terça-feira, 14 de junho de 2011

SHANE CARWIN ADMITE QUE MENTIU PARA CONTINUAR A LUTA COM CIGANO

O americano Shane Carwin admitiu ter mentido para o médico do UFC para evitar que sua luta contra Júnior "Cigano" dos Santos, no último sábado, fosse encerrada mais cedo. O peso pesado tinha o rosto ensanguentado e não conseguia enxergar direito.
O combate foi evento principal do UFC 131, em Las Vegas, e valia um desafio ao cinturão dos pesos pesados, atualmente nas mãos de Cain Velasquez. Carwin sofreu cortes no supercílio e no nariz ao levar uma série de socos do brasileiro no rosto ainda no primeiro round, após cair vítima de um direto de direita. Mesmo assim, o americano se levantou e continuou na luta.
No terceiro round, entretanto, outro golpe de Cigano abriu novamente as feridas e o árbitro Herb Dean interrompeu a luta, preocupado com um corte ao redor do olho de Carwin. Um médico do UFC entrou no octógono e perguntou ao lutador se, quando ele olhava diretamente para frente, conseguia ver a mão do médico no canto de seu olho. Carwin respondeu que sim, de forma convincente. Todavia, em texto publicado em seu blog oficial, o americano admitiu que mentiu para continuar na luta.
- Depois do segundo round, eu sabia que estava em perigo. Meu nariz tornou impossível de respirar, meus olhos estavam cheios de sangue e Júnior ainda estava vindo pra cima. Quando o árbitro parou a luta no terceiro (round), pensei que estava terminado. Quando o doutor veio ao octógono, eu sabia que teria de convencê-los a me deixar continuar. Sabia que estava em perigo, mas também sabia que só precisava de uma chance limpa. Não era capaz de ver, mas disse que conseguia e continuamos - escreveu Carwin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails