segunda-feira, 14 de outubro de 2013

POTIGUAR FINALIZA NO BRASIL FIGHT 7


Jorjão comemora a vitória por finalização

Jorjão Rodrigues lembrou ao mundo na noite desta sexta-feira, 11 de outubro no Brasil Fight 7, em Divinópolis-MG, que tamanho não é documento. Escalado com dois dias de antecedência para substituir Thiago Michel, o atleta da Kimura Nova União mesmo atuando duas categorias acima da sua, finalizou o americano Ken Jackson, 14 centímetros mais alto, com uma chave de joelho, para conquistar a Superluta internacional do evento.

Quando começou a Superluta internacional, Ken Jackson comprovou o que se esperava: mais alto, forte e dono de um wrestling afiado, derrubou e controlou por cima. Mas, por baixo, Jorjão Rodrigues, que tem mais de 70 lutas na carreira, ficou na meia-guarda, posicionou um triângulo com as pernas, e esticou a do adversário até obrigá-lo a dar os três tapinhas, enquanto a torcida de Divinópolis vibrava.

"Só soube da luta dois dias antes, e o tempo que tive foi de bater uma manopla e viajar", lembra Jorjão. "Sempre treino essa posição, tenho muita confiança nela. Esperei para trocar com ele, mas se ele derrubasse, eu iria finalizar. A torcida foi muito carinhosa, mostrou que gosta mesmo de luta, foi uma experiência nova e muito legal lutar em Divinópolis. Não tenho planos para o futuro, mas onde aparecer uma luta, eu vou".

Se no duelo entre países a cidade mineira saiu feliz, no desafio estadual quem se deu bem foi Brasília, que venceu três das cinco lutas contra Minas Gerais, todas por finalização.

Na Superluta feminina, Ju Thai confirmou seu favoritismo e não deu chances a Lilian Tolezi, também escalada com dois dias de antecedência para substituir uma atleta lesionada, e venceu por nocaute técnico. Foi sua quinta vitória no Brasil Fight em sete lutas na carreira.

"Ficamos muito satisfeitos com essa primeira edição do Brasil Fight no interior", exaltou o promotor do evento Rodrigo Moreira. "A cidade recebeu a todos de braços abertos, e dentro do cage os atletas mostraram um altíssimo nível técnico, com muitas finalizações, reviravoltas e surpresas, como a do Jorjão Rodrigues. Nossas próximas edições serão ainda melhores, podem acreditar. Viemos para mostrar que o Brasil Fight é um evento diferenciado".

Outra aguardada luta foi a de Rick Palhares, irmão de Rousimar Toquinho. Ele estreou no MMA diante de Vinicius Franklin protagonizando a melhor luta da noite, e vencendo no terceiro round, com um belo triângulo de mão, mostrando que o jiu-jitsu está no sangue da família.

Brasil Fight 7 - Resultados Oficiais
SUPERLUTA INTERNACIONAL

Até 77kg
- Jorjão Rodrigues (Kimura Nova União) finalizou Ken Jackson (CM System) com uma chave de joelho a 3min34seg do primeiro round

SUPERLUTA FEMININA

Até 57kg
- Juliana Lima (Gracie Barra BH/Champion BH) venceu Lilian Tolezi (Marcelo Ribeiro) por nocaute técnico a 1min08seg do primeiro round

DESAFIO BH X BRASÍLIA
Até 93kg - Diogo Bebezão (Storm Fighter-DF) finalizou Daniel Chicão (Mathielo Team/ Pantera Negra-MG) com uma guilhotina a 1min07seg do primeiro round
Até 57kg - Herbert Souza (Constrictor Team-DF) finalizou Flavio "Baiano" (Champion BH-MG) com um mata leão a 2min26seg do primeiro round
Até 84kg - Alessandro Gambulino (TFT Piunhim-MG) venceu Edgar Massara (Five Rounds) na decisão unânime dos jurados
Até 66kg - Gildásio Neto (Constrictor Team-DF) finalizou Luis Felipe Bope (Champion BH-MG) com uma guilhotina a 1min28seg do segundo round
Até 62kg - Gabriel Otávio D2 (TFT-MG) finalizou Gabriel "Buldog" (Popó Fight-DF) com uma guilhotina a 2min29seg do segundo round

CARD PRELIMINAR
Até 77kg - Rick Palhares (Mathielo Team) finalizou Vinicius Franklin (Gracie Barra BH/ Titi-Danilo) com um triângulo de mão a 2min29seg do terceiro round
Até 70kg - Bruno Wallace (Cristiano Titi MMA) venceu Thiago Paraíba (Mathielo Team/ Pantera Negra) por nocaute técnico a 3min34seg do primeiro round
Até 84kg - Daniel Gaucho (CM System) finalizou Juliano Gonçalves (Eli Kickboxing) com uma kimura a 3min09seg do primeiro round
Até 62kg - Benny Black (TFT/ Piunhi) venceu Rodrigo Souza (Mamute Team) na decisão dividida dos jurados
Até 66kg - Henrique Prota (CDT) finalizou Wendel Cobra (Cristiano Titi MMA) com um triângulo a 3min21seg do primeiro round
PVT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails