram comprá-los por conta do congestionamento do site.
Se milhares de fãs de MMA ficaram desapontados por não adquirir os ingressos para um dos eventos mais aguardados do ano, o mesmo não pode ser dito em relação aos cambistas, que vão lucrar com o sucesso do UFC. A equipe da TATAME entrou em contato com dois cambistas. O primeiro vende o setor mais caro, o octógono premier (R$ 1.600), pela bagatela de R$ 3 mil, um ágio de 87,5%. Já a entrada para o local mais barato (R$ 275), arquibancada norte e sul, está custando R$ 1 mil, 263,6% a mais que o valor oficial. A cadeira especial norte e sul (R$ 1 mil) teve o preço dobrado. De acordo com ele, os tíquetes foram obtidos por meio de um “esquema” e comprados com um “pequeno ágio”. O segundo cambista tem ingressos apenas para o espaço mais caro e com preço idêntico ao do “colega”: R$ 3 mil.


A pré-venda para o UFC Rio, exclusiva para clientes do banco HSBC, começou na quinta-feira, e a cota reduzida se esgotou em 40 minutos. Na sexta, os 14 mil bilhetes duraram 1h14min. Segundo comunicado enviado pela Ingresso.com, 2.629 ingressos foram retirados de circulação, pois seis telões serão instalados na Arena no dia 27 de agosto.
Golpe em site de leilão
Por conta do desespero dos brasileiros que não conseguiram ingresso, já há quem tente levar vantagem sobre essas pessoas. Prova disso é que em um dos maiores sites de leilão da internet, o Mercado Livre, um vendedor anunciou, neste sábado, que possui 290 bilhetes para o UFC Rio, que será realizado no dia 27 de agosto, na HSBC Arena. Apesar do golpe, muitos internautas, inclusive de fora do Rio de Janeiro, se interessaram pelas entradas, cujos preços variavam de R$ 600 a R$ 2.800. Depois de xingamentos e ameaças, o anúncio foi bloqueado pelo site.

COMPRA DE INGRSSOS PARA UFC RIO CAUSA FRUSTRAÇÃO

Frustração. Não há palavra que defina melhor o que os fãs de MMA, que não conseguiram comprar ingressos para o UFC Rio, na noite de sexta-feira, estão sentindo. Depois de uma espera de 13 anos, o evento retorna ao Brasil, mas, grande parte dos que sonhavam em acompanhar o show in loco, terão que se contentar em assistir pela televisão porque não conseguiram comprar as entradas através do site Ingresso.com.

Morador da Cidade Maravilhosa, o publicitário Renato Miranda, de 25 anos, engrossa o número de brasileiros que passaram a madrugada na busca – sem sucesso - por um ingresso. “Meu irmão ficou em um computador e eu no outro. Toda vez que a gente fazia o cadastro, a ligação entre o site e o cartão não completava e tínhamos que fazer tudo de novo, desde o começo. Acho que foi loteria, quem tinha melhor conexão de internet conseguia. O site não estava preparado para tanta gente”, conta, indignado.

“Outros dois amigos meus tentaram e também não conseguiram. Acho que tinha que ter venda em bilheteria e não apenas na internet. No Canadá, venderam 55 mil ingressos em meia hora, já aqui demoraram mais que isso para vender só 14 mil”. No site da TATAME e no perfil da revista no Twitter, assim como no Facebook, a reclamação foi geral. Tanto pessoas do Rio de Janeiro quanto moradores de outros estados se mostravam irritados com os problemas enfrentados ao tentar comprar pela internet.

“Fiz 20 processos de compra e quando ia finalizar informava tempo esgotado. Um absurdo! Fiz de máquinas diferentes, cadastros diferentes, fui até no vizinho para ver se era a minha internet e nada. Coitado de nós, consumidores”, postou Rodrigo Marinate no site da TATAME.
Tatame

WERDUM FICOU PELO CAMINHO NA BUSCA PELO CINTURÃO

A noite não foi boa para os brasileiros no Strikeforce, que rolou hoje no Texas, Estados Unidos. Nas últimas quartas-de-final do GP dos pesos pesados, Fabricio Werdum encarou Alistair Overeem em busca uma vaga na semifinal, mas as coisas não sairam como o esperado e o brasileiro acabou superado na decisão unânime dos juizes. Nas preliminares, Gesias Cavalcante acabou atingindo acidentalmento Justin Wilcox e a luta acabou em No Contest. Fazendo a sua estreia no evento, Magno Almeida acabou superado por Conor Heun na decisão unânime dos juizes. Confira como foram as lutas abaixo, que teve ainda a definição do próximo desafiante ao cinturão dos leves com a vitória de Jorge Masvidal sobre KJ Noons, e a vitória de Josh Barnett sobre Brett Rogers, o que garantiu ao americano uma vaga na semifinal do GP contra o russo Sergei Kharitonov.

Overeem vence Werdum e enfrenta Antônio Pezão

Após bater Fedor Emilinanenko, Fabrício Werdum foi escalado para participar do GP dos pesados do Strikeforce. Ao contrário do que todos pensavam - e queriam - o evento não casou uma revanche com o russo. Por outro lado, Werdum foi encarar logo na primeira luta do GP um velho conhecido, Alistair Overeem, a quem já havia finalizado no GP dos pesados do Pride. Apesar da maioria dos americanos apostarem na vitória de Overeem, atual campeão do GP do K-1, Werdum trazia na bagagem a vitória sobre Fedor e a vantagem de já ter vencido o holandês. Mas nada disso adiantou. O brasileiro adotou a tática de simular uma trocação e levar o holandês para o seu território. Sem conseguir as quedas, Werdum tentou por diversas vezes puxá-lo para a guarda. Por sua vez, Overeem não foi agressivo em pé como todos esperavam e evitou como pode ir para o chão. A luta recebeu muitas vaias e, na decisão dos juizes, Overeem avançou a semifinal, onde encara o brasileiro Antônio Pezão.

Barnett finaliza fácil Rogers e avança no GP

Se alguém tinha dúvida que Josh Barnett pegou o lado mais fácil da chave do GP dos pesados do Strikeforce, essa dúvida acabou esta noite. Barnett encarou Brett Rogers e venceu com facilidade. Depois de dominar o primeiro assalto ao quedar e passar mais de três minutos montado, Barnett foi ainda melhor no segundo assalto, quedando e já caindo montado, posição onde encaixou um kata-gatame e finalizou Rogers a 1min17s. Barnett encara na semifinal do GP o russo Sergei Kharitonov, que na primeira fase bateu Andrei Arlovski.

Masvidal bate KJ Noons e deve disputar o cinturão dos leves

Jorge Masvidal dominou do início ao fim o duríssimo KJ Noons. Na expectativa de disputar o cinturão dos leves do evento, hoje nas mãos de Gilbert Melendez, Masvidal acertou os melhores golpes em pé e levou Noons ao chão quando teve oportunidade. A supremacia foi tão grande que teve juiz dando 10-8 no primeiro assalto para Masvidal, que abriu um corte no rosto de Noons. No final, vitória na decisão unânime dos juizes para Masvidal, que deve enfrentar Melendez pelo título dos leves.

No Contest para Gesias x Wilcox

A fase segue ruim para Gesias Cavalcante. Depois de perder em sua estreia no Strikeforce, a expectativa era de uma volta por cima do brasileiro, mas um dedo atrapalhou os planos do faixa-preta. No segundo assalto, Gesias acertou acidentalmente o dedo no olho de Wilcox, que não conseguiu enxergar mais nada e a luta teve que ser interrompida, sendo declarado o No Contest. Outro brasileiro o card, Magno Almeida não foi bem em sua estreia. Depois de três rounds, o brasileiro acabou derrotado na decisão unânime dos juizes por Conor Heun. Confira abaixo os resultados completos.

RESULTADOS COMPLETOS:

Strikeforce: Overeem vs. Werdum
Texas, Estados Unidos
Sábado, 18 de junho de 2011

Card principal:
- Alistair Overeem derrotou Fabricio Werdum na decisão unânime dos juizes;
- Josh Barnett finalizou Brett Rogers com um kata-gatame a 1min17s do 2R;
- Jorge Masvidal derrotou KJ Noons na decisão unânime dos juizes;
- Daniel Cormier derrotou Jeff Monson na decisão unânime dos juizes;
- Chad Griggs derrotou Valentijn Overeem por TKO (socos) aos 2min8s do 1R;

Card preliminar:
- Gesias Cavalcante e Justin Wilcox No Contest (dedo no olho acidental);
- Conor Heun derrotou Magno Almeida na decisão unânime dos juizes;
- Nah-Shon Burrell derrotou Joe Ray na decisão unânime dos juizes;
- Todd Moore enfrentará Mike Bronzoulis;
- Isaac Vallie-Flagg derrotou Brian Melancon na decisão dividida dos juizes.

Tatame

quinta-feira, 16 de junho de 2011

"STEVEN SEAGAL É APENAS MARKETING".

Grande personagem da edição de junho da Revista TATAME, Steven Seagal rende discussão até hoje. Para muitos, a presença do astro hollywoodiano e mestre em Aikidô no córner de Anderson Silva e Lyoto Machida é apenas uma ferramenta de marketing. Para outros, ele realmente foi fundamental nas vitórias dos brasileiros no UFC.

Afinal, qual a parcela de ajuda de Seagal nos maiores nocautes dos últimos tempos no UFC?

Pai de Lyoto Machida, o mestre Yoshizo ensina Caratê ao ex-campeão do UFC desde os três anos de idade, e confessou à Revista TATAME que a presença de Seagal não tem importância técnica no jogo de Lyoto.

“Ele já treinava isso antes de conhecer o Seagal. Aquilo (que o Seagal ensina) é Aikido, que não usa chute”, conta o mestre, que deu gargalhadas ao saber que o ator estava legando a fama pelo chute. “Ih, ensinou nada não (risos). Não, não. não... Aquilo é bom pra propaganda, foi positivo para os dois, né? Melhor, então (risos)”.

Na edição de junho da Revista TATAME, que está nas bancas de todo o Brasil, você confere uma matéria pra lá de especial sobre a vitória de Lyoto sobre Randy Couture, com análise de caratecas e especialistas, e um dossiê sobre os riscos da lesão de Mark Hominick na luta contra José Aldo, na mesma noite.
Tatame

ASSISTIR O UFC SERÁ DE R$ 275,00 A R$ 1.600,00


Assistir ao UFC Rio, no dia 27 de agosto, na Arena da Barra, sairá de R$ 275 a R$ 1.600. Os preços foram divulgados, nesta quinta-feira, em coletiva de imprensa com o presidente do UFC, Dana White, no Rio.
O UFC 134, que terá o brasileiro Anderson Silva na luta principal, terá ingressos nos seguintes preços: R$ 275, R$ 450, R$ 1.000 e R$ 1.600. Os tíquetes estão à venda a partir das 20h desta quinta-feira exclusivamente para clientes do banco HSBC. Ao restante dos interessados, os bilhetes serão comercializados a partir das 23h30 desta sexta-feira pelo site ingresso.com.
No total, serão postas à venda 16.572 entradas para o evento.
GLOBO

SERÁ O MAIOR EVENTO QUE O BRASIL JÁ VIU - AFIRMA DANA.

O presidente do UFC, Dana White, prometeu levar o evento a mais capitais brasileiras depois da realização do UFC 134, no Rio de Janeiro, em 27 de agosto, na Arena da Barra. White garantiu que o evento será mais organizado do que em os torneios de luta do passado e que será "o melhor evento esportivo que o Brasil já viu".
Anderson Silva e Yushin Okam ufc vale tudo (Foto: Jorge William/Globo)Anderson Silva e Yushin Okam: brasileiro defende cinturão em 27 de agosto (Foto: Jorge William/ Agência O Globo)
O dirigente mostrou muito respeito pela tradição de MMA do país e deixou claro que o UFC Rio é o início de uma nova relação com o Brasil.
- Estava na hora de vir para cá. Alguns dos melhores lutadores do mundo vem do Brasil, e aqui foi onde o MMA começou. Demorou demais, devíamos estar aqui muito mais cedo, significa muito. Esses caras lutaram em todos os lugares do mundo, e sei o quanto significa para eles estar de volta ao seu país. Vamos trazer mais eventos para cá pro Rio e para o Brasil todo, pretendemos estar no país inteiro - prometeu o presidente.
White também tratou de desvincular o evento aos antigos torneios de luta do país, quando havia confusão nas arquibancadas e briga fora do octógono.
- Vai ser o mesmo show que vocês veem na TV. Nossos eventos são uma das maiores experiências ao vivo do mundo. Ninguém vai invadir o octógono, garanto - afirmou.
Globo

ANDERSON SILVA - UFC RIO É BRASIL CONTRA O RESTO DO MUNDO.


Não são apenas os fãs de MMA que estão contando as horas para o UFC Rio, em 27 de agosto, na Arena da Barra. Antes da coletiva do lançamento oficial do evento, nesta quinta-feira, os destaques do brasileiros no mundo da luta demonstraram ansiedade para lutar no país de origem.
Considerado a maior estrela do evento, Andreson Silva deixou claro que pretende lutar com mais garra do que nunca para deixar a torcida brasileira satisfeita.
- É a seleção brasileira contra o resto do mundo - disse 'The Spider'.
Outro lutador brasileiro, Shogun Rua, garantiu que disputar no Rio vai ser diferente e, por isso, está pronto para dar o seu melhor.
- Lutar aqui é uma motivação a mais para mim, vou fazer meu melhor para representar o meu país, os meus amigos e a minha família - disse o lutador.
Ainda se recuperando de três cirurgias, o lutador Minotauro não quer nem pensar em ficar de fora do UFC Rio. Segundo ele, o apoio dos brasileiros vai ser importante para o seu retorno.
- Toda aquela torcida gritando no dia da luta vai me dar uma força a mais. É um sonho pra mim, nunca lutei aqui no Brasil e não podia perder isso por nada - completou.
Globo

quarta-feira, 15 de junho de 2011

LENDA VIVIA MINSTRA SEMINÁRIO NO RIO.

Conhecido por seu Jiu-Jitsu invisível e por permanecer invicto em mais de 400 combates, o lendário Rickson Gracie irá ministrar um seminário técnico, no dia 16 de julho, no Rio de Janeiro. O evento acontece a partir das 16h, no Sheraton Rio Hotel e Resort, que fica na Av. Nimeyer, número 121, e as inscrições são limitadas. Maiores informações podem ser obtidas através do site www.rickson-gracie.net.
Tatame

ESTÁ CHEGANDO O DIA -- UFC RIO -- SHOGUN x GRIFFIN

Está chegando a hora! Nesta quinta-feira (16), a partir das 15h, Dana White, Anderson Silva, Mauricio Shogun, Rodrigo Minotauro e as outras estrelas do UFC Rio estarão no Copacabana Palace para anunciar o card oficial e os preços dos ingressos da edição número 134 do evento, que marca a volta à Cidade Maravilhosa depois de 13 anos. O fã de MMA poderá acompanhar a transmissão exclusiva do anúncio no Canal Combate e as informações em tempo real no Twitter do PVT.

Além de Anderson Silva e Rodrigo Minotauro, que já estavam no Rio de Janeiro, Dana White embarcou ontem e já aterrissou na cidade, assim como Yushin Okami, que vai desafiar o cinturão dos médios de Anderson, Forrest Griffin, adversário de Maurício Shogun, e Brendan Schaub, que pega Minota. Schaub inclusive postou a foto ao lado em sua página no Facebook, junto com Okami e Griffin, no Copacabana Palace.

Segundo informou seu empresário, Eduardo Alonso, Shogun também já chegou, depois de uma maratona de entrevistas em São Paulo. O ex-campeão dos meio-pesados do UFC participou ao vivo dos programas “Manha Maior” e “Rede TV Esporte”, além de gravar o quadro “CQTeste” do “CQC”. Ele ainda deu uma passadinha em Curitiba, sua terra natal, de onde desejou sorte ao companheiro de Kings MMA, Fabricio Werdum, que pega Alistair Overeem no sábado, pelo Strikeforce. Shogun também avisou que volta rapidamente aos EUA. “Sábado estou na área já”, disse ao mestre Rafael Cordeiro pela rede social.

Ingressos começam a ser vendidos no dia 17; preços devem chegar a R$ 1500

A informação mais aguardada dos fãs de MMA é sobre o preço dos ingressos. Segundo apurou o PVT, a venda começa já na sexta-feira, 17, através do site ingresso.com. De acordo com “O Globo” desta quarta-feira, o valor deve variar entre R$ 200 e R$ 1500.

JONES x RAMPAGE UFC 135 CONFIRMADO.

O UFC anunciou, na tarde de hoje, a disputa entre Jon Jones e Quinton Rampage Jackson, válida pelo cinturão do UFC, como principal atração da 135ª edição do show, que está programada para o dia 24 de setembro em Denver, Colorado, nos Estados Unidos.

Jones, que se recupera de lesão na mão, venceu as últimas três lutas no UFC, culminando em sua conquista do título contra Maurício Shogun. Com quatro vitórias nas cinco lutas que disputou desde que perdeu o título da categoria, Rampage vem de vitórias sobre Lyoto Machida e Matt Hamill, ambas na decisão dos juízes, e também precisa se recuperar de uma lesão na mão.

Segundo anunciou o UFC, o evento também contará com o combate entre Matt Hughes e Diego Sanchez, colocando frente a frente um membro do Hall da Fama do UFC e o campeão da primeira temporada do reality show The Ultimate Fighter. Ex-campeão do Pride, Kid Yamamoto está confirmado para duelar com Damacio Page, enquanto Mark Hunt, que vem de impressionante vitória por nocaute no UFC, encara Ben Rothwell.
Tatame

CONFIRMADO - HENDERSON x FEDOR

Após muita discussão sobre questões contratuais e detalhes de peso, o duelo entre Dan Henderson e Fedor Emelianenko finalmente vai sair do papel. Segundo o jornalista Jonathan Snowden, fontes ligadas ao evento confirmaram que a luta já está acertada para o dia 30 de julho, e acontecerá em Chicago, nos Estados Unidos. Ainda de acordo com o jornalista, o duelo terá limite de peso de 100kg.

Na edição deste mês da Revista TATAME, que já está nas bancas de todo o Brasil, Dan Henderson já falou com exclusividade sobre a peleja contra o ex-campeão dos pesos pesados do Pride, que vem de duas derrotas consecutivas no Strikeforce. “Mesmo vindo de duas derrotas, ele ainda é muito perigoso, um grande nome do esporte. Eu ainda acho que ele pode bater muitos lutadores”, afirmou Henderson, que também falou sobre sua carreira no Pride e UFC, os duelos contra 18 brasileiros no MMA e muito mais.

http://www.tatame.com.br/2011/05/03/Fedor-...-no-Strikeforce

JOSÉ ALDO É HOMENAGEADO PELO FLAMENGO

Campeão dos pesos penas do UFC, Jose Aldo  nunca escondeu seu time do coração. Fanático pelo Flamengo, o brasileiro levantou a bandeira clube depois de derrotar Mark Hominick no UFC 129, evento realizado em abril, no Canadá. Antes mesmo da defesa do cinturão, a diretoria do time carioca já tinha o interesse em reverenciar Aldo, mas a falta de datas acabou adiando ação. Agora, passados quase dois meses, a espera acabou e o faixa-preta foi recebeu uma homenagem do Flamengo.
 
Nesta terça-feira, Aldo, André Pederneiras e outras feras da equipe Nova União foram recebidas pela presidente Patricia Amorim na sede do clube. O campeão do UFC recebeu uma camisa com seu nome, um diploma honorário e uma placa em sua homenagem, que o deixaram muito emocionado.
 
“Obrigado ao Flamengo pela homenagem, é uma felicidade muito grande, um sonho realizado”, postou Junior no Twitter.
Portaldaslutas 

DO BLOG: Seria melhor se fosse a camisa do Corinthians.... Mas ta velendo. rsrsrsr

terça-feira, 14 de junho de 2011

MARLON QUER ANULAR JOGO DE PQD NO BELATOR

Investindo pesado em lutadores brasileiros, o Bellator irá a Flórida, nos Estados Unidos, no dia 25 de junho, para dar início ao GP dos pesos penas. O evento marcará a estreia de dois brasileiros, que se enfrentarão no mercado americano de MMA: Ex-campeão do Sengoku, Marlon Sandro enfrentará Junior PQD, que vai em busca da sexta vitória consecutiva. Faixa-preta da Nova União, Marlon trocou uma ideia com a TATAME e falou sobre a estreia nos EUA, a intenção de anular o jogo de PQD, garantiu que os fãs podem esperar a melhor luta da noite, entre outros assuntos que você confere a seguir.

Como está a preparação para sua estreia no Bellator contra seu compatriota, Junior PQD?

Minha reta final de preparação para essa estreia no Bellator está indo muito bem, os treinos estão ótimos. Quero aproveitar para dizer que irei homenagear os Bombeiros quando for entrar no cage. Meu irmão é Bombeiro e eu já fui socorrido por essa respeitosa corporação quando caí de moto, e acho que eles merecem mais respeito pelos governantes. Auardem, irei preparar uma bela homenagem.

Você já foi campeão no Sengoku e construiu uma sólida carreira no Japão. Você acredita que o fato de ter essa bagagem internacional pode pesar a seu favor?

Acredito que sim, cara, não deixa de ser uma ajuda. A experiência é sempre bem-vinda, mas não posso me garantir apenas nesse fator. Tenho que vir bem preparado porque ele vai querer mostrar o potencial dele, vai vir com todo o gás. Acredito que vai ser uma boa luta.

Em entrevistaàa TATAME, o PQD declarou que acredita que esse combate vai terminar em pé e por nocaute. O que você acha dessa declaração?

Eu não sei o que vai acontecer, cara, mas estou me preparando para os três rounds. Não gosto muito de falar essas coisas ou fazer previsões, mas irei preparado para lutar os três rounds. Lá dentro vamos ver como as coisas vão acontecer.

Você acredita que buscar a luta no chão talvez seja uma boa opção para derrotá-lo?

Talvez, cara, mas nós temos que estar preparados para todas as situações, não só no chão como em pé, mas se eu tiver que usar o Jiu-Jitsu, usarei, porque estou treinando de tudo. Na minha academia não faltam treinos em todos os aspectos da luta, mas minha intenção é anular o jogo dele, seja em pé ou no chão.

O que o público brasileiro pode esperar dessa batalha entre dois compatriotas no Bellator?  

Estou com a cabeça mais tranquila, procurei avaliar algumas coisas a respeito de minha última luta, corrigi algumas coisas que eu havia feito de errado. A galera pode esperar um lutaço, uma luta muito boa. Como o PQD mesmo falou em entrevista à TATAME, podem esperar a melhor luta da noite, porque ele está com muita vontade e eu também, então nós vamos para cima procurar fazer o melhor lá dentro do cage.
tatame
Related Posts with Thumbnails