domingo, 29 de julho de 2012

JUDOCA KITADAI VAI TOMAR BANHO LEVA A MEDALHA E DEIXA CAIR... O QUE ACONTEÇEU? A MEDALHA QUEBROU UM PEDAÇO.

Felipe Kitadai não larga a medalha de bronze, conquistada no sábado, no torneio olímpico de judô em Londres. Nem debaixo do chuveiro. Mas o apego ao objeto acabou rendendo uma situação chata para o judoca paulista. Ao entrar para o banho na manhã deste domingo, Felipe levou a medalha junto. Para não molhar, segurou-a com os dentes. Num descuido, deixou o objeto cair no chão. Resultado: acabou quebrando um pedacinho do aro por onde passa o cordão que sustenta a medalha para pendurar no pescoço.
- Eu estava o tempo todo com a medalha. Fui levá-la para o banho, mas fiquei com medo de molhar e coloquei na boca enquanto me ensaboava. Ela acabou escorregando. Mas já estão resolvendo isso - explicou Kitadai.
Durante a coletiva de imprensa deste domingo na capital londrina, Felipe estava com a medalha no bolso. Durante o passeio pela cidade no ônibus do SporTV, também. Quando algum torcedor pedia para ver o objeto, o judoca tirava e mostrava, cuidadosamente, com a mão.
O COB já fez um pedido oficial ao COI para trocar a medalha, mas ainda não recebeu uma resposta.

http://globoesporte.globo.com/olimpiadas/noticia/2012/07/em-acidente-no-banho-kitadai-quebra-haste-que-segura-medalha.html

MASSARANDUBA LUTA NO UFC RIO 3

Francisco Massaranduba foi um dos nomes mais carismáticos da primeira edição do reality show ‘ The Ultimate Fighter – Em busca de campeões’ e mesmo eliminado por Thiago Bodão nas quartas-de-finais, Massaranduba conseguiu um contrato limitado com o UFC e precisa fazer boas apresentações para seguir firme na organização.
Massa enfrentou no UFC 147, no Mineirinho, o peso-médio Delson Pé de Chumbo e venceu-o por nocaute técnico, credenciando-se para seguir na organização. Assim, lutará no UFC Rio 3, sendo confirmado inicialmente pela revista Tatame.
O brasileiro ainda não tem adversário definido, mas diferentemente de como atuou no reality show, Francisco descerá duas categorias, do peso-médio passará a lutar em sua divisão de origem, os pesos-leves.
No UFC Rio 3 além de Massaranduba teremos o combate principal entre José Aldo e Erik Koch, Vitor Belfort e Alan Belcher, Rampage Jackson contra Glover Teixeira, o campeão do TUF Brasil Rony Jason contra o americano Sam Sicilia, Serginho Moraes enfrentando Reneé Forte e Cristiano Marcello contra Reza Madadi.
O evento acontece no dia 13 de outubro no HSBC Arena, no Rio de Janeiro e Massaranduba ainda não tem adversário definido.
Foto: Reprodução/TUF Brasil

ANDERSON SILVA PENSA EM ABRIR FILIAIS DE ACADEMIAS NO BRASIL E NOS EUA

Anderson Silva, o campeão dos médios no Ultimate, já faz planos para seu futuro além UFC, garantindo eu seu nome uma rede de academias com um eixo entre Brasil e Estados Unidos.
Segundo o jornalista Lauro Jardim, da coluna Radar Online da Veja, o recordista e maior nome do MMA da atualidade e considerado por muitos até mesmo o da história, Anderson pretende abrir uma rede de academias de ginástica com MMA entre suas atividades.
Ainda pela mesma fonte, Anderson deve colocar a idéia em prática em 2013, aproveitando o ápice de sua carreira e da popularidade do esporte no Brasil.
Fonte: Radar Online
Foto: Esther Lin/MMAFighting

WANDERLEI SILVA ELOGIA A KIMURA/NOVA UNIÃO E A MEDALHISTA OLIMPICA

Por Luca Gomes

Foto Marcelo Barone
Nas últimas semanas, o Brasil viu dois nordestinos se destacarem no mundo das lutas, cada um na sua área. Renan Barão derrotou Urijah Faber por decisão unânime no UFC 149, no último dia 21, e faturou o cinturão interino dos galos do Ultimate. E Sarah Menezes faturou a medalha de ouro no Judô, nas Olimpíadas de Londres.
O segundo cinturão da Kimura/Nova União no Ultimate, visto que José Aldo detém o título dos penas, foi motive de elogios do “Cachorro Louco”, que enalteceu os líderes da equipe.
“Quero parabenizar o Dedé Pederneiras e o Jair Lourenço. Eu vi a conduta deles com o atleta, a conduta com relação a equipe. Eles fazem tudo certinho, perdem peso certo, mantêm o psicológico do atleta no lugar certo. Seus lutadores sempre chegam prontos para lutar de pé, o chão, nas quedas, em tudo”, elogiou Wand em bate-papo exclusivo com à TATAME.
“A Kimura/Nova União está de parabéns por isso tudo. Fico muito feliz em ver as escolas do Brasil chegando num nível tão elevado e preparando atletas tão bons”, completou.
Quem também mereceu elogios do “Cachorro Louco” foi Sarah Menezes, que enfileirou cinco adversárias e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres, neste sábado, sendo a primeira judoca brasileira a subir no alto do pódio.

“Muita gente esquece, mas o Judô é uma religião no Japão. No Brasil não pode ser diferente. Essa menina fez história em Londres. Foi espetacular. Ela está de parabéns. O Brasil é medalha de ouro em talento, e será sempre”.

PEZÃO FARÁ LUTA PRINCIPAL NO UFC ON FX 5

Foto: Divulgação/UFC
Antonio Silva, o “Pezão”, estreou  no Ultimate Fighting Championship no evento de número 146 contra Cain Velasquez, em uma das lutas mais sangrentas do ano. O brasileiro foi derrubado logo no início da luta e sofreu uma cotovelada que causou um corte que espalhou sangue pelo o octógono. De costas no chão, e com a visibilidade comprometida, o paraibano sucumbiu aos 3min36s do primeiro round.
Mas o gigante de trinta e dois anos de idade terá nova chance na organização no dia 5 de outubro, quando fará a luta principal do UFC on FX 5, no Target Center, em Minneapolis, Minnesota. O UFC o escalou para enfrentar o invicto Travis Browne, que possui treze vitórias em sua carreira, sendo quatro no maior palco das artes marciais mistas na atualidade.
Siga o blog Mano a Mano

sábado, 28 de julho de 2012

NICK DIAZ PEDE PARA LUTAR COM ANDERSON SILVA

O polêmico Nick Diaz, que disputou e perdeu a luta pelo título interino da categoria dos meio-médios no UFC para Carlos Condit, está suspenso pelo uso de maconha averiguado pelos testes anti-dopping da Comissão Atlética de Nevada até fevereiro de 2013, mas pretende recorrer e voltar aos octógonos até o fim desse ano.
Treinado por Cesar Gracie nos EUA afirmou inclusive que iria se aposentar, não se conformando com a decisão dos árbitros em seu último combate no Ultimate, mas no entanto abstendo-se da decisão, tem um sonho a ser realizado no Ultimate e afirmou que se viesse a oportunidade não a deixaria passar.
O ex-campeão do Strikeforce quer pedir por Anderson Silva ao voltar para o Ultimate, seguindo como exemplo as comparações entre Georges Saint Pierre e o campeão dos médios e a possibilidade de enfrentar-se. Leia abaixo a declaração de Cesar Gracie ao site GracieFighter.com.
Para lidar com a suspensão da NSAC, vamos ter que apelar aos tribunais e se as coisas  acontecer do nosso jeito, será plausível que Nick possa voltar o mais rápido possível, talvez em algum momento no final deste ano. Por muito tempo burocratas NSAC ter agido com incompetência e malícia com os lutadores. Nós vamos desafiá-los em tribunal.
Quanto a futuros adversários, Nick afirmou que e gostaria de ter lutas com “que importa”. Uma vez que GSP vai lutar Condit, ele tem que procurar em outro lugar. Ele vai pedir respeitosamente uma luta com Anderson Silva, um lutador que ele respeita e gostaria de desafiar.
A equipe de Silva tem falado de uma luta com GSP, possivelmente, até mesmo em um peso combinado. Nick aceitaria em um minuto, mas disse-me que se Silva decidir não descer de peso ele vai se deslocar até £ 185 (limite dos médios) para enfrentar o campeão.
Se vai acontecer ou não o combate, ninguém sabe, mas sabe-se somente que Nick Diaz é mais um dos diversos lutadores que afirmaram querer enfrenta-lo após sua vitória sobre Chael Sonnen no UFC 148.
F0nte: Graciefighter.com
Foto: Getty Images

ACUSADO DE CRIMES SEXUAIS É CORTADO NÃO ASSINA COM O UFC

Devin Cole foi anunciado pela imprensa americana como o substituto do lesionado Ben Rothwell no evento de 4 de agosto. Ele iria enfrentar Travis Browne em Los Angeles (EUA) e realmente chegou a ter em suas mãos o contrato para assinar com o UFC, mas o sonho durou pouco. O Ultimate descobriu que o lutador americano já foi preso após ter cinco acusações de ter cometido crimes sexuais e desistiu do negócio.

- Eu estava imprimindo o contrato para assinar para lutar contra Travis Browne. Enquanto eu estava assinando, (meu manager) me ligou para dizer que tudo acabou por causa do meu passado - explicou o lutador à rádio do site "MMAjunkie".


Cole diz que jamais foi condenado por causa das acasações de crimes sexuais, embora reconheça que teve outros problemas com a justiça americana.

- Há muitas pessoas que pensam que eu sou um criminoso sexual. Eu não sou... A pior acusação que tenho no meu registro é uma contravenção - declarou.

Curiosamente, Devin Cole (20-9-1) lutou pela última vez no Strikeforce, evento de MMA que é gerenciado pelo mesmo grupo que comanda o UFC, a Zuffa. Por lá, fez três lutas e inclusive enfrentou o atual campeão, Daniel Cormier, na última derrota que teve. Depois, venceu Shawn Jordan e Gabriel Salinas-Jones, mas inicialmente não foi aproveitado pelo Ultimate depois que sua categoria foi extinta pelo Strikeforce.

Apesar do contratempo, Cole não vai desistir do sonho de lutar no UFC. Ele espera marcar uma reunião com os dirigentes para explicar melhor a situação.

- Tem sido o meu sonho entrar no UFC, e estava (quase) lá. Eu estava em um dos cinco melhores momentos de minha vida... e estou tentando salvá-lo. Tenho 35 anos. Se essa meta não é possível mais, não sei se vou continuar com isso.

MOSSORÓ SEDIOU EDIÇÃO DO FORT MMA

Talison Soares conseguiu vitória - Crédito: Marcelo Bento













Carlos Guerra Júnior/Da Redação

O lutador mossoroense Leandro Higo fez por merecer a credibilidade para realizar a luta principal no Fort MMA nesta sexta-feira (27), no ginásio Pedro Ciarlini, em Mossoró. O atleta realizou o feito inusitado de finalizar o experiente Janailson Kevin Lima 'duas vezes'. Isso aconteceu porque Janailson foi finalizado na primeira vez pouco depois do 1º round ser encerrado. Daí, a arbitragem não pode validar.

Apesar de Janailson ter tido uma segunda chance, após sofrer uma guilhotina poucos segundos depois de encerrar o 1º round, o pernambucano já voltou para o 2º round debilitado e não teve muito o que fazer para tentar combater o 'fenômeno' Leandro Higo. O mossoroense foi superior desde o começo da luta, aplicando vários golpes em cima e neutralizando o adversário no chão. Daí, o atleta encerrou a luta com certa facilidade no 2º round.

E a noite foi realmente dos mossoroenses. O lutador Amaury Junior deu outro show para levantar o público, conquistando a sua terceira vitória no MMA em quatro meses. Ele não deu muitas chances para o paraibano Jonathan conhecer o seu jogo e nocauteou o adversário com o chute ainda no início do 1º round.

Amaury Junior confirma favoritismo - Crédito: Marcelo Bento

Outro mossoroense que lutou foi Wagner "Mossoró", residente de Natal e atleta da Academia Kimura Nova União. Ele abriu a noite em um combate diante do paraibano José Airton, em uma luta que o adversário resistiu até o terceiro round, mas foi finalizado na reta final.

No segundo combate da noite, houve um show de MMA feminino, com a natalense Bethe Correia e a paraibana Daniely dos Santos. Bethe mostrou superioridade, teve chances de finalizar e nocautear, mas a adversária resistiu, sendo abraçada pela potiguar ao final da luta. A natalense ainda subiu nos ombros do ex-participante do TUF Brasil Anistávio Gasparzinho, sendo bastante aplaudida pelo público.

Bethe Correia vence Daniely Santos - Crédito: Marcelo Bento

O atleta de Areia Branca Talison Soares venceu no primeiro round. O lutador revelado na Academia Brasa de Areia Branca, mas que também defende a Pitbull Brothers de Natal, finalizou o
adversário Jeffinho Oliveira, da Paraíba, no primeiro round.


Talison Soares conseguiu vitória - Crédito: Marcelo Bento

Outro potiguar que venceu foi Ronaldo Júnior, que derrotou o paraibano Allison Jansen. O únido atleta do RN que não saiu vitorioso na noite foi Jeffinho Dantas, que perdeu para o cearense Iramar Forte.


Lutas do Fort MMA agitaram o público de Mossoró  - Crédito: Marcelo Bento
O evento ainda contou com as presenças do lutador do UFC Rogério Minotouro, do novo contratado do UFC Jussier Formiga, do campeão do TUF Brasil Rony Brasil e do ex-participante do TUF Brasil Anistávio Gasparzinho.

Organizador ao lado de Jussier, Gasparzinho, Jason e Minotouro - Crédito: Marcelo Bento

sexta-feira, 27 de julho de 2012

IGREJA EVANGELICA PROMOVE EVENTO DE MMA

Parece estranho e para muitos até assusta, como admite bispo da própria Igreja Renascer. Colado na porta de vidro de um templo de igreja evangélica, um cartaz anuncia um campeonato de artes marciais mistas, conhecido pela sigla em inglês MMA e popularizado como uma espécie de vale-tudo.
O palco das 12 lutas, sendo 11 delas entre atletas amadores e apenas uma envolvendo profissionais, deixa de ser um local de culto e oração a partir das 22h desta sexta-feira (27). O templo da Renascer que receberá a competição fica na Vila Matilde, região da Penha, na Zona Leste de São Paulo.

Na noite desta quinta-feira (26), em uma sala nos fundos do templo, ocorreu a pesagem dos 24 lutadores, distribuídos em quatro categorias – até 62 kg, de 62kg até 70 kg, de 70 kg até 84 kg, e de 84 kg até 93 kg.
É preferível que um atleta perca um pouco de sangue no octógono  do que ele perder a vida para as drogas ou para a criminalidade"
George Ramos, bispo
A justificativa, no entanto, é mais do que imediata e direta: “é preferível que um atleta perca um pouco de sangue no octógono (como é chamado o ringue das lutas de MMA) do que ele perder a vida para as drogas ou para a criminalidade”, ressalta o bispo George Ramos.
O objetivo principal do quarto campeonato de lutas de MMA é justamente o de conseguir novos fiéis para a Igreja Renascer. Ao mesmo tempo, o de utilizar o esporte – qualquer que seja – como ferramenta para tirar os jovens do meio do tráfico. Por último, ajudar os lutadores, profissionais e amadores, a ganharem projeção no cenário desportivo.
A opção pelo MMA como instrumento para arrebanhar novos fiéis se deu pela sua crescente popularidade, principalmente entre os mais jovens, nos últimos anos. “Além disso, é um esporte mais fácil de viabilizar em um templo, por exemplo. Nós (da Renascer) já temos um nicho de realização de eventos, com os quais atraímos os jovens. Nós usamos esta estratégia para viabilizar a palavra de Deus”, afirmou Vagner Miguel, mais conhecido como presbítero Baby.
Com esta finalidade, a Renascer já havia criado há cerca de 15 anos o Ministério de Lutas, que promovia cursos de jiu-jitsu e muay thai, lutas marciais. Em 2008, teve início, não sem sustos, a promoção das lutas de MMA. “Como se trata de um esporte de contato, isso assusta muitas pessoas em outras igrejas. No começo, na nossa também assustou. Mas tudo o que fazemos aqui é com temor a Deus”, afirmou bispo Ramos, em preleção aos 24 lutadores, a maioria deles, curiosamente, de não evangélicos, antes de se iniciar a pesagem.
Felipe Gabriel: "Só entra ali quem está preparado". (Foto: Marcelo Mora/G1)Felipe Gabriel: "Só entra ali quem está preparado"
(Foto: Marcelo Mora/G1)
Apesar de as lutas serem autorizadas pela Federação Paulista de MMA, algumas regras, principalmente nas lutas entre atletas amadores, são alteradas para evitar contusões mais sérias nos combates – e, claro, minimizar os efeitos de golpes mais violentos. “É preciso lembrar que alguns aqui vão lutar e nem vão dormir, vão direto para o trabalho”, destacou o presbítero Baby.
Quando os dois lutadores estiverem no chão, não é permitido socar o rosto do adversário, por exemplo. De pé, não valerá nem cotovelada e nem cabeçada no adversário. E quando o oponente recorrer ao terceiro apoio – dois pés e mais o joelho, ou o os dois pés e uma mão no chão, por exemplo – é vetado dar joelhada na cabeça. Alguns golpes que possam causar lesão de joelho também não serão permitidos. Qualquer infração dentre as citadas acima é punida com a eliminação imediata, segundo os organizadores.
Se para os integrantes da Renascer não há qualquer contradição em aliar fé com lutas de MMA, aos lutadores, evangélicos ou não, quando dentro do octógono, interessa apenas a luta em si – e mais nada.
“Só entra ali quem está preparado. As outras coisas ficam de fora. Você pensar em superar o seu adversário. Não há contradição alguma nisso, pois é um evento para atrair fiéis para um caminho melhor”, defendeu o comerciante Felipe Gabriel, de 20 anos e frequentador da Renascer há seis anos. No cartel dele, 10 lutas de MMA, com sete vitórias.
Marcelo Matias: 'Quero visibilidade para lutar' (Foto: Marcelo Mora/G1)Marcelo Matias: 'Quero visibilidade para lutar'
(Foto: Marcelo Mora/G1)
“Não há nenhuma contradição (em ser evangélica e praticar MMA). Porque eu pratico um esporte. Eu penso como esportista, não quero agredir por agredir. Não pode querer ser valentão na rua. Por isso que é um esporte que tem juiz, que tem regras. É uma combinação que funciona: esporte e a palavra de Deus”, completou o professor de jiu-jitsu Aloísio Figueiredo, de 29 anos e frequentador da igreja pentecostal Brasa Viva.
Lutador profissional de MMA, Marcelo Matias, de 29 anos, será um dos protagonistas da noite ao fazer a luta de fundo, na disputa pelo cinturão do torneio. Matias, no entanto, não é evangélico. Ele admite conhecer mais de perto a igreja que promove o evento, mas a prioridade dele é outra: “Tenho interesse em conhecer, sim, mas quero mais visibilidade para lutar”, disse.
Para participar de torneios deste tipo, ele costuma receber uma bolsa – um prêmio em dinheiro. Já disputou torneios em Barueri, na Grande São Paulo, e em Sorocaba, no interior. Mas enquanto sonha um dia brilhar no UFC Matias dá duro no dia-a-dia como operador de empilhadeira. “Mas minha vida é o esporte. Pratico lutas marciais desde os 10 anos”, ressalta, diante de mais uma oportunidade de exibir a sua “arte”.
E quem buscar nas palavras da Bíblia argumentos para contestar a utilização das lutas de MMA com o objetivo de arrebanhar novos fiéis será surpreendido por um contragolpe à altura. “Um versículo da Biblía diz ‘Me fiz de louco para ganhar os loucos’. É sobre Davi, que ao se deparar com mais uma morte, começou a babar. Nós usamos justamente esta estratégia para viabilizar a palavra de Deus”, destacou o presbítero Baby.
 

JONES PREOCUPADO COM AS "BOMBAS" DE HENDO.

O atual campeão dos meio-pesados do UFC, Jon ‘Bones’ Jones é a grande promessa americana do Ultimate na atualidade, tendo derrotado grandes ídolos internacionais, destacando-se por suas habilidades e pouca idade.
Com somente 25 anos, Jones tem 17 lutas em sua carreira, sendo moralmente invicto pelo UFC, visto que só perdeu uma luta por desclassificação em uma cotovelada tida como ilegal pelo árbitro. Porém, Dana White na época discordou da comissão.
Cotado para enfrentar Dan Henderson no UFC 151 em setembro, Jon Jones em entrevista ao ‘MMA Junkie’ afirmou que estabeleceu como meta bater o recorde de defesas de títulos na categoria dos meio-pesados do Ultimate, detido por Tito Ortiz.
“Um dos meus principais objetivos agora é bater o recorde de Tito, de modo que isso me estimule”
Porém, para bater o título, Jones vai enfrentar um dos maiores nomes da história do MMA, o veterano Dan Henderson com 41 anos e ex-campeão do Pride e do torneio do UFC. Assim, mostrou-se preocupado com os mísseis disparados pela mão direita de Hendo.
“Acho que estou mais preocupado com a sua impressionante bomba de direita. Ele é um lutador muito talentoso. Suas mãos são iguais mísseis em busca de calor. Ele pode fazer algumas coisas de todos os ângulos diferentes usando sua mão direita.”
Para igualar o recorde de Tito Ortiz, Jon Jones deverá bater Dan Henderson e mais um próximo adversário e só assim conseguirá cinco defesas de título como o recém membro do Hall da Fama do UFC.
Dan Henderson vem de vitória sobre Shogun Rua em uma das melhores lutas de 2011 e Jones vem de vitória sobre Lyoto Machida em dezembro de 2011.
Fonte : MMA Junkie
Foto: Divulgação/UFC

LYOTO E SHOGUN PODEM LUTAR PELO TÍTULO CONTRA JONES E HENDO.

No próximo dia 4 de agosto acontece o UFC on Fox 4, evento que terá em destaque duas grandes lutas pela categoria meio-pesado do UFC, com dois dos maiores brasileiros atuantes no Ultimate.
Shogun Rua fará a luta principal da noite contra Brandon Vera e Lyoto Machida encara Ryan Bader no co-evento principal e segundo o chefão do UFC, quem der o melhor show possivelmente será o próximo desafiante pelo título, atualmente pertencente à Jon Jones que coloca-o em jogo contra Dan Henderson no UFC 151.
“Esses lutadores têm uma grande oportunidade para mostrar ao mundo por que eles merecem lutar pelo título dos meio pesados do UFC”, afirmou  o presidente do UFC Dana White à Fox Sports. “Vencer não é o suficiente no UFC on Fox. Esta categoria é muito competitiva”.
O UFC on Fox 4 além de Lyoto e Shogun terá a estréia do brasileiro Wagner Caldeirão contra Phil Davis na mesma categoria e inclusive o combate entre Rani Yahya, brasileiro, contra Josh Grispi.
Fonte: Fox Sports
Foto: AP

ATLETA DO JUDÔ FAZ ENSAIO SENSUAL

Não muito conhecida pelo grande público, a judoca Mariana Silva tem sido alvo de muitas gozações dos colegas e amigos que estão com ela na Vila Olímpica. E o esporte não tem nada a ver nesse caso. A garota de 22 anos tem ouvido diversas piadas por conta de um ensaio sensual que fez para o jornal Extra, do Rio de Janeiro, dias antes de embarcar para Londres.
A judoca Mariana Silva posou para o Extra (Reprodução/O Globo)
Apesar das gozações dos colegas Mariana afirma não ter se arrependido das fotos feitas. Com bastante vergonha, ela explica que o ensaio foi surpresa e aconteceu durante uma entrevista na qual ela falaria, a principio, só de judô. Quando os repórteres chegaram com a roupa íntima, ela topou depois de alguma resistência, mas em nenhum momento afirma ter feito o ensaio apenas por conta de pressão.
Nos corredores da Vila Olímpica a atleta já é chamada de 'a musa do judô', rótulo que descarta e encara com naturalidade por achar normal a brincadeira dos colegas. Mariana, no entanto, não vê nenhum futuro nas fotos sensuais e, por conta de vergonha, descarta qualquer tipo de ensaio sensual nú. Segundo ela, nenhum dinheiro do mundo seria capaz de cobrir a vergonha que ela teria de tirar a roupa diante das lentes.
"O dinheiro acaba, a vergonha não", afirma a judoca brasileira.
E aí, concorda com ela?

terça-feira, 24 de julho de 2012

WGT HIKARI COM NOVA FILIAL NA CIDADE DE CERRO CORÁ.

  1. A familia WGT/Hikari irá ganhar mais uma filial agora na serra de Santana mais precisamente na cidade de Cerro Corá, no proximo sabado(28) o professor Wanderson Marcelo está na cidade olhando já as futuras instalações da nova academia.
  2. Com essa nova filial a WGT hoje já faz História nas cidades de Currais Novos (Matriz), Acari, São Vicente, Flôrania, e agora Cerro Corá.

UFC CONTRATA NIGERIANO DE 32 ANOS


Aos 32 anos, Manuwa já fez 11 lutas na carreira. Venceu todas elas, sendo dez por nocaute e uma por finalização. Somente dois dos combates do nigeriano chegaram ao segundo round. Todas os outros nove terminaram no primeiro.

Quem vai dar "boas vindas" à pedreira africana no UFC é Kyle Kingsbury, derrotado por Glover Teixeira no UFC 146, em maio. Manuwa e Kingsbury vão se enfrentar no dia 29 de setembro, no UFC: Struve x Miocic, em Nottingham, na Inglaterra.

WEIDMAN: SOU O PIOR ADVERSÁRIO PARA ANDERSON SILVA

A vitória de Chris Weidman sobre Mark Munoz no UFC on Fuel 4 o colocou entre os principais concorrentes ao cinturão da categoria peso médio do Ultimate Fighting Championship. Invicto no MMA com nove vitórias, “The All American” não pensava em disputar o título da divisão até 84kg até a vitória por nocaute sobre o filipino mas agora quer se tornar um jovem campeão do UFC.
“Eu lutei com o Munoz para mostrar do que sou capaz e felizmente tive uma grande atuação, que me coloca bem perto do meu sonho. Eu quero me tornar um jovem campeão e ter esse cinturão por um bom tempo comigo. Já arrisquei bastante no UFC e estou disposto a me arriscar contra o Anderson. É impossível ser recompensado sem correr grandes riscos. Eu venci bem Munoz, um dos três melhores lutadores da categoria, então não tenho nada a perder ou temer. Estou pronto para desafios maiores” – disse ao MMAFighting.com.
O empresário do atleta já está em conversação com a organização americana para a promoção da luta do jovem talento contra o maior atleta da atualidade – Anderson Silva. Apesar da vontade de medir força e técnica contra o “Aranha”, Chris não está certo se o número um do mundo terá o mesmo desejo de enfrentá-lo. Na opinião de Weidman, ele tem um estilo péssimo de luta para oferecer ao brasileiro.
“Meu empresário já está conversando com o UFC sobre a possibilidade de eu enfrentar o Anderson e tenho certeza que o UFC quer ver essa luta. Agora, será que Anderson quer lutar comigo? Não sabemos quando ele estará apto a lutar novamente. Ele é fantástico como lutador e está ganhando muito dinheiro no Brasil com as propagandas. Sinceramente, não sei se ele está nervoso por lutar com um cara jovem, com fome e que possui um péssimo estilo para o jogo dele” – afirmou.
A maior dificuldade para o intrépido desafiante reside em seu nome ainda desconhecido do grande público das artes marciais mistas. Chris Weidman reconhece que não possui um nome tão famoso quanto o de Chael Sonnen, único lutador a enfrentar o campeão duas vezes no UFC, mas garante que lutar pelo título é pouco e garante que o seu objetivo é finalizar o paulista.
“O ruim é que eu não sou um nome muito popular assim como o Sonnen é. Eu estou invicto, venci bons nomes e tenho o jogo certo para derrotar o Anderson. Vários lutadores dizem que querem lutar com o Anderson, mas eu quero é acabar com ele. Lutar contra o Anderson é muito pouco. Eu quero finalizá-lo" – declarou.
No próximo sábado, Hector Lombard, ex-campeão do Bellator, estreará no UFC 149 e provavelmente se candidatará à disputa do cinturão se derrotar Chris Boetsch, e Weidman diz que não se decepcionará se o veterano de trinta e quatro anos e trinta e duas vitórias no MMA for escolhido à sua frente para desafiar Silva.
"Eu posso ver o Lombard lutando pelo cinturão e não ficaria chateado se isso acontecer. Ele é mais velho, mais popular e mais experiente do que eu. Lombard tem uma incrível sequência de vitórias e, do ponto de vista promocional, essa luta entre ele e o Anderson seria incrível para os atletas e para o UFC. De qualquer forma, ainda me considero o pior adversário para Anderson" – concluiu.

JONES TEM MUITO QUE APRENDER

O dia 1º de setembro reserva uma das mais interessantes lutas do ano de 2012. Isso porque o veterano Dan Henderson fará a trigésima oitava luta de sua carreira contra o campeão meio-pesado do Ultimate Fighting Championship Jon Jones.
Henderson, de 41 anos de idade, já enfrentou os maiores nomes das artes marciais mistas e possui vitórias impressionantes sobre Fedor Emelianenko, Rodrigo “Minotauro” Nogueira e Maurício “Shogun” Rua.
O cartel e a experiência do casca-grossa americano dão a ele a certeza de que “Bones” não é um lutador invencível e que o combate contra a sensação do UFC não se resumirá a apenas encaixar sua devastadora mão direita, respeitosamente comparada à Bomba de Hidrogênio.
“Ele é jovem, um pouco descuidado e ele tem muito a aprender tecnicamente. Meu foco é vencer todos os rounds sem conectar a Bomba-H. Eu me certificarei de vencer cada round e se eu acertá-lo ao longo do caminho, espero que ele seja nocauteado” – disse à ESPN.com.
“Muitas pessoas que pensam que o Jon Jones é imbatível jamais lutaram antes. Eles veem o que ele tem feito de fora. Ele tem lutado bem com o estilo dele mas eu sinto que ele nunca enfrentou alguém como eu. Meu estilo casa bem contra alguém com o jogo dele. Eu nunca iria para uma luta ou teria aceito uma luta se  não achasse que poderia bater o outro cara” – completou.

DOMINICK DIZ SABER COMO VENÇER BARÃO

O brasileiro Renan Barão dominou o norte-americano Urijah Faber no UFC 149, evento realizado no último sábado (23), e conquistou o cinturão interino da organização. Além do cinturão o brasileiro acumula 30 vitórias sem derrota, sendo 29 vitórias e um No Contest (sem resultado).
Mas apesar do bom retrospecto do atleta tupiniquim, o campeão Dominick Cruz, que se recupera de uma lesão no joelho, disse que já sabe como bater Renan no combate válido pela unificação dos títulos.
“Eu tenho a resposta para o jeito que o Barão luta. Definitivamente, eu apresento muitos problemas para qualquer um nessa categoria porque eu luto de uma maneira diferente de todo mundo nessa categoria, e isso é de propósito”, disse Faber, em entrevista ao canal Fuel TV.

BARÃO COMPARA CINTURÃO COM FORMATURA... ENTENDA!

Foto: Divulgação/UFC
Por Artur Dantas, de Natal-RN
O atleta da Kimura/Nova União Renan Barão anulou completamente o concorrente ao cinturão interino da categoria peso galo do Ultimate Fighting Championship Urijah Faber e tornou-se campeão com uma vitória por decisão unânime, após cinco rounds de amplo domínio.
O potiguar não permitiu que o californiano colocasse em prática o seu jogo de quedas seguido por ataques ao oponente de costas no chão. A estratégia foi fruto de muito estudo por parte do atleta e de sua equipe técnica e Renan comparou o feito a uma graduação de ensino superior.
“Esse cinturão, para mim, é o mesmo que uma formatura na faculdade. É algo que estudei muito para conseguir e finalmente veio. Essa foi a luta em que fiquei mais tranquilo em toda a minha carreira. Não estava nem um pouco ansioso, estava muito bem treinado, conhecia o jogo dele inteiro e sabia que estava ganhando todos os rounds”, afirmou.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

DANA DIZ QUE ANDERSON É O TAYSON DO MMA


A relação entre o presidente do UFC, Dana White, e a maior estrela do evento, Anderson Silva, nem sempre é das mais tranquilas. O campeão dos médios já teve atuações polêmicas e também já se irritou com o evento com mudanças em seus combates. No entanto, o respeito persiste. Para Dana, o desafio de lidar com o Spider é um dos pontos altos de seu trabalho: “ele é nosso Mike Tyson”.

Em entrevista veiculada no site MMA Weekly, Dana White falou da relação entre eles e, além de explicar como é trabalhar nos bastidores das lutas, também analisou o momento do veterano de 37 anos, que parece ainda estar longe de se aposentar.
“Eu amo todos os aspectos de lidar com esse cara. Eu amo vê-lo lutar, e a ansiedade para saber o que ele vai fazer no octógono é um dos melhores aspectos do meu trabalho. Esse cara é meu lutador favorito, por mais que seja difícil, eu adoro lidar com ele”, afirmou o cartola.
“Ele é nosso Mike Tyson: imbatível, ninguém pode pará-lo, e todos querem saber quem conseguirá. Eu não sei, vamos descobrir. Ninguém sabe o que vai acontecer e isso é o legal do MMA”, completou.
Questionado sobre os objetivos com Anderson Silva no futuro, o dirigente explicou que o mais curioso é observar como o brasileiro lida com a idade, que parece não oferecer grandes obstáculos, apesar dos 37 anos.


“Quanto a metas, acho que uma das coisas que mais se analisa é a sua idade e o quanto ele não aparenta isso. Minha pergunta é: quando Anderson Silva vai ter aquele momento em que dirá: 'eu estou velho?'. Poderia ter sido aquele sábado à noite, mas ele esteve muito longe de ver isso acontecer”, afirmou Dana, referindo-se ao nocaute avassalador contra Chael Sonnen, no UFC 148.
O maior problema entre Dana White e Anderson Silva aconteceu na luta entre o brasileiro e Demian Maia, uma de suas defesas do cinturão dos médios. O Spider passou grande parte da luta provocando o compatriota e, tamanha sua irritação, o presidente do UFC se recusou a colocar o cinturão no campeão.
O UFC estuda qual será o futuro do brasileiro, que pelos resultados do fim de semana é possível que tenha férias e só volte em 2013. Chris Weidman é favorito a enfrentar Anderson Silva, mas pode ter de fazer outro combate para ganhar o direito de desafiar o campeão dos médios.

DANA RECLAMA DOS ARBITROS DO UFC 149

Ja se tornou rotina. Após o UFC 149, Dana White voltou a criticar algumas decisões dos árbitros durante o evento. O presidente do Ultimate apontou sua metralhadora para dois personagens em particular: Josh Rosenthal e Yves Lavigne.

Rosenthal foi o pivô em duas polêmicas. A primeira, durante o card preliminar, ocorreu na luta entre Ryan Jimmo e Anthony Perosh. O árbitro pode ter influenciado diretamente na 'não-quebra' de um recorde no UFC. Jimmo nocauteou Perosh no primeiro soco que aplicou, mas devido a demora de Rosenthal em encerrar o combate, o lutador pode ficar sem "entrar para a história", como dono do recorde da luta mais rápida em todos os tempos do UFC.


A outra polêmica foi no combate entre Matthew Riddle e Chris Clements, onde o primeiro acertou um chute legal, mas Rosenthal entendeu como golpe baixo, dando a oportunidade de Clements se recuperar. Riddle acabou vencendo por finalização.


- Um chute no corpo e o Rosenthal pula no meio, porque pensou que fosse um golpe baixo. Você está ali, tem que prestar atenção, pois está sendo pago para fazê-lo. Se não estiver cem por cento para fazer, que procure outra coisa. árbitros e juízes cometem erros, mas como esses, é complicado. Ele estava muito longe e acabou prejudicando um possível recorde do garoto - desabafou Dana White.

Imagem PostadaDana White também revelou estar chateado com Yves Lavigne. No combate entre Cheick Kongo e Jordan Shawn, o árbitro permitiu uma luta arrastada, num duelo decepcionante que foi muito vaiado pelo público.

- Ele ficou parado, olhando os caras se arrastarem, sem efetividade nenhuma. E o pior, ele permitiu isso durante os três rounds. A culpa não é só dele, mas dos dois lutadores também, mas um dos trabalhos do árbitro é evitar que isto aconteça - disse o presidente do UFC.

O UFC não é responsável pelos árbitros que comandam as lutas no evento. Eles são indicados pelas Comissões Atléticas para o Ultimate.


http://sportv.globo....no-ufc-149.html

DOMINICK É FLAGRADO TORCENDO POR FABER

Antes da disputa de cinturão interino dos pesos-galos, o atual campeão linear da categoria, Dominick Cruz, já havia dito que torceria por Urijah Faber, pois tem uma grande rivalidade com o californiano e queria enfrentá-lo assim que se recuperasse de lesão. Pois o lutador foi flagrado pelas câmeras torcendo por Faber durante a luta contra Renan Barão e analisando o que seu rival deveria fazer para vencer o brasileiro.

O UFC postou um vídeo na rede social Telly que mostra Dominick Cruz e o peso-médio Brian Stann assistindo ao evento principal do UFC 149 - a dupla de lutadores atuou como analistas de estúdio durante o programa pós-luta na emissora de TV parceira do Ultimate nos EUA. Mesmo com os movimentos do joelho esquerdo limitados por uma proteção, após passar por cirurgia, Cruz fazia quase um "shadowboxing" (movimentação de boxe sem sparring), como se estivesse lutando contra Barão, e dizia o que Faber devia fazer.

