terça-feira, 11 de outubro de 2011

PARA PARCEIRO DE JONES LUTA CONTRA LYOTO SERÁ COMPLICADA.

Jon Jones coloca o cinturão do UFC em jogo no dia 10 de dezembro, contra o brasileiro Lyoto Machida, e é franco favorito nas bolsas de apostas. Para o faixa-preta Igor Araújo, parceiro de treino de chão do casca-grossa nos Estados Unidos, a luta é mais complicada do que muitos pensam.

“Luta boa... Acho o Lyoto a luta mais complicada que o Jones poderia ter nessa categoria até 93kg do UFC”, afirmou Igor, em entrevista à TATAME. “Cara com dois caras nesse nível, lutando pelo cinturão, fica imprevisível... Onde a luta estiver, vai ser selva pra qualquer um”.

Animado com a evolução do amigo, Igor feliz por vê-lo usar a arte suave para bater Rampage Jackson, no UFC 135.

“Fiquei amarradão! O Jones é um amigo, um cara muito gente boa, e qualquer amigo meu estando feliz, indiretamente eu vou estar feliz também”, festeja, rasgando elogios. “O chão dele está cada vez melhor. Ele aprende muito rápido, está sempre inventando coisas. Quase pegou o cara no triangulo voador... Ousadia é uma coisa boa”.

Igor e a maratona de lutas na Europa

Antes de voltar aos treinos com Jones, porém, Igor tem missões a cumprir na Europa. Em busca da 21ª vitória em 27 lutas, o faixa-preta duela com Ivica Truscek na Suíça, na luta principal do Lions FC, evento que acontece no dia 15 de outubro. Esta, porém, não é a sua única peleja até o fim do ano.

“Luto no dia 15 de outubro, e depois no dia 5 de novembro também. Estou treinadão, na melhor forma da minha vida”, garante o atleta, que quer vingar os quatro brasileiros já derrotados por Truscek, sendo três por nocaute. “Fiquei quase um ano treinando direto em Albuquerque. Lá são três dias de sparring por semana, só com cara que está na primeira divisão do MMA”.

Igor conta que o fato de ser brasileiro é um incentivo a mais para os sparrings soltarem o jogo. “Selva mesmo, a porrada canta, ainda mais eu sendo brasileiro. Dá pra imaginar que nada foi fácil pra mim lá, então estou bem confiante. Evoluí bastante em todos os aspectos”, garante. “Se for da vontade de Deus, vou sair vitorioso dessas batalhas”.

Passadas as lutas, Igor foca sua evolução no MMA. “Pela primeira vez estou com nutricionista, médico, manager, uma equipe pra me ajudar. Estou morando a dois minutos da academia, muito focado na minha carreira”, afirma o faixa-preta, relembrando os tempos difíceis que passou no Velho Continente.

“Vim sozinho pra Europa, não falava nenhum idioma, mas mesmo assim venci 20 lutas... Correndo atrás de treino, quase implorando para os outros me ajudarem nos treinos, e hoje graças a Deus estou com essa sintonia na Jackson’s MMA”, comemora. “O Greg é um cara muito maneiro, que já me disse que confia e aposta muito em mim”.
Tatame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails