quinta-feira, 15 de novembro de 2012

LUTADOR VIOLA TERMOS DA CONDICIONAL E VOLTA A SER PRESO.


Campeão do K-1, Badr Hari segue enfrentando o mais duro oponente de  sua carreira: a perda da liberdade. O lutador se envolveu numa confusão em julho, quando agrediu o empresário holandês Koen Everink em uma festa rave em Amsterdã.
O marroquino foi solto há poucos dias e  decidiu celebrar a liberdade condicional levando sua mulher a um restaurante, mas acabou violando os termos. Os juízes ficaram incrédulos pelo fato do atleta ter violado os termos da liberdade assistida dias após de ser libertado. Hari alegou que pensava que estava apenas proibido de frequentar bares e discotecas e não sabia que os restaurantes estavam incluídos.
A corte irá decidir se Hari quebrou as condições ou se realmente foi um acidente genuíno como alega. O fato é que o lutador é acusado de diversas agressões em um prolongado período e terá que aguardar na prisão o seu julgamento de janeiro.
Talento do kickboxing, Hari já foi campeão do K-1 e enfrentou o pesado do UFC, Alistair Overeem, duas vezes, acabou nocauteado no primeiro confronto, em 2008, e nocauteou o holandês um ano mais tarde, mas acabou derrotado na final do GP do K-1 por Semmy Schilt.
TATAME

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails