quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

CIGANO ATENTO PARA NÃO COMETER ERROS CONTRA VELASQUEZ


Indo para a sua segunda defesa de cinturão no UFC, o campeão dos pesos pesados, Junior Cigano, sabe que não pode cometer qualquer deslize no duelo deste sábado contra Cain Velasquez. Isso porque, o menor descuido pode colocar em risco a manutenção de seu título.

“Eu acho que, no peso pesado, qualquer erro é fatal, independente do lutador. É muita força envolvida, os caras são muito fortes, batem muito forte e, em porrada de peso pesado, quem levar primeiro vai apagar. Então, se você errar, você vai pagar por este erro. A não ser que você consiga se virar bem, ter a sorte do cara não aproveitar o momento”, declarou Cigano, logo após o treino realizado na noite desta quarta-feira (26), no MGM Grand Garden Arena, palco do UFC 155.

Em maio passado, o ex-campeão destruiu Antônio Pezão no ground and pound, nocauteando e garantindo a nova chance pelo cinturão de Junior Cigano, que garante estar atento também ao golpe que causou a  derrota de seu amigo Pezão, no UFC 146.

“Eu fiquei surpreso com a estratégia do Pezão, que eu vi ele treinando, que não funcionou né. Ele foi chutar ali e caiu logo no inicio do round, o que acabou com a vida dele. Mas, sobre a performance do Velasquez, isso não me surpreendeu. Eu sei que ele é muito duro e, que se ele derrubar, com certeza o adversário vai passar por maus bocados por baixo dele”, analisou, complementando: ”Eu acho que é exatamente o que ele quer fazer contra mim. Ele vai chegar na luta o mais rápido possível. No primeiro minuto, ele vai fazer de tudo para me derrubar, eu tenho certeza”, afirmou.


Cigano nocauteou Cain Velasquez na principal luta do UFC on FOX, em novembro de 2011 (Foto UFC)
Mas, no que depender de Cigano, Velasquez vai precisar se desdobrar muito para conseguir retomar o cinturão.

“Eu já lutei com grandes nomes do mundo da luta e, graças a Deus, saí vitorioso. Mas isso para mim é só o início, eu sou muito novo ainda, tenho 28 anos, e se Deus quiser eu vou lutar que nem o Randy Couture (risos). Eu quero manter o meu cinturão por muito tempo, não importa o meu adversário. Hoje, eu sou campeão do peso pesado, e eu acho que essa é a principal categoria do UFC. Independente do que aconteça,  a minha intenção é manter o cinturão”.

Sobre as recentes declarações de Roy Nelson, que disse que se o combate entre eles tivesse tido cinco rounds, ele poderia ter vencido, o campeão afirmou que não se incomoda com esse tipo de declaração.

“Eu não me considero a vidraça da vez, mas como eu falei, eu, como campeão, quero me manter campeão. Então não importa o que aconteça, desde que o UFC decida com quem eu vou lutar e me diga, eu vou me preparar para vencer as minhas lutas. Mas todo lutador quer ser campeão, então para falar de alguém, a gente tem que falar de quem é campeão né? Eu acho que é normal, faz parte, mas eu não me incomodo com essas coisas não”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails