quinta-feira, 28 de março de 2013

WEIDMAN CONFIANTE EM VITÓRIA CONTRA ANDERSON SILVA


O americano Chris Weidman vai enfrentar o brasileiro Anderson Silva pelo título mundial dos pesos-médios do UFC em julho, mas não vai usar o confronto pelo cinturão para arrancar uma bolsa mais lucrativa do Ultimate. Weidman, que tem apenas cinco lutas pela organização e nove no total, quer vencer o Spider para poder renegociar seu contrato.
- Estou certamente OK em receber o que eu estava recebendo. Acho que eu estava recebendo US$ 24 mil (cerca de R$ 48 mil) para lutar e US$ 24 mil pela vitória. Eu quero fazer isso porque, depois de eu bater Anderson como planejo fazer, aí obviamente o contrato vai saltar mais do que se eu rasgar o contrato agora - disse o americano à rádio do site "MMA Junkie"

Chris Weidman comemora vitória no UFC (Foto: Getty Images)
A disparidade entre os salários de Weidman e Anderson - que recebeu US$ 200 mil (R$ 402 mil) só de salário em sua última luta nos EUA, fora bônus e participação em vendas de pacotes de pay per view - é reflexo não só das vantagens de ser campeão, mas da diferença em nível de experiência dos dois lutadores. Enquanto o Spider tem 16 lutas pelo UFC e 10 defesas de cinturão, o nova-iorquino tem apenas nove lutas como profissional no MMA e cinco no Ultimate.
- As pessoas dizem que não tenho muitas lutas, o que é verdade, mas nunca tive uma luta fácil. Mesmo quando eu estava no Ring of Combat, nós sempre queríamos pegar os melhores lutadores, porque queria ganhar essa experiência. Caras como Uriah Hall, que está aparecendo no "The Ultimate Fighter", eu o enfrentei na minha terceira luta. Eu me coloquei em muitas posições arriscadas enfrentando caras bons. Eu poderia ter enfrentado 50 caras a esta altura e acabado com todos eles, e seria contra "zé ninguéns", como muitos fazem. Mas eu sempre escolhi a competição mais dura porque eu sabia que isso ia me deixar o melhor que eu poderia ser - justificou Weidman.
O americano vinha pedindo pelo duelo com Anderson desde julho do ano passado, quando derrotou Mark Muñoz, considerado na época um Top 3 da categoria, e já afirmou que vai vencer o brasileiro e conceder uma revanche em seguida. O presidente do UFC, Dana White, o citou ao comentar a luta, dizendo que ele teria prometido "f***" os planos da companhia de realizar superlutas do Spider contra Georges St-Pierre e Jon Jones, campeões das categorias meio-médio e meio-pesado, respectivamente. Weidman negou que tenha usado um palavrão, mas confirmou que avisou ao chefão que arruinaria o projeto.
- Quando as pessoas ouvem isso, parece até que estou provocando, mas sou apenas confiante, e realmente acredito que posso vencer a luta. Acho que é uma luta que as pessoas querem ver. Esta é uma luta dos sonhos para mim. Desde que entrei no MMA, este é o cara que eu queria enfrentar e que eu realmente queria provar que poderia bater. Finalmente tenho a oportunidade de fazê-lo - concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails