terça-feira, 29 de maio de 2012

JASON MILLER EXPLICA CONFUSÃO NO UFC 146, E ANUNCIA APOSENTADORIA

  PVT
Foto: UFC
Jason Miller entrando para o cotógono com o saco de papel e máscara que resultaram em bronca
Jason Miller entrando para o cotógono com o saco de papel e máscara que resultaram em bronca
Jason “Mayhem” Miller estava animado antes do UFC 146 deste sábado, em Las Vegas, e deixou transparecer isso em entrevista dada ao PVT antes da luta, inclusive revelando seu amor pelo Brasil (relembre aqui). Porém, não podia imaginar que o cenário pós-luta tão anticlímax. Dominado no solo por CB Dollaway, Miller foi derrotado e de quebra demitido do UFC.

Dois dias após a luta, nesta tarde de segunda, no programa “MMA Hour” de Ariel Helwani, Mayhem anuncia que está fora não só do Ultimate, mas do MMA: “Parei por aqui. Cada lutador dá a mesma resposta perguntam a eles se estão aposentados: ‘Estou aposentado até precisar de dinheiro’. Mas sou um cara inteligente, tenho outras vias abertas para mim. Estranhamente, sinto-me um pouco mais livre agora. Sei que soa estranho, até porque dediquei minha vida inteira para a luta. Mas sinto que a vida está ‘desbloqueada’ para que eu viva todo um novo conjunto de aventuras”, disse Miller que pensa em voltar ao seu programa de tevê “Bully Beatdown” e começar uma carreira como comentarista.

“Tenho abusado de mim por 12 anos. É meu trabalho, não posso reclamar por ele. Mas ao longo dos anos machuquei um joelho, depois outro, quebrei o nariz um milhão de vezes, rachei o crânio. Eu sabia o que estava fazendo para mim mesmo. Não queria morrer sem qualquer cicatrizes. Eu quero viver a vida, ter essas aventuras e ser aquele ‘burro velho’ com um milhão de histórias para contar. Sou um cara novo, mas não para esse esporte”, complementou Miller, de 31 anos.

Após elogiar o desempenho de Dollaway no confronto, Jason revelou que parte de sua decisão foi por pressões por estar no maior evento do mundo, e citou um episódio referente a exame antidoping: “Não tenho a necessidade de superimpressionar uma pessoa em particular, e fazer os outros. Preciso me concentrar em me fazer feliz. Não quero a pressão de um comissário me perseguindo nos corredores com um copo de mijo na mão. Não preciso da pressão de gente abusando de mim verbalmente a cada passo em falso que dou. Sinto que tirei um peso das costas”, afirmou Mayhem.

Miller falou ainda sobre a “confusão” nos bastidores citada por Dana White como um dos motivos para demissão do lutador. E revelou que a causa foi o saco de papel e a máscara de gás que escolheu para entrada no octógono.

“Burt [Watson, diretor de bastidores do UFC] apareceu de repente e começou a gritar sobre minha máscara, que usei em homenagem as tropas americanas. Era Burt gritando e eu tentando me concentrar para a luta, eu já iria entrar no octógono. Talvez tenha sido minha culpa, não sei, mas pensei que tivéssemos um entendimento de que se estou indo para o Cage, estou trabalhando. Mas, obviamente, não houve respeito ali”, lamentou Jason, concluindo: “Se eu soubesse antes que não podia, teria lidado com isso. Mas eu indo para o octógono... As coisas nem sempre vão da maneira que queremos, temos que lidar com isso”, finalizou Mayhem.

Seria um bom momento para Jason passar um período em seu amado Brasil?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails