terça-feira, 25 de maio de 2010

O MMA ESTIMULA A VIOLÊNCIA?

LI ESSA MATÉRIA E ACHEI A PURA REALIDADE ENTÃO PEÇO A VOCÊ QUE COPIE E ENVIE A SEUS AMIGO ATÉ CHEGAR NAS GRANDES EMISSORAS PARA QUE ELAS SE CONVENÇAM E COMEÇE A PASSAR MAIS LUTAS E EVENTOS DE ESPORTE DE CONTATO!


Lembro como se fosse ontem de quando entrei na sala da casa de minha tia Ilda e vi pela primeira vez um evento de MMA (Vale-Tudo na época) sendo assistido pelo meu primo Elias.
Fiquei impressionado com aquele combate (Shamrock vs alguém), e dediquei alguns minutos de minha vida ao VHS que todos assistiam euforicamente naquela tarde chuvosa de domingo.
Mesmo a vitória do tupiniquim Royce Gracie não abrandou a má impressão que tive daquele esporte. Algo irracional, sem regras, que me fez questionar a capacidade humana de continuar o processo evolutivo (via naquilo um retrocesso tremendo).
Algum tempo depois, já como estudante de jornalismo fiz um trabalho sobre o assunto e conheci o título IVC. Consolidando de vez minha opinião sobre aquele antigo assunto.
Pois bem, atualmente é claro que os olhos que vejo o esporte são outros. Mas de fato o esporte também é outro.
Hoje o MMA é uma modalidade regrada, regimentada por organismos competentes um verdadeiro espetáculo de Artes Marciais. Mas por experiência própria confesso que entendo as pessoas que discriminam e critícam o MMA moderno. Basta não conhecer o assunto, que todos se tornam doutores sobre o tema!
Infelizmente a maioria das pessoas se conformam com a programação enlatada que lhes é imposta pela grade da TV aberta Brasileira. Tem indivíduos que possuem canais de qualidade a cabo, mas que não largam da velha e boa novela para ter algo para conversar com o vizinho (ou vizinha) no dia seguinte. Me embrulha o estômago este mesmismo que as pessoas fazem questão viver dia após dia.
Mas sem dúvida o que de fato mais me incomoda são aquelas pessoas que levantam bandeira contra o MMA alegando que o mesmo estimula a violência e que é um crime os pais deixarem seus filhos ficarem acordados até mais tarde para ver uma luta deste esporte.
Não é necessário ir muito longe para desbancar esses pseudo moralistas. Se nos apegarmos ao conceito de violência veremos que o mesmo se refere ao ato de violar, transcender, gerando constrangimento físico e moral contra o agredido. Confesso não ver conceito mais distante do que vem a ser uma luta de MMA.
Voltando a nossa grade de programação da TV aberta, se quisermos aprender como sequestrar, como roubar e não ser preso, como trair e não ser pego, como trapacear, como iludir, como mal tratar....Basta apertar um botão e sentar no sofá.
Uma criança com oito anos recém completados, falsificou a assinatura da mãe no boletim escolar.
Simples?
Quem ensinou isso a ela? Algum coleguinha mais "esperto"?
Naãããõ! Ela havia visto isto em Malhação!
Sei outra história de uma criança, também de oito anos, que voltou para casa com um bilhetinho da professora, informando aos pais que o menino havia colado (o termo é antigo mas ainda é o mesmo) durante uma simples prova aplicada naquele dia.
Quem ensinou o menino a colar? Outro coleguinha?
Naãããõ! Ele havia assistido um episódio de Rebeldes que ensinará com perfeição como fazer.
Enfim, está tudo ali, de fácil acesso para qualquer criança em processo de desenvolvimento da personalidade. Uma verdadeira escola de bandidos onde se consigue empregar com muito mais lucidez o termo violencia.
O MMA moderno está de fato fazendo uma revolução no meio esportivo. Ninguém é bobo em acreditar que a Rede Globo de televisão está colocando Minotauro, Anderson, Belfort e cia. em horário nobre se já não estivessem preparando o terreno para daqui a alguns anos terem o espote na sua grade de programação (pelo menos como era o Boxe antigamente).
O crescimento do esporte é algo perceptível até para aqueles com miopia racional em grau máximo.
E enquanto isso, vamos deixar a molecada ao som do rebolation! Assistindo novelas! Vendo telejornais regados a sangue e a corrupção de políticos. Esta geração de pais pré - Royce vs Shamrock realmente me preocupa....O importante é que as crianças cresçam logo! E viva o carnaval!

Creditos:
Diogenes Fernandes
Articulista FRMT
Colunista Folha Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails