sábado, 2 de julho de 2011

OS 5 MELHORES NOCAUTES DO MMA DO ANO

O primeiro semestre de competições nos maiores circuitos de MMA chega ao fim repleto de lutas emocionantes (outras nem tanto). Pelo menos nocautes impressionantes não faltaram. Abaixo, confira uma lista com os cinco mais demolidores da temporada até agora. Você concorda? Aproveite e faça a sua também.

Anderson Silva x Vitor Belfort (UFC 126)

Promovida como 'a luta do século', foi definida ainda no primeiro assalto. O público já vaiava a falta de iniciativa dos lutadores, quando Anderson aplicou o chute frontal certeiro no queixo que mandou Belfort para a lona. Precisão extrema, manutenção da supremacia dos médios (desde 2006) e primeiros créditos do golpe para o ator, lutador e 'guru marcial' Steven Seagal. Relembre abaixo!



Cheick Kongo x Pat Barry (UFC Live 4)

O mais inusitado. Logo no primeiro assalto, Barry conectou um cruzado de direita em cheio que mandou Kongo a knockdwon. O castigo continuou com mais golpes no chão. Cheick levantou mas levou outra bomba e desmoronou novamente. Semi-nocauteado, ficou em pé mais uma vez e aproveitou o ímpeto do adversário (partia para cima sem parar) para encaixar a sequência cruzado/upper que desmontou Berry de vez e decretou uma das viradas mais impressionantes na história recente das lutas.

Lyoto Machida x Randy Couture (UFC 129)

O carateca baiano/paraense vinha de duas derrotas consecutivas e lutava pela sobrevivência na franquia contra o veterano Randy Couture, 47 anos, ex-campeão dos meio-pesados e pesados e que na ocasião faria o último combate da carreira. Após domínio no primeiro assalto com o padrão repleto de movimentação e contragolpes característicos, Machida aplicou um chute frontal com salto certeiro no queixo. Resultado: uma vitória a mais para o brasileiro, um dente a menos para Couture... e mais créditos para Seagal.
Sam Stout x Yves Edwards (UFC 131)

O combate entre os lutadores se destacou pela troca de golpes intensa desde o primeiro segundo. Stout foi tecnicamente mais eficiente: manteve a postura nos momentos mais elestrizantes, acertou cruzado perfeito e 'desligou' Edwards instantaneamente, que foi ao solo já desacordado.

Patricky Freire x Toby Imada (Bellator 39)

O versátil lutador do Rio Grande do Norte não deu chances ao adversário na fase semifinal do GP dos leves (até 70kg) do Bellator, evento norte-americano que desponta como terceira força do MMA mundial. Após minar o adversário com fortes chutes nas pernas, Freire aplicou joelhada voadora demolidora que liquidou o oponente.
Tatame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails