segunda-feira, 28 de maio de 2012

NA SUA OPINIÃO QUEM DEVERIA SUBISTITUIR VITOR CONTRA WANDERLEI SILVA


Foto Guilherme Cruz

Vitor Belfort faria a luta principal do UFC 147, em Belo Horizonte, contra Wanderlei Silva, mas fraturou a mão durante os treinamentos e foi forçado a deixar a programação.

A menos de um mês para a luta, o Ultimate tem a dura tarefa de substituir um dos grandes astros da edição, e a TATAME decidiu convocar os fãs para dar uma mãozinha a Dana White.

Selecionamos oito nomes como opções para a luta, e você escolhe o seu favorito na enquete da TATAME, na nossa página principal.

Michael Bisping (tem luta marcada contra Tim Boetsch, no dia 21 de julho): O inglês é um dos grandes nomes da categoria. A recente derrota para Chael Sonnen pôs fim a uma sequência invicta que já durava quatro lutas. Bisping perdeu para Wanderlei no UFC 110 e, embora não tenha tido chances na luta, reclamou de “roubo” dos juízes. A revanche seria interessante, e colocaria o vencedor mais perto de uma chance pelo título.

Rampage Jackson (sem luta marcada): Wanderlei não compete mais entre os meio-pesados, mas uma quarta luta contra Rampage teria todos os ingredientes para uma grande luta. O “Cachorro Louco” venceu por nocaute nas duas vezes em que lutaram no Pride, enquanto o norte-americano levou a melhor no UFC, também por nocaute.

Ricardo Arona (sem luta marcada): Essa é a opção menos provável, mas que anima muitos fãs. Arona foi o grande rival de Wanderlei no Pride, com duas lutas que marcaram época, e um terceiro encontro poderia ajudar o UFC a vender o fraco card do UFC 147, ainda mais para os fãs da “velha guarda”. Arona não luta desde o triunfo sobre Marvin Eastman, no Bitetti Combat, e a recuperação de sua lesão no joelho segue um mistério.

Rich Franklin (tem luta marcada contra Cung Le, no dia 7 de julho): Outra revanche interessante. Wanderlei perdeu para o norte-americano no UFC, em 2009, em polêmica decisão dos jurados. Franklin não compete desde o revés para Forrest Griffin, e esta seria uma boa oportunidade para o brasileiro conseguir vingar a derrota, ainda mais diante de seus fãs no Brasil.

Robbie Lawler (tem luta marcada contra Lorenz Larkin, no dia 14 de julho): O UFC poderia buscar um atleta do Strikeforce para substituir Belfort, e este poderia ser Lawler. Atleta de estilo empolgante, o nocauteador vem de vitória sobre Adlan Amagov. Seu estilo de luta não difere muito em relação ao de Belfort, mas pendências contratuais poderiam impedir sua transferência para o Ultimate.

Ronaldo Jacaré (sem luta marcada): Esta é outra boa opção entre os atletas do Strikeforce. Ex-campeão dos pesos médios, o faixa-preta de Jiu-Jitsu sofre sem lutas no evento menor, e uma transição para o UFC seria uma boa saída. Jacaré e Wanderlei já treinaram juntos no passado, mas isso não deveria impedir a peleja de acontecer, caso fosse o desejo do UFC.

Tim Boetsch (tem luta marcada contra Michael Bisping, no dia 21 de julho): Vem de vitória espetacular por nocaute sobre Yushin Okami, no terceiro assalto, após levar um atraso nos rounds anteriores, ampliando sua sequência invicta para três pelejas. Assim como Wanderlei, o norte-americano desceu para a categoria dos pesos médios após competir por grande parte de sua carreira na divisão até 93kg.

Yushin Okami (tem luta marcada contra Luiz Banha, no dia 11 de agosto): O japonês vem de duas derrotas consecutivas, para Tim Boetsch e Anderson Silva, mas o fato de já ter lutado no Brasil o torna uma das opções mais fortes. Um dos fatores que podem complicar a realização desta luta é o fato de o japonês estar treinando para voltar à jaula em agosto, o que o forçaria a acelerar sua preparação para lutar no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails