quinta-feira, 29 de março de 2012

LUTADORES COMEÇAM A BOICOTAR A REDE RECORD



Fabrício “Vai Cavalo” Werdum tem luta marcada para junho no UFC Rio, no Engenhão, onde enfrentará Mike Russow. Antes de começar os treinos voltados para o duelo, deu uma pausa nos treinos, primeiro para participar como “staff” de Wanderlei Silva no The Ultimate Fighter Brasil, depois para viajar para Paris e Madrid a pedido do UFC. Da Europa, falou com o PVT sobre a mudança de palco do UFC no Brasil: de São Paulo para o Rio de Janeiro. E fez um pedido à torcida.

“Acho que iria lotar em São Paulo, seria o primeiro UFC lá, os paulistas esperavam muito esse evento, e o Rio já teve dois. Mas só pelo fato de lutar no Brasil será ótimo para mim. A última vez que lutei no país foi no Jungle Fight, em 2004. Gostaria muito de ouvir a torcida gritando ‘Uh, é Vai Cavalo!’, me motivaria mais ainda. Imagina a emoção que não irei sentir?”, sonha Werdum.

Mesmo animado por lutar no Rio, o gaúcho lamentou por São Paulo ter perdido o evento: “Perderam um show desse tamanho por causa dessa besteira de Lei do Silêncio. Se fosse todo dia, tudo bem, faria sentido, mas seria só um dia! Perder um UFC por isso...”, criticou Fabrício.

O experiente lutador ex-PRIDE ficou surpreso quando soube da audiência do episódio de estreia do The Ultimate Fighter na Globo, no último domingo. Segundo fontes, cerca de 6 milhões e 924 mil pessoas assistiram Galvão Bueno e Junior Cigano apresentarem o programa, 15% a mais que a audiência normal do horário.

“É mesmo, quase sete milhões?! Que irado, ‘véio’! O programa é para todos, mas é ideal para quem não entende de MMA. Esses novos fãs verão como é a vida de um atleta, como se prepara, como perde peso, verão os treinos... O dia-a-dia mesmo, e verão também que somos pessoas normais”, disse o peso pesado.

O primeiro algoz de Fedor também apoiou a iniciativa de André Pederneirasn que proibiu a Nova União de dar entrevistas à Record e ao R7, depois que o portal divulgou lista com os finalistas do TUF.

“Foi uma sacanagem! Quem falou isso queria prejudicar o esporte, mas não estou interessado em ver essa lista, nem quem gosta mesmo de MMA deveria ver. Dou meu apoio à campanha do Dedé a partir de agora. Até dei entrevista para o R7 um dia desses, mas não sabia de nada. Se é mesmo uma campanha, então estou dentro”, garantiu “Vai Cavalo”.

Nesta quinta, Werdum inicia os treinos voltados para a luta no UFC Rio 3: “Estava no TUF, teve essa viagem, mas tenho muito tempo ainda, a luta é em junho. Vou começar a treinar na Werdum Combat Team, com o Lucas Leite e com o João Assis, mas meu treino principal será com o Rafael Cordeiro. Treinarei wrestling com Kenny johnson, que já treinou Anderson e Wanderlei, mas também na Kings com Babalu, Mark Muñoz. O Wand vai lá me ajudar também”, finalizou Werdum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails