sábado, 22 de dezembro de 2012

DANA ELOGIA LUTADORA QUE ADMITIU SER GAY


O UFC 157 será um evento histórico a acontecer no dia 23 de fevereiro de 2013 na Califórnia por trazer ao mundo a primeira luta de MMA feminina no UFC, maior organização de artes marciais mistas do mundo.
Outro fato importante é que na respectiva luta veremos pela primeira vez no UFC um atleta assumidamente homossexual, a desafiante ao posto pertencente a Ronda Rousey, a americana  Liz Carmouche.
Presidente do UFC, Dana White apóia a idéia de quebrar paradigmas, aplaude a coragem da lutadora e incentiva outros atletas gays a “saírem do armário”.
“Há um monte de atletas gays lá fora, atores e atrizes. Somente uma pessoa corajosa para sair e admitir isso, porque eles estão sempre com medo do que acontecerá para sua carreira ou como as pessoas vão tratá-los depois. Eu amei o que ela fez. As pessoas pensam que eu sou algum homofóbico, mas eu sou o mais distante que existe disso. Acho que é ridículo em 2013 o governo dizer para duas pessoas que não podem se casar. Quem é o governo para dizer à duas pessoas que se amam se podem ou não casar? Isso é ridículo. Aplaudo por que ela admitiu e por ela ser a primeira. É bom para ela e espero que mais pessoas o façam.”, afirmou ao site americano MMA Fighting.
A luta feminina será a principal da noite, tendo como coevento o combate entre os pesos-meio-pesados Dan Henderson e Lyoto Machida.
Por Redação MMA Space
Foto: Esther Lin / Invicta FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails