domingo, 26 de fevereiro de 2012

UFC TEM NOVO CAMPEÃO


Foto: Benson Henderson (Divulgação/UFC)
O UFC 144 marcou o retorno da maior promoção de lutas da atualidade ao Japão, país que possui tradição no esporte e que já serviu como palco de confrontos históricos das artes marciais mistas.
O atleta que mais desejou atuar no evento foi Quinton Jackson, um dos mais badalados lutadores que desde os tempos em que o PrideFC era a maior organização do MMA. O americano enfrentou o compatriota Ryan Bader e deixou os fãs japoneses com saudades daquele destemido guerreiro do passado.
“Rampage”, que havia prometido dar um grande show para sua plateia favorita, decepcionou logo na pesagem quando se apresentou seis libras acima do peso limite da categoria meio-pesado. O atleta de desculpou mais tarde dizendo que uma contusão o havia impedido de realizar corridas. Quinton foi multado em 20% do valor da bolsa.
Jackson foi dominado no primeiro round do combate e só demonstrou alguma reação nos cinco minutos seguintes, quando logo no início do round 2 aplicou excelente queda mas Ryan reagiu e novamente controlou a disputa. Os cinco minutos finais também pertenceram a Bander, que dominou o oponente visivelmente aquém da melhor forma física.
Ryan Bader venceu por decisão unânime dos jurados e anotou a segunda vitória consecutiva. Já Rampage tem futuro incerto e dificilmente voltará ao topo da divisão até 93kg se voltar a se apresentar como fez no Saitama Super Arena contra “Darth”.
Conforme previsto por este blog, Frankie Edgar e Benson Henderson trocaram chutes, socos e quedas durante cinco rounds movimentados no principal confronto do UFC 144. A disputa de cinturão foi premiada pelo Ultimate como melhor luta da noite, em mais uma acirrada disputa para a decisão dos jurados.
Em vinte e cinco minutos de ação, o campeão peso leve Frankie provou ser mais uma vez um dos melhores até 70kg em atividade e mais uma vez enfrentou um adversário maior e mais forte. Apesar da desvantagem física, Edgar venceu pelo menos dois rounds e para muito venceu a dura luta contra Henderson.
Ben foi melhor no geral e de acordo com o site especializado em estatísticas FightMetric.com, venceu o duelo contra Frankie e merecidamente se tornou o novo campeão peso Ultimate Fighting Championship. “Hendo” poderá enfrentar Anthony Pettis e Edgar não descarta baixar de peso para lutar entre os penas.
Entre os japoneses, Takanori Gomi e Hatsu Hioki enfrentaram Eiji Mitsuoka e Bart Palaszewski respectivamente. Gomi sofreu no primeiro round e por pouco não foi derrotado, mas no segundo round voltou com tudo e nocauteou o bravo Mitsuoka, que havia aceitado a luta a poucos dias de sua realização. Hioki dominou Palaszewski e demonstrou superioridade incontestável em todos os aspectos da luta.
Bônus de 65 mil dólares pelas melhores performances do evento:
Melhor nocaute: Anthony Pettis sobre Joe Lauzon
Melhor finalização: Vaughan Lee sobre Norifumi Yamamoto
Melhor luta: Frankie Edgar vs Bem Henderson
Confira os resultados completos:
Card principal:
Ben Henderson derrotou Frankie Edgar por decisão unânime dos árbitros
Ryan Bader derrotou Rampage Jackson por decisão unânime dos árbitros
Mark Hunt derrotou Cheick Kongo por nocaute técnico no 1R
Jake Shields derrotou Yoshihiro Akiyama por decisão unânime dos árbitros
Tim Boetsch nocauteou Yushin Okami no 3R
Hatsu Hioki derrotou Bart Palaszewski por decisão unânime dos árbitros
Anthony Pettis nocauteou Joe Lauzon no 1R
Card preliminar:
Takanori Gomi derrotou Eiji Mitsuoka por TKO no 2R
Vaughan Lee finalizou Kid Yamamoto com um armlock no 1R
Riki Fukuda derrotou Steve Cantwell por decisão unânime dos árbitros
Chris Cariaso derrotou Takeya Mizugaki por decisão unânime dos árbitros
Issei Tamura nocauteou Tiequan Zhang no 2R
Blog Mano a Mano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails