domingo, 20 de maio de 2012

CORMIER CONQUISTA GP DE STRIKEFORCE

Em um GP com Fedor, Barnett, Werdum, Overeem e Pezão. o grande campeão do torneio foi o desconhecido Daniel Cormier. O norte-americano, que começou a disputa como reserva, chegou a final neste sábado (19) e não deu chances para Josh Barnett dominando a luta durante os cinco rounds e levando a disputa na decisão unânime dos juízes.
Daniel Cormier domina Josh Barnett e conquista GP do Strikeforce
Convocado para substituir Alistair Overeem, que havia migrado para o UFC, na semifinal contra Antonio Pezão, Cormier mostrou seu poder de nocaute e eliminou o favorito brasileiro. Na grande decisão, o atleta da AKA chegou para encarar o veterano Josh Barnett e não se intimidou novamente com o rótulo de azarão. Com uma misto de um boxe eficiente com um bom jogo de quedas, Daniel neutralizou as ações de seu adversário.
Depois de vencer o primeiro round na trocação, Cormier mostrou a força de seu wrestling no assalto seguinte. Com quedas belíssimas, Daniel trabalhou com por cima e abriu um enorme corte no rosto de Barnett. A história se repetiu no terceiro e quarto rounds, com Cormier trabalhando como socos e quedas, e Josh, muito timidamente, tentando responder com chutes altos.
No quinto round, com a vitória em suas mãos, Cormier esfriou o duelo e manteve a luta boa parte do tempo no clinch para controlar e peleja e vencer na decisão unânime dos juízes.
Melendez sofre, mas defende cinturão
Na segunda luta mais importante da noite, Gilbert Melendez colocou o cinturão dos pesos leves em jogo contra Josh Thomson, no fechamento de uma trilogia com uma vitória para cada atleta. E em um duelo disputadíssimo e cheio de alternâncias o campeão defendeu o cinturão na decisão dividida dos juízes (48×47, 47×48, 48×47).
Feijão finaliza em 33 segundos
Diante de Mike Pyle, que o havia nocauteado em 2009, Rafael Feijão não deu chances para o norte-americano. Logo nos primeiros movimentos, o brasileiro aplicou um knockdown através de uma joelhada e puxou seu oponente para a guilhotina em seguida, forçando Pyle a desistir da disputa. Após o triunfo, Feijão pediu uma nova oportunidade pelo título, vago após a saída de Dan Henderson para o UFC.
Outros brasileiros
Além da vitória de Feijão, o evento contou com mais três brasileiros em ação. Guto Inocente estreou na organização com o pé direito e derrotou Virgil Zwicker na decisão unânime dos juízes. Já Gesias Cavalcante e Yuri Vilefort acabaram superados superado por Isaac Vallie-Flagg e Quinn Mulhern, respecticamente, ambos na decisão dividida dos juízes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails