segunda-feira, 29 de novembro de 2010

MINAS BATE SÃO PAULO NO BRASIL FIGHT 3

Com o apoio da secretaria de esportes de Belo Horizonte e o patrocínio da Coca-Cola, que teve a marca representada pelo energético Gladiator, a terceira edição do Brasil Fight 3 repetiu a fórmula das duas edições anteriores e atraiu um bom público para a casa de espetáculos Chevrolet Hall. Dessa vez o confronto foi entre mineiros e paulistas, com goleada para Minas Gerais. Logo na primeira luta do desafio, César Gordim não deu chances para Udi Lima e conseguiu a vitória por nocaute técnico após defender um arm-lock com um bate-estacas e terminar a luta com socos no chão ainda no primeiro assalto. Na segunda luta, Alexandre Zoio empatou para São Paulo ao finalizar Thiago Michel com um mata-leão em um minuto de luta. Mas foi só, logo na luta seguinte Minas passou a frente no placar com uma vitória de Cristiano Titi por nocaute técnico sobre Valter da Silva no segundo round.
 Para manter as chances no desafio, São Paulo precisava da vitória e Edson Conterrâneo entrou com a responsabilidade de empatar a fatura. Mas do outro lado estava o duríssimo Joaquim Mamute que, diante de sua torcida, queria fechar o desafio a favor de Minas Gerais. E não faltou emoção no duelo. No primeiro assalto a luta foi equilibrada, com Mamute derrubando três vezes e Conterrâneo conseguindo bons golpes em pé e terminando o round por cima trabalhando alguns socos. No segundo assalto, Mamute derrubou duas vezes e controlou o round no cem quilos, chegando a arriscar uma kimura, bem defendida por Conterrâneo.
 Aparentemente cansado, o aluno de Miguel Repanas mostrou muito coração e dominou o terceiro round. Depois de quedar, Conterrâneo puniu Mamute da meia-guarda e quando colocou o mineiro de quatro apoios. No final da luta, enquanto Conterrâneo comemorava, Mamute parecia decepcionado com seu desempenho. No entanto, os juízes apontaram Mamute vencedor na decisão dividida dos juízes, gerando algumas vaias do público que. Com o desafio definido a favor dos mineiros, Gustavo Coelho entrou para fechar a goleada. Depois de quedar Márcio Nunes, Coelho pegou as costas e finalizou com um mata-leão em um pouco mais de três minutos de luta.

Chatubinha vence Uirapurú em revanche

Na segunda edição do Brasil Fight, Igor Chatubinha não deu chances a Marcelo Uirapurú e finalizou rápido com o seu temido triângulo de mão. Marcada a revanche, a expectativa mineira por um resultado diferente era tanta que o confronto acabou sendo a luta principal do evento. E mais uma vez o casca-grossa da Vila Cruzeiro, que teve dificuldades para sair da favela para treinar por conta da guerra entre traficantes e policiais na comunidade carioca, saiu vencedor. Em apenas 18 segundos, Chatubinha encaixou um cruzado que levou o faixa-preta da Gracie Barra BH a lona e terminou o serviço com mais alguns socos ate o juiz interromper. Confira abaixo os resultados completos do evento e fique ligado no site TATAME para conferir esta semana uma galeria de fotos do evento.

RESULTADOS COMPLETOS:

Brasil Fight 3
Chevrolet Hall, Belo Horizonte
Sábado, 27 de novembro de 2010

Minas Gerais 4x1 São Paulo:
- César Gordim nocauteou Udi Lima aos 3min22s do 1R;
- Alexandre Zoio finalizou Thiago Michel com um mata-leão a 1min10s do 1R;
- Cristiano Titi derrotou Valter da Silva por TKO (desistência) no 2R;
- Joaquim Mamute derrotou Edson Conterrâneo na decisão dividida dos juízes;
- Gustavo Coelho finalizou Márcio Nunes com um mata-leão aos 3mins24s do 1R;

Luta feminina:
- Juliana Carneiro derrotou Aline Serio na decisão unânime dos juízes;

Superlutas:- Ronny Marques derrotou Fernando Lageano por TKO (interrupção do arbitro) aos 3min8s do 1R;
- Willian Vianna derrotou Maurício Facção na decisão dividida dos juízes;
- Igor Chatubinha nocauteou Marcelo Uirapurú aos 18s do 1R.

Tatame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails