quinta-feira, 7 de julho de 2011

WAND FAZ APELO AO CHEFE DANA WHITE.

Após sofrer a sexta baixa em oito lutas – desta vez em apenas 27 segundos – Wanderlei Silva caminhava, ao menos nos olhos de Dana White, rumo à aposentadoria. Lamentando o nocaute relâmpago sofrido pelo "Cachorro Louco" pelas mãos de Chris Leben no UFC 132, White comentou: "acho que é o fim da estrada para Wanderlei". Será? Determinado a convencer o boss de que não está pronto para pendurar as luvas, Wand foi a campo fazer um apelo.
"Já chorei, já pensei um monte de besteira, estou com vergonha e só penso em uma coisa agora: eu quero revanche", declarou Wanderlei Silva em sua conta de twitter, nesta manhã.
Pedido feito e publicamente registrado, agora resta saber se o chefe Dana White vai se comover. Após a luta de sábado, pelo menos, ele não parecia muito disposto a dar uma nova chance ao "Cachorro Louco".
"As pessoas o amam tanto por causa do seu estilo de luta, mas esse provavelmente é o fim da estrada para Wanderlei", afirmou White. "Acho que é uma daquelas situações na qual eu queria sentar e fazer algo no estilo 'Chuck Lidell'".
White se referia ao caso de Chuck "Iceman" Lidell, gentilmente "convidado a se aposentar" pelo chefão em 2010. Na ocasião, Lidell acumulava a terceira derrota seguida por nocaute, desta vez contra Rich Franklin, e nem seu status de lenda o salvou. Curiosamente, sua última vitória havia sido, justamente, sobre Wanderlei Silva, em 2007.
Por um lado, o caso de Wanderlei não é igual ao do "Iceman"; apesar da derrota fulminante para Chris Leben, o brazuca havia derrotado o britânico Michael Bisping em seu penúltimo embate. O problema é o prospecto de seis derrotas em oito lutas (seis no UFC e duas no PRIDE), sendo quatro delas por nocaute.
De qualquer modo, esta decisão não será tomada com facilidade. Isto porque, independentemente de vitórias ou derrotas, Wanderlei sempre foi um grande chamariz - graças a seu estilo agressivo e imprevisível de luta. Esse mesmo estilo levou o careca a anunciar, não muito tempo atrás, que gostaria de ter "250 lutadores" como Wanderlei.
"Ele me disse uma vez que preferia perder uma luta e enlouquecer os fãs em vez de vencer uma luta vaiada. Esse é o tipo de cara que eu quero nos meus eventos. Ele só quer te impressionar toda vez que luta. Esse é o jeito dele", declarou White em uma entrevista de 2008.
Pelo visto, o Boss do UFC mudou de ideia. "Ele não tem mais nada a provar", declarou White no sábado, antes do apelo emocionado do lutador. Resta saber agora se ele vai aquiescer ao pedido e dar mais uma chance ao "Cachorro Louco", ou bater o martelo na aposentadoria de mais um ícone do esporte. De qualquer maneira, Dana White está correto: após mais de 40 lutas, Wanderlei Silva não tem mais nada a provar. O fiel público brasileiro que o diga.
Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails