segunda-feira, 1 de agosto de 2011

BELFORT PEGA CARONA COM ANDERSON E PEDE CONTRATO AO FLAMENGO.

A notícia de que Anderson Silva vai assinar contrato com o Corinthians animou a última vítima do "Spider". Vitor Belfort, que luta neste sábado no UFC 133, se empolgou com a novidade e enviou um pedido a Patrícia Amorim, presidente do Flamengo, para seguir a mesma linha do time paulista. O atleta carioca, porém, assinalou que o envolvimento dos clubes de futebol no MMA precisa ser mais profundo do que apenas um patrocínio a lutadores de alto nível.
Belfort é um precursor do MMA e de sua associação com clubes tradicionais. Em 1999, chegou a ser anunciado como contratado do Flamengo, mas uma confusão criada em sua apresentação - a ação de marketing previa uma "luta" com um ator usando a camisa do Vasco no intervalo de um jogo de futebol, mas o ator foi apedrejado pela torcida e teve de ser retirado pela Polícia Militar - acabou cancelando o acordo. Na adolescência, o lutador também jogou futebol nas divisões de base da Gávea, como zagueiro. Com a nova direção no clube, que inclusive sinalizou a possibilidade de uma parceria com o campeão dos pesos pena do UFC, José Aldo, Belfort sonha em novamente representar a camisa rubro-negra.
- Fico feliz (com a notícia), isso mostra o resultado não só do crescimento do esporte, como do ótimo trabalho do Anderson. Espero que o Flamengo me contrate, sou flamenguista, já é um pedido pra Patrícia Amorim! Quem sabe já entramos na luta no sábado com a camisa do Flamengo... Podemos até fazer a revanche com o Anderson, Flamengo x Corinthians - comentou Belfort numa teleconferência com a imprensa brasileira, nesta segunda-feira.
O ex-campeão dos meio-pesados também já representou o arquirrival do Fla, o Vasco, com o qual assinou em 2001. Porém, só ficou na Colina por três meses ("Eles não honraram o contrato", disse). Por isso, apesar da paixão pelo time rubro-negro, Belfort se mostrou aberto a representar outros clubes, desde que o apoio seja mais amplo do que um mero patrocínio. Ele disse ter um projeto pronto para levar a prática de MMA aos grandes clubes.
- É importante um clube apoiar uma história e os valores do atleta. Um clube tem que ter atletas de base, trabalhar o esporte dentro do clube. Eu tenho um projeto escrito parar criar aulas de artes marciais e criar uma divisão de base dentro do clube - contou Belfort, que disse ter carinho por vários times do país, citando por exemplo Santos, São Paulo, Cruzeiro e Atlético-MG.
Vitor Belfort luta no próximo sábado no UFC 133, na Filadélfia, contra o japonês Yoshihiro Akiyama, no co-evento principal da noite. O canal Combate transmite ao vivo a partir das 21h (horário de Brasília).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails