sábado, 4 de fevereiro de 2012

DUELO SEM FAVORITO NO UFC 143

Nick Diaz e Carlos Condit fazem hoje o principal combate do UFC 143, em que o vencedor será declarado campeão interino da categoria meio médio do Ultimate Fighting Championship.
Apesar de ter apenas vinte e sete anos, Carlos Condit já pode ser considerado um lutador experiente. Com trinta e duas lutas no cartel e vinte e sete vitórias, o atleta da Jackson MMA é um dos melhores lutadores até 77kg desde quando atuava no WEC, organização em que se sagrou campeão e que posteriormente foi adquirida pelo UFC.
Após a estreia no maior palco das artes marciais mistas em todo o mundo, Carlos venceu quatro lutas consecutivas e provou ter atingido a maturidade necessária para se consagrar como um dos melhores atletas da atualidade. Condit venceu as três últimas lutas por nocaute e hoje promete mostrar aos fãs do esporte que é melhor que o adversário.
Nick Diaz não sabe o que é derrota há mais de quatro anos. Após primeira passagem apagada pelo UFC, Nick se tornou campeão do Strikeforce e um dos atletas mais empolgantes dentro do ringue, onde é capaz de finalizar seus oponentes com o refinado jiu-jitsu ensinado por Cesar Gracie ou através das mãos precisas que já derrubaram Paul Daley e Frank Shamrock.
Diaz é faixa preta de jiu-jitsu e adaptou com sucesso sua técnica de boxe ao MMA com um estilo particular e eficiente. A fera retornou ao UFC com uma vitória memorável sobre BJ Penn no UFC 137, em que demonstrou superioridade técnica e física contra o havaiano, sem dar chance alguma ao ex-campeão que resistiu bravamente ao massacre.
Além do cinturão interino, Diaz e Condit lutarão pela oportunidade de enfrentar o campeão Georges Saint Pierre, que atualmente se encontra em recuperação da cirurgia sofrida no joelho que o afastará da competição por pelo menos oito meses.
Os fãs das artes marciais mistas testemunharão uma luta em que tudo poderá acontecer. Nick Diaz é especialista na luta de chão mas curiosamente não possui mais finalizações no cartel do que seu adversário.
Carlos é mais completo na troca de socos e chutes mas nem por isso poderá subestimar Nick, que compensa com a garra e o preparo físico, o que torna esse duelo equilibrado tanto em pé como no chão.
Na análise deste blogueiro, Condit é mais completo na trocação, ainda que Diaz tenha ótimo boxe. No chão, Nick é superior tecnicamente falando mas Carlos também é bom na luta agarrada. O fator físico poderá ser decisivo e o polêmico Nick Diaz é incansável, porém, Carlos Condit possui mais pegada.
O momento de ambos atletas é muito bom, com ligeira vantagem para o aluno de Cesar Gracie. Se por um lado Nick nunca foi finalizado, Carlos nunca beijou a lona e o Ultimate não poderia ter casado uma disputa tão equilibrada. O atleta de Greg Jackson será o vencedor se mantiver a luta em pé e souber usar a potência de seus golpes.
Já Nick Diaz terá que ser melhor com as mãos e buscar a luta no chão, onde é temido por todos aqueles que ousam enfrentá-lo. Diaz não poderá entrar para lutar pensando em St. Pierre tendo um antagonista tão gabaritado pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails