terça-feira, 30 de agosto de 2011

QUINTON JACKSON CRIA BOATO DE CONTUSÃO

O desafiante ao cinturão da categoria meio-pesado do UFC, Quinton Jackson, disse em entrevista ao Yahoo!Sports que inventou uma contusão na mão semana passada e que quatro horas após ter mencionado a suposta contusão no ginásio em que treina, seu agente recebeu ligação de Joe Silva, responsável pelo casamento de lutas do UFC.
“Rampage” criou o boato para confirmar a existência de espiões em sua preparação para o aguardado confronto contra o campeão Jon Jones, que defenderá o cinturão pela primeira vez contra o experiente lutador no UFC 135 “Jones vs Rampage”, dia 24 de setembro, em Denver, Colorado.
Jackson ficou cauteloso desde o UFC 114, realizado em maio do ano passado, quando enfrentou Rashad Evans, ex-companheiro de equipe de Jones. Durante a preparação para aquela luta, “QJ” disse que manteve em segredo uma contusão sofrida no joelho e que estava satisfeito pois a lesão não havia sido descoberta pela mídia.
Porém, durante a luta, Evans repetidamente socou o joelho do ex-campeão, que comentou “Em todos os meus anos de luta, nunca havia sido socado no joelho antes e nunca vi ninguém bater no joelho de alguém.”
Quinton Jackson recentemente recebeu mensagem de um fã no twitter dizendo que Jones tinha um espião em sua equipe. A partir de então, Rampage começou a considerar a possibilidade. Foi justamente essa mensagem que o motivou a inventar lesão na mão para ver até onde a história chegaria.
Quatro horas depois, Joe Silva - que estava no Brasil para o UFC 134 - telefonou para o agente Anthony McGann, que afirmou que Jackson não estava machucado e que gostaria de saber como Joe havia obtido a informação. Como respota, McGann ouviu Silva dizer que havia recebido ligação do empresário de Jon Jones, Malki Kawa.
“Um dos meus amigos estava conversando com o empresário do Jon Jones recentemente e ele estava dizendo que sabia tudo o que estava acontecendo no meu treino. Isso me fez pensar, como ele soube da minha contusão tão rápido? Isso não estava na internet e ainda assim ele soube imediatamente.”
“O pessoal do UFC estava no Brasil, o que explica o porquê deles terem levado quatro horas para me ligar. Isso me mostra duas coisas: Uma, eles têm espiões no meu time; duas, eles são muito idiotas por não saberem como usar a informação corretamente e aguardar. Eles telefonaram imediatamente pro Joe Silva e ele me telefonou de volta imediatamente.”
“Não me importo com o que o Jon Jones esteja fazendo e não dou a mínima para a estratégia dele. Tenho zero interesse. Ainda tenho a honra de lutador e vou para a batalha imediatamente, sem espiar meu adversário. Não estou com medo do meu oponente, fazendo várias perguntas ou me preocupando com o que ele está fazendo. Não assisto nem tape” falou.
Kawa negou veementemente possuir espião na equipe de Jackson mas admitiu ter ligado para Joe Silva para perguntar a respeito da lesão do desafiante sob alegação de ter lido o link de uma reportagem postada no twitter.
Rampage disse sentir-se traído e declarou que está na melhor forma física para enfrentar “Bones”. O lutador encara a situação como sinal de fraqueza do adversário, “Claro que eles dirão que não estão fazendo isso, mas colocaremos a história para os fãs decidirem [se acreditam ou não].”
“Não me importo com o que eles vêem ou com quem eles tenham vigiando. Todos nós conhecemos a história desse cara” disse sobre Jones. “Ele aprenderá uma dura lição no dia 24 de setembro. Ele vai ver” ameaçou.
Blog:manoamano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails