quinta-feira, 6 de setembro de 2012

UFC TIRA LYOTO DA DISPUTA PELO CINTURÃO.

As polêmicas em torno do cancelamento do UFC 151 sem dúvida deram muito pano pra manga, tanto que o presidente Dana White ainda está precisando esclarecer muitas delas. Mais uma vez o assunto foi sobre as recusas dos lutadores a enfrentar Jon Jones em curto prazo, e porque a organização chegou a anunciar Lyoto Machida como próximo desafiante ao título e depois voltar atrás nesta decisão.

O mandachuva contou ao programa ‘UFC Tonight’ que estava precisando urgentemente dar uma resposta à imprensa e aos fãs sobre as especulações que estavam aparecendo sobre a lesão de Dan Henderson, até então desafiante ao título de Jon Jones. E nessa pressa, acabou deslizando em alguns erros que sabe que não pode cometer, como de anunciar o duelo antes de confirmado. Tudo porque houve um mal entendido entre ele e Ed Soares, empresário de Lyoto Machida.

— Vocês sabem que quando eu faço uma luta, não digo uma palavra até que ambos os acordos sejam assinados e o negócio seja fechado. Mas fiz exatamente o que eu nunca faço, porque estávamos nesta posição. Essa grande conferência de mídia foi no dia seguinte e eu queria ter algumas respostas. E então o Machida estava em uma maldita selva, em algum lugar. Ed me disse: “Ele está na selva. Eu não consigo falar com ele”. Eu disse: “O que você acha?”. Ele disse: “Eu acho que ele vai assumir a luta e não vejo por que ele não assumiria”. Então eu fui com isto, e não deu certo.

No entanto, a decisão do brasileiro recusar ser o desafiante ao cinturão dos meio-pesados (93 kg), alegando que precisava de mais tempo para se preparar, pegou mal para os dirigentes da organização. Dana White contou que, mesmo depois de ter confirmado o carateca para ser o próximo na linha pelo título, quando nocauteou Ryan Bader no dia 4 de agosto, ele terá de mostrar mais uma vez que merece a chance.

— Este é um cara vinha me aterrorizando para uma disputa de título e então ele diz que quatro semanas não é suficiente. Eu disse que tudo bem e segui em frente. Lyoto estava chorando por um cinturão há longo tempo e vocês sabem como são essas coisas. Quando você recusa a oportunidade de lutar, as coisas começam a ir a outro caminho, em outra direção. Foi o que aconteceu para Rashad Evans. Rashad Evans estava fora de combate por um ano e meio. Vamos ver o que acontece. Ele não é o próximo na linha. Ele vai ter que fazer outra luta.

Depois de toda a confusão, Jon Jones vai encarar Vitor Belfort no UFC 152, que será realizado no dia 22 de setembro em Toronto (Canadá). Será a quarta vez que o americano defenderá seu cinturão diante um ex-campeão da organização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails