quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

VITOR. HOMENAGEM A SÃO PAULO ANTES DO UFC on FOX 7


Carioca de nascimento, Vitor Belfort é um ícone do crescimento do MMA no Brasil. Depois de brilhar em sua cidade natal, em janeiro deste ano quando finalizou Anthony Johnson no UFC Rio 2, o “Fenômeno” foi escalado para encabeçar a edição de São Paulo do Ultimate, que retorna à capital econômica do país após 14 anos de saudades.

No main event do UFC on FX 7, o ex-campeão dos meio-pesados retorna aos médios e encara Michael Bisping, em duelo que deixará o vencedor bem posicionado por uma chance ao cinturão da categoria, nas mãos de Anderson Silva desde 2006.

Para promover o show, Belfort tirou as luvas e dedilhou o violão, cantando uma parte da canção “Sampa”, composta por Caetano Veloso para homenagear São Paulo.

CIGANO ATENTO PARA NÃO COMETER ERROS CONTRA VELASQUEZ


Indo para a sua segunda defesa de cinturão no UFC, o campeão dos pesos pesados, Junior Cigano, sabe que não pode cometer qualquer deslize no duelo deste sábado contra Cain Velasquez. Isso porque, o menor descuido pode colocar em risco a manutenção de seu título.

“Eu acho que, no peso pesado, qualquer erro é fatal, independente do lutador. É muita força envolvida, os caras são muito fortes, batem muito forte e, em porrada de peso pesado, quem levar primeiro vai apagar. Então, se você errar, você vai pagar por este erro. A não ser que você consiga se virar bem, ter a sorte do cara não aproveitar o momento”, declarou Cigano, logo após o treino realizado na noite desta quarta-feira (26), no MGM Grand Garden Arena, palco do UFC 155.

Em maio passado, o ex-campeão destruiu Antônio Pezão no ground and pound, nocauteando e garantindo a nova chance pelo cinturão de Junior Cigano, que garante estar atento também ao golpe que causou a  derrota de seu amigo Pezão, no UFC 146.

“Eu fiquei surpreso com a estratégia do Pezão, que eu vi ele treinando, que não funcionou né. Ele foi chutar ali e caiu logo no inicio do round, o que acabou com a vida dele. Mas, sobre a performance do Velasquez, isso não me surpreendeu. Eu sei que ele é muito duro e, que se ele derrubar, com certeza o adversário vai passar por maus bocados por baixo dele”, analisou, complementando: ”Eu acho que é exatamente o que ele quer fazer contra mim. Ele vai chegar na luta o mais rápido possível. No primeiro minuto, ele vai fazer de tudo para me derrubar, eu tenho certeza”, afirmou.


Cigano nocauteou Cain Velasquez na principal luta do UFC on FOX, em novembro de 2011 (Foto UFC)
Mas, no que depender de Cigano, Velasquez vai precisar se desdobrar muito para conseguir retomar o cinturão.

“Eu já lutei com grandes nomes do mundo da luta e, graças a Deus, saí vitorioso. Mas isso para mim é só o início, eu sou muito novo ainda, tenho 28 anos, e se Deus quiser eu vou lutar que nem o Randy Couture (risos). Eu quero manter o meu cinturão por muito tempo, não importa o meu adversário. Hoje, eu sou campeão do peso pesado, e eu acho que essa é a principal categoria do UFC. Independente do que aconteça,  a minha intenção é manter o cinturão”.

Sobre as recentes declarações de Roy Nelson, que disse que se o combate entre eles tivesse tido cinco rounds, ele poderia ter vencido, o campeão afirmou que não se incomoda com esse tipo de declaração.

“Eu não me considero a vidraça da vez, mas como eu falei, eu, como campeão, quero me manter campeão. Então não importa o que aconteça, desde que o UFC decida com quem eu vou lutar e me diga, eu vou me preparar para vencer as minhas lutas. Mas todo lutador quer ser campeão, então para falar de alguém, a gente tem que falar de quem é campeão né? Eu acho que é normal, faz parte, mas eu não me incomodo com essas coisas não”, finalizou.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

EX-CAMPEÃO EVANS PREOCUPADO COM BOXE E JIU-JITSU DE MINOTOURO


Ex-campeão dos meio-pesados do UFC, o americano Rashad Evans está escalado para enfrentar o brasileiro Rogério Minotouro no UFC 156, que acontece em 2 de fevereiro de 2013.
Em entrevista ao MMACanadaTV, Evans vai contra os críticos que afirmaram que a luta entre os mesmos não fazia sentido, exaltando as qualidades de seu oponente e evidenciando sobre qual qualidade própria trabalhará sua estratégia para vencer o irmão de Rodrigo Minotauro, Rogério Minotouro.
“Minotouro está tentando entrar merecidamente no principal escalão da categoria. Ele é um forte concorrente, ele tem muita experiência e está fazendo isso por muito tempo. O UFC ofereceu para o meu empresário e eles queriam fazer essa luta. Eu não tenho lutado por um longo tempo e eu estou vindo de uma derrota, então isso fez sentido para mim.”
Sabendo que enfrentará um lutador com grande bagagem no boxe e jiu-jitsu, o lutador americano que tem no wrestling como base quer usar na velocidade o proveito para conquistar sua vitória sobre Minotouro.
“Ele é um lutador muito bom, um grande pugilista. Mas eu sou mais rápido. Acho que a velocidade será minha grande vantagem. Ele tem bom jogo em pé. Seu boxe é muito bom, um dos melhores na categoria. Também tem um jogo de chão muito bom, então eu tenho que estar ciente do chão.”
Rashad Evans não luta desde o UFC 145 quando foi derrotado pelo campeão Jon Jones. Já Minotouro não luta desde dezembro de 2011, quando venceu Tito Ortiz por nocaute técnico no UFC 140.
Por Redação MMA Space
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

"A LENDA", RICKSON GRACIE PUXARA OS TREINOS DE JIU-JITSU DA EQUIPE TEAM NOGUEIRA


Erick Silva e Ronaldo Souza, o "Jacaré", já são temidos por vários adversários no mundo da luta. Uma habilidade em comum que ambos possuem é o jiu-jitsu, no qual ambos são faixas-pretas. Jacaré, inclusive, é dono de vários títulos mundiais na modalidade. E essa arma no jogo das feras brasileiras ficará ainda mais afiada. Na próxima semana, ambos vão treinar com nada menos que a lenda Rickson GraciE
Rickson, 8º dan na faixa coral, é filho de Hélio Gracie e um dos pioneiros na prática do jiu-jitsu no Brasil. Além disso, ele tem possui 11 vitórias em 11 lutas de MMA, todas elas por finalização. E essa experiência certamente será válida para Erick e Jacaré, que terão adversários perigosos em suas próximas lutas. Erick encara o wrestler americano Jay Hieron no UFC 156, no dia 2 de fevereiro. Por sua vez, Jacaré luta contra o também faixa-preta de jiu-jitsu Ed Herman, no último evento do Strikeforce, no dia 12 de janeiro.

Aprender com Rickson Gracie é um privilégio que poucos podem ter. Para Erick Silva, é uma oportunidade de treinar com alguém que ele admira há muito tempo. "É um grande sonho, porque é uma pessoa em que eu me espelho, que eu sempre via. Quando eu comecei no jiu-jitsu, eu sempre me espelhava, sempre via bastante. E, agora, poder ter essa honra, é uma satisfação enorme.", exaltou o capixaba, que também vem trabalhando muito o wrestling para a próxima luta.
Mesmo com tantos títulos conquistados na "arte suave", Jacaré também não vê a hora de dividir o tatame com Rickson. "É uma satisfação enorme poder aprender com o professor Rickson. E uma oportunidade que eu sempre quis ter. Não de treinar, mas de aprender com ele.", comemorou o lutador de Manaus, que conseguiu o primeiro nocaute da carreira em seu duelo mais recente, contra Derek Brunson, mas que acumula 12 finalizações nas 16 vitórias de sua carreira.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

LUTADOR DE MMA É ENTERRADO HOJE (24)


Foi enterrado na tarde desta segunda-feira, em Campo Grande, o corpo do lutador de MMA Eduardo Maiorino, bicampeão mundial de muay thai. Ele sofreu um infarto durante a madrugada e morreu a caminho do hospital. O atleta tinha 33 anos, sendo 20 anos dedicados às artes marciais.
A última vez que Maiorino subiu ao ringue foi há duas semanas, em Campo Grande. Sem condições físicas, ele desistiu da disputa no meio do combate. Ele já pensava em encerrar a carreira para ser treinador e cuidar da saúde, pois sofria de hipertensão.
- Vai ser minha despedida, estou feliz e não estou, sei lá... um sentimento estranho - disse Maiorino em entrevista à TV Morena, ainda na pesagem, às vésperas da última luta.
saiba mais
Lutador de MMA morre em Campo Grande, aos 33 anos, vítima de infarto
Em sua carreira profissional, Maiorino sagrou-se bicampeão mundial e tricampeão brasileiro de muay thai. Morou nos Estados Unidos, onde treinava e participava de competições. Retornou para o Brasil há pouco mais de um ano, com objetivo de montar uma equipe de MMA.
De acordo com parentes, o lutador estava na casa de um aluno, em Campo Grande, onde preparava-se para fazer uma viagem ao interior do estado.
- Eduardo não foi só um ídolo para todos nós, foi um mestre. Não apenas dentro dos tatames, como na vida - disse Adilson Higa, professor de jiu-jitsu.
Eduardo Maiorino fez 11 lutas profissionais no MMA, com três vitórias e oito derrotas. Ele já perdeu para alguns nomes bem conhecidos do esporte, como Junior Cigano (no Minotauro Fights 5, em 2006), Rafael Feijão (no Pantanal Combat, em 2006), e o italiano Alessio Sakara (no Real Fight 1, em 2004). O último combate dele foi contra Gerônimo Mondragon, também do UFC, em maio deste ano, quando foi nocauteado com 50 segundos do primeiro round no Max Fight 13.
Ele foi ainda três vezes campeão brasileiro de muay thai, campeão do K-1 Brasil, da WMTA (Associação Mundial de Muay Thai), e campeão da WKBC (Corporação Mundial de Kickboxing).

domingo, 23 de dezembro de 2012

APÓS 25 ANOS MINOTAURO REENCONTRA MOTORISTA QUE O ATROPELOU


Quem vê Rodrigo Minotauro enfrentando os gigantes do UFC nem desconfia que a maior batalha da sua vida aconteceu quando ele tinha apenas 11 anos. Frank Mir, americano que quebrou seu braço numa finalização no UFC 153, e Bob Sapp, lutador de MMA e ex-jogador de futebol americano com 1,96m e 142 kg que foi seu adversário no Pride em 2002, não chegam nem perto. A maior luta do baiano de Vitória da Conquista aconteceu há 25 anos, quando um caminhão de 6.000 kg foi o adversário de um menino que teve muita vontade de vencer. O "cinturão" foi sua própria vida.
- Foi Deus quem nos ajudou. Seria uma pena eu parar tudo aos 11 anos de idade. Só tenho a agradecer a meu pai e meu irmão, que me deram muita força. Essa mensagem de força foi muito importante pra mim. Carreguei isso dentro de mim e consegui superar várias outras coisas - lembra Minotauro.
Atropelamento
O dia tinha começado com festa. A família Nogueira estava toda reunida na casa de um amigo para comemorar o aniversário de um parente. Rodrigo e Rogério - que ainda não tinham os apelidos de Minotauro e Minotouro - brincavam com meninos da sua idade. Um caminhão parado na frente da casa ganhou a atenção dos meninos, e todos subiram na traseira do veículo para se divertir com o novo "brinquedo".
- A gente estava se divertindo. Por curiosidade, pulamos na carroceria aberta, e o motorista ligou o caminhão. Quando ele ligou, todas as crianças pularam para fora da caçamba pela lateral. Eu pulei pelo fundo, e ele encaixou a macha ré - relembra.
Foi muito pior do que qualquer luta. "
Minotauro
Ao saltar, Rodrigo caiu de costas no asfalto e ficou sem reação ao ver o caminhão indo na sua direção. O irmão Rogério ainda tentou avisar, mas sem sucesso. Os próximos segundos foram inesquecíveis para os dois.
- Comecei a ver aquela roda passando por cima dele aos poucos. Por cima do pé, da perna. Quando olhei, parecia que o caminhão estava passando por cima de um quebra molas. A adrenalina era tanta que ele não sentia dor, mas caiu no chão logo que o levantei - lembra Minotouro.
A partir daí foi uma correria. O tio Elpídio, que é médico e estava na festa, fez o primeiro atendimento no local. Chegando ao hospital, a equipe médica já estava a postos para tentar salvar a vida de um garoto de apenas 11 anos.
A cirurgia foi um sucesso. Com uma técnica revolucionária - o músculo das costas foi emendado com o diafragma para que ele continuasse a respirar sem problemas -, os médicos conseguiram salvar a vida do menino. Foram 11 meses de recuperação e curativos. Foi a primeira vitória da vida de Minotauro.
- Na realidade, foi Deus quem o salvou. Nenhum médico acreditava na sobrevivência dele - afirma o pai, Hamilton.
Minotauro close (Foto: Rafael Honório/ Globoesporte.com)
Minotauro foi atropelado quando tinha 11 anos
(Foto: Rafael Honório/Globoesporte.com)
O reencontro
Vinte Cinco anos depois, o "Esporte Espetacular" colocou Rodrigo frente a frente com o motorista. Eles nunca mais tinham se encontrado, e o repórter Régis Rösing foi o "árbitro" desse novo combate. Os lutadores viajaram até Paramirim, a quase 300 km de Vitória da Conquista, para o reencontro.
- Eu sempre tive muita curiosidade de conhecê-lo - admitiu Rodrigo.
Um verdadeiro boiadeiro esperava pela "comitiva" do UFC. Com chapéu, camisa social e botas, seu Jubervaldo encontrou-se novamente com Rodrigo, hoje com 36 anos, único lutador campeão do UFC e do Pride e que assusta com seus 110 kg.
- Você não veio aqui pra me dar um soco, né? - brincou.
Nada de socos ou chutes. O reencontro não era uma revanche como numa luta do UFC, mas sim um perdão. Um perdão dado por causa de um acidente que ajudou a "construir" a vontade de sempre vencer que Minotauro tem. Não importa se no octógono ou na vida.
- Não foi culpa minha, foi um acidente que infelizmente aconteceu. Para você foi uma vitória. A primeira delas - comemorou Jubervaldo.
- Nenhuma luta me deu nem dez por cento da dificuldade que eu tive nessa época. Incomparável. Foi muito pior do que qualquer luta - conta Minotauro.
Minotauro irmãos atropelador (Foto: Rafael Honório/ Globoesporte.com)Minotauro e irmão reencontram  atropelador (Foto: Rafael Honório/ Globoesporte.com)

sábado, 22 de dezembro de 2012

DANA ELOGIA LUTADORA QUE ADMITIU SER GAY


O UFC 157 será um evento histórico a acontecer no dia 23 de fevereiro de 2013 na Califórnia por trazer ao mundo a primeira luta de MMA feminina no UFC, maior organização de artes marciais mistas do mundo.
Outro fato importante é que na respectiva luta veremos pela primeira vez no UFC um atleta assumidamente homossexual, a desafiante ao posto pertencente a Ronda Rousey, a americana  Liz Carmouche.
Presidente do UFC, Dana White apóia a idéia de quebrar paradigmas, aplaude a coragem da lutadora e incentiva outros atletas gays a “saírem do armário”.
“Há um monte de atletas gays lá fora, atores e atrizes. Somente uma pessoa corajosa para sair e admitir isso, porque eles estão sempre com medo do que acontecerá para sua carreira ou como as pessoas vão tratá-los depois. Eu amei o que ela fez. As pessoas pensam que eu sou algum homofóbico, mas eu sou o mais distante que existe disso. Acho que é ridículo em 2013 o governo dizer para duas pessoas que não podem se casar. Quem é o governo para dizer à duas pessoas que se amam se podem ou não casar? Isso é ridículo. Aplaudo por que ela admitiu e por ela ser a primeira. É bom para ela e espero que mais pessoas o façam.”, afirmou ao site americano MMA Fighting.
A luta feminina será a principal da noite, tendo como coevento o combate entre os pesos-meio-pesados Dan Henderson e Lyoto Machida.
Por Redação MMA Space
Foto: Esther Lin / Invicta FC

OBESO PERDE 146 KILOS COM DIETA E TREINOS DE MUAY THAI


James Mason é o nome do inglês de 28 anos que chocou o mundo ao perder 146 quilos em nove meses.
Tal feito deve-se a prática da arte do Muay Thai, cada vez mais popular no Brasil e no mundo como filosofia marcial, lazer e esporte.
O inglês pesava 247 quilos, com quase 1,5 metros de cintura e utilizava roupas feitas especialmente para si. Antes dos 30 anos já corria risco de morte e segundo os seus médicos deveria mudar drasticamente de vida se quisesse viver por mais de 5 anos.
Após pesquisar na internet, James foi à Tailândia tendo abandonado seu emprego e ficou em um acampamento de muay thai, onde o mesmo era obrigado a correr mais de cinco quilômetros todas as manhãs em jejum e ingerir saladas e frutas em seguida.
Abandonando as frituras, investia em alimentos pouco calóricos e com menos carboidrato, junto às sessões diárias de treinos da arte marcial, entre três e quatro vezes ao dia.
Atualmente, o lutador que agora pesa 146 quilos a menos já corre 10 quilômetros em suas manhãs e faz até 5 treinos de muay thai por dia e dedica-se a filantropia usando sua história de vida como exemplo de superação.
Por Redação MMA Space
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk
Fonte: dailymail.co.uk

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

VÍDEO DE INSTIGAÇÃO WGT HIKARI


PARA OUVIR MELHOR DESLIGUE O SOM DA RÁDIO ON-LINE.

PARA TODOS QUE CURTEM A WGT HIKARI DE JIU JITSU SINTA A PRESSÃO
FELIZ NATAL A TODOS

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

BRUNO KLB ESTREIA COM VITÓRIA NO MMA.


O baixista Bruno Scornavacca, do KLB, estreou em grande estilo em sua nova carreira, a de lutador de MMA. Neste domingo (16), ele entrou no octógono para sua primeira luta oficial e venceu Diego Ramones Mercúrio, durante o Fair Fight, festival de luta realizado na casa de espetáculos Via Funchal, em São Paulo.
A luta de Bruno foi a última da noite. Ele entrou no octógono com direito a trilha sonora de  Linkin Park e Jay-Z. Logo no primeiro round, Bruno levou a melhor no embate com Diego Ramones que apostou em sequências de chutes contra seu adversário. Em um desses momentos, Bruno aproveitou uma tentativa de chute após giro no ar para se desviar e acertá-lo em cheio com vários socos no chão.
Já no segundo round, Ramones atacou com chutes e dois cruzados bem colocados. Bruno foi ao chão mas soube aguardar aoportunidade certa para passar a guarda e finalizar a luta com um mata-leão.
A luta de Bruno foi o principal destaque do evento que contou com participações de várias estrelas do MMA como  Marcos Pezão, Fernando Margarida, Tommy Geleia e Edgar Dayan.
Há cerca de três meses Bruno vinha treinando duro para conquistar uma vitória. Os irmãos Kiko e Leandro, integrantes do trio KLB, eram os mais nervosos na plateia, e vibraram com a vitória do novo atleta.

LUTADOR DE MMA LESIONA PÊNIS AO FAZER AMOR COM A NOMAORADA


O lutador Ray "Magical" Elbe, que participou do reality show “The Ultimate Fighter” (TUF) dos Estados Unidos, virou notícia nesta terça-feira por causa de uma séria lesão que o deixará de molho por alguns meses. O atleta lesionou o pênis após estar fazendo sexo com a sua namorada em um hotel na Malásia, no fim de semana dos dias 2 e 3 de dezembro.
A notícia só veio a público porque o próprio americano publicou um vídeo na internet contando o que tinha acontecido. Além da fratura, Elbe quebrou dentes e levou dez pontos no queixo após cair inconsciente depois do acidente. O site americano "TMZ" publicou uma foto dele no hospital.
Curta a página do Jornal Extra no Facebook
– Eu estava em uma relação sexual com a minha namorada, ela estava por cima, desceu e acabou quebrando meu pênis. Você pode imaginar o choque que nós dois tivemos com o incidente, sangue por toda parte. Fui para o chuveiro e comecei a sentir que perdia a consciência e tentei voltar para a cama, mas acabei desmaiando – disse o americano.

Elbe postou uma foto dentro do hospital no seu Twitter Foto: Reprodução / Twitter
No vídeo, o lutador explica que só falou sobre o assunto para as pessoas saberem o quão grave era. Sem fazer média, ele brincou dizendo que sabia como ficaria conhecido por muito tempo: "o cara que quebrou o pênis".
– Fiz uma pesquisa e vi que há casos que não têm solução, isso é embaraçoso. Gostaria de agradecer a minha namorada porque conseguimos contornar esta situação. Peço para que meus fãs continuem me seguindo. Sei que ficarei conhecido por um bom tempo como o cara que quebrou o pênis – afirmou.
Elbe, que tem 30 anos e nasceu no Arizona, luta na categoria meio-médio (até 77kg) e tem 34 combates na carreira, sendo 23 vitórias e 11 derrotas.


Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/lutador-do-tuf-lesiona-penis-apos-fazer-sexo-com-namorada-vai-para-hospital-na-malasia-7084861.html#ixzz2FS6Adv8h

CORPO DE LUTADOR FOI ENTERRADO NESTA TERÇA-FEIRA(18)


O corpo do lutador de muay thai Ransley Thiago, que morreu no hospital após perder uma luta, foi enterrado, nesta terça-feira (18), no Cemitério Bosque da Esperança, em Belo Horizonte. Os familiares da vítima não quiseram falar com a imprensa.
No terceiro e último round, Ransley Thiago caiu no ringue, e o juiz encerrou o combate. Ele foi socorrido por uma equipe médica do evento e levado para um hospital, onde morreu horas depois de dar entrada.

Ransley Thiago morreu após luta de muay thai
(Foto: Rafael Lavô/Território Tupiniquim)
A unidade de saúde não divulgou informações sobre a causa da morte e sobre o que aconteceu com o rapaz. O professor da vitima, Henrique da Silva Lopes, afirmou ao G1 que acompanhou o aluno durante o combate até o hospital.
Segundo ele, em momento algum, Thiago demonstrou motivos para que o combate fosse encerrado. Ele explicou que o homem praticava a arte marcial havia cerca de seis meses e que estava preparado para uma luta desta categoria: “iniciante e estreante”.
“Não tinha porque parar a luta. Normalmente, o que a gente vê quando uma luta para, é porque o adversário não dá nenhum sinal. E ele ainda, até no final da luta, ele estava conseguindo, sem energia, igual ao adversário dele, ele ainda estava conseguindo trocar, o adversário batia, ele batia também”.
saiba mais
Homem morre em hospital após perder luta de muay thai em BH
O professor também contou que o filho do rapaz praticava o esporte e acompanhou o combate. Ele ainda lamentou a morte de Ransley Thiago. “Não era só um aluno, o Ransley se tornou um amigo para mim. Igual eu falo, ele era uma linha de frente pra mim na academia. Era um dos alunos mais empolgados na minha aula. Está difícil, ele havia se tornado um amigo. A ficha ainda não caiu até agora, estou sem reação”, disse.

O juiz da competição Cristian Ramos – conhecido como Mestre Shyriu – também afirmou que, apesar do cansaço dos lutadores, não havia razão para encerrar a luta até o momento em que o competidor caiu. “Se tivesse percebido, teria interrompido a luta. Eu estava de olho nos dois. Eu deixei a luta prosseguir porque eu não vi nada anormal. Quando um caiu que não foi por golpe, não foi por nocaute, aí sim eu terminei a luta e chamei o médico na hora”, contou.
De acordo com a organizadora do evento, Rosana Reis, foram realizados 18 combates de muay thai entre atletas amadores. As lutas eram divididas em três rounds de dois minutos, com intervalo de um minuto. Rosana contou que todos os lutadores assinaram um termo de responsabilidade para participar do evento.

Ela ainda destacou que, após o incidente, os combates foram suspensos, até que a ambulância voltasse do hospital, e a organização recebesse notícias sobre a saúde atleta. Com o retorno do socorro, e a informação de que o homem estava no hospital se recuperando, o evento foi retomado, segundo Rosana.

A organizadora ainda afirmou que o incidente aconteceu por volta das 13h, e, às 19h, a organização recebeu uma ligação informando sobre a morte. “Estamos extremamente sensibilizados com o que aconteceu”, afirmou.

De acordo com a Polícia Civil, no atestado de óbito, não consta a causa da morte do lutador. Segundo a corporação, em 30 dias, o Instituto Médico-Legal (IML) deve divulgar um lado, que apontará os motivos do falecimento.

*Participou desta matéria Mikaela Salachenski

globo.com

domingo, 16 de dezembro de 2012

ARONA CONTA COMO NOCAUTEOU UM PROFESSOR NO CURSINHO

Aos 19 anos e já campeão mundial de Jiu-Jitsu, Ricardo Arona passou a sofrer um constante “assédio” de um professor, dono de seu curso pré-vestibular.

“Todos os dias que eu chegava na aula ele dizia que era campeão de Boxe e perguntava se eu havia levado as luvas”, conta Arona, que um dia, voltando do treino, deixou as luvas no carro e não teve como mentir diante da pergunta do mestre.

Para espanto do lutador, o professor não titubeou: “Ótimo, vai lá pegar”.

O cursinho parou pra ver a exibição. “O pessoal entrou em delírio. tinham uns 40 alunos ali”, recorda o lutador do Pride, que começou leve com o mestre.

“A minha ideia era fazer uma brincadeira, mas o professor se animou e partiu pra dentro. Eu me defendi com um jab seguido de um cruzado e o cara apagou”, disse o lutador, que acabou levando o mestre para o hospital.

“Quando o doutor perguntou como ele havia conseguido aquele machucado na boca, ele respondeu que foi um acidente de carro. E é claro que eu confirmei”, relembra Arona, que por incrível que pareça foi

APÓS UM TEMPO PARADO COMO RETORNAR AOS TREINOS?


Depois de um tempo parado, por qualquer que seja o motivo, retornar aos treinos não é fácil. Você sabe como treinava e sabe como os outros estão treinando. Alguns se preparando para campeonatos outros simplesmente treinando por prazer de estar nos tatames. Mas todos com um ritmo que você, por conta da sua parada, não está. Creio que aqui temos os dois lados desta situação. No primeiro é você de volta aos treinos, o que é muito bom, mas seu condicionamento físico não está no ritmo normal.

A pegada ainda não está como antes? E o aeróbico? Então tenha a perfeita noção do seu estado, recomece seus treinos com um ritmo mais lento, treine devagar, sinta seu corpo, sua respiração, respeite os limites nessa volta para não ganhar outro tempo de fora dos tatames por conta de outra lesão. Respeite os prazos dos médicos e ortopedistas. Eles estudaram para isso, às vezes o você acha que está já completamente curado, mas pode não ser a realidade do seu corpo. Fortaleça sua musculatura antes de treinar como você sabe que pode e quer.

Treine para pegar ritmo de novo, o mais importante já é estar de volta ao dojô. Ganhar ritmo e força é só com o passar do tempo. Fica complicado depois de uns meses parado, logo no primeiro dia, querer impor um ritmo que você tinha. Planeje mesmo que mentalmente sua evolução, mas sempre escutando seu corpo. Crie seus parâmetros e metas. Respeite os intervalos para descanso, pois faz parte da vida do atleta também. Treinando, a sua evolução acontecerá naturalmente.

Por outro lado, imagine agora você treinando direto, malhando, correndo campeonatos, treinando até nos sábados. Enfim, um lutador sempre presente no dojô. E então reaparece aquele seu amigo que está parado há um tempão. Qual o mérito de pegar esse seu amigo e passar o carro? Mérito seria finalizar aquele seu parceiro de treino quando você sabe que ele está no auge de sua capacidade física e aeróbica. Pegá-lo voltando depois de um longo período parado e dar um treino duro, não é uma atitude esportiva. Prefira “rolar” na velocidade que ele pode levar, espere ele voltar a forma e ai sim, treino duro!

Tenho um amigo, excelente faixa-preta, que por motivo de lesão ficou parado bastante tempo. Quando ele voltou fizemos o primeiro treino e no final ele me perguntou: “por que você treinou mais devagar?”. Treinei mais leve pelo fato de estar naquele momento ajudando um amigo a voltar a sua forma. Não via nenhum mérito em treinar duro com um amigo vindo de uma lesão. Eu quero finalizá-lo sim, mas sabendo que ele está em seu ritmo normal e não vindo de um período inativo, fora de ritmo.

A conduta dentro do dojô tem que passar por esses aspectos também. Ajudar seus parceiros de academia é importante. Hoje, quem está retornando é o seu amigo, amanhã pode ser você. O que é diferente de uma luta de campeonato. Se você está lesionado e vai competir, seu oponente está ali para buscar a finalização e continuar no campeonato como você. Mas em treinos internos, acho que o companheirismo deve falar mais alto, e os “rolas” mais duros podem esperar um pouco até os dois estarem em suas plenas condições físicas. Bons treinos!

BRUNO KLB ESTREIA HOJE NO MMA


Baixista da banda KLB e irmão de Leandro e  Kiko, Bruno Scarnovacca terá hoje a chance de se apresentar fora dos palcos, mas no cage.
Conhecido pelo sucesso de sua banda pop, o músico vai lutar no Fair Fight MMA,  hoje, dia 16 de dezembro em São Paulo contra Diego Ramones buscando ambos sua primeira vitória no MMA.
Bruno é membro da Chute Boxe de São Paulo e treina com o lutador do UFC Felipe Sertanejo. Ontem houve a pesagem dos lutadores que aconteceu sem maiores problemas.
Por Redação MMA Space
Foto: Francisco Brasil / EventosMMA.com.br

VETERANO DE GUERRA LEVA O TUF 16 FINALE


o último sábado, 15 de dezembro de 2012 o evento TUF 16 Finale aconteceu em Las Vegas trazendo o duelo entre os meio-médios americano Colton Smith e canadense Mike Ricci, sonhando com o título de “The Ultimate Fighter” e o contrato com o UFC.
Com amplo domínio sobre seu rival, Smith que é oriundo do wrestling e veterano de guerra dos Estados Unidos, não teve problemas em bater seu oponente após três rounds na busca pela finalização, vencendo por decisão unânime dos jurados com 30 a 27 no primeiro round, 30a 27 no segundo e 30 a 26 no terceiro e último assalto.
Por Redação MMA Space
Foto: Jim Kemper/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

RESULTADO DO TUF 16 FINALE


No último sábado, aconteceu em Las Vegas a final da décima sexta temporada do reality show do UFC, o The Ultimate Fighter.
Com Roy Nelson fazendo a luta principal da noite contra Matt Mitrione e dois brasileiros no card preliminar, tivemos o prazer de assistir grandes combates, entretanto, o melhor da noite ficaram por conta de outros lutadores.
Como sempre, o UFC disponibilizou uma premiação para a melhor luta da noite, o melhor nocaute e finalização e teve satisfação em retribuir os artistas marciais com 40 mil dólares.
O melhor nocaute da noite foi protagonizado pelo peso pesado Pat Barry que com toda sua agressividade derrubou Shane Del Rosario no segundo round com um lindo overhand.
O prêmio de finalização da noite ficou por conta de TJ Waldburger, que apagou seu oponente Nick Catone no segundo round com um triângulo após uma variação incrível quando já tinha encaixado uma guilhotina muito justa.
A melhor luta da noite foi a primeira da noite, entre Tim Elliott e Jared Papazian, onde mostraram suas habilidades sem medo, em um combate intenso e sem frescura, bem trabalhado em todos os quesitos, que os fizeram ganhar pela primeira vez em suas carreiras um prêmio do UFC, conquistando 40 mil dólares de bonificação cada um.
Confira abaixo os resultados do TUF 16 Finale.
Lutas principais
  • Roy Nelson derrotou Matt Mitrione por nocaute no primeiro round
  • Colton Smith derrotou Mike Ricci por decisão unânime dos árbitros
  • Pat Barry derrotou Shane Del Rosario por nocaute no segundo round
  • Dustin Poirier derrotou Jonathan Brookins por finalização no primeiro round
Lutas preliminares
  • Mike Pyle derrotou James Head por nocaute no primeiro round
  • Johnny Bedford derrotou Marcos Vinicius “Vina” por nocaute no segundo round
  • Rustam Khabilov derrotou Vinc Pinchel por nocaute técnico no primeiro round
  • TJ Waldburger derrotou Nick Catone por finalização no segundo round
  • Hugo Wolverine derrotou Reuben Duran por nocaute no primeiro round
  • Mike Rio derrotou John Cofer por finalização no terceiro round
  • Tim Elliott derrotou Jared Papazian por decisão unânime dos árbitros
Por Redação MMA Space

Foto: Jim Kemper/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

sábado, 8 de dezembro de 2012

SÁBADO DE MEDALHAS PARA A WGT/HIKARI DE JIU JITSU


OS ATLETAS Ualisson Richele Elyson Lopes e Alex Sandro Silva GARANTIRAM AS PRIMEIRAS MEDALHAS PARA A EQUIPE WGT/HIKARI DE CURRAIS NOVOS NO CAMPEONATO DE JIU-JITSU EM RECIFE-PE TODOS GARANTIRAM AS MEDALHAS DE DE PRATA. E AINDA PODE VIR MAIS MEDALHAS POIS O ATLETA ELYSON E ALEXANDRO ESTÃO INSCRITOS NO ABSOLUTO QUE ACONTECE AINDA HOJE (08) E AMANHÃ (09) TEM O ATLETA RÔMULO GARCIA COM GRANDES CHANCES DE BELISCAR SEU LUGA AO PÓDIO.
EU PARABENIZO A TODOS POR TEREM SE DISPONIBILIZADO EM PARTICIPAR DESSE GRANDE EVENTO A APROVEITO PARA TRANSPARECER MINHA ALEGRIA EM TE-LOS COMO ATLETAS, ALUNOS E AMIGOS MAIS M UMA VEZ. PARABÉNS.
Ossss 

SUPERAÇÃO LUTADOR AMPUTADO VENCE NO PRIMEIRO ROUND


O norte-americano Nick Newell fez história no MMA na madrugada deste sábado e, mesmo com uma deficiência congênita que desde o nascimento o tirou uma das mãos e parte do braço, faturou seu primeiro cinturão no mundo profissional da modalidade. No peso leve do XFC (Xtreme Fighting Championship), ele não precisou passar do primeiro round e finalizou seu rival no comecinho da luta, tornando-se campeão da categoria. Newell fez seu nono combate, em Nashville (EUA), e encarou o experiente Eric Reynolds, que com esta luta soma 22 em seu cartel. Desde o início Newell foi para cima do rival. Como lhe é comum, o fato de ter a amputação congênita no braço esquerdo pareceu não fazer diferença. O norte-americano tentou combinações de socos e chutes, acertando diversas vezes Reynolds. Com 45 segundos de luta, Newell agarrou o rival e conseguiu uma bela queda. A partir daí, foi para as costas e, mesmo com o oponente se levantando para tentar se livrar do ataque, conseguiu encaixar um mata-leão em pé. Já caído para tentar sair do estrangulamento, Reynolds deu os três tapinhas, desistindo do combate e “entregando” o cinturão a Newell. Assista:


Nick Newell, de 26 anos, começou sua carreira lutando wrestling nos Estados Unidos. Fã de lutadores como Shogun e Anderson Silva, ele foi parar no MMA e, desde 2009, construiu um cartel respeitável em nove combates. Entre as vitórias, seis vieram por finalização e duas por nocaute. VEJA MAIS MATÉRIAS DE NEWELL ENTREVISTA: NICK ENFRENTA PRECONCEITO E SONHA COM UFC EM MAIOR DESAFIO VENCE POR PONTOS E CHEGA A 7 VITÓRIAS NEWELL ARRASA RIVAL E NOCAUTEIA NO 1º ROUND; VEJA O desejo do lutador é ir para o UFC, vencendo o preconceito de que um atleta amputado não possa competir junto ao restante dos profissionais. “Você não pode parar alguém que tem determinação”, disse ele, em entrevista ao UOL em abril. O presidente do Ultimate, Dana White, disse não ser contra uma possível contratação do lutador, mas faz ressalvas: “com duas mãos, já é complicado lutador no UFC.”


Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/esporte/2012/12/08/com-mata-leao-em-pe-lutador-amputado-vence-no-1-round-e-fatura-cinturao-veja.jhtm

WGT/HIKARI EM DUAS COMPETIÇÕES ESSE FM DE SEMANA (09 E 10) DE DEZEMBRO.

A equipe da WGT Hikari estará participando de duas competições esse fim de semana dias 09 e 10 de dezembro. A escuderia foi dividida em duas partes sendo que foram atletas para Recife e a outra parte ficou para defender a equipe na cidade de Caicó; esse ano de 2012 foi muito proveitoso para o Jiu-Jitsu da cidade tendo em vistas as grandes conquistas que a turma obteve no decorrer do ano.
Vamos esperar os resultados e em breve postaremos; e já vamos dizendo para 2013 o Brasil que se prepare a WGT/Hikari está chegando.

UFC SÃO PAULO INGRESSOS JÁ CHEGAM A R$ 1.800,00


Os fãs do UFC já podem correr atrás de seus respectivos assentos na primeira edição moderna do evento na cidade de São Paulo, retornando após a edição inaugural em 1998, onde Vitor Belfort nocauteou Wanderlei Silva.
Agora, com Vitor também fazendo a luta principal da noite, desta vez contra o inglês Michael Bisping, a edição denominada como UFC on FX 7 terá um card composto por novas promessas brasileiras no evento que você confere no ginásio do Ibirapuera em 19 de janeiro de 2013.
Veja abaixo a divisão dos setores e os valores de cada ingresso disponibilizados, lembrando que existe a lei vigente de meia-entrada e haverá um limite de 4 ingressos por CPF no ato da compra com limitação de 1 ingresso de meia-entrada, como declarado pelo UFC em nota oficial.
“O comprovante que dá direito à meia-entrada deve ser apresentado na retirada do ingresso e na entrada do evento. O ingresso de meia-entrada será nominal e conterá o número do documento de identidade do beneficiado.
Terão direito à meia-entrada todos os brasileiros estudantes (ensino fundamental, médio e superior da rede pública e particular) e professores da Rede Pública Estadual e Municipal, aposentados. No caso de estrangeiros, somente terão direito ao benefício da meia-entrada se estiverem matriculados em alguma instituição de ensino do Brasil.”

SETOR
ASSENTO MARCADO
INTEIRA
Octógono Premium
SIM
R$ 1.800
Cadeira Premium
SIM
R$ 1.200
Cadeira Especial
SIM
R$ 800
Arquibancada
NÃO
R$ 400
Portadores de Necessidades Especiais
NÃO
R$ 400
SETOR
ASSENTO MARCADO
INTEIRA
Octógono Premium
SIM
R$ 1.800
Cadeira Premium
SIM
R$ 1.200
Cadeira Especial
SIM
R$ 800
Arquibancada
NÃO
R$ 400
Portadores de Necessidades Especiais
NÃO
R$ 400

OSCAR NIEMEYER PRATICOU JIU-JITSU ELE FOI ALUNO DE HÉLIO GRACIE


Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares foi um dos maiores nomes já revelados no Brasil para o mundo devido ao seu talento inquestionável e reconhecimento que levou nosso país a uma visibilidade diferenciada, oferecendo-nos a beleza de seus projetos que são pivôs da arquitetura moderna em todo o mundo.
Com seu recente falecimento aos 104 anos, vamos resgatar um vídeo onde o senhor Niemeyer fala sobre o jiu-jitsu brasileiro afirmando que treinou com Hélio Gracie, relembrando um episódio junto ao mestre.
“Tive muitas aulas com o Hélio, com o Jorge, com o Carlos. Gostava muito daquele ambiente, o jiu-jitsu leva a gente a fazer um pouco de exercício. Eles eram tão engraçados,  um dia fui encontrar o Hélio Gracie na casa que ele tinha em Teresópolis e quando cheguei lá ele estava trepado na árvore. Ele achava que trepar na árvore e descer era um bom exercício. Era um grupo muito bom, muito fraternal, as aulas eram muito divertidas, faziam muito bem com todo o exercício que se fazia”, disse o senhor Oscar ao Sensei Sportv.
Hélio Gracie, quando vivo ainda afirmou.
“Oscar Niemeyer e muita gente importante aprendeu… Foram alunos. Naquela época nosso Jiu-Jitsu era muito famoso, então muita gente importante ia lá para aprender. Esse sucesso vem da própria arte”
Oscar Niemeyer completou afirmando sua recomendação à prática do jiu-jitsu, já estimulando seu neto.
“Recomendo a toda a garotada praticar um pouco de jiu-jitsu, meu neto já está fazendo isso”
O arquiteto faleceu na última quinta-feira com 104 anos às 21 horas e 55 minutos e o MMA Space admira, respeita e deseja sua condolência para toda sua família e amigos.
Hélio Gracie, patriarca do jiu-jitsu brasileiro, faleceu também em uma quinta-feira, no dia 29 de janeiro de 2009, em Petrópolis, no Rio de Janeiro.
Por Redação MMA Space.
Foto: AP

ANDERSON SILVA GANHA UM "BRINQUEDINHO" DO CHEFE.


Uma “lembrancinha” de Natal não faz mal a ninguém não é? E para o evento bilionário do UFC, não custa “nada” dar um presentinho para seu maior ícone e recordista de títulos, o brasileiro Anderson Silva.
A surpresa foi divulgada por Joinha, empresário do atleta que postou a foto do Spider recebendo o presente dos irmãos Fertitta e Dana White, nos Estados Unidos.
O carro é um Bentley Continental GT, que equivale no Brasil mais de 900 mil reais e ultrapassa 300km/h.
Legal o brinquedinho não é?
por Redação MMA Space
Foto: Reprodução/Twitter

Related Posts with Thumbnails