domingo, 5 de fevereiro de 2012

BRASILEIROS BRILHAM NO UFC 143

Werdum vibra com a vitória (Foto: Divulgação/UFC)
Três brasileiros atuaram no card do UFC 143: “Diaz vs Condit”, realizado ontem, em Las Vegas. Rafael Natal buscava a segunda vitória consecutiva, Renan Barão lutava para se aproximar ainda mais da disputa de cinturão e Fabrício Werdum reestreou na organização.
Natal vence segunda consecutiva
A emoção para os fãs do Brasil teve início o card preliminar com combate entre Rafael e o holandês Michael Kuiper, faixa preta de judô e roxa de jiu-jitsu. Natal não se impressionou com as graduações do adversário e partiu para cima desde o início, conseguindo aplicar quedas e bons golpes em pé no primeiro round.
Rafael superou o cansaço para derrotar Kuiper (Foto: UFC)
No segundo, “Sapo” seguiu bem na contenda mas demonstrou cansaço no final do round, ainda que tenha levado leve vantagem. Nos cinco minutos decisivos, Rafael passou por apuros até a metade do tempo final mas demonstrou raça ao sair de baixo de Kuiper, levantá-lo e aplicar incrível queda. O brazuca encaixou um triângulo de mão mas não finalizou, porém, venceu na decisão unânime dos jurados.
Barão mantém invencibilidade
Renan Barão obteve a vigésima oitava vitória consecutiva na carreira e desconhece o significado da palavra derrota desde 2005, quando sofreu a única derrota de seu cartel de lutas. O potiguar enfrentou Scott Jorgensen e teve que mostrar todo seu potencial para superar o americano.
Renan atinge Jorgensen (Foto: Divulgação/UFC)
Renan provou que está com a defesa de quedas apurada e evitou que a luta fosse para o chão. Em pé, soube defender-se da pressão imposta por Scott e conectou bons golpes que lhe garantiram a vitória por decisão unânime. Barão deve ser o próximo desafiante ao cinturão dos galos e enfrentará o vencedor entre o confronto entre Dominick Cruz e Urijah Faber.
Werdum reestreia com vitória e bônus
O gaúcho Fabrício Werdum reestreou no Ultimate Fighting Championship contra Roy Nelson, e apesar dos dois atletas serem faixa preta de jiu-jitsu, a tônica da luta foi a troca franca de golpes em pé, onde o brasileiro levou a melhor ao castigar Nelson com duras joelhadas no clinche, que abriram um corte no rosto do gordinho.
Roy Nelson resistiu ao massacre de Werdum (Foto: UFC)
Werdum, que se surpreendeu com a potência dos socos de Roy ,exaltou os treinos de Muay Thai com Rafael Cordeiro e garantiu a noite perfeita dos lutadores brasileiros que se apresentaram no UFC 143 e o bônus de melhor luta da noite. “Vai Cavalo” deve enfrentar um oponente mais bem colocado no ranking da categoria peso pesado para chegar à sonhada disputa do cinturão que atualmente está nas mãos de Junior dos Santos.
Confira os resultados completos do UFC 143:
Card Principal
Carlos Condit derrotou Nick Diaz por decisão unânime
Fabrício Werdum derrotou Roy Nelson por decisão unânime
Josh Koscheck derrotou Mike Pierce por decisão dividida
Renan Barão derrotou Scott Jorgensen por decisão unânime
Ed Herman finalizou Clifford Starks com um mata-leão no round 2
Card Preliminar
Dustin Poirier finalizou Max Holloway com um triângulo no round 1
Matt Riddle derrotou Jorge Lopez por decisão dividida
Edwin Figueroa derrotou Alex Caceres por decisão dividida
Matt Brown derrotou Chris Cope por nocaute técnico no round 2
Stephen Thompson derrotou Dan Stittgen por nocaute no round 1
Rafael “Sapo” Natal derrotou Michael Kuiper por decisão unânime
Siga o blog Mano a Mano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails