quarta-feira, 14 de abril de 2010

Só um mestre para treinar a ‘Tropa de Elite2'


Rio - Para integrar a elite do Bope tem que ser ‘caveira’, isto é, ser duro na queda e fazer a chapa esquentar quando preciso, como dizem os próprios policiais. Não é à toa que, para entrar na tropa especial, assim como nas forças armadas, é indispensável aprender jiu-jitsu.
A arte marcial é tão fundamental na arriscada atividade que, para ficar mais convincente como um atirador da corporação, Dudu Nobre treina pesado com Eduardo Venâncio, 35 anos, mais conhecido como Mestre Brigadeiro. “Apesar do apelido, de doce ele não tem nada”, atesta o cantor, que logo irá desfilar seu aprendizado no cinema, na pele do personagem Caveira, do badalado ‘Tropa de Elite 2’’.
O professor se tornou faixa preta de judô com apenas 16 anos e obteve, aos 20, a mesma graduação no jiu-jitsu. Hoje, dá aulas na academia Estação do Corpo, na Lagoa, e é dono da Brigadeiro Brazilian Jiu-Jitsu, com sede nos Estados Unidos e filiais na Inglaterra e em Israel. “Muita gente ainda associa o jiu-jitsu com briga”, lamenta Brigadeiro.
“Não tem nada a ver e, hoje, muitos formadores de opinião praticam essa modalidade e mostram que é uma atividade que traz bem-estar e qualidade de vida”, esclarece, citando outros nomes conhecidos na lista de alunos brasileiros: o ator Paulo Cintura, a ex-ajudante de palco do ‘Caldeirão do Huck’ Sandrinha e a personal trainer Joana Machado, ex-noiva do jogador Adriano.
Do elenco do aguardado filme, com estreia prevista para 2 de setembro, Brigadeiro também treina Bruno D’Elia, um policial de verdade que emplacou no primeiro ‘Tropa’ como o Capitão Azevedo e repete a dose na continuação. “As bases do tiro são bem próximas dos fundamentos da luta. Para o Dudu, essa relação é ótima, porque ele é ex-praticante de tiro esportivo”, lembra Bruno.
O sambista tem uma maneira particular de descrever a especialidade de seu mestre. “Não conseguiria fazer o papel com segurança sem ele. O grande lance é que Brigadeiro não se limita ao jiu-jitsu, mas também dá noções de outras lutas”, elogia Dudu.
O cantor está apreensivo para se ver no cinema. No entanto, garante, não teme eventuais críticas. “Estou satisfeito, independentemente do que falarem. Queria muito estar em um filme desses. Meu papel é de ponta, só faço cena de ação. Em dois momentos de muita porrada, fico de frente atirando”, antecipa.
No último fim de semana, Dudu Nobre foi liberado das filmagens de ‘Tropa de Elite 2’. Ele diz que foi difícil conciliar a agenda de shows com a de filmagens: “Curti a experiência. Se pintar outra oportunidade bacana, vou amarradão”, avisa.

Dudu em Livro

Como se não bastasse a experiência cinematográfica, o multifacetado Dudu Nobre anuncia que está escrevendo um romance. “A história vai se passar no Rio de Janeiro, na Bahia e em Paris”, antecipa. “Já estou rascunhando há quase dois anos e este ano pretendo finalizar o trabalho”.
Mesmo com tantas atividades diferentes ao mesmo tempo, o cantor garante que ainda consegue arranjar tempo para o lazer, e avisa: “Estou solteiro, na pista!”
Fonte:Odiaonline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails