domingo, 29 de maio de 2011

RESUMÃO DO UFC 130

De aguardadíssimo, quando valia o cinturão dos pesos leves, a decepcionante e vaiado. Assim foi o UFC 130, que aconteceu neste sábado, em Las Vegas, e colocou Brian Stann no mix dos principais lutadores dos pesos médios. O ex-capitão dos Fuzileiros Navais dos Estados Unidos dominou o brasileiro Jorge Santiago, que voltava ao UFC, e venceu por nocaute técnico no segundo round, conquistando o prêmio de luta da noite. Na luta principal, Quinton “Rampage” Jackson derrotou Matt Hamill em combate morno e que gerou muitas vaias do público, colocando em dúvida sua capacidade de disputar o título dos meio-pesados.

Thiago Alves demorou para encontrar seu ritmo e foi derrotado por Rick Story, que entrou na lista dos melhores dos meio-médios. Já Renan Barão conseguiu uma boa estreia no UFC, derrotando Cole Escovedo na decisão dos árbitros, na primeira luta da noite e levantando o público. Gleison Tibau conseguiu sua segunda vitória seguida no evento com um mata-leão no compatriota Rafaello “Trator” Oliveira e o bônus de finalização da noite, que lhe rendeu quase R$ 111 mil.
Stann domina Santiago e sai ovacionado
Considerado um verdadeiro herói nos Estados Unidos por ter participado das missões militares no Iraque, Brian Stann saiu ovacionado de Las Vegas. O duríssimo americano dominou Jorge Santiago, que voltava ao UFC depois de cinco anos, desde o início. Com um bom boxe e aparentando estar mais preparado, conseguiu neutralizar tanto o muay thai quanto as tentativas de levar a luta para o chão do brasileiro e conectou uma sequência de uppers, conseguindo knockdowns já no primeiro round. Santiago sobreviveu ao castigo no ground and pound até o começo do segundo assalto, quando levou um contragolpe após tentar uma joelhada voadora, caiu e foi nocauteado com mais uma série de socos que fecharam a luta e levaram o público ao delírio com gritos de "USA".
Rampage é vaiado de novo pelo público
Quinton “Rampage” Jackson conseguiu mais uma vitória na decisão dos árbitros e saiu mais uma vez vaiado do octagon. Desde o início, Matt Hamill tentou colocar a luta para o chão, mas com tentativas lentas e telegrafadas de queda, que sempre eram respondidas com um upper do adversário. A luta permaneceu assim durante os três rounds, e Jackson parecia não querer o nocaute, o que levou a torcida a vaiá-lo com intensidade até o anúncio oficial da vitória, que, morna, apesar de dominante, não deve colocá-lo na rota do título novamente.
Pitbull demora a atacar e perde para wrestler
Pela sexta vez seguida, Thiago Alves pegou um wrestler. E sofreu sua terceira derrota, a quinta no UFC, desta vez para Rick Story, que não apresentou mais do que sua arte marcial de base para neutralizar nos dois primeiros rounds o brasileiro. Pitbull até conseguiu alguns bons momentos de trocação nos 10 primeiros minutos, assim como Story, mas acabou derrotado por sofrer com as quedas do adversário. No último assalto, conseguiu atacar com mais força, conectou socos e joelhadas, mas foi tarde demais para conseguir reverter a situação diante de um oponente de queixo muito duro.
Travis Browne consegue nocaute espetacular em gigante holandês
O gigante holandês Stefan Struve, de 2,11m, não foi páreo para Travis Browne. Apesar de ter conseguido se manter bem durante todo o primeiro round, e aparentando que levaria a luta, Struve abriu a guarda e levou um superman punch mais do que voador de Browne, desmoronando imediatamente no chão aos 4:11 do assalto inicial. O golpe fantástico rendeu ao vencedor o merecido prêmio de nocaute da noite.

Barão e Tibau brilham no card preliminar
Renan Barão estreou com vitória no UFC e Gleison Tibau conseguiu seu segundo triunfo consecutivo. Quer saber como foram as vitórias dos brasileiros no card preliminar do UFC 130? Clique aqui e veja.
UFC 130
28/5 - MGM Grand Garden (Las Vegas, EUA)
Card preliminar
Renan Barão venceu Cole Escovedo na decisão unânime dos árbitros
Michael McDonald venceu Chris Cariaso na decisão dividida dos árbitros
Gleison Tibau venceu Rafaello Oliveira com um mata-leão a 3:28 do segundo round (finalização da noite)
Tim Boetsche venceu Kendall Grove na decisão unânime dos árbitros
Demetrious Johnson venceu Miguel Angel Torres na decisão unânime dos árbitros
Card principal
Brian Stann venceu Jorge Santiago por TKO (socos) a 4:29 do segundo round (luta da noite)
Rick Story venceu Thiago Alves na decisão unânime dos árbitros
Travis Browne venceu Stefan Struve por nocaute (superman punch) a 4:11 do primeiro round
Quinton “Rampage” Jackson venceu Matt Hamill na decisão unânime dos árbitros
PVT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails