sábado, 31 de dezembro de 2011

RESULTADOS COMPLETOS DO UFC 141

Foto: Divulgação/UFC
O Ultimate Fighting Championship encerrou o ano de 2011 com um duelo entre gigantes no UFC 141. Brock Lesnar e Alistair Overeem se enfrentaram para decidir qual seria o próximo desafiante ao título da categoria peso pesado, atualmente em posse de Junior dos Santos.
O combate teve início com o ex-campeão chutando Alistair, que estudava a distância e acompanhava a movimentação de Brock. No primeiro contato mais próximo, Lesnar atingiu o estreante e abriu um corte no supercílio direito de Overeem, que não acusou o golpe.
O holandês passou a controlar as ações ofensivas acertando duras joelhadas em Brock, que imediatamente demonstrou ter sentido os ataques. “The Reem” insistiu em usar os joelhos e aos poucos foi minando a resistência de Lesnar.
No total, Alistair conectou sete joelhadas no oponente que já não se movimentava tão rapidamente quanto no início da luta. O golpe fatal foi um chute no estômago do grandalhão, que caiu e recebeu vários socos até a interrupção do árbitro brasileiro Mario Yamasaki.
Overeem cumpriu a promessa de que nocautearia o adversário no primeiro round e Lesnar disse na entrevista pós-luta que aquela foi a última vez que os fãs das artes marciais mistas o viram no octógono.
“Tiro meu chapéu pro Alistair Overeem. Tive dois anos realmente difíceis com minha doença nos dois últimos anos. Hoje a noite é a última vez que vocês me verão no octógono”, disse.
“Quero agradecer a todos, os [Irmãos] Fertitta, Dana White. Todos têm sido ótimos. Estou aqui para dizer que o Brock Lesnar oficialmente se aposentou. Prometi a minha esposa, minhas crianças, que se eu vencesse essa luta eu lutaria mais uma vez pelo título e que se eu perdesse eu me aposentaria”, explicou.
Diaz domina “cowboy” Cerrone
Na co-luta principal do evento, Nate Diaz deu um show de boxe e acertou vários socos combinados em Donald Cerrone. Demonstrando volume de jogo superior ao do “cowboy”, Nate pontuou ao longo dos três rounds da luta e venceu por longa margem de pontos que lhe garantiram a vitória por decisão unânime. Donald derrubou Diaz várias vezes com chutes, porém não deu continuidade ao ataque quando teve a oportunidade.
Bônus do UFC 141
A intensa troca de golpes entre Nate Diaz e Donald Cerrone mereceu o prêmio de melhor luta da noite e cada lutador faturou setenta e cinco mil dólares de bônus. Quem ganhou a mesma quantia foi Johny Hendricks que conquistou a décima segunda vitória da carreira com nocaute sobre Jon Fitch em apenas 0:12 de luta. Nenhuma luta terminou por finalização.
A atuação dos brasileiros
Luis Beição não lutou porque Mattew Riddle adoeceu e não teve condições físicas para encarar o atleta da Nova União, já seu parceiro Diego Nunes fez combate equilibrado contra o armênio Manny Gamburyan e se sagrou vencedor da contenda. Junior Assunção não teve a mesma sorte e foi derrotado pelo inglês Ross Pearson, apesar de ter feito boa atuação.
Resultados completos:
Card principal
Alistair Overeem derrotou Brock Lesnar por nocaute técnico aos 2:26 do round 1
Nate Diaz derrotou Donald Cerrone por decisão unânime
Johny Hendricks nocauteou Jon Fitch aos 0:12 do round 1
Alexander Gustafsson nocauteou Vladimir Matyushenko aos 2:13 do round 1
Jimy Hettes derrotou Nam Phan por decisão unânime
Card preliminar
Ross Pearson derrotou Júnior Assunção por decisão unânime
Danny Castillo derrotou Anthony Njokuani por decisão dividida
Dong Hyun Kim derrotou Sean Pierson por decisão unânime
Jacob Volkmann derrotou Efrain Escudero por decisão unânime
Diego Nunes derrotou Manny Gamburyan por decisão unânime

VASCO E FLAMENGO NO UFC...

Imagem Postada


Um dia depois do anúncio do acordo entre José Aldo e o Flamengo, os rivais de ambos deram o troco. O departamento de marketing do Vasco entrou em contato com a equipe de Chad Mendes para propor algumas homenagens ao lutador na semana do UFC 142, que será disputado no Rio de Janeiro no próximo dia 14.

Vascaíno fanático, Fabio “Pateta” Prado, treinador de jiu-jitsu do lutador americano, confirmou que Mendes será recebido em São Januário pelo jogador Felipe, uma das estrelas da equipe vice-campeã brasileira. Além de ganhar uma camisa oficial do Vasco, Chad ainda deverá acompanhar Pateta numa feijoada oferecida por uma das torcidas organizadas do time. “O Chad é tranquilo, não sairá da dieta. Eu não posso dizer o mesmo, vou curtir muito a feijoada (risos)”, disse Pateta.

O treinador confirmou à reportagem do SUPER LUTAS que Chad Mendes chegará ao Rio de Janeiro no dia 7 de janeiro.

JOGADOR DO VASCO DIZ QUE TEM SONHO DE ASSISTIR UM UFC AO VIVO.

Vestir camisas de times brasileiros tem sido uma prática comum entre lutadores do UFC, seja para honrar o patrocinador, defender o clube de coração ou provocar algum rival. O que poucos sabem, no entanto, é que muitos jogadores também vestem a camisa do MMA. Um deles é o zagueiro Dedé, do Vasco, que se diz fã assumido do octógono. Em entrevista ao SPORTV.COM, o defensor afirmou que sonha assistir de perto a um evento do Ultimate e ainda defendeu a aproximação entre futebol e luta .

- Quando os brasileiros lutam, eu sempre acompanho, acho maneiro demais. Gosto do José Aldo, Anderson Silva, o "incontestado", além do Minotauro e do Cigano. Todos os brasileiros... Do Vitor Belfort, eu sou um fã nato. Luta que eu vi foi José Aldo contra Kenny Florian na defesa do cinturão - disse o zagueiro.

Fã declarado de José Aldo, Dedé não vê problemas no fato de o lutador ser torcedor assumido do rival Flamengo, e inclusive, de ter fechado acordo de patrocínio com o clube rubro-negro. O peso-pena enfrenta o americano Chad Mendes, em janeiro, no Rio de Janeiro, pelo UFC 142.

Imagem PostadaDedé sonha ver de perto uma luta do ufc
(Foto: Gustavo Tilio / Globoesporte.com)

- Só porque eu jogo no Vasco, não vou deixar de torcer por um lutador que está representando o meu país. Não tem nada a ver, torcida é no estádio, estou torcendo sim pela pessoa, pelo Aldo, e por todos os lutadores brasileiros - afirmou.

O zagueiro vascaíno também acha positiva a aproximação entre o MMA e o futebol.

- Eu, pessoalmente, não ligo para essas coisas. Vejo o Anderson Silva que representa o Corinthians, e acho legal isso do futebol estar se movimento pela luta. Eu acho que eu tenho que torcer pelo lutador - afirmou.

Dedé ainda revelou o sonho de assistir da arquibancada a um evento do UFC.

- Se deus quiser vou conseguir ir lá. É o meu sonho, aliás, eu tenho dois sonhos: um deles é ir a um jogo da NBA e o outro é assistir à uma luta do Ultimate. Se Deus quiser, vou conseguir essa oportunidade.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

LUTA CORPORAL INDÍGENA


Por Leandro Paiva
Foto arquivo pessoal

Não sabemos se o principal motivo é pela nossa latente descendência amazônica e fisionomia indígena aparente, mas o fato é que temos verdadeiro fascínio pela cultura étnica. Em especial, pelas culturas de origem ameríndia e africana, das quais colecionamos artefatos artesanais. 

Vale ressaltar que, nesse contexto, as lutas corporais estão inseridas como papel relevante dentro de ritos e crenças que constituem a cara, corpo e voz desses povos.
 

Assim, neste artigo, optamos por versar sobre as Lutas Corporais Indígenas.
 
 
De fato, as lutas mais antigas praticadas no Brasil podem ser consideradas, a princípio, as Lutas Corporais Indígenas que, diferente do que se imagina, em vez de importante fundamentação marcial (com técnicas bem organizadas para utilização em guerras), foram e são, majoritariamente, reveladas em disputas ritual-comemorativas.
 

Se considerarmos alguns registros antropológicos, nos quais revelaram presença de nativos organizados em tribos anteriores a 5.000 a.C, bem antes do descobrimento do Brasil, seguramente podemos afirmar que as Lutas Corporais Indígenas são as mais antigas praticadas em solo brasileiro.
 

Na atualidade, é realizada por homens e mulheres, e está inserida na cultura de diversos povos indígenas como os Xinguanos, Bakairi e os Xavantes, os quais realizam a luta denominada de "Huka Huka".
 

Os Gavião Kyikatêjê/Parakatêye, do Pará, praticam o "Aipenkuit" e os Karajá praticam o "Idjassú".
 

Segundo especialistas da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), as Lutas Corporais Indígenas foram inseridas nos Jogos Indígenas desde a primeira edição, apenas como apresentação.

Sempre foi grande o desejo de realizar uma competição de lutas corporais entre diversas tribos. Entretanto, essa possibilidade é pouco provável em função da grande diversidade de estilos de luta e técnica. Enquanto algumas etnias iniciam a lutam em pé, outras adotam o modelo de iniciar com os lutadores ajoelhados no chão, caso do Huka Huka. 

O Huka Huka inicia quando o "dono da luta" caminha até o centro da arena de luta e chama os adversários pelo nome. Os lutadores se ajoelham girando em círculo anti-horário, até se entreolharem e se agarrarem, tentando projetar o adversário ao solo.
 

No Idjassú, os atletas iniciam a luta em pé, se agarrando pela cintura, até que um deles consiga projetar o adversário. O atleta vencedor abre os braços e dança em volta do oponente, cantando e imitando uma ave.
 

O Aipenkuit têm certa semelhança no desenvolvimento da luta com o Idjassú. Não existe um juiz, e sim um observador indígena denominado de "dono da luta", cabendo aos atletas, reconhecer a derrota, vitória ou empate.
 

Apesar de não existir pelas etnias prêmio para o vencedor da luta, há reconhecimento e respeito de todos. Não obstante, especificamente no caso do Huka Huka, aos grandes campeões é reservada a honra de participar ativamente do ritual denominado de Kwarup, no qual podem retirar um dos cintos de algodão de um tronco de árvore de mesma nomenclatura dada ao ritual.
 

O Kwarup é um ritual de homenagem aos mortos ilustres celebrado pelos povos indígenas da região do Xingu. O rito é centrado na figura de Mawutzinin, considerado o primeiro homem do mundo em sua mitologia. Como citado, Kwarup também é o nome de uma madeira.

Originalmente, teria sido um rito que objetivava trazer os mortos de volta à vida. 

Tipicamente o ritual inicia com a chegada de grupos de índios de diversas aldeias, em meio a muitas danças. Depois alguns índios vão ao mato e cortam um tronco de kwarup e constroem uma cabana de palha em frente à Casa dos Homens, e sob ela fincam o tronco no chão.
 

É na manhã seguinte que se inicia a outra etapa do ritual. Os índios se aglomeram e começam as lutas de Huka Huka, primeiro, entre os campeões das diferentes tribos e, depois, lutas simultâneas, principalmente, entre indivíduos mais jovens que ainda não se firmaram como bons lutadores. Há relatos de que existem momentos nos quais haja perto de 30 lutadores, simultaneamente, em atividade.
 

É observado que muitos lutadores se pintam com traços de peixe no corpo e outros com traços de onça. As pinturas fazem menções à narrativa mitológica indicando a luta dos peixes contra as onças.
 

SUPLEMENTOS PRÉ-TREINOS

Um dos tipos de suplemento mais usado e comentado no momento são os suplementos pré-treino, aquele tipo de suplementos para ser usado antes do treinamento. São produtos que prometem aumentar a performance com mais força, foco, diminuição da fadiga e outros.

Cada marca e produto acaba tratando de um produto único, já que todos eles são compostos por um “blend”, que são misturas que, na maioria das vezes, são patenteadas com o próprio nome do produto. Esse “blend” é formado, em grande parte das vezes, de creatina, arginina, beta alanina e outras substâncias, além de possuírem diversos estimulantes que podem ser perigosos à saúde de quem está utilizando.

Devemos ter cuidado principalmente com esses estimulantes, que podem provocar taquicardia, alteração da pressão arterial, insônia, entre outros sintomas. Pessoas com problemas de pressão arterial e de doenças cardíacas devem tomar muito cuidado com a utilização desses produtos.

Os produtos desta categoria mais consumidos atualmente no Brasil são produtos importados, que não tem registro aqui no país e nem possuem a venda autorizada. Os que têm autorização e são vendidos aqui são, na maioria das vezes, compostos principalmente de cafeína como seu principal estimulante, porém, também devem ser tomados com orientação profissional.

A base desses produtos, que são creatina e bela alanina, são ótimas substâncias com o seu efeito ergogênico já comprovado em diversos estudos. Esses produtos podem sim trazer benefícios, porém devem ser usados com cuidado e com orientação profissional. Não podem ser usados por qualquer pessoa que busca um aumento de performance, igual tem sido utilizado atualmente. Esse tipo de produto tem sido utilizado muitas vezes de forma contínua, o que não é recomendado - pessoas estão ficando cada vez mais viciadas e dependentes desse tipo de produto.

Procurem orientação profissional, não utilizem nenhum tipo de suplemento por conta própria, principalmente produtos que possuem estimulantes. Um produto que prometia benefícios pode acabar acarretando problemas. 

* Por Bruno Brown
Nutricionista especializado em nutrição esportiva e suplementação
Colaborador do site Kadu Personal
brunobrownnutri@gmail.com

JOSÉ ALDO FECHA COM O FLAMENGO PARA O UFC-Rio

Foto Fernando Azevedo/Fla Imagem

O Flamengo anunciou a contratação de um reforço de peso para 2012. O craque, que não atua nos gramados, e sim, no octógono, é José Aldo, campeão da categoria pena do UFC. Torcedor fanático do Rubro-Negro, o manauara compareceu à sede da Gávea, na manhã desta quarta-feira, e será patrocinado pelo clube.

"É um sonho que está realizado. Sempre torci, chorei e acompanhei o Flamengo desde criança e, agora, poder fazer parte desta companhia é maravilhoso. É um momento em que consigo alcançar mais um objetivo na carreira", disse José Aldo, que recebeu das mãos da presidente Patricia Amorim, presidente do clube, o título de sócio honorário e uma camisa oficial com seu nome nas costas.

"Ele já havia demonstrado em várias oportunidades o amor que tem pelo Flamengo. Tivemos algumas reuniões anteriormente, mas hoje concretizamos a parceria. É um namoro antigo que finalmente vira casamento. José Aldo é do Mengão!", vibrou Patricia, em entrevista ao site oficial do Rubro-Negro.

O primeiro ato de José Aldo como atleta do Flamengo sera no dia 14 de janeiro, no Rio, pelo UFC 142. Ele colocará seu cinturão em jogo, diante de Chad Mendes, no principal embate da noite.
Tatame

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

LUTADOR POTIGUAR INICIA PREPARAÇÃO PARA CAMPEONATO EUROPEU

O Rio Grande vive uma grande fase no mundo das lutas. Além de muito bem representado no MMA, o jiu-jitsu não fica por baixo quando o assunto é rendimento. Um dos principais nomes do RN nas competições nacionais e internacionais é o atleta de Goianinha Fernando Braga, 25 anos, faixa roxa na modalidade da categoria até 64 kg. O atleta será um dos responsáveis por tentar trazer a medalha de ouro no Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu entre os dias 27 e 29 de janeiro de 2012, em Lisboa, Portugal. Desta vez, Fernando lutará na divisão de atletas até 70 kg.

O competidor treina duro para superar o melhor resultado que conquistou na disputa. Em 2009, Braga foi vice-campeão do Europeu, também na capital lusa. No mesmo ano, emendou resultados que o consagraram nas lutas. No tatame, foi bicampeão do Panamaericano em Salvador, campeão da Copa Internacional de jiu-jitsu na França e primeiro lugar na Copa Suíça, disputada em Lausanne, todas travadas na categoria Pluma Azul para atletas até 64 quilos.

Agora, o lutador está na fase de preparação para a competição no velho continente. Para isso, trabalhou em duas etapas. No primeiro momento cuidou da alimentação priorizando carboidrato, proteínas, frutas e verduras, além de tomar bastante líquido. A partir desta semana, Fernando Braga voltou a treinar pesado pensando no primeiro lugar do campeonato europeu.

“Para não perder o ritmo de treinamento estava trabalhando em Goianinha com outros atletas que são mais pesados do que eu. Isso faz parte da preparação e é muito bom para mim. Vou buscar o resultado em 2012, já que em 2009 fui vice-campeão. Estou mais maduro e vou mais confiante para trazer o título para Goianinha e para o Rio Grande do Norte”, planejou.

O lutador comentou ainda que a agenda para o próximo ano está completa, mas pensa em uma competição por vez. “Já estou classificado para várias disputas em 2012, mas meu foco é o Europeu, que é um campeonato de nível muito alto, no qual participam atletas muito duros e experientes. Tudo isso conta para eu não perder o foco”, completou o faixa roxa.

NOVIDADE NOS EVENTOS DE JIU-JITSU EM FORTALEZA.


Texto - Junior Samurai

A Federação de Jiu-Jitsu Olímpico do Ceará vem cheia de novidades para a temporada 2012, a começar pelo seu calendário, lançado neste sábado. A temporada do Jiu-Jitsu cearense terá inicio nos dias 11 e 12 de fevereiro, com o I Open Ceará Internacional, competição válida como seletiva para o Campeonato Sul-Latino e Internacional da CBJJE.

"Todos os eventos da FJJO-CE são automaticamente seletivos dos eventos da CBJJE. Por exemplo, a IX Copa Prof.Sá é classificatório para o Campeonato Brasileiro da CBJJE que ocorre em Manaus e também para o Sul-Americano, em Salvador" disse Sazinho, presidente da FJJO-CE.

A entidade que normalmente faz quatro eventos por ano, essa temporada vem com cinco campeonatos, fora mais três no interior que podem ser confirmados durante o ano, o I Open Sertão Central, o I Open Cariri e o I Open Serra da Ibiapaba.

A idéia de levar torneios para o interior do Ceará, é de grande importância, como frisa o dirigente "Para o esporte crescer ainda mais, você precisa valorizar cada tatame montado no estado. Numa cidade pequeno pode haver um grande lutador, sem oportunidade de mostrar seu valor" comentou

Outra novidade é a criação de um Ranking exclusivo da FJJO-CE, onde o atleta pontuará durante toda a temporada e os melhores serão premiados no final da temporada. "A intenção da formulação desse dispositivo surge pelo fato de inúmeros atletas e professores terem solicitado sua criação, e assim, ao final do certame em uma solenidade formal, a FJJOCE faria a premiação compatível com a importância do Jiu-Jitsu Cearense"

Para maiores informações sobre calendário e filiação é só ligar para a FJJO-CE (85) 8803-1088.

Confira o calendário da FJJO-CE

11 e 12/02 - I Open Ceará Internacional

07 e 08/04 - IX Copa Prof.Sá

08 e 09/06 - VIII Copa Terra do Sol

01 e 02/09 - VII The Best Fighters

17 e 18/11 - VI Copa Fortaleza

FEDOR DIZ QUE TERÁ QUE ADAPTAR AO JOGO DO JAPONÊS


Foto: Divulgação
Fedor Emelianenko fez parte de sua preparação para o combate contra Satoshi Ishii, na Holanda, onde já havia treinado anteriormente para aprimorar sua técnica de luta em pé.
O russo o japonês no dia 31 de dezembro de 2011, pelo evento DREAM: “Fight for Japan”, que será realizado no Saitama Super Fight Arena, em busca da segunda vitória neste ano.
O “Último Imperador” interrompeu sequência de três derrotas no mês passado, quando superou o americano Jeff Monson, e  retorna ao templo sagrado das artes marciais mistas para enfrentar o ídolo local, medalhista de ouro na modalidade judô, nos Jogos Olímpicos de 2008, em Beijing.
Em entrevista a um canal de TV da Russia, Fedor elogiou o adversário e sua capacidade as armas que possui em seu jogo. Emelianenko deu a entender que não possui uma estratégia traçada para enfrentar Ishii e portanto terá que se adaptar ao que o judoca oferecer durante a luta.
“Considero o Ishii um sério oponente. Ele é um cara muito forte, ótimo wrestler e é evidente que ele é capaz de utilizar suas melhores características na luta. Terei que me adaptar para ver como ele irá se movimentar no ringue durante a luta, perceber o que ele me oferecerá e o que poderei fazer para me mostrar  no combate. Isso dependerá da situação no ringue”, disse.
Confira o card completo do evento que apresentará um grand prix da categoria peso galo e lutas de kickboxing e pro-wrestling:
Lutas do grand prix até 61kg
Bibiano Fernandes vs. Rodolfo Marques
Masakazu Imanari vs. Antonio Banuelos
Vencedor vs Vencedor
Card principal
Fedor Emelianenko vs. Satoshi Ishii
Shinya Aoki vs. Satoru Kitaoka
Hayato Sakurai vs. Ryo Chonan
Hiroyuki Takaya vs. Takeshi Inoue
Tatsuya Kawajiri vs. Kazuyuki Miyata
Megumi Fujii vs. Karla Benitez
Regras mistas
Yuichiro Nagashima vs. Katsunori Kikuno
Kickboxing
Yuta Kubo vs. Nils Widlund
Masaaki Noiri vs. Kengo Sonoda
Pro-Wrestling
Kazushi Sakuraba and Katsuyori Shibata vs. Shinichi Suzukawa and Atsushi Sawada
Kazuyuki Fujita vs. Peter Aerts
Josh Barnett vs. Hideki Suzuki
Tim Sylvia vs. Jerome LeBanner
MANOAMANO

ESTÁ CHEGANDO O DIA LESNAR x OVEREEM


Foto: Divulgação/UFC
A estreia de Alistair Overeem no Ultimate Fighting Championship é uma das mais aguardadas, e não é por menos, já que o holandês conquistou os cinturões do DREAM e do Strikeforce e se tornou o primeiro atleta a conquistar título tanto no MMA como no K-1.
O atleta diz não se sentir pressionado por estrear no maior palco das artes marciais mistas, e ao contrário do que tem sido especulado, ele afirma que quanto maior a atenção e o número de pessoas que for assistir a luta, melhor para ele, já que se sente confortável por fazer o principal combate do UFC 141, no dia 30 de dezembro.
“Bem, já lutei nos Estados Unidos antes porque eu lutei pelo Strikeforce quatro ou cinco vezes, acredito”, disse ao MMAWeekly.com. “Não vejo isso como pressão. Claro que o UFC é cem vezes maior que o Strikeforce. O UFC é enorme e há muita atenção da mídia”.
“Mas o aspecto bacana comigo é que quanto maior a luta, quanto maior a atenção da mídia, quanto mais pessoas vierem para assistir, melhor eu sou. Então, quanto maior for isso, melhor para mim”, afirmou.
“Há pressão por lutar no UFC? Óbvio que há, mas essa é a mesma pressão que está sobre o Brock. Quero dizer, um de nós dará um passo acima e o outro dará um passo abaixo”, comentou.
Alistair Overeem e Brock Lesnar se enfrentarão na próxima sexta-feira, dia 30 de dezembro, no Mandalay Bay Events Center, em Las Vegas, Nevada. Para ler mais sobre o UFC 141: “Lesnar vs Overeem”, clique neste link.
manoamano

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

LUTO: ERALDO PAES MORRE AOS 33 ANOS


Por Eduardo FerreiraFoto Erik EngelhartUma triste notícia para a comunidade da luta. Aos 33 anos, faleceu na noite de hoje, o faixa-preta de Jiu-Jitsu e Luta Livre, Eraldo Paes. Treinador da Brazilian Top Team, Eraldo vinha lutando contra um câncer no estômago desde 2007 e parecia estar vencendo a doença, mas foi internado as pressas na manhã de hoje, as 5h30min, no hospital Santa Terezinha, na Tijuca, Rio de Janeiro, vindo a falecer por volta das 20h.

“Nas duas últimas semanas o corpo dele tinha dado uma inchada, provavelmente pelos remédios que ele vinha tomando para tratar o câncer. Mas essa semana ele tirou o líquido e já estava melhor, inclusive deu aula ontem na BTT. Mas hoje ele foi para o hospital porque estava com febre, tonteira, a perna voltou a inchar e ele já não tinha mais equilíbrio. No hospital fizeram alguns exames e ele estava com trombose e o fígado e os rins já não estavam mais trabalhando. Ele estava respirando apenas por aparelho”, contou aos prantos Miltinho Vieira, melhor amigo de Eraldo.

"
Ele era como um irmão pra mim. Sempre foi um guerreiro, nunca reclamou da vida. Para ele sempre estava tudo ótimo!”, disse Miltinho. O enterro do Eraldo Paes será hoje (24), no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, às 13h e 30min e o velório será na Capela C às 10h. A TATAME deseja força à família de Eraldo Paes e a todos os seus fãs, alunos e amigos. Para saber maiores detalhes da fatalidade fique ligado no site da TATAME.
Tatame

TREINADOR DE JONES FALA DE POSSIVEIS ADVERSÁRIOS


Foto: Divulgação/UFC
O próximo adversário do campeão meio-pesado do Ultimate Fighting Championship Jon Jones poderá sair do confronto entre Rashad Evans e Phil Davis ou poderá ser Dan Henderson, que reestreou na organização com vitória sobre Maurício Shogun.
O treinador Mike Winkeljohn gosta da maneira como seu atleta se encaixa contra os três adversários e explicou como Johnny Bones leva vantagem sobre cada desafiante.
“Todos eles apresentam desafios diferentes”, disse ao Sherdog.com. “Não tenho certeza sobre qual será o maior. A direta do Dan sempre é um grande desafio. Ele é alguém que pode ser capaz de encontrar uma brecha e tentar chegar ao queixo do Jon. Esse provavelmente é o dilemma contra ele mas ele é baixo. Não acho que ele possa superar o Jon no wrestling. Acho que o Jon o derrota em todos os aspectos e não acho que ele possa acertar o Jones com aquela direita”, disse.
Phil Davis, que já foi campeão nacional de wrestling nos Estados Unidos, está invicto no MMA e tem evoluído rapidamente, mas de acordo com Mike, ele ainda não está no nível de trocação do número um do mundo até 93kg.
“Acho que o Jon mata o Phil Davis em pé. Phil é um tremendo wrestler e tenho certeza que a trocação dele está melhorando a cada dia. Veremos o quanto isso tem melhorado quando ele lutar com o Rashad Evans. Essa luta me dirá onde ele irá com os treinos e o que fará”, analisou.
Para o especialista em Muay Thai e boxe, entre os três prováveis desafiantes ao cinturão, Rashad Evans é o oponente que possui maior capacidade de encurtar a distância da luta, no entanto, o treinador não se mostra preocupado com o adversário.
“Rashad provavelmente é capaz de encurtar a distância se ele quiser, já que é mais rápido que qualquer um que tentou trocar com o Jon. Mas acho que contra todos eles o Jones tem a habilidade de pegá-los na longa distância como ele feito em todas as outras lutas, pará-los e terminar a luta quando for a hora”.
Mike Winkeljohn também declarou que seu atleta está pronto para enfrentar o ex-companheiro de equipe e confia tanto em Jon Jones que não se preocupa com a confiança demonstrada por Rashad Evans em entrevistas sobre o possível combate.
MANOAMNO

JUDOCA CONFIANTE PARA DERROTAR FEDOR


Foto: Divulgação
O judoka Satoshi Ishii não dá a mínima para o status de azarão no combate contra Fedor Emelianenko, que ocorrerá no dia 31 de dezembro, no DREAM “Fight for Japan: Genki Desu Ka! New Year!”.
Com apenas seis lutas como profissional das artes marciais mistas, o japonês tentará impor a terceira derrota ao russo Fedor Emelianenko, que derrotou Jeff Monson no dia 20 de novembro, em Moscou.
Em entrevista ao site americano LowKick.com, o medalhista de ouro dos jogos olímpicos de Beijing, em 2008, fez os seguintes comentários sobre o confronto contra o lendário russo:
Sobre ser o azarão
“Tudo bem que as pessoas considerem o Fedor favorito para a luta. Isso não me aborrece de maneira alguma as pessoas pensarem que eu sou o azarão. Menos pressão para mim. É ele que tem mais a perder já que vem de três derrotas em suas últimas quatro lutas”.
Sobre levar vantagem na luta
“Eu não diria que tenho alguma vantagem real sobre o Fedor, homem que é uma lenda e que enfrentou todos os estilos, mas eu estou confiante onde quer que essa luta aconteça, se nós trocarmos em pé ou no chão. Em relação ao meu judô, eu sinto que meu judô terá um grande papel nessa luta se ele decidir clinchar comigo. Sei que tenho as habilidades necessárias para vencer no clinche”.
Sobre Fedor ter se tornado um lutador diferente
“Fedor está nesse esporte há muito tempo e lutou contra todos. Eu respeito as conquistas dele e me espelho nele. É uma honra entrar no ringue com ele. Não, eu não acho que ele tenha se tornado um lutador diferente desde o Pride. Acho que ele se tornou um lutador diferente pelas derrotas recentes. Ele está menos decidido. Você pode ver isso na luta contra o Jeff Monson. Em relação às fraquezas, ele é um lutador completo. Ele é capaz de lutar tanto em pé como no chão”.
Sobre o resultado
“Sinto que vencerei essa luta por decisão [dos jurados]. Não sou apenas um judoca mais. Os fãs verão o quanto minha trocação, wrestling e grappling melhoraram desde que eu comecei no MMA”.
MANOAMANO

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

BROCK LESNAR: "OVEREEM ENFRENTARÁ O LUTADOR QUE ACABOU COM FRANK MIR”

Foto: Divulgação/UFC
Brock Lesnar voltará ao octógono no dia 30 de dezembro, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, Nevada, para fazer o primeiro confronto desde sua última luta no UFC 121, em outubro de 2010, quando perdeu o cinturão da categoria peso pesado para Cain Velasquez, naquela que foi a segunda derrota de sua carreira de sete lutas.
Brock estreou na octogésima primeira edição do Ultimate Fighting Championship em fevereiro de 2008, quando foi finalizado por Frank Mir, seu primeiro rival na organização. Os dois se reencontraram no UFC 100 e Lesnar devolveu a derrota na estreia com uma surra que terminou em vitória do gigante por nocaute técnico no segundo round.
O ex-campeão disse em teleconferência que está 100% recuperado da cirurgia no estômago que o manteve afastado da jaula por mais de um ano e que Alistair Overeem enfrentará o mesmo lutador rápido, forte e explosivo que acabou com Frank Mir na primeira vez que defendeu o cinturão da divisão acima de 93kg.
“Olha, eu tive uma ótima preparação. É o melhor que tenho sentido em anos. Eu poderia usar todos os clichês sobre a forma em que estou mas o fato é que eu conheço o meu corpo e sei que estou de volta. Estou 100%, estou tão rápido, forte e explosivo como nunca estive e vocês verão o mesmo cara que bateu o Frank Mir no UFC 100 até ele se machucar”.
Essa é a típica luta entre um especialista em quedas e luta no chão contra um especialista no combate em pé, com vasto arsenal de chutes, socos e joelhadas. Em tese, Brock levará vantagem caso consiga derrubar Overeem, e este dará um passo largo em direção a vitória se mantiver a luta em pé. O americano aposta em sua estratégia para vencer o duelo.
“Se eu entrar e executar minha estratégia, eu vencerei essa luta. Isso é o básico aqui. O Overeem diz que ele me nocauteará em dois rounds. Bem, estou feliz que ele tenha a capacidade de ver o futuro. Esse é o sonho dele e eu tenho os meus próprios sonhos como vencer essa luta e partir para conquistar meu cinturão de volta e na sexta-feira, dia 30 de dezembro, o sonho dele estará acabado”, disse.
MANOAMNO

sonnenGADOR TERÁ SEGURANÇA PRESIDENCIAL PARA LUTAR NO BRASIL

Dia 28 de janeiro já se tornou um dos dias mais aguardados pelos fãs do MMA, sobretudo os brasileiros, já que Chael Sonnen retornará ao octógono para enfrentar Mark Munoz em combate que definirá o próximo desafiante ao cinturão da categoria até 84kg, dominada por Anderson Silva.
O americano foi o lutador que mais se aproximou de derrotar o “Aranha” nos mais de cinco anos que o brasileiro é o campeão da categoria peso médio. No UFC 117, Sonnen dominou o confronto durante quatro rounds em que aplicou quedas, cotoveladas e socos mas acabou finalizado a poucos minutos do fim da luta por um triângulo.
Chael foi forçado a se afastar das competições por ter caído no exame antidoping após aquela luta e em seguida enfrentou problemas particulares envolviam até superfaturamento na venda de imóveis, o que resultou na cassação de sua licença como corretor de imóveis nos Estados Unidos.
Para manter-se na mídia e evitar ser esquecido pelo público que o aplaudiu pela performance contra Anderson, Sonnen passou a atacá-lo fora do octógono com provocações em entrevistas e através de sua conta no twitter. A estratégia funcionou e o lutador é o adversário preferido Silva entre os fãs das artes marciais mistas.
Ao site Heavy.com, Dana White falou que ninguém capaz de falar tanto quanto Chael Sonnen desde Muhammad Ali, que se notabilizou pela forma engraçada e inteligente de promover suas lutas. “Nunca vi alguém nem perto dele. Sério, e todo mundo vai ficar louco com isso, mas nunca vi alguém que pode falar que nem esse cara desde Muhammad Ali. Ele fala coisas que acabaram de vir à cabeça e é hilário. E você não sabe o que é real e o que não é real”, disse.
O UFC planeja promover um grande evento em um estádio de futebol no próximo ano, possivelmente no estado de São Paulo, e nenhum combate seria maior que “Silva vs Sonnen II”. De acordo com Dana White, a organização já se preocupa com a segurança do falastrão e afirmou que o atleta terá segurança de nível presidencial para protegê-lo.
“Já começamos a nos preocupar com a segurança para ele. Vamos ter segurança do tipo presidencial para ele. O maior medo seria o Chael vencer nessa noite, aí teríamos que cavar um túnel debaixo do octógono [para tirá-lo de lá]”.
A segunda edição do UFC no Brasil em 2012 tem previsão para ocorrer no segundo semestre. Até lá Anderson Silva já terá se recuperado da lesão no ombro e poderá enfrentar o rival, caso este derrote o filipino Munoz no UFC on Fox 2. Caso o aguardado combate aconteça em um estádio, deverá quebrar o recorde de bilheteria do Ultimate Fighting Championship.
MANOAMANO

ATLETA DO UFC CRIA CAMISA SOBRE POSSIVEL LUTA DE ANDERSON x sonnenGADOR


Foto divulgação

Um dos símbolos nacionais mais famosos do mundo, o Tio Sam, personificação nacional dos Estados Unidos, entrou na briga entre Anderson Silva e Chael Sonnen. Isto porque, o personagem, com o tradicional dedo em riste, deu lugar ao lutador norte-americano, sob a frase: “I want you, Anderson Silva” (Eu quero você, Anderson Silva), em uma blusa, idealizada por Stephan Bonnar, também atleta do UFC.

Com a estampa, os fãs, que anseiam por ver novamente o reencontro dos atletas da divisão dos médios, poderão, literalmente, vestir a camisa na torcida pelo grande dia.

Em agosto deste ano, Anderson defendeu o cinturão diante do desafeto. Após duro castigo, o Aranha  encaixou um triângulo e finalizou o oponente nos minutos finais, garantindo a manutenção do cinturão da categoria.
Tatame

MORTE DE LUTADOR É CONFIRMADA


Por Oriosvaldo Costa
Foto reprodução

O jovem Shangguan Pengfei, de 23 anos, morreu no último dia 12 de dezembro. A informação foi confirmada por Wang Yulong, diretor do National Wushu Administrative Center, na quinta-feira passada. Lutador de Kung Fu, Pengfei foi nocauteado em 31 de outubro, na cidade de Haikou, província de Hainan, na China, durante o tradicional evento King of Sanda, e passou 42 dias em coma.

O Sanda é também conhecido como Boxe Chinês, ou combate livre, na China, e é uma arte marcial “full-contact”. Pengfei foi nocauteado na semifinal do torneio com um golpe na nuca e a comissão organizadora desse evento fez vista grossa por ele ter sido nocauteado alguns meses antes desta luta. Contudo, há controvérsias. Zhao Jun, do Sports Bureau Henan, disse que Shangguan não tinha sido nocauteado ou derrubado em qualquer luta ou treinamento por pelo menos um ano. De acordo com os regulamentos internacionais, os atletas nocauteados não estão autorizados à lutar novamente por três a seis meses.

A tragédia reacendeu a discussão sobre tratamento e precauções para atletas de combates livres na China. Foi a primeira morte em competições de Sanda no país em mais de 30 anos. Essa modalidade também fez uma exibição esportiva nos Jogos Olímpicos de Pequim e é
apoiada pelo Partido Comunista.

Gao Xiaojun, chefe do centro administrativo do esporte, disse que a organização da luta foi à altura dos padrões nacionais e Shangguan recebeu atendimento em tempo útil após o acidente. Mas, segundo a imprensa chinesa, a família de Shangguan tinha solicitado para ele ser transferido para um hospital melhor, quando seu quadro tornou-se estável em meados de novembro, mas o pessoal da comissão organizadora se recusou a pagar despesas médicas fora de Haikou.

Enquanto continua o jogo de empurra-empurra, Zhang Tiequan, primeiro chinês a participar do UFC, aproveitou para defender seu esporte,o MMA, que havia sido classificado como barbárie , recentemente. Zhang comentou para a mídia local que já havia sugerido a realização de exames médicos cuidadosos para os atletas participantes de lutas de nível internacional.

Ainda segundo a mídia da China, cada evento deveria contar com pelo menos duas ambulâncias e quatro médicos e que o sistema de primeiros socorros do país não foi adequado.Cada evento de nível nacional conta com apenas um ou dois médicos.

A família do lutador morto receberá 300 mil yuan (R$ 47 mil), e outras quantias não informadas.
Tatame

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

EX-UFC SE ENVOLVE EM CONFUSÃO VAI PARA O HOSPITAL E FOGE.

Depois de confusão em bar, ex-UFC foge de hospital e se diz ameaçado Junie Browning se diz vítima de uma armação. Lutador se envolveu em polêmicas e quase foi expulso da oitava temporada do 'The Ultimate Fighter'

O lutador de MMA Junie Browning, mais conhecido por sua polêmica participação no reality show do UFC, o "The Ultimate Fighter", se envolveu em uma enorme confusão na cidade de Phuket, na Tailândia, onde mora, na semana passada. Após uma discussão em um bar, o americano de 26 anos, que estava acompanhado de sua namorada, foi agredido por um grupo de pessoas do lado de fora e, com cortes profundos na cabeça, causados por garrafadas, acabou parando no hospital, de onde fugiu posteriormente.

Imagem Postada


Junie enviou um texto ao site tailandês Phuket Gazette explicando o ocorrido. O lutador afirmou que foi a grande vítima no caso e que não sabe o porquê de ter sido agredido no bar. Ele disse ainda que fugiu do hospital por ter sofrido ameaças de morte dos envolvidos na briga e um conselho de um amigo, que preferiu omitir o nome, de que todos no hospital, inclusive a polícia, estavam participando da "armação".
Em 2008, Junie Browning participou da oitava temporada do TUF americano, que teve como treinadores o brasileiro Rodrigo Minotauro e Frank Mir. O lutador se envolveu em diversas polêmicas durante o reality show e chegou a ter sua expulsão cogitada pelo presidente do UFC, Dana White. Em uma delas, jogou um copo de vidro em um dos competidores, que sofreu um corte no braço.
No programa, ele perdeu a semifinal dos leves (até 70kg) para Efrain Escudero, que viria a ser o campeão. Mesmo assim, entrou no UFC e perdeu para Cole Miller, em abril de 2009, pelo "UFC Fight Night: Condit x Kampmann". Depois, deixou a organização e foi derrotado em quatro dos cinco combates que realizou desde então.Imagem Postada
PVT

domingo, 18 de dezembro de 2011

PRESIDENTE DO UFC DECRETA APOSENTADORIA DE ANDERSON SILVA

Presidente do UFC diz que Anderson Silva pode ter só mais duas lutas na carreira. Em entrevista exclusiva a ALFA, Dana White disse que brasileiro deve terminar carreira com "super luta"

Imagem Postada

Numa entrevista exclusiva a ALFA, o presidente do UFC Dana White disse que o campeão dos pesos médios (até 84 kg), o brasileiro Anderson Silva, tem mais duas lutas no UFC. É a primeira vez que Dana, que decide o futuro dos lutadores, faz projeção a respeito da aposentadoria de Anderson.
PVT

AS PESSOAS ME ACUSAM DE TOMAR ESTERÓIDES DESDE OS 17 ANOS

Foto: Divulgação/UFC
Não é de hoje que Alistair Overeem é acusado de usar hormônios mas as acusações voltaram a tona no mês passado, quando o holandês não realizou teste antidoping para sua luta do dia 30 de dezembro, contra Brock Lesnar.
Overeem, que havia mudado para o Estados Unidos, viajou para a Holanda para a acompanhar sua mãe no tratamento contra o câncer e culpou um dos seus assistentes por não tê-lo avisado da necessidade de realizar exame de urina no dia do embarque para seu país.
O atleta de trinta e um anos levantou suspeita de estar fugindo do teste mas explicou em entrevista à ESPN.com que é acusado de tomar hormônios desde quando ainda era lutador peso médio e tinha dezessete anos.
“As pessoas têm me acusado de uso de esteróides desde quando eu tinha dezessete anos. Eu lembro que na minha primeira luta, minha namorada estava na plateia e ela me disse que pessoas invejosas estavam cochichando entre si que eu estava usando esteróides”.
Overeem quando lutava no PrideFC
“Aquilo foi quando eu tinha dezessete anos e era um peso médio. Tudo o que posso dizer é o meu lado da história. Quando eu tinha 20, eu já era um peso pesado natural. Eu pesava 100 quilos e agora peso 120. Esses vinte quilos eu ganhei em onze anos”, The Reem explicou o aumento de massa muscular.
“Eu acredito que todos têm o direito de ter opinião. Nós temos liberdade de expressão. Se elas querem falar dessa forma, deixem-nas falar dessa maneira. Não posso controlar o que dizem. Se querem insinuar coisas, tudo bem. Estou muito ocupado com minha carreira para me aborrecer com isso”, disse.
Alistair Overeem recebeu licença condicional para lutar no UFC 141. A Comissão Atlética de Nevada aguarda o resultado do exame de urina na próxima semana para dar ao ex-campeão do Strikeforce a licença definitiva para atuar no combate que poderá garantir-lhe o direito de disputar o cinturão da categoria peso pesado contra Junior “Cigano” dos Santos.
MANOAMANO

A BRASILEIRA CRIS CYBORG MANTÊM O TITULO DE CAMPEÂ

Foto: Strikeforce
Cris Cyborg conquistou a décima primeira vitória consecutiva nesta madrugada, quando defendeu o título de campeã peso pena contra Hiroko Yamanaka. De maneira devastadora, a brasileira partiu para cima da japonesa e conectou dois diretos que levaram a adversária ao chão.
Cris tentou finalizar a luta com um mata-leão, defendido pela desafiante, e acabou com a luta socando Yamanaka até a interrupção do árbitro aos dezesseis segundos de luta. A brasileira enfrentará Ronda Rousey e mandou um recado para a americana logo após a vitória.
“Obrigado a todos por terem vindo me assistir. Treinei muito para essa luta e consegui meu objetivo. Sobre Ronda Rousey, só posso dizer que ela fala demais. Enquanto ela fala, eu treino, e estou pronta para enfrentar qualquer uma.
Gilbert Melendez manteve o cinturão peso leve contra Jorge Masvidal, naquela que foi a principal luta do evento. “El Niño” manteve a luta em pé e controlou o combate sem ter corrido qualquer risco ao longo dos cinco rounds da luta. Masvidal manteve-se na defensiva e quando tentou levar a luta ao chão não obteve sucesso.
Melendez provou ser um dos melhores atletas do peso fora do UFC e quer enfrentar os melhores do mundo. “Eu acho o Strikeforce incrível mas gostaria que trouxessem os melhores do mundo aqui para me desafiar. Tragam o campeão e os melhores do UFC para lutar comigo aqui e vamos ver o que acontece”, disse após a luta.
Confira os resultados:
Gilbert Melendez venceu Jorge Masvidal por decisão unânime dos juízes
Cris Cyborg venceu Hiroko Yamanaka por nocaute no primeiro round
Gegard Mousasi venceu Ovince St. Preux por decisão unânime dos juízes
K. J. Noons venceu Billy Evangelista por decisão unânime dos juízes
Caros Fodor venceu Justin Wilcox por nocaute no primeiro round
Roger Bowling venceu Jerron Peoples por nocaute no primeiro round
Devin Cole venceu Gabriel Salinas-Jones por decisão unânime dos juízes
Eddie Mendez venceu Fernando Gonzalez por decisão dividida dos juízes
Herman Terrado venceu Chris Brown por finalização no terceiro round
MANOAMANO

UFC Rio II COM CARA DE EVENTO NACIONAL

A cada baixa o card do UFC 142, evento que também tem sido chamado de “Rio II”, tem ganhado status de evento nacional, em virtude do excessivo número de brasileiros no card.
Os fãs do MMA no Brasil acompanham o esporte desde os primórdios e se acostumaram a acompanhar a carreira de lutadores de outros países – muitas vezes com mais atenção que a carreira dos atletas tupiniquins.
Nomes como o de BJ Penn, Quinton Jackson, Rich Franklin – para não citar grandes astros que se aposentaram recentemente – seriam excelentes opções para o evento e atrairiam maior atenção ao espetáculo.
São comuns as reclamações nas redes sociais e mesmo de leitores deste blog em relação aos confrontos casados e a tendência é que a insatisfação aumente após a confirmação dos lutadores que substituirão Rob Broughton, Paulo Thiago e Siyar Bahadurzada.
Gabriel Gonzaga enfrentará Ednaldo Lula, que estrearia na organização americana pela categoria meio-pesado [até 93kg]. “Napão” assinou contrato de quatro lutas e retorna ao Ultimate Fighting Championship após curto período de aposentadoria. O confronto ocorrerá no card preliminar.
Paulo Thiago lesionou o ombro e sua vaga será ocupada por Ricardo Funch, que ganha nova chance no UFC após ter sido cortado em consequência das derrotas sofridas para Claude Patrick e Johnny Hendricks. Funch enfrentará Mike Pyle em mais uma lua do card preliminar.
Erick Silva – que enfrentou Luis Beição em agosto – enfrentará mais um brasileiro na cidade maravilhosa. Carlo Prater substitui Siyar Bahadurzada e terá a oportunidade de estrear no card principal do maior palco das artes marciais mistas da atualidade.
Stanislav Nedkov não enfrentará Fabio Maldonado por ter tido problemas com visto. O búlgaro, que nocauteou Luiz Cane no UFC 134, será substituído pelo cearense Caio Magalhães, recém-contratado pelo UFC, em confronto que reúne um especialista em boxe contra um especialista em jiu-jitsu.
Confira o card do UFC 142
Card principal
José Aldo x Chad Mendes
Vitor Belfort x Anthony Johnson
Edson Barboza x Terry Etim
Rousimar “Toquinho” Palhares x Mike Massenzio
Erick Silva x Carlo Prater
Card preliminar
Thiago Tavares x Sam Stout
Mike Pyle x adversário a ser definido
Fábio Maldonado x adversário a ser definido
Felipe “Sertanejo” Arantes x Antonio “Pato” Carvalho
Yuri “Marajó” Alcântara x Michihiro Omigawa
Ednaldo “Lula” Oliveira x Gabriel “Napão” Gonzaga

NOVO TWITTER


SAUDAÇÕES NAÇÃO JIUJITEIRA...
O MEU TWITTER FOI INVADIDO PORTANTO FIZ OUTRA CONTA QUEM QUISER SEGUIR FIQUE AVONTADE:

@WANDERSONJJB

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

RIVALIDADE DE VASCO E FLAMENGO NO UFC 142

A luta principal do UFC 142, entre o campeão do peso pena, José Aldo, e o americano Chad Mendes, que será disputado dia 14 de janeiro, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, já começa a ganhar contornos de clássico carioca. O brasileiro é rubro-negro declarado e negocia patrocínio do Flamengo para o evento. Já seu desafiante recentemente postou em seu Facebook uma foto com seu treinador de jiu-jitsu, o brasileiro Fabio Pateta, com camisa do Vasco. E Fabio revelou em primeira mão ao LANCENET! que seu pupilo vai utilizar materiais de uma torcida organizada do Cruzmaltino e promoveu o Vasco x Flamengo do UFC.

- Eles já enviaram camisa, boné, faixa. Acabei de receber aqui na Califórnia. Mandaram vários materiais. O José Aldo é flamenguista e a gente é vascaíno. O couro vai comer - afirmou Fabio Pateta.

Confiante na preparação de Chad Mendes, que segundo o treinador está "na ponta dos cascos", Fabio não mostrou preocupação com as excelentes defesas de quedas de José Aldo, que poderia dificultar o americano de praticar seu conhecido wrestling.

- Pode ter uma ótima defesa, mas não para defender os takedowns do Chad. Vai ser difícil segurar. Ele não segura a onda do Chad não. Pode defender de um ou outro, mas do Chad é impossível - garantiu.

Nesta quarta-feira, porém, Chad Mendes declarou durante coletiva do UFC 142 que não quis provocar Aldo e explicou que a ideia da foto foi justamente de seu treinador, após um treino, mas já havia deixado no ar a possibilidade de vestir algo do Vasco no evento.

- Foi uma brincadeira, não quis provocar ninguém. Meu treinador Fábio (Pateta) é fã do Vasco. Eu estava sem camisa após um treino, ele me emprestou uma e tiramos uma foto. Adoro futebol, minha mulher jogava na faculdade. Sei como é a rivalidade e também sei que o Aldo é Flamengo. Mas não tenho o menor problema em usar a camisa do Vasco - concluiu.

Fonte: Lancenet

FINAL DO TUF EM 2012 PODERÁ TER NA MESMA NOITE WAND x BELFORT E ANDERSON x CAMPÃO ENTRE sonnenGADOR E MUNOZ

Se as expectativas se confirmarem de fato, a cidade de São Paulo irá receber um evento de enorme porte em meados de 2012. A possiblidade de Anderson Silva fazer a luta principal do evento do UFC contra o vencedor do duelo entre Chael Sonnen e Mark Muñoz - que ocorre em 28 de janeiro -, foi confirmada por Lorenzo Fertitta, um dos proprietários da organização. Para isso, no entanto, o "Spider" terá de se recuperar de uma lesão no ombro.
Para o mesmo evento, já está confirmado o combate entre Vitor Belfort e Wanderlei Silva, que será o episódio final do reality show "The Ultimate Fighter" Brasil, do qual eles serão os técnicos. Os vencedores do programa, que terá transmissão da TV Globo, assinarão contrato com o Ultimate.
Globo.com

OVEREEM DISPOSTO A ACABAR COM ESPECULAÇÃO SOBRE USO DE ESTERÓIDES


Foto: UFC
Alistair Overeem fará sua estreia no Ultimate Fighting Championship contra Brock Lesnar, no dia 30 de dezembro, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, Nevada. O holandês recebeu uma licença condicional para atuar no evento e a Comissão Atlética do Estado de Nevada aguarda o resultado do teste antidoping na próxima semana.
O peso pesado foi avisado por seu assistente sobre o exame no dia 17 de novembro, mesma data em que viajou dos Estados Unidos para a Holanda para acompanhar de perto o tratamento cancerígeno de sua mãe. Quatro dias depois, Alistair fez exame de sangue em uma clínica em companhia de seu médico particular.
O resultado foi enviado para a Comissão Atlética, que na verdade havia solicitado exame de urina, e só então o holandês colheu a amostra na Alemanha , dia 7 de dezembro. Se Overeem não tivesse marcado o voo para seu país no dia 15 de novembro, a dois dias do embarque, a Comissão teria suspeitado que o atleta estaria evitando o exame.
“The Reem”, apesar de já ter atuado no evento americano Strikeforce, é suspeito de fazer uso de esteróides devido ao considerável aumento de massa muscular mas espera que após os quatro exames que realizará em três semanas do mês de dezembro sejam suficientes para acabar com qualquer tipo de dúvida referente a sua condição física privilegiada.
“Serei testado quatro vezes em três semanas este mês, então após isso não poderá haver mais dúvidas. A coisa é que eu já lutei nos Estados Unidos antes e fui testado todas as vezes e nunca testei positivo, então não sei de onde toda a especulação vem”, disse ao Yahoo!Sports.com
“Estou muito focado na minha carreira e de fato não presto atenção a essas mensagens. Não posso julgar os outros lutadores, embora às vezes você tenha suspeitas. Se eu acho que o teste deveria ser feito mais frequentemente? Sim, realmente acho que deveriam ser feitos mais. vezes Acho que isso deveria ser aplicado a todos os atletas e não a alguns selecionados aleatoriamente”, comentou.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

LYOTO - "É UM DESAFIO VENÇER O JON JONES!


Foto: Divulgação/UFC
Após ter retornado do Canadá, onde foi derrotado por Jon Jones na disputa do cinturão meio-pesado do Ultimate Fighting Championship, Lyoto Machida participou de uma coletiva de imprensa em que falou sobre o futuro de sua carreira e a derrota para o americano no UFC 140.
O karateca reagiu bem à derrota para Johnny Bones e disse que continuará tentando se tornar campeão da organização. “É claro que qualquer derrota é dolorida para um lutador. Eu perdi e ainda tenho mais três lutas pelo UFC e agora o principal objetivo é ser campeão da categoria e trazer o cinturão novamente ao Pará”, disse.
Corte na testa que abriu caminho para vitória de Jones (Foto: UFC)
Lyoto, que foi superior no primeiro round daquele confronto, diz que já descobriu o caminho para bater Jon Jones e espera ter mais sorte na próxima oportunidade. “Agora é um desafio vencer o Jon Jones e dar a volta por cima. Nós já conhecemos o percurso para chegar até ele e na próxima luta as coisas devem acontecer com mais tranquilidade”, explicou.
O brasileiro desmentiu especulações de que mudaria de categoria de peso no próximo ano mas reconhece que esse poderá ser seu caminho no futuro. Agora eu não quero mudar, mas se eu for campeão da categoria meio pesado, isto realmente pode acontecer”, disse Machida.
O “Dragão” agradeceu o apoio e as mensagens enviadas pelos fãs em vídeo divulgado pelo Portal ORM.
“Bem, que eu queria agradecer aos fãs pelo apoio. Eu sei que a gente deu o máximo e sei que a gente fez o nosso melhor, contratou todo mundo que a gente poderia, mas nem sempre o resultado é da forma que a gente quer”.
“Acho que a gente sempre tem que estar aprendendo alguma coisa com isso e é através da derrota que a gente aprende muito mais do que na vitória, mas acima de tudo muito obrigado às pessoas que mandaram mensagem”.
“Eu tenho lido algumas mensagens no twitter, na internet, e só tenho a agradecer e dizer que está tudo bem comigo, está tudo ótimo, vamos para a próxima. Sou um profissional e isso faz parte da minha carreira: vencer e perder. Espero que na próxima nós possamos comemorar juntos, gritando, e acho que é por aí o caminho”, finalizou.

INGRESSOS PARA O UFC RIO GARANTA O SEU APARTIR DE HOJE


Foto: Divulgação/UFC
Os ingressos para o UFC 142: “José Aldo vs Chad Mendes” serão vendidos a partir de hoje, às 23:30, exclusivamente no site www.ingresso.com. O evento acontecerá no dia 14 de janeiro, no HSBC Arena, e será o primeiro a ser transmitido pela Rede Globo, em 2012.
Os ingressos terão o mesmo valor da edição anterior também realizada no Rio e Janeiro, em agosto. Naquela oportunidade, os tickets se esgotaram em pouco mais de quatorze minutos. Confira as informações sobre as vendas enviadas pela Assessoria do UFC no Brasil ao blog Mano a Mano.
Detalhes sobre a venda de Ingressos:

DIVISÃO DE SETORES E PREÇOS
Octógono Premier Norte (assento marcado) – Inteira R$ 1.600,00 / Meia-Entrada R$ 800,00
Octógono Premier Sul (assento marcado) – Inteira R$ 1.600,00 / Meia-Entrada R$ 800,00
Cadeira Premier Leste (assento marcado) – Inteira R$ 1.600,00 / Meia-Entrada R$ 800,00
Cadeira Premier Oeste (assento marcado) – Inteira R$ 1.600,00 / Meia-Entrada R$ 800,00
Cadeira Especial Norte (sem assent marcado) – Inteira R$ 1.000,00 / Meia-Entrada R$ 500,00
Cadeira Especial Sul (sem assento marcado) – Inteira R$ 1.000,00 / Meia-Entrada R$ 500,00
Arquibancada (sem assento marcado) – Inteira R$ 275 / Meia-Entrada R$ 137,50
Portadores de Necessidades Especiais (sem assento marcado) – Meia-Entrada R$ 137,50
Portadores de Necessidades Especiais Premier (assento marcado) – Meia-Entrada R$ 137,50
COMPRA DE INGRESSOS POR CPF E MEIA-ENTRADA
Haverá limite de 4 ingressos por CPF no ato da compra, com limitaçãode1 ingresso de meia-entrada. O comprovante que dá direito à meia-entrada deve ser apresentado na retirada do ingresso e na entrada do evento.
Terão direito à meia-entrada todos os brasileiros estudantes (ensino fundamental, médio e superior da rede pública e particular), idosos com idade igual ou superior a 60 anos, professores da Rede Pública Estadual e Municipal, aposentados, menores de 21 anos e portadores de necessidades especiais se assim comprovarem sua situação. No caso se estrangeiros, somente terão direito ao benefício da meia-entrada se estiverem matriculados em alguma instituição de ensino do Brasil.
DOCUMENTOS
Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior da rede pública ou particular:
Informar Nome Completo do Beneficiário, Número da Carteira de Estudante ou Matrícula e Nome da Instituição de Ensino.
Menor de 21 anos ou Maior de 60 anos:
Informar Nome Completo do Beneficiário, Número do RG ou Certidão e Mês/Ano Nascimento.
Professores da rede pública estadual e Professores da rede pública municipal de ensino:
Informar Nome Completo do Beneficiário, Número da matrícula no Estado / Município e Número do RG.
Aposentados:
Informar Nome Completo do Beneficiário, Número de inscrição no INSS e Número do RG
Portadores de Necessidades Especiais (PNE):
Informar Nome Completo do Beneficiário e Número do RG.
Benefício pessoal e intransferível.
O documento comprobatório para o benefício da meia-entrada deverá ser informado no ato da compra e apresentado no acesso ao evento, de modo a comprovar o efetivo direito ao benefício.
O consumidor que não apresentar documento válido para o benefício conquistado não poderá acessar o evento e não terá direito a reembolso do valor pago pelo ingresso ou qualquer tipo de ressarcimento ou compensação.
Não será permitida a compra de duas meias-entradas para substituir uma entrada inteira.
ENTREGA E RETIRADA DOS INGRESSOS
O fã do UFC poderá optar por receber o ingresso na sua casa, sendo que a taxa de entrega é de R$ 22 por ingresso. Não haverá a cobrança da taxa de conveniência. A entrega dos ingressos começará a ser feita a partir do dia 03 de janeiro.
Os clientes que optaram por buscar os ingressos na bilheteria poderão retirá-los a partir de 03 de janeiro, de segunda-feira a sábado, das 10h às 18h, até o dia 14 de janeiro, 2h antes do evento, no portão principal da HSBC Arena, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno.
Clientes de fora do país precisam retirar o ingresso na bilheteria. É obrigatória a apresentação do voucher de compra, documento de identificação e o cartão de crédito utilizado na compra.
ASSENTOS MARCADOS
Somente os setores cadeira e octógono premier terão lugar marcado no UFC Rio. Nesse caso, o sistema do site Ingresso.com utiliza um robô inteligente que indica ao fã, ao final da compra, os melhores lugares disponíveis no ato da compra. Nos demais setores, não haverá lugar marcado sendo que a escolha dos lugares será por ordem de chegada.

CHAD MENDES O DESAFIANTE Nº 1 PARA JOSÉ ALDO. CONFIRA ENTREVISTA


Foto: Divulgação/UFC
O cartel invicto de onze vitórias, sendo quatro no WEC e duas no Ultimate Fighting Championship, levou Chad Mendes a ocupar o posto de desafiante número um ao cinturão  da categoria  peso pena.
O atleta da Team Alpha Male luta profissionalmente há apenas três anos e poderá se tornar campeão da maior organização de MMA da atualidade. Para isso, terá que derrotar um dos melhores lutadores peso por peso da atualidade, o campeão José Aldo Junior.
“Money” Mendes era um wrestler da Liga Universitária Americana, onde conquistou o vice-campeonato. Inconformado, o atleta partiu em busca da realização como lutador e começou a treinar com Urijah Faber, ex-campeão do WEC, e não parou mais.
Em entrevista exclusiva ao blog Mano a Mano, Chad Mendes falou sobre a transição das competições de wrestling para os treinos no MMA e sobre a luta que ocorrerá no UFC “Rio” 142, quando pretende mostrar ao mundo quem é o melhor lutador do mundo até 66kg.
“Assisto as lutas dele desde o início da carreira e sempre soube que nos encontraríamos no octógono um dia”, disse. “Vamos mostrar a todos quem é o melhor da categoria”, respondeu quando perguntado se gostaria de dizer algo a José Aldo.
Confira a entrevista completa:
Blog Mano a Mano: Você começou a lutar profissionalmente em 2008. O que te motivou a lutar MMA?
Chad Mendes: Eu entrei para o MMA porque eu tinha feito wrestling na faculdade, onde cheguei a ser vice-campeão nos campeonatos do NCAA (Liga Universitária Americana). Meu objetivo ao longo do tempo no wrestling no colegial e na universidade era o de ser o campeão e não consegui chegar lá durante a carreira no wrestling.  Quando me formei na faculdade, ainda tinha aquela fome de ser campeão, tinha essa ambição e não queria desistir de lutar. Queria ser campeão. Eu era amigo do Urijah Faber, somos amigos desde a época do colegial.  O Urijah me disse que se eu quisesse morar em Sacramento e treinar com ele, eu teria um lugar para morar.  Aceitei o convite dele e me mudei para Sacramento [Norte da Califórnia] no dia seguinte ao da minha formatura e estou lutando MMA desde então.
Blog Mano a Mano: Qual foi a maior dificuldade na transição do wrestling para as artes marciais mistas?
Minha maior dificuldade foi o striking [parte de trocação em pé].  No wrestling, lutamos muito no chão, então eu não tinha muita experiência lutando em pé.  Foi difícil pra mim me acostumar com a postura erguida, já que havia passado minha vida inteira treinando nas posições do wrestling.  Foi difícil acostumar a lutar em pé podendo soltar socos e chutes.
Blog Mano a Mano: A invencibilidade de onze lutas na carreira é algo que mais te pressiona ou te motiva?
Eu tento não pensar no meu recorde. Penso em cada oponente que eles colocam diante de mim, penso em onde são os pontos fortes e fracos de cada um e como posso vencê-los.
Blog Mano a Mano: Qual vitória você considera como a mais importante da sua carreira?
Eu não considero nenhuma vitória mais importante que as outras vitórias. São todas importantes para mim.  Mas eu tenho sim uma luta favorita que foi contra o Anthony Morrison, aqui na Califórnia. É minha luta favorita porque foi em Sacramento, diante do povo da minha cidade.  Eu aceitei a luta com apenas duas semanas de aviso e o finalizei no primeiro round.
Blog Mano a Mano: Qual diferença você sentiu entre os eventos produzidos pelo WEC e pelo UFC?
Eu acho que é o tamanho do público e o assédio que recebemos depois de cada luta.  Percebi logo após a minha primeira luta no UFC que eu tinha muito mais fãs do que tinha pelo WEC.
Blog Mano a Mano: Você enfrentará o José Aldo no Brasil. Como você recebeu essa notícia?
Me sinto ótimo, não há forma melhor para eu provar ao mundo que sou o número um da categoria do que vencendo o atual campeão. O Zé Aldo é um tremendo lutador, e já teve lutas incríveis.  Mas ganhar dele me transformará no número 1, que é o que eu quero ser.
Aldo e Mendes se encararam na coletiva do UFC 142 (Foto: UFC)
Blog Mano a Mano: Você e o Aldo poderiam ter lutado no UFC 133, em agosto, mas uma lesão impediu o brasileiro de enfrentá-lo. Você preferiria tê-lo enfrentado naquela ocasião do que em janeiro, no Rio?
Lesões acontecem no nosso esporte e eu quero lutar contra o melhor Zé Aldo que há.  Sou muito fã dos filmes do Rocky, e eu gosto muito daquela cena quando o Rocky luta na Rússia contra o russo e ganha. Aquela cena me motiva muito e eu quero ir ao Rio e conquistar aquele cinturão.
Blog Mano a Mano: Você tem como principal arma em seu jogo o wrestling e o Aldo é um lutador difícil de ser derrubado. Você acredita estar pronto para lutar em pé contra ele caso não consiga derrubá-lo?
Sim, estarei preparado para lutar em qualquer lugar. Me sinto confiante lutando em pé também.
Blog Mano a Mano: Você concorda com os rankings que colocam o Aldo na lista dos dez melhores lutadores peso por peso da atualidade?
Acredito que o Aldo definitivamente é um lutador top peso por peso, mas acredito que eu também deveria estar nesta lista. Vamos ver o que acontece dia 14 de janeiro.
Blog Mano a Mano: Qual a sua expectativa para lutar no Rio de Janeiro?
Estou esperando muita loucura [no bom sentido]!  Ouvi falar que no UFC Rio os fãs foram espetaculares, o que é bem empolgante para nos lutadores.  E ótimo ter fãs tão ligados no que está acontecendo no octógono.
Blog Mano a Mano: O que você achou da repercussão do UFC 134?
Foi muito legal ver os brasileiros no card ganharem. Foi especial para a audiência e também para os lutadores.  Acho que foi uma ótima forma de levar o UFC de volta às suas origens no Brasil, foi uma ótima inauguração.
Blog Mano a Mano: Caso você derrote o José Aldo, se tornará campeão da maior organização de MMA do mundo com apenas três anos de carreira. Essa é a sua maior motivação para essa luta?
Esta é a minha maior motivação para essa luta.  Entrando para o MMA, o meu maior objetivo era me tornar o campeão mundial.  Não há forma melhor de fazer isso acontecer do que fazendo na maior e melhor organização de MMA do mundo - o UFC.  Essa é a luta mais importante da minha carreira. Quando entrei para esse esporte, sabia que iria ter sucesso, mas estar lutando pelo título mundial com apenas três anos de carreira superou as minhas expectativas.
Blog Mano a Mano: Se tivesse a oportunidade dizer algo ao campeão, o que diria?
Você é um ótimo campeão. Eu assisto suas lutas desde o início da sua carreira e sempre soube que nos encontraríamos no octógono algum dia.  Esse dia está chegando e no dia 14 de janeiro vamos mostrar a todos quem é o melhor da categoria.
Blog Mano a Mano: Para finalizar, o que você possui em seu jogo que será determinante para a sua vitória no dia 14 de janeiro?
Acho que a minha habilidade de levar a luta para onde eu quiser. Vou trazer o Zé Aldo para o meu mundo, onde vou lutar do meu jeito.
Blog Mano a Mano: Chad, muito obrigado pela sua atenção. Deixe uma mensagem aos fãs brasileiros que acompanham a sua carreira no UFC.
Estou ansioso para chegar no Brasil. Ouvi dizer que é um país lindo. Treino com muitos brasileiros e eles sempre foram muito legais comigo.  Adoro a energia do povo brasileiro e mal posso esperar para conhecer a cidade maravilhosa. Obrigado pelo seu apoio, e me sigam no twitter@chadmendes. Obrigado e valeu!
Related Posts with Thumbnails