segunda-feira, 26 de agosto de 2013

RUSSOS PAGAM US$ 800,00 PARA LUTAREM


Frases famosas do filme "O Clube da Luta" são repetidas pelos participantes e fundadores. "Supere o medo", "Corte os excessos" e "Nós somos de gerações de homens, homens crescidos" (Foto: Cortesia Maria Turchenkova)

Um grupo de russos paga US$ 800 para passar uma semana lutando uns contra os outros em uma casa em Moscou. São homens de negócios, entre 25 e 30 anos, normalmente casados e com filhos, que querem "perder o medo de levar um soco na cara". Mais ou menos como no filme Clube da Luta, dirigido por David Fincher e estrelado por Brad Pitt.

Na trama, o protagonista é apresentado a um grupo secreto que se encontra para extravasar suas tensões e angústias. Como? Em violentos combates corporais. 

Nessa casa em Moscou acontece algo mais ou menos parecidos. Chamado de "New Sparta" ("Nova Esparta"), o projeto foi criado por Igor Lunyakov e Anton Rudakov - chamados de Harry e Razor respectivamente. É que todos os participantes devem escolher um nome de guerra quando participam do treinamento, algo como Lobo, Diretor ou Leopardo.

Da mesma maneira que na trama de Fincher, a preparação não é só física, mas também psicológica. Antes de partirem para a luta, Harry e Razor fazem com que os participantes enfrentem suas próprias fraquezas morais e emocionais, contando segredos que nunca disseram a ninguém ao grupo. "Só assim encontrarão forças para combater seus inimigos internos e, finalmente, acreditarem em si mesmos", relata a fotógrafa Maria Turchenkova, que passou uma semana documentando o projeto.

Ela explica que o intuito do "New Sparta" não é se tornar um lutador, mas se conhecer melhor. "Eles não querem começar a lutar nas ruas ou qualquer coisa assim. A principal ideia é que eles lutem contra seus próprios medos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação seja sempre bem-vindo ao nosso blog, fique em paz.
Ossssss

Related Posts with Thumbnails