segunda-feira, 23 de abril de 2012

POLÊMICA NO 5º EPISÓDIO DO TUF BRASIL

A principal polêmica do quinto episódio do TUF Brasil envolveu a já conhecida amizade entre Vitor Belfort e Cezar Mutante, respectivamente técnico e lutador do time verde. Para outros integrantes do programa, Belfort beneficiou Mutante ao escolher Leonardo Macarrão como adversário do pupilo na segunda luta do peso-médio do reality show.
Mutante foi a primeira escolha de Vitor Belfort entre os oito lutadores da categoria. Macarrão, pelo contrário, foi o último a ser adqurido por Wanderlei Silva. Entretanto, o duelo foi bastante equilibrado. Leonardo Macarrão chegou a aplicar um knockdown em Mutante no primeiro round, mas o paulista se recuperou no segundo e venceu por finalização (guilhotina).
TUF Brasil - leonardo marcarrão e Cezar Mutante (Foto: Divulgação/ TUF Brasil)Macarrão defende chute de Cezar Mutante (Foto: Divulgação/ TUF Brasil)
O programa do último domingo também contou com mais travessuras de Gasparzinho e um inusitado medo de Macarrão por abelhas. Confira as principais frases do episódio cinco:
"Se fosse escalar uma luta, eu ia colocar o Massaranduba com o Mutante. O playboyzão com o cara da periferia do Piauí. Em tem playboy gente boa, não que playboy seja ruim. Playboy é estado de espírito, né? Esse já é um estilo puxado pelo técnico (Belfort), né? O técnico é daquele tipo que pulava de sofá em sofá. Pode ver que ele é todo fresquinho. Faz a unha e tudo. Sei lá...".
Wanderlei Silva especulando uma luta entre Massaranduba e Mutante
"O Vitor é muito esperto, não vai colocar o Mutante comigo. Porque eu sou mais explosivo, né? Ele não vai arriscar e colocar uma luta difícil para o Mutante".
Francisco Massaranduba, sobre a amizade de Belfort e Mutante
"Meu objetivo é ganhar a luta. Todo mundo que subir ali vai ganhar a luta. A gente escolhe a pessoa que está preparada na semana, e quem estava preparado na semana era o Cezar".
Vitor Belfort justificando a escolha por Mutante para a luta da semana
"O Wanderlei otimizou esse defeito. Era a única coisa que ele podia fazer, ele vem perdendo três lutas. Eu não devo satisfação a ele, minha satisfação é para quem está em casa, minha satisfação é com o meu grupo".
Vitor Belfort respondendo a Wanderlei Silva sobre ausência de Rodrigo Damm no treino
"Encarada, isso não ganha competição, nunca ganhou. Olho no olho e estico o braço. Se quiser colar em mim, vai tomar um jab antes da hora".
Cezar Mutante, sobre a postura na hora da encarada na pesagem
"O Vitor protegeu... Não protegeu, deu uma luta boa para o Mutante, até porque eles são amigos lá fora".
Anistávio Gasparzinho, sobre a escolha da luta
"Acaba prejudicando de certa forma o Serginho ou o Bodão, porque vão sobrar os caras mais complicados para eles".
Rony Jason comentando que Thiago Bodão e Serginho Moraes vão ter adversários mais duros do que Mutante.
"Fiquei um pouco bolado. Achei, sim, que o Vitor estava protegendo o Mutante com a escolha".
Thiago Bodão, também reclamando de Belfort.
"Foi uma escolha inteligente do time, creio que todo mundo ficou feliz".
Cezar Mutante, provavelmente sem saber da opinião dos colegas
"Na verdade, não é... É até complicado falar. Acho que é melhor para a equipe mesmo o Mutante lutar com o Macarrão".
Serginho Moraes, depois de chorar, conformado com a definição da luta
"Não interessa o que você acha a meu respeito, Sergio. Eu sou seu amigo para te falar a verdade. Pode confiar em mim. O que você está sentindo aí, eu estou gostando. Você quer lutar".
Vitor Belfort para Serginho Moraes.
"Eles são soldados. Eu sou o técnico, tenho o poder de escolha".
Vitor Belfort ressaltando a hierarquia da equipe
"Todo mundo veio aqui com uma oportunidade de vida. É treinar, lutar... E os caras aqui não estão respeitando. Em vez de descansar, treinar, não, os caras veem uma câmera e querem ficar se exibindo, querem ficar aparecendo, cantando musiquinha nada a ver, provocando os outros".
Marcos Vina, sobre a bagunça na casa
TUF Brasil - Cezar Mutante (Foto: Divulgação/ TUF Brasil)Mutante após a luta contra Macarrão: camisa com o erro de português corrigido (Foto: Divulgação/ TUF Brasil)
"Vocês estão convivendo com um cara muito chato, um tal de Rodrigo Damm? O cara não deixa vocês brincarem, não deixa vocês fazerem nada, quer ser o dono da casa".
Gasparzinho imitando um radialista.
"Quero ver você dormir quando for lutar, Gaspar".
Rodrigo Damm, de cara fechada, para Gasparzinho.
  •  
Todo mundo está brincando, e você só fala comigo, é? Está todo mundo se divertindo. A casa é grande, vai para o seu quarto"
Anistávio Gasparzinho
"Ei, meu irmão. Não fala só comigo, não. Não tenho um par de ouvidos só para escutar, não. Todo mundo está brincando, e você só fala comigo, é? Está todo mundo se divertindo. A casa é grande, vai para o seu quarto".
Gasparzinho na tréplica com Damm.
"As minhas professoras de português que me perdoem, me perdoem, me perdoem. Cometi um erro de português ali que foi trágico. Essa eu não erro mais".
Cezar Mutante depois de escrever "vocêis" em uma camisa
"Todo mundo ganhou presente. Todo mundo. Então cada um fique com o seu, deixa as roupas dos outros em paz. Isso é ladrão, isso é roubo. Ladrão é para estar na cadeia. Só tem quatro, eu não sou otário, não".
Gasparzinho, de novo ele, reclamando que roupas dadas pelo TUF estão sumindo
"Gasparzinho é um moleque gente boa, entendeu? Mas tem hora que ele viaja na maionese com essa história de que estão pegando as coisas dele. Ele deixa as coisas largadas, veja se as minhas somem. Não tem nenhum ladrão aí. Se quiser olhar a minha bolsa, ele vai olhar. E se não tiver, vou ter que dar uma surra nele".
Massaranduba, sobre Gasparzinho
"Não gosto de abelha. Principalmente quando estou comendo, vai que como uma. Vão ter que furar aqui (no pescoço, para respirar). Ficar sem ar, já imaginou? Até vir um médico, estou frito. Abelha dói, mas porrada está tranquilo (risos)".
Leonardo Macarrão comparando picadas de abelha com golpes no MMA
"Eu tenho total confiança no meu jogo. Não quero saber no que ele é bom. Se ele é ninja, se dá golpe que sai fogo da mão. Eu sei no que sou bom, no que posso fazer".
Cezar Mutante mostrando confiança no seu jogo
"Tomei gostoso, mas foi ali, acordei. Não, na moral mesmo. Levei e falei: 'Bom, estou na luta'. Me fiz meio de bobo ali e acertei ele".
Macarrão, sobre o primeiro golpe que levou na luta
"Eu quero ganhar lá com gol de barriga. Eu quero ganhar".
Vitor Belfort avisando ao time verde que o que importa é vencer, seja lá como for

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails