sábado, 25 de fevereiro de 2012

POR QUE NÃO DEIXAR DE ASSISTIR O UFC 144: EDGAR vs HENDERSON


Imagem: Divulgação/Reprodução
O Ultimate Fighting Championship retorna à Terra do Sol Nascente amanhã, dia 25 de fevereiro, com excelente card de lutas que terá como principal atrativo a disputa do cinturão da categoria peso leve entre o campeão Frankie Edgar e o desafiante Ben Henderson. O evento será visto por mais de vinte mil pessoas no Saitama Super Arena, onde já foram realizados alguns dos maiores confrontos das artes marciais mistas.
O blog Mano a Mano separou alguns motivos para que os leitores não deixem de assistir o evento que terá transmissão do canal Combate a partir das 23 horas, horário de Brasília. Vamos direto aos principais motivos para não perder o UFC 144: “Edgar vs Henderson”, que terá sete lutas transmitidas ao vivo.
Edgar vs Henderson
Se há uma certeza acerca desse espetáculo é a de que o cinturão até 70kg permanecerá com um lutador brilhante já que tanto Frankie Edgar e Benson Henderson são dois dos melhores da categoria em atividade.
O notável campeão possui vitórias sobre alguns dos melhores leves da organização das quais se destacam duas vitórias consecutivas sobre BJ Penn e o nocaute sobre o rival Gray Maynard na última vez em que pisou no octógono, em outubro de 2011.
Frankie é incansável, estratégico e difícil de ser derrotado porque não desiste nunca. A fera levará consigo além do título, a experiência de cinco anos atuando no Ultimate e a vontade de provar que merece ocupar o status de número um da atualidade.
Benson Henderson é ex-campeão do World Extreme Cagefighting [WEC], título que conquistou com uma vitória de recuperação sobre Donald Cerrone, naquele que foi considerado o melhor combate do ano de 2009.
A vitória sobre o cowboy conferiu a Ben o título interino que foi unificado em janeiro de 2010, quando novamente fez uma apresentação de recuperação contra Jamie Varner e o finalizou no terceiro round, após ter sido dominado nos dez primeiros minutos da luta.
O duelo promete seguir até o quinto round devido às características de ambos atletas e é o confronto favorito para ganhar o prêmio de melhor luta da noite.
Rampage vs Bader
Quinton Jackson promete descontar a derrota sofrida pelas mãos do campeão meio-pesado Jon Jones em cima de Ryan Bader e o local não poderia ser melhor já que “Rampage” viveu os melhores momentos de sua carreira de lutador de MMA no Japão.
Em uma época em que os lutadores entravam no ringue para dar show para os fãs sem se preocupar tanto com o resultado, Jackson conquistou uma legião de fãs em todo o mundo, que reconheceram nele um dos atletas mais empolgantes do esporte.
Dono de mãos rápidas e poderosas, Quinton Jackson ameaça qualquer adversário com seu boxe refinado. Ainda que não seja um dos lutadores que mais evoluíram com o passar dos anos, o americano impõe respeito sobretudo pela capacidade de nocautear os oponentes.
Ryan Bader se tornou uma das promessas do UFC até 93kg quando conquistou o título The Ultimate Fighter, em dezembro de 2008, quando derrotou o brasileiro Vinny Magalhães na final do reality show que teve como treinadores Frank Mir e Rodrigo Minotauro.
Ryan emendou sequência de quatro vitórias sobre Carmelo Marrero, Eric Schafer, Keith Jardine e Rogério Minotouro e ficou próximo do topo da divisão dos meio-pesados, quando cruzou o caminho de Jon Jones e acabou finalizado por uma guilhotina no round 2.
Bader teve a oportunidade de se recuperar do infortúnio contra o decadente Tito Ortiz, que lutou no UFC 132 sob ameaça de demissão, mas uma indesejável surpresa ocorreu no início do primeiro round quando Ortiz aplicou um knockdown e o finalizou logo em seguida.
Ryan Bader percebeu o quanto é difícil atuar no maior palco do MMA na atualidade mas demonstrou poder de recuperação ao nocautear Jason Brilz no UFC 139 em pouco mais de um minuto. Sua reação, no entanto, terá que ser confirmada contra Jackson amanhã.
Hunt vs Kongo
Muitos dos atuais fãs do MMA não conhecem o neozelandês Mark Hunt, dono do queixo mais duro do esporte e de mãos que podem colocar abaixo qualquer peso pesado do UFC. O veterano é um dos remanescentes do PrideFC e volta ao Japão para enfrentar o indigesto francês Cheick Kongo.
Cheick Kongo possui excelente jogo em pé, em que se destacam os socos e joelhadas potentes. O grandalhão vive excelente momento  e uma vitória o deixará próximo da disputa de cinturão. Se tivesse que apostar em uma luta que acabará por nocaute, essa sem dúvida seria a escolha deste blogueiro.
Demais lutas
Yoshihiro Akiyama estreará entre os meio médios contra Jake Shields. O japonês terá o apoio da torcida local mas é o azarão no confronto contra o americano que já disputou o título da categoria até 77kg. São dois atletas técnicos, e apesar do favoritismo de Shields, Akiyama poderá surpreendê-lo se mantiver a luta em pé.
Anthony Pettis se notabilizou por ter aplicado incrível chute em Ben Henderson quando se enfrentaram ainda pelo WEC. O atleta utilizou a grade do octógono para voar sobre “Bendo” e aplicar um dos knockdowns mais incríveis já vistos em todos os tempos.
Mas Joe Lauzon, que finalizou o duro Melvin Guillar em sua última apresentação, quer a vitória a todo custo para se consolidar entre os principais pesos leves e sonhar com a disputa de título da categoria.
O card terá ainda Yushin Okami e Takanori Gomi que buscarão forças em seu território para ganharem reconhecimento em suas respectivas divisões de peso. Okami vem de derrota para Anderson Silva enquanto Gomi tentará quebrar sequência de duas derrotas.
Hatsu Hioki é um veterano de vinte e oito anos que atuou no Pride, Sengoku e Shooto. Com vinte e cinco vitórias na carreira, o japa é um dos poucos atletas até 66kg que pode oferecer risco ao reinado do campeão José Aldo Jr. O peso pena fará sua segunda luta pelo UFC contra Bart Palaszewski sob o olhar técnico dos analistas que esperam muito desse lutador que já derrotou Marlon Sandro, companheiro do “Scarface”.
Confira o card completo do evento:
Frankie Edgar x Ben Henderson
Quinton Rampage x Ryan Bader
Mark Hunt x Cheick Kongo
Yoshihiro Akiyama x Jake Shields
Anthony Pettis x Joe Lauzon
Yushin Okami x Tim Boetsch
Takanori Gomi x George Sotiropoulos
Hatsu Hioki x Bart Palaszewski
Narifumi Yamamoto x Vaughan Lee
Riki Fukuda x Steve Cantwell
Takeya Mizugaki x Chris Cariaso
Tiequan Zhang x Leonard Garcia
blog Mano a Mano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails