terça-feira, 8 de junho de 2010

MESTRE BODHIDHARMA CONHEÇA SUA HISTÓRIA.

OLÁ GALERA APARTIR DE HOJE TODA SEMANA IREMOS CONTAR A HISTÓRIA E APRESENTAR PARA VOCÊS UM MESTRE DE ALGUMA ARTE MARCIAL QUE EXISTE, ENTÃO FIQUE LIGADO PARA CONHEÇER ESSAS PESSOAS QUE FIZERAM E FAZ PARTE DA TRAGETÓRIA DO ESPORTE DE CONTATO.

ENTÃO PARA COMEÇAR:

Muitas lendas existem envolvendo Bodhidharma, conhecido pelos chineses como Ta Mo, e como Daruma Taishi pelos japoneses. Se caracteriza por ter sido o vigésimo oitavo patriarca do Budismo e por ter dado uma nova abordagem para os ensinamentos de Buda, criando as concepções do Chen (em chinês) e Zen (em japonês), sendo que o Zen no Japão se tornou parte das artes marciais e da cultura, arte e filosofia.
Bodhidharma viveu no templo de Shaolin, na China, mais ou menos em 520 a.C. e ensinou aos monges as técnicas do Vajramushti, uma antiga arte marcial de origem indiana. Este aprendizado permitiu que estes monges se tornassem exímios lutadores, ganhando fama inicialmente na China e posteriormente em todo o mundo.
O templo de Shaolin, que em chinês significa Pequena Floresta, é uma referência mundial no campo das artes marciais. Muitas histórias foram contadas verbalmente sobre as artes marciais na China e espalharam-se pelo mundo afora. Devido a este fato, fica difícil se distinguir com precisão o real do imaginário, inclusive muitos historiadores duvidam da existência de Bodhidharma dentro do contexto marcial apresentado, acreditando que ele se apresenta mais em lendas do que em fatos concretos.
Bodhidharma nasceu em Kanchipuram, perto de Madras. Por volta de 520 d.C. Viajou da Índia, seu pais de origem, até Kuang (moderno Cantão), com o objetivo de divulgar o verdadeiro Budismo. Ao ser recebido pelo Imperador Wu Ti, da Dinastia Liang, algumas discordâncias de opiniões ocasionara um conflito, obrigando Bodhidharma a refugiar-se no templo de Shaolin.
A imagem de Bodhidharma sempre aparece como um homem feio, com barba e penetrantes olhos azulados, de cabelos escuros, longos e desgrenhado.
Somente uma pessoa relata por escrito que o viu pessoalmente, os demais não passam histórias verbais. Este texto em questão foi escrito em 547 d.C. por Yang Hsuan-Chih, cidadão do estado chinês de Lo-Yang, na moderna Honan e é denominado de Lo-Yang Chia-Lan-Chi, que em português significa: Crônica dos Mosteiros de Lo-Yang.
Este autor relata um momento em que subiu ao Templo Yung Ning, acompanhado pelo prefeito da cidade de Lo-Yang, e lá conheceu e teve a oportunidade de conversar pessoalmente com Bodhidharma.
Yang Hsuan-Chih relata em seu escritos: “...naquela época houve também o Sramma das terras do Ocidente. Bodhidharma, que não era outra coisa senão um Hon do Reino de Posseur (Pérsia). Perante as maravilhas do templo falou que já tinha 150 anos de idade e tinha viajado por diversos reinos a norte, sul, leste e oeste, e que não encontrara outro templo que se igualsse a esse em beleza...”.
Este templo foi construído em 516 e foi destruído pelo fogo em 535, mas desde 528 havia sido usado como quartel do exército. Então concluímos que este encontro foi ente 516 e 528 d.C.
Bodhidharma é considerado o “Pai das Artes Marciais no Oriente” e a ele, existindo ou não, devemos os primórdios marciais dentro do templo de Shaolin.
Fonte: grandesmestres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails