sábado, 30 de abril de 2011

COMO MELHORAR A FUNCIONALIDADE DO SEU JIU-JITSU

Abordarei a relação entre o Pilates e o Jiu-Jitsu, ou seja, como alguns exercícios funcionais de Pilates podem ajudar na melhora do gesto esportivo e assim aumentar o desempenho durante a luta, assim como auxiliar no trabalho de prevenção de lesões, diminuindo a sobrecarga e a redução do gasto de energia durante os movimentos.

Para isso, demonstrarei alguns exercícios de Pilates Solo, isto é, somente com a movimentação do corpo, e que podem ser feitos por qualquer atleta, seja em casa ou na academia.
Antes de iniciar a execução dos exercícios, vamos rever os princípios que definem o Pilates:

1.    Concentração: é essencial a concentração durante toda a execução dos movimentos, mantendo a atenção em cada parte do corpo, objetivando assim a aprendizagem motora e maior consciência corporal;
2.    Controle: é importante o controle de todos os movimentos para melhorar a coordenação motora, desenvolvendo movimentos harmônicos e suaves, evitando assim contrações musculares inadequadas ou indesejáveis;
3.    Precisão: trata-se do refinamento do controle e equilíbrio de diferentes músculos envolvidos no movimento.
4.    Centramento: o centro de força é o foco para o controle corporal, onde forma uma estrutura de suporte responsável pela sustentação da coluna e órgãos internos. O fortalecimento da musculatura do centro de força proporciona a estabilização do tronco e o alinhamento biomecânico com menor gasto de energia durante os movimentos;
5.    Respiração: busca-se melhorar a capacidade pulmonar, melhorando a circulação e promovendo um ritmo respiratório mais tranqüilo. O ciclo respiratório proposto ocorre na seguinte ordem: inspiração torácica, expiração do tórax superior, expiração do tórax inferior, expiração abdominal, onde o ciclo deve ser sincronizado durante toda a execução dos movimentos;
6.    Fluidez: movimento deve ser de forma controlada e contínua, que absorva os impactos do corpo com o solo e que use a inércia, contribuindo para a manutenção da saúde do corpo.

- Push-up Knees:
 
Objetivo: Fortalecimento de peitoral, tríceps, deltóide, extensores de punho, abdome (centro de força), paravertebrais, quadríceps, ganho de mobilidade de quadril e estabilização dinâmica.

Execução: Iniciar na posição de flexão de braço, com mãos e pés apoiados no solo, irá inspirar para preparar e quando iniciar a expiração, contrair o abdome e realizar uma flexão de quadril e uma flexão de 90º de joelhos, em direção ao meio dos braços, mantendo a coluna ereta e a cabeça alinhada com o tronco. Retornar a posição inicial.

Atenção: Ao flexionar o quadril e o joelho, manter a coluna ereta evitando a sobrecarga na região lombar. 

Funcionalidade no Jiu-Jitsu: Auxiliar no movimento de “colocar joelho na barriga” com melhora do equilíbrio, distribuição de peso e controle corporal.

Joelho na barriga
 

- Teaser:
 
Objetivo: Fortalecimento de transverso do abdome, reto abdominal, flexores de tronco e de quadril, estabilização escapular e lombopélvica, estabilização dinâmica e alongamento axial.

Execução: Iniciar na posição de decúbito dorsal (barriga para cima), inspirar realizando a flexão de quadril e de joelhos a 90º, quando iniciar a expiração, contrair o abdome e realizar uma flexão da cervical (colocar queixo no peito) ao mesmo tempo em que irá realizar uma flexão de tronco e elevar as pernas com extensão de joelhos e os braços com cotovelos em extensão mantendo a postura ereta mantendo a cervical em posição neutra assim como a manutenção do equilíbrio e da postura por meio da contração dos músculos abdominais profundos (centro de força), a posição dos pés em extensão de tornozelo. Manter a posição por um período pré-estabelecido. Retornar a posição inicial.

Atenção: Durante todo movimento controlar a contração abdominal e realizar o alongamento axial (como se alguém estivesse puxando um fio de cabelo para que a coluna esteja sempre ereta) durante a manutenção da postura.
 
Funcionalidade no Jiu-Jitsu: Auxiliar no movimento de “guarda”, principalmente para os atletas que preferem fazer uso de pé no bíceps /quadril ou guarda com gancho, assim como defender uma passagem de guarda. Melhora do controle corporal, redução de gasto de energia por melhora da estabilização dinâmica e da mobilidade de coluna, diminuindo assim a sobrecarga nas pernas, braços e coluna.

Movimento de guarda


- Roll over (Rolamento por cima):
 
Objetivo: Fortalecimento de transverso do abdome, reto abdominal, flexores de quadril, ganho de mobilidade de coluna e alongamento de posterior de coxa.

Execução: Iniciar na posição de decúbito dorsal (barriga para cima), inspirar para preparar e ao expirar elevar as pernas em direção à cabeça enquanto sobe o quadril e flexionar a coluna gradativamente, até que as pernas estejam sobre a cabeça, paralelas com o solo, e o apoio esteja sobre as escápulas (asinhas das costas), para realizar o alongamento de posterior de coxa, segure a ponta dos pés mantendo a extensão de joelho. Inspire novamente e ao expirar, devolva uma vértebra de cada vez ao solo, controlando o abdome e voltando à posição inicial.

Atenção: Durante todo movimento controlar a contração abdominal. Para pessoas com dor na coluna, realizar o exercício com cautela e sem presença de dor durante o movimento.

Funcionalidade no Jiu-Jitsu: Auxilia no movimento de guarda, tornando o atleta mais flexível e com maior mobilidade, para defender passagens de guarda, para executar raspagens com mais controle e em movimentos de guarda invertida.
Guarda invertida / emborcada



4º - Ponte:

Objetivo: Fortalecimento de transverso do abdome, reto abdominal, glúteos, posterior de coxa, paravertebrais e mobilização da coluna.

Execução: Iniciar na posição de decúbito dorsal (barriga para cima), irá flexionar joelhos e quadril a 90º com pés apoiados no solo, inspirar para preparar e ao expirar elevar o quadril realizando o movimento de ponte, a elevação do quadril deve ser suficiente para que possa ser traçada uma linha reta imaginária passando pelo joelhos, quadril e ombros (como mostra a figura) . Inspire novamente e ao expirar, devolva uma vértebra de cada vez ao solo, controlando o abdome e voltando à posição inicial.

Atenção: Durante todo movimento controlar a contração abdominal. Pode ser realizado por meio de repetições ou somente sustentar a posição por um determinado tempo.

Funcionalidade no Jiu-Jitsu: Auxilia nos movimentos que exijam explosão e elevação do quadril, como uma saída da montada, dos “100 quilos” ou mesmo para uma inversão de posição.
 
Movimento de elevação do quadril – “upa”
5º Jacknife (Canivete):
 
Objetivo: Fortalecimento de transverso do abdome, reto abdominal, oblíquo externo, flexores de quadril, ganho de mobilidade de coluna e estabilização dinâmica.

Execução: Iniciar na posição de decúbito dorsal (barriga para cima), inspirar para preparar e ao expirar elevar as pernas à 90º unidas, rolar a coluna para cima até ficar com os ombros apoiados no solo. Inspire novamente e ao expirar, devolva uma vértebra de cada vez ao solo, controlando o abdome e voltando à posição inicial.

Atenção: Durante todo movimento controlar a contração abdominal. Não perder o contato dos ombros e pescoço do solo durante o movimento, certificando-se que o peso está sobre os ombros e não na cervical.
 
Funcionalidade no Jiu-Jitsu: Essencial nos movimentos que exijam elevação do quadril e mobilidade da coluna, além de estabilização do corpo, como no caso do adversário realizar a “levantada técnica”, esta postura auxilia em movimentos de raspagens, defesa desta passagem ou mesmo partir para leg-lock, e em casos de ataque a omoplata ou arm-lock que necessitam da elevação do quadril e estabilização e controle corporal.

Subida para ataque de omoplata

Portanto, esses são somente alguns exemplos de como o Método Pilates pode ajudar na melhora do desempenho esportivo dos lutadores de Jiu-Jitsu. Por fim, lembrar-se que o Pilates deve ser sempre orientado por um profissional habilitado e formado no Método Pilates, cabendo ao mesmo a progressão segura na evolução dos exercícios dentro da capacidade física de cada atleta.

Espero que essas informações colaborem para a melhora do programa de treinamento assim como no desempenho dos atletas, tendo em vista sempre os melhores resultados!
Bons treinos e até a próxima!

*Por Luís Felipe Minechelli
Faixa-preta de Jiu-Jitsu
Colaborador do site OLutador.com
Fisioterapeuta Especialista em Fisioterapia no Esporte (CETE-UNIFESP)
Fisioterapeuta da Clínica Sportfisio – Total Performance
Fisioterapeuta e idealizador da Reaction Fit – Fisioterapia e Pilates
Tel: (11) 9233-9531

** Colaboração: Cyrus Alexandre
Faixa-preta de Jiu-Jitsu
Fisioterapeuta

ENTREVISTA COM RENAN BARÃO

Invicto há 26 lutas, Renan Barão estava escalado para enfrentar Demetrius Johnson no UFC 130, que acontece no dia 28 de maio. Porém, uma dança das cadeiras acabou trocando o oponente do potiguar por Cole Escovedo, primeiro campeão do WEC. Em entrevista exclusiva à TATAME, Renan falou sobre os treinos, a expectativa para a estreia no Ultimate e o sonho de conquistar o cinturão do UFC, entre outros assuntos.

O Demetrius Johnson jogava mais em cima do Wrestling. O que você sabe do seu novo oponente?

Se formos ver pelos números, que não indicam que um lutador é melhor ou não que o outro. Eles mostram que o Escovedo talvez seja um cara até mais perigoso que o Demetrius na parte de solo e na trocação, pois só de vitórias por finalização ele tem dez, o que é quase o total de lutas do Demetrius, sem falar das vitórias que o Escovedo tem por nocaute, que foram seis, e uma na decisão, totalizando 17 vitórias. Porém, o Wrestling do Demetrius é bem melhor, e em suas últimas lutas pegou adversários melhores ranqueados.

O que a troca de adversário muda na sua estratégia e treinos?

Para o Demetrius eu vinha me dedicando muito ao Wrestling e ao jogo por baixo, já que a estratégia era manter a luta em pé. Mas por outro lado melhorei muito o meu gás, já que também era um dos pontos fortes do Demetrius, e pretendo usar muito isso nessa luta para pressionar o Escovedo o tempo todo... Quanto aos treinos, mudou mais parte específica, mas em termos de treino de sparring não vai mudar muito, apenas vou procurar treinar mais com os parceiros de treino mais altos do que eu.

Ele já foi campeão do WEC na categoria acima e ficou mudando de peso nos últimos tempos. Você acha que isso faz alguma diferença, uma vez que você também lutava no peso acima antes de ir para o WEC?

Acredito que não. Estou no MMA desde os 16 anos e já lutei muito até 66kg, e algumas vezes até de 70kg. E, consequentemente, com atletas maiores e mais pesados que o Escovedo. Estou evoluindo muito fisicamente, pois quando estou em Natal trabalho duro com o Adriano Coringa, que está fazendo um trabalho excelente comigo, e quando estou aqui no Rio dou continuidade na preparação com o Ramon Carrisso, que é um faixa-preta da Nova União, que também tem me ajudado bastante nessa parte.

Depois de duas boas vitórias no WEC, o que você espera da sua estreia no UFC?

Espero melhorar a cada luta, e graças a Deus acredito que estou percorrendo o caminho certo. Na minha estreia no WEC consegui definir a luta no terceiro round, já na segunda luta consegui definir no primeiro round. Estou treinando para brigar os três rounds, mas o meu objetivo é definir o combate antes do final e, se possível, me apresentar melhor do que no WEC, pois sinto que evolui desde a última luta.

O Escovedo possui a maioria das suas vitórias por finalização, assim como você. Será uma luta focada no chão?

O MMA é imprevisível, por isso é que está crescendo tanto. Para você ter uma ideia, para as duas lutas do WEC fui com a estratégia de trocar em pé, e as duas terminaram no chão. Na realidade, na segunda luta contra o striker Cris Cariaso, dei mais ênfase na parte de trocação do que o chão, mas mesmo assim a luta terminou no chão. O que posso adiantar é que o meu foco será na definição da luta. Agora o resultado, ou se será em pé ou no chão, só Deus é quem já sabe.

Se vencê-lo, seu recorde aumentará para 27 lutas de invencibilidade. Você já pensa no cinturão?

Acho que todo funcionário do UFC que entrou ali com determinação e vontade de vencer algum dia já sonhou ou se imaginou com aquela cinta (risos), mas o meu foco realmente é sempre na próxima luta. O mais importante eu estou fazendo, que é treinar. Estou treinando muito mesmo. Já estou há um bom tempo aqui no Rio de Janeiro focado só nessa luta. Morro de saudade da minha terrinha, da minha família e dos amigos que também tenho por lá. Mas estou aqui nessa ralação por mim e por eles também.

Quer deixar algum recado?

Gostaria de agradecer à TATAME pela força de sempre, ao João da Rip Dorey, a toda a equipe Nova União, pois aqui tenho tudo que preciso, bons treinos e bons amigos, e a minha família Kimura Nova União, que mesmo estando longe todo dia essa galera me liga.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

ROYCE GRACIE PEDE REVANCHE NO UFC RIO

Royce Gracie, marcado na história da luta como um dos maiores campeões, deseja participar do UFC 134, que acontece em agosto, no Rio de Janeiro. Ele pediu ao presidente da organização, Dana White, uma revanche contra o americano Matt Hughes. 
O Gracie pretende apagar o nocaute sofrido no UFC 60, em maio de 2006, com uma vitória em casa. A última luta e última vitória do veterano ocorreu no K-1 Dynamite, em junho de 2007, quando superou a lenda japonesa Kazushi Sakuraba na decisão dos juízes.

Durante a coletiva de imprensa do UFC 129, na tarde de ontem (27), em Toronto, no Canadá, o cartola comentou o pedido do brasileiro. “Ele acha que não teve o desempenho que poderia ter tido e quer enfrentá-lo mais uma vez. Se o Royce deve lutar novamente? Eu não sei, pois na primeira luta contra o Matt ele já não parecia muito bem”, declarou Dana.

Outros sete brasileiros estão confirmados no UFC Rio: Anderson Silva, Maurício Shogun, Maiquel Falcão, Thiago Tavares, Luiz Cane, Edson Barboza e Yuri Marajó. Há rumores sobre a participação de Rodrigo Minotauro. Em breve o MMA Sul traz mais detalhes sobre a definição do card.
MMASUL

CROCOTÁ - EDILBERTO SOUZA DE OLIVEIRA FOI AUTUADO POR LESÃO CORPORAL


A Polícia Civil prendeu na madrugada desta quarta-feira, em Salvador (BA), um lutador de vale-tudo acusado de arrancar parte da bochecha da ex-namorada com uma mordida durante uma discussão. Edilberto Souza de Oliveira, 29 anos, foi autuado em flagrante por lesão corporal.

Segundo a polícia, a agressão ocorreu por volta das 20h de terça-feira, na Estrada da Rainha, na Baixa de Quintas, onde o lutador havia marcado um encontro com a ex-namorada, Ioná Nazaré Mascarenhas, 41 anos, sob o pretexto de tentar obter um emprego para sua filha.

Dentro do carro da vítima, um Ford Ka prata, Edilberto passou a espancá-la e mordeu o seu rosto, chegando a arrancar parte da bochecha. Em seguida, tentou asfixiá-la com as mãos, de acordo com a polícia. Aproveitando-se de um momento de descuido do agressor, Ioná conseguiu fugir pulando pela janela do carro, sendo socorrida no Hospital Ernesto Simões, no bairro de Pau Miúdo. O lutador fugiu com o veículo da vítima, que registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no Engenho Velho de Brotas, onde foi submetida a exame de corpo de delito.

Por volta de 1h, Edilberto Oliveira decidiu comparecer à Deam acompanhado de um advogado, para tentar se livrar da acusação de ter roubado o carro da ex-namorada, com quem havia rompido o relacionamento há dois anos. Ao entregar as chaves do automóvel, recebeu voz de prisão, sendo autuado pelo delegado Omar Leal. O agressor segue custodiado à disposição da Justiça.
 
http://jornale.com.br/portal/brasil/42-01-brasil/14573-lutador-e-preso-por-arrancar-bochecha-de-ex-na-ba.html

UFC 129 SERÁ O MAIOR DE TODOS OS TEMPOS AFIRMA DANA

Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, dia 27, presidente do UFC destacou o recorde de público, renda e o retorno econômico que o evento trouxe para a cidade de Toronto, no Canadá

  · Em jogo, dois cinturões: brasileiro José Aldo x Mark Hominick e canadense Georges St-Pierre x Jake Shields.

· O UFC 129 terá transmissão ao vivo do SporTV a partir das 22h de sábado, dia 30

  “Esse é o maior evento que o UFC já teve. Estava seguro de vender 32 mil ingressos, mas não imaginava vender 55 mil, e de forma tão rápida”, disse Dana White, ao lado dos atletas que compõem o card principal do UFC 129, em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, dia 27, em Toronto, no Canadá. O evento deste sábado, dia 30, será realizado no estádio Rogers Centre, a partir das 22h (horário de Brasília).

Além de destacar a quantidade de ingressos vendidos, o presidente do UFC revelou que essa edição terá um impacto econômico de US$ 44 milhões na cidade de Toronto. “Os fãs estão vindo de todos os lugares do mundo. Os hotéis estão lotados, as pessoas estão nos restaurantes e shopping centers”, afirmou.

  Estreante no UFC, o brasileiro José Aldo teve suas qualidades destacadas por Dana White. “No card principal temos José Aldo, campeão pelo WEC (extinto campeonato da Zuffa para categorias de pesos mais leves). Todos notarão que ele é um dos melhores pound for pound(peso por peso) do mundo. Quando ele chuta as pernas do adversário, pode ter certeza que o oponente corre perigo”, disse Dana.

  De jeito tímido e sem ser muito requisitado pela imprensa local, Aldo não se abateu. “Eu não vejo problema de as pessoas não estarem prestando atenção em mim agora. Dentro do octógono, eu vou mostrar quem eu sou. Somos dois atacantes e na hora da luta cada um vai fazer o seu jogo. Quem não aguentar, vai cair”, disse Aldo que foi agraciado com o título de melhor lutador de 2010 pelo MMA Awards (Oscar do esporte) e que defende o cinturão dos pesos penas contra o canadense Mark Hominick.

Outro brasileiro no card principal, Lyoto Machida, que enfrenta a lenda viva do UFC,Randy Couture, falou da pressão que vem sofrendo para esta edição. O atleta, depois de conquistar o cinturão dos meio-pesados, sofreu duas derrotas consecutivas. “Quando você é o campeão é como se tivesse um alvo nas suas costas. Há o assédio da mídia, dos fãs, e, por isso, é mais difícil fazer suas atividades. O assédio continua, mas eu tenho conseguido treinar melhor. O meu objetivo é voltar a ser campeão”, disse o Dragão, como é conhecido.

Ídolo local, o canadense campeão dos meio-médios Georges Saint-Pierre, que defende o cinturão contra Jake Shields, lutador invicto há cinco anos e que ganhou as últimas 15 lutas. Dana White elogiou GSP,o dispensou de apresentações e o considerou uma grande estrela não só no Canadá, mas em todos os lugares. “Esse garoto é um dos melhores lutadores do mundo. E não só lutador, mas também ser humano e embaixador do esporte. O que eu amo nele é que ele não para de trabalhar e continua dando duro para fazer sempre o seu melhor”.

“Eu sei que Jake Shields é um campeão. Ele é muito inteligente, perigoso, técnico e metódico, um atleta excepcional. Não acho que esse cinturão me pertence. Penso que sábado à noite, ele ficará no meio dos dois, quem ganhar, leva. Tenho certeza que Jake trará o melhor do GSP. Para mim é uma honra participar desse evento e queria agradecer os fãs. Lembrarei disso para o resto da minha vida”, afirmou o campeão dos meio-médios.

Ao final da coletiva Dana destacou a importância da regulamentação do esporte. “Tem sido difícil construir esse esporte. Foi um processo de educar as comissões atléticas e as pessoas. Nós queremos ser regulados. Nós amamos isso. Não temos nada para esconder. A regulamentação torna o esporte mais seguro e justo”, defendeu.

CARD PRINCIPAL

Georges St-Pierre vs. Jake Shields
José Aldo vs. Mark Hominick
Jason Brilz vs. Vladimir Matyushenko
Randy Couture vs. Lyoto Machida
Mark Bocek vs. Ben Henderson

CARD PRELIMINAR (sem transmissão do SporTV)

Nate Diaz vs. Rory MacDonald
Jake Ellenberger vs. Sean Pierson
Claude Patrick vs. Daniel Roberts
Ivan Menjivar vs. Charlie Valencia
Jason MacDonald vs. Ryan Jensen
John Makdessi vs. Kyle Watson
Pablo Garza vs. Yves Jabouin


FONTE: http://gustavonoblat...e-mma-ja-visto/

segunda-feira, 25 de abril de 2011

LYOTO PODE ATRAPALHAR JON JONES

Após derrotar Maurício Shogun e se tornar o campeão da categoria dos meio-pesados, o americano Jon Jones passou a ser o homem a ser batido. Mesmo com apenas 23 anos, muitos acreditam que o lutador deve limpar a categoria, assim como Anderson e George St Pierre fizeram em seus respectivos pesos.

Para Josuel Distak, treinador de Anderson Silva, o americano vai ter dificuldades de se manter no peso devido à sua estrutura. “Ele está em evolução, está novo, a tendência dele é aguentar mais peso, ele é alto, a envergadura dele é muito alta... Não sei nem se ele vai conseguir aguentar por muito tempo essa categoria. Eu acho que o Jon Jones logo estará chegando na categoria de cima, pela estrutura que tem”, comentou Distak, que apontou Lyoto como o adversário a bater o campeão.

“O Jon Jones é um garoto que mostra a evolução do esporte. Na minha visão de treinador de MMA, de estudioso da arte, é que o Lyoto é o cara que pode vencer o Jon Jones porque ele joga um jogo totalmente diferente. Eu não vi o Jon Jones casar uma luta com um cara que age no contra ataque, então acho que o Lyoto é uma luta que poderia complicar o Jon Jones nessa categoria 93kg. Talvez o Jones tenha dificuldades em encontrar o Lyoto no octagon e, por ele ser muito novo, talvez fique frustrado e perca a paciência, o que é muito bom para o Lyoto”, aposta Distak.


tatame

KYRA GRACIE FAZ CAMPEONATO SÓ PARA MULHERES

Todos tem muito a aprender sobre jiu-jitsu com Kyra Gracie, a única mulher faixa preta dos Gracie. Uma oportunidade para quem deseja ter aulas com ela é participar de seu camp, a se realizar no Rio de Janeiro.

Porém, homens não entram! Pois é. Será o segundo Kyra Jiu-jitsu Camp – Girls only! (Só garotas!), de 22 a 30 de junho. Nele, o camp combinará aulas de alto nível da arte suave, com treinos diários com Kyra, além de visitar seu projeto social e curtir a cidade, indo à praia, Cristo Redentor, Pão de Açúcar. O pacote de inscrição inclui ainda hospedagem em hotel na Barra, certificado, trekking, treino de yoga. Há preços especiais para brasileiras. É preciso correr, pois são permitidas apenas 10 alunas por vez.

Mais informações no site: http://graciekyra.blogspot.com/2011/03/kyr...only.html#links

VITOR BELFORT NO UFC 133 CONTRA AKIYAMA

Depois de perder a chance pelo cinturão do Ultimate ao ser nocauteado pelo compatriota Anderson Silva, o brasileiro Vitor Belfort volta ao octógono no UFC 133 contra o japonês Yoshihiro Akiyama. Mostrando animo disposição para retornar aos melhores da divisão de pesos médios, o lutador carioca afirma estar feliz com o agendamento de retorno ao octógono.

"Estou animado", disse Belfort. "É um momento feliz. Agora eu tenho uma data e eu tenho um adversário", analisou o lutador, que promete empenho para ter uma nova chance de lutar pelo título da organização.

"Quero
vencer essa luta e seguir meu legado. Quero uma nova chance pelo cinturão. Akiyama é um adversário difícil. Ele é um cara legal, mas ela vai ser uma guerra”, disse. “Vou estar 100%. Entro para nocautear ou finalizar. Não percam", encerrou.

O combate entre Vitor Belfort e Yoshihiro Akiyama está agendado para o dia 6 de agosto, na cidade da Filadélfia, nos Estados Unidos. O programa de lutas do show, além de Belfort, traz mais dois brasileiros: Rafael “Sapo” Natal enfrentará Riki Fukuda, enquanto, Rogério Minotouro medirá forças contra Rich Franklin.
Portaldaslutas

WANDERLEI FALA SE VAI ENFRENTAR ANDERSON SILVA PELO TÍTULO

Acompanhe a entrevista completa com o atleta que ainda comentou sobre o desejo de lutar no UFC Rio, seus treinos na King’s MMA e muito mais.

R7 - Wanderlei, para acalmar seus fãs para sua próxima luta, você está 100% recuperado da lesão no joelho?
Wanderlei Silva -
Estou zerado. Ainda sinto uma dorzinha pequena, mas já estou treinando de tudo. Faço sparring, jiu-jitsu, wrestling e muay thai, e estou com ótimos treinos na minha academia. Só este ano, 15 dos nossos atletas estrearam no MMA amador. Eles estão me ajudando muito.

R7 - Você disse que ainda sente uma pequena dor. Ela te incomoda durante os treinos. Te impede de realizar certos movimentos?
Wanderlei -
 Não, não. De forma alguma. Estou fazendo de tudo, apenas com um pouco de receio. Mas a confiança vai estar 100% em breve. O importante é estar pronto na hora, para poder fazer aquela festa para a rapaziada.

R7 - Sua próxima luta será no evento de comemoração do dia da independência dos EUA, a mesma data em que você lutaria em 2010...
Wanderlei
- Sim, vai ser ótimo. Espero estar muito bem, por que é uma data muito importante para mim. É a mesma data que eu iria lutar em 2010, mas, infelizmente, me machuquei. Por causa das comemorações do dia da independência, vai ser um final de semana bem movimentado aqui em Las Vegas, e estou esperando receber muitas pessoas que virão para me ver. Vai ser como uma torada [risos]

R7- Seu oponente, o Cris leben, é um lutador que se movimenta muito durante a luta, busca a trocação. Isso pesou para você o escolher para o duelo?
Wanderlei -
Com certeza, foi esse foi o motivo de eu ter escolhido ele. É um cara que vem para cima, não foge da luta, tem um estilo muito parecido com o meu, tanto em pé quanto no chão. Então é o cara perfeito para a minha volta, para darmos um grande espetáculo no UFC 132.

R7- Wanderlei, você desafiou o Vitor Belfort repetidas vezes, mas não aceitou a luta proposta pelo UFC. Qual o motivo desta recusa?
Wanderlei
- Essa eu só vou comentar no meu site [risos]. Semana que vem, sem falta, eu vou responder ele. Todo mundo está me pedindo essa.

R7- E qual o segredo para continuar sendo a “bola da vez”, mesmo afastado do octógono por tanto tempo? Antes de confirmarem sua luta, você foi desafiado por sete lutadores...
Wanderlei-
Estou na moda, né?[risos]. Sou feio mas estou na moda [risos]. Mas, falando sério, gosto muito de ver o pessoal querer competir comigo, me desafiar. É só pegar a ficha e entrar na fila, por que vai ter tempo pra todo mundo.

R7- Como estão seus treinos para a luta? Indo muito na King’s MMA?
Wanderlei -
O camp está muito bom. Estou treinando bastante aqui na minha escola, e essa semana vou na King’s, treinar com todo aquele material humano. O professor Rafael está de parabéns, está criando uma estrutura muito boa, semelhante àquela que a gente tinha na nossa antiga academia. Estão todos vendo o nível do professor, e a gente está se reagrupando para montar o melhor time do mundo novamente.

R7- E depois desta luta, qual o próximo passo na sua carreira? Pensa em disputar o cinturão do evento em um futuro próximo?
Wanderlei -
Isso a gente vai ter que perguntar para o Dana White, ele é que sabe [risos]. Olha, cinturão? Um dia, quem sabe. Eu, assim como todos os atletas do UFC, exceto os campeões, penso em conquistar o titulo e ser o número um.

R7- Você treinou por anos com o Anderson Silva, enfrentaria ele pelo cinturão do UFC?
wanderlei -
Hoje, com certeza não. No futuro eu não sei.

R7- E o UFC Rio? Lutando em julho você já está fora do evento, certo?
Wanderlei -
Talvez eu lute lá, né? Por que não? Vou estar pronto em julho, então não seria problema. Sempre tem umas surpresas, alguém pode se machucar e às vezes precisam de uma nova luta. Estamos ai, mas se eu não estiver dentro do octógono, eu vou estar no local, com certeza.

R7 - Para terminar, quer mandar um recado aos seus fãs que te acompanham aqui pelo R7?
Wanderlei -
Quero agradecer o apoio de todos vocês que mandam mensagens pelo Twitter e pelo meu site. Também agradeço a visita dos brasileiros que passam pela minha academia aqui em Las Vegas, Estou de portas abertas, quem vier para cá, me visite. No mais, um abraço a todos, e feliz páscoa.
R7

RONY JASON NOCAUTEIA NO RJ


Neste sábado rolou no CT dos Nogueiras, no Rio de Janeiro, o Face To Face 4. O evento teve casa cheia para assistir oito lutas de MMA, sendo três valendo cinturões do torneio.

O mossoroense Rony Jason, faixa-preta de jiu-jítsu sempre presente nas competições da arte suave em Fortaleza, deu show no cage do famoso CT. Entrando com sua tradicional máscara de Jason, do filme Sexta-feira 13, Rony botou o terror para cima de Diego Fyuri. O casca-grossa precisou de apenas 43 segundos para acertar um cruzado, que fez desabar Fyuri, selando o resultando. O atleta da Combate Real dividiu o prêmio de 500 dólares de melhor nocaute do evento com Saulo de Souza (Minotauro Team).

Nas disputas de cinturões quem levou a cinta até 62 kg foi a estrela da BTT, Pedro Nobre, que venceu Carlos Lima (Charlie Brown) por nocaute técnico, e Valdines Silva (Kioto Natal) foi rápido no gatilho e finalizou Wilian Farinha (Art Combat) com um armlock a um minuto e 41 segundos do primeiro assalto, faturando o título até 70 kg.

Já André Chatuba (Minotauro Team) encurralou Jucelino Ferreira (Paraná Vale tudo) na grade e massacrou no ground and pound até o juiz interromper, conquistando o cinturão até 77 kg.

Face to Face 4
CT dos Nogueiras, Rio de Janeiro, RJ
23 de abril de 2011

Saulo de Souza (Minotauro Team) nocauteou Ederson Moreira (Paraná Vale Tudo) no 1R
Matheus Mattos (Minotauro Team) venceu Saulo Eduardo Silva (Paraná Vale Tudo) por nocaute técnico no 1R
Jonathan Feitosa (Rio Fight/Caverna) finalizou Carlos Peixoto (BTT) com um omoplata no 1R
Cleber de Moura (Elite Combat) venceu Salomão (Minotauro Team) por nocaute técnico no 2R
Rony Jason (CR Natal) nocauteou Diego Fyuri (Evolve Gordo JJ) no 1R

Disputas de cinturão

62 kg: Pedro Nobre (BTT) venceu Carlos Lima (Charlie Brown) por nocaute técnico no 2R
70 kg: Valdines Silva (Kioto Natal) finalizou Wilian Farinha (Art Combat) com um armlock no 1R
77 kg: André Chatuba (Minotauro Team) venceu Jucelino Ferreira (Paraná Vale tudo) por nocaute técnico no 2R
Meiaguarda.com

sábado, 23 de abril de 2011

VITOR FORA DO UFC-RIO

Um dos lutadores mais populares do MMA, Vítor Belfort era aguardado por fãs e imprensa como um dos lutadores a integrar o card do UFC Brasil, mas os planos de Dana White pegaram todos de surpresa hoje durante uma entrevista a ESPN. O cartola resolveu escalar Vítor Belfort contra o japonês Yoshihiro Akiyama 21 dias antes do UFC Rio, que está programado para o dia 27 de agosto no HSBC Arena. A luta entre Belfort, que vem de derrota para Anderson Silva, e Akiyama, que vem de duas derrotas, está programada para o UFC 133, que acontece no dia 6 de agosto na Philadelphia, Estados Unidos.
Tatame

MINOTOURO DEVE ENCARAR RICK FRANKLIN

O brasileiro Rogério Minotouro e o ex-campeão dos médios, Rich Franklin, devem se encarar  no UFC 133, que acontece no dia 6 de agosto, na Philadelphia, Estados Unidos. Segundo Dana White divulgou no site oficial do evento, os atletas já aceitaram o combate, mas por enquanto o acordo é verbal, já que os lutadores ainda não assinaram o contrato. Franklin vem de derrota para Forrest Griffin, enquanto Rogério vem de duas derrotas seguidas e precisa do triunfo para se manter confortável no evento. No mesmo evento já está confirmado o duelo entre Vítor Belfort e o japonês Yoshihiro Akiyama.
Tatame

RENAN BARÃO COM ADVERÁSIO NO UFC 130

Invicto há 25 lutas, Renan Barão estava escalado para enfrentar Demetrius Johnson no UFC 130, que acontece no dia 28 de maio. O adversário do brasileiro acabou sendo mudado, pois Johnson foi convocado para substituir Brad Pickett, que enfrentaria Miguel Torres no mesmo card. Depois do troca-troca de adversários, ficou definido que Barão enfrentará Cole Escovedo, primeiro campeão pena da história do WEC, que fará sua estreia no UFC contra o brasileiro, segundo confirmou o site oficial do UFC.
Tatame

quarta-feira, 20 de abril de 2011

VITOR QUER A REVANCHE

Anderson Silva e Vitor Belfort fizeram o combate mais divulgado na história do MMA no Brasil. Nunca na história deste país uma luta foi tão comentada e chamou tanto a atenção do público acostumado com o esporte de combate, como a audiência em geral.
Em entrevista ao programa UFC Sem Limites, o “Fenômeno” falou do golpe que o levou a lona, da confiança na preparação para o desafio e sobre a vontade de ir a forra contra o lutador que já é apontado como o melhor de todos os tempos. Confira as palavras da fera:
“A única coisa que eu fiz de errado nessa luta foi não ter ficado me mexendo por muito tempo. No momento em que eu parei, não esperava nunca que ele pudesse me acertar com aquele chute. Ninguém esperava, nem ele próprio. Ele tomou um susto da maneira como ele acertou o chute e com o resultado do chute. Mas eu estava indo muito bem, eu treinei muito.”
“Todos os fãs do Brasil, dos Estados Unidos, do mundo inteiro sabem o quanto eu me dediquei para essa luta. Vim de uma lesão mas não tive medo de enfrentá-lo. Ao contrário, eu queria essa luta mas foi golpe do acaso. Eu acredito que o que aconteceu foi o único momento que ele teve na luta e ele aproveitou ao máximo e conquistou a vitória.”
“Acho que eu não acredito em sorte. Sorte é porque quanto mais você treina mais sorte você tem, mas com certeza foi um golpe que de mil ele vai acertar uma vez.”
“Agora, eu gostaria de ter uma revanche para fazer esse tira-tema. Eu fiquei com esse gostinho porque eu sei que eu estava muito bem. Todo mundo viu a minha superioridade no início do combate, buscando a luta e eu sei que ele estava inseguro na parte de trocação de mão.”
“Mas o Anderson é um lutador muito versátil, é um lutador muito inteligente, ele tem vindo de uma sequência de vitórias, eu vinha de lesão. O timing dele dentro do octógono eu acho que pesou um pouco. No momento que eu parei ele pegou e me liquidou. Mas é óbvio que eu gostaria de uma revanche, de uma segunda chance. Eu acho que não só eu mas todos vocês do Brasil e do mundo querem ver.”
Belfort aguarda anúncio de seu retorno ao octógono e não afasta a hipótese de lutar em outras categorias de peso se esse for o desejo da organização e dos fãs em vê-lo em ação.
Manoamano

CRO COP QUER ENFRENTAR MINOTAURO NO UFC-RIO

O repórter britânico Joe O’Regan, editor do site oficial da revista Fighters Only no Reino Unido, informou a este blog que o veterano Mirko “Cro Cop” Filipovic quer enfrentar o ídolo nacional Antonio Rodrigo “Minotauro” Nogueira no UFC Rio, em agosto.

Através de uma mensagem SMS, o croata escreveu, “O Minotauro tem adversário para o UFC Rio? Quero lutar com ele. Acho que faz sentido para ambos e acho que as pessoas gostariam de ver essa luta.”
Ao ser informado pelo blog Mano a Mano do grande número de fãs do Brasil, Cro Cop respondeu, “Nesse caso enviarei uma mensagem de texto ao Lorenzo [Fertitta, um dos donos do UFC].”
Minotauro e Cro Cop fizeram um dos clássicos do então PrideFC, organização japonesa ainda viva na memória dos fãs das artes marciais misturadas. No Pride “Final Conflict”, em 2003, o brasileiro foi literalmente atropelado pelo croata até que Nogueira encaixou uma chave de braço e acabou com o sofrimento pessoal e de sua legião de fãs que acompanhavam o histórico confronto.
Mirko se refere a combate que faz sentido para ambos por se tratarem de dois dos maiores nomes a terem entrado em um ringue. As feras vem de derrotas e no caso do croata, essa poderia ser a última luta da carreira que foi coroada com o título do torneio sem limite de peso realizado na mesma organização japonesa.
Pergunta aos leitores do blog: Vocês preferem assistir Minotauro vs Brendan Schaub ou Minotauro vs Cro Cop no UFC 134?
Por Eduardo Cruz, repórter do blog:
MANOAMANO

ANDERSON SILVA AFIRMA: "NÃO SOU IMBATÍVEL"

Treze lutas invicto, oito defesas de cinturão e recorde de vitórias consecutivas no UFC. Este é o retrospecto do campeão peso médio Anderson Silva em quase cinco anos como lutador do Ultimate. O próximo desafio do brasileiro está agendado para o dia 27 de agosto, no UFC Rio, onde Anderson colocará seu título em disputa frente ao japonês Yushin Okami na luta principal da noite.

Apesar dos números, o brasileiro nega o rótulo de invencível e salienta que a sequência de resultados positivos na carreira é apenas fruto de um trabalho sério realizado junto com sua equipe. Em uma videoconferência transmitida em seu perfil no Twitter, Anderson frisou que existem brechas em seu jogo e que elas podem aparecer no decorrer da revanche contra Okami, que já o derrotou em 2006 no Rumble on the Rock 8.
 
"Não sou imbatível. Já passei por situações que demostraram isto. Treino forte para apresentar um bom trabalho, porém a qualquer momento posso ser derrotado", afirmou o campeão.

Apesar do cartel de Anderson lhe credenciar como franco favorito contra o japonês, o casca-grossa mantém a humildade ressaltando que tal domínio na categoria pode favorecer Okami, pois seu estilo de luta pode ser estudado mais detalhadamente por seu oponente. O atleta tupiniquim frisou ainda que se sente feliz em ser lembrado como um dos melhores lutadores peso-por-peso da atualidade, contudo acredita que deve ser testado mais vezes para então alcançar tal posto.  

"Talvez eu me torne a próxima vítima. Ainda há muito a fazer para que eu possa ser chamado de uma lenda viva do MMA", concluiu Anderson.
Portaldaslutas

WANDERLEI SILVA - "ESTOU ME PREPARANDO PARA UMA LUTA SANGRENTA"

Confirmadíssimo, Wanderlei Silva encara quem ele mais desejava... Chris Leben no UFC 132, no dia 2 de julho, em Las Vegas.
Uma luta prêmio que ganhou do presidente do UFC Dana Withe, por aceitar a luta contra Vitor Belfort.

O lutador já treina duro para o desafio e, no camp de preparação, não vai poupar esforços, com visitas até ao treinador Rafael Cordeiro e sua turma, na Kings MMA.

Sobre o desafio contra Leben, Wand trocou algumas palavras com o GRACIEMAG.com... "Ele é um cara valente. É um cara que anda para frente, né? Ele é diferente de outros que lutaram comigo, que ficam correndo. Acredito que vai aceitar uma luta franca”, diz.

Para o desafio, o Cachorro Louco espera uma apresentação capaz de saciar o fã mais exigente. Afinal, estão todos com saudade, pois Wand não luta desde fevereiro de 2010, quando derrotou Michael Bisping.

Não quero apenas uma vitória ou uma boa atuação. Estou me preparando para uma luta sangrenta”, adianta.

Sobre toda a história da revanche contra Vitor Belfort, que acabou não acontecendo, Wanderlei promete comentar o assunto.

“Isso todos vão conferir com exclusividade no wandfc.com. Logo vou postar um vídeo em que falo muito mais sobre a próxima luta e comento tudo isso”, garante.

Fonte: GRACIEMAG.com.

ENTREVISTA COM RONALDO "JACARÉ"

Ronaldo Jacaré conquistou o cinturão do Strikeforce em agosto de 2010, e desde então colocou o título em jogo em apenas uma oportunidade. Vindo de vitória por finalização sobre Robbie Lawler, em janeiro deste ano, Jacaré contou à TATAME que está ansioso para voltar à jaula. “Estou feliz no Strikeforce, e estou no aguardo deles anunciarem o adversário e a data da minha luta... Já estou pronto faz tempo”, conta o faixa-preta, sem saber quem pode ser seu próximo desafiante. “Não faço a mínima idéia, mas estou ansioso para saber quem será... O Strikeforce tem vários bons lutadores para disputar o titulo. Qualquer um que se credenciar, eu aceito”, garante. No bate-papo a seguir, Jacaré fala sobre a venda do evento para o UFC, a derrota de Rafael Feijão para Dan Henderson, a expectativa para a luta de Anderson Silva no UFC Rio e muito mais.

Você defendeu o cinturão no Strikeforce, mas ainda não tem luta marcada. Como está a sua situação no evento?

Estou feliz no Strikeforce, e estou no aguardo deles anunciarem o adversário e a data da minha luta.

Você já está treinando pesado na X-Gym?

Já estou pronto faz tempo. Logo depois da minha luta já iniciei meu treinamento com a minha equipe (Distak , Camões, Tunico, Cesário), comecei na preparação física leve e a parte técnica com meus treinadores de luta. Comecei a treinar forte e focado um mês depois, porém não tinha a data da minha luta marcada, então dei uma diminuída nos treinos até marcarem a minha luta.

Você acredita que ainda faltam desafios nessa categoria, nomes de peso que mereçam disputar o título?

Não acredito nisso. O Strikeforce tem vários bons lutadores para disputar o titulo. Qualquer um que se credenciar, eu aceito.

Mas eles já disseram quem você vai enfrentar?

Não faço a mínima idéia, mas estou ansioso para saber quem será.

O UFC comprou o Strikeforce, e em breve tudo virará um evento só. O que você acha disso?

Até agora os rumores são que o Strikeforce vai continuar, e torço para que o evento continue. Espero que isso venha para fortalecer o MMA.

O Feijão, que assim como você era campeão do Strikeforce, acabou perdendo para o Dan Henderson. Você se surpreendeu com o resultado?

Com certeza me surpreendi com o resultado. O Feijão é um excelente atleta, estava focado e preparado. Eu acreditava que ele iria vencer o Dan Henderson. Eu nunca vi o Dan Henderson tomar um knockdown como o do Feijão, mas ele é um fenômeno e conseguiu virar a luta, para a minha surpresa.

O Anderson Silva, seu companheiro de equipe, vai colocar o cinturão do UFC em jogo no Rio, contra o Yushin Okami. O que você espera da luta?

É sempre uma ansiedade esperar a luta do Anderson. Acredito e espero que ele vença esta luta em grande estilo, para a alegria de nós brasileiros, que vamos estar ligados no UFC Rio.
Tatame

BRASÍLIA COMEMORA 51 ANOS COM GRANDE EVENTO DE MMA


Para comemorar os 51 anos da capital brasileira nesta quinta-feira (21), a cidade sediará o maior evento de MMA do país, o Jungle Fight, em uma edição histórica.

Realizada a partir das 18h no ginásio Nilson Nelson, o JF 26 contará com o recorde de público nacional para este esporte com um público total de 16 mil presentes. Feliz com o crescimento do esporte, o presidente da entidade Wallid Ismail aprovou a ida à Região Centro-Oeste.

- É uma honra para o Jungle ser escolhido oficialmente para fazer parte das comemorações do aniversário de Brasília.

Como combate principal, Adriano Martins enfrentará o americano Travis Coyler pelo cinturão mundial interino.

Conforme apuração do R7, o peso pesado Antônio Pezão, que luta no Strikeforce e vem de vitória sobre Fedor Emelianenko, deve comparecer ao evento.

Jungle Fight by Pretorian
Ronildo Braga x Leonardo Pinheiro
Ismael de Jesus x Leonardo "Leleco" Guimarães
Rafael Miranda x Fabiano Jacarezinho
John Lineker x Renato Velame
Vicente Luque x Marcão "Bad Face"
Edilberto Crocotá x Nielsen Grilo Nunes
Adriano Martins (Brasil) x Travis Coyler (EUA)
R7

segunda-feira, 18 de abril de 2011

MAIS VITÓRIAS PARA A ACADEMIA WGT HIKARI

Sábado na cidade do Natal a equipe de Jiu-Jitsu fez mais uma vez bonito na 1ª etapa do campeonato estadual de Jiu-Jitsu, competindo contra grandes academias do estado a representante de Currais Novos obteve resultados importantes para o município apesar de poucas ajudas os atletas da cidade mostram para que foram, com 11 atletas inscritos a equipe obteve 7 medalhas os resultatdos foram os seguintes:





Campeão:
Diego

Vice:
Wanderson


Laércio (WGT Acari)
Liu Young

3º Colocados
Ualisson
Elyson
Josivan

Related Posts with Thumbnails