- Ele tem que fintar mais. Está olhando no espelho demais. Ele não está fintando, se ele fintar, esconde sua velocidade, porque só está procurando por socos 1-2. É isso o que ele precisa. Se ele não fizer isso, não vai conseguir acertar dois socos - dizia Cruz, claramente ansioso com a luta.

Durante um breve momento de luta agarrada, o campeão se empolgou e afirmou que Faber deveria investir nisso.

- Ele precisa fazer isso, criar um encontro, na luta de encontro que ele é mais perigoso, com suas finalizações - afirmou.

Faber, porém, não fez muito do que Cruz disse, e acabou derrotado por Renan Barão por decisão unânime. O brasileiro conquistou o título interino da categoria e disse ao SPORTV.COM que pretende unificar os cinturões contra o campeão linear. O presidente do Ultimate, Dana White, porém, quer que ele lute antes disso, já que a recuperação de Cruz deve levar de seis a nove meses.


Fonte: http://glo.bo/PA1lZV

FABER FRATURA A COSTELA APÓS JOELHADA DE BARÃO

Urijah Faber mostrou entre outras atitudes na noite do dia 21 de julho para a madrugada do dia 22 o motivo de ser um dos mais carismáticos e adorados lutadores das categorias de menor peso do UFC.
Enfrentando o potiguar Renan Barão no UFC 149, acabou derrotado após amplo domínio do brasileiro nos cinco rounds existentes e mesmo não conseguindo o título interino dos galos no Ultimate, demonstrou humildade nas entrevistas e no seu Twitter, direcionando uma mensagem à Barão, postando a foto da radiografia de sua costela quebrada por Renan Barão ainda no primeiro round do combate.
‘Parabéns ao @ RenanBaraoUFC. Ele é um cara duro. Quebrou minha costela no 1º round com uma joelhada ótimo. Obrigado por tudo.’

sábado, 21 de julho de 2012

AUMENTA 10 KILOS EM MENOS DE 12h

Barão “sobe” duas categorias após pesagem
Renan Barão disputará o cinturão interino dos pesos galos do UFC esta noite, no Canadá, contra Urijah Faber, e terá alguns números a seu favor. O atleta, que vem de sequência invicta que já dura 29 combates, é mais alto que seu rival, e já recuperou bastante peso desde ontem, quando aconteceu a pesagem oficial.

“Barão acordou com 71 e deve lutar com 72kg, tudo como programado. Agora esperamos só a benção de Deus, porque sem ele, nada é possível”, escreveu seu treinador, André Pederneiras, no Twitter.

Na tarde de ontem, Renan bateu 62kg na balança, e recuperou quase 10kg em pouco mais de 12 horas.

O UFC 149 acontece hoje, a partir das 19h45, e terá cobertura em tempo real na TATAME. Fique ligado.

LESÃO DE VETERANO AMEAÇA COMBATE INÉDITO

Programada para o final deste ano, a primeira edição do UFC na China já começa a ganhar forma, mas não da maneira que os fãs desejavam.

Anunciado pela organização do evento como o primeiro combate de interesse para a inédita edição, o embate entre Cung Le e Rich Franklin ainda depende do aval da equipe do vietnamita.

Isso porque, o veterano de 40 anos ainda se recupera de uma lesão no joelho esquerdo adquirida durante sua vitória sobre Patrick Cote e segue como dúvida para o inédito show no país.

- Se o Cung Le lutar na China, será contra Rich Franklin.

Assim, com poucas palavras, Dana White se manifestou sobre o impasse ao site MMA Junkie. E, curiosamente, Le e Franklin foram os dois últimos rivais de Wanderlei Silva no octógono.
R7

quinta-feira, 19 de julho de 2012

O SEGREDO DO SUCESSO É HUMILDADE.


Chegando mais próximo ao início dos Jogos Olímpicos e mantendo contato com os atletas, pude reparar que cada um deles tomou uma linha durante a preparação.  Uns optaram por focar na competição, outros na preparação física e alguns procuraram encontrar o meio-termo, dando atenção à parte técnica.
A certeza que eu tenho é que, independente da ênfase adotada no treinamento, todos eles vão chegar muito bem aos Jogos Olímpicos, mas somente lá, em Londres, quando cada um deles se confrontar com seus adversários, é que vamos saber quem fez a melhor escolha.
Todos os 14 judocas brasileiros que disputarão a Olimpíada são competitivos e fortes, mas algo que realmente pode diferenciar a atuação deles é procurar o caminho da humildade.
Humildade é o que vai fazer com que cada um treine com afinco e determinação até o último dia antes da competição, por mais preparado que o atleta se sinta.
Humildade é o que faz com que o atleta siga, rigorosamente, as orientações da comissão técnica.
Humildade é o que faz com que o judoca entre no tatame para enfrentar o 22º colocado no ranking e consiga enxergá-lo como um atleta perigoso.
Humildade é o que faz com que o atleta, mesmo ganhando a luta por dois yukos e um wazari, mantenha a atenção até o último segundo.
Humildade é o que potencializa a técnica e a condição física. Humildade é o que transforma um grande atleta num campeão olímpico.
Vamos torcer para que os atletas brasileiros sigam o caminho da humildade!
Judoca brasileiro Rogério Sampaio Cardoso, nasceu na Cidade de Santos, no dia 12 de setembro de 1967.
Entre as suas conquistas, destaca-se a medalha de ouro no judô nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992 em Barcelona - Espanha, que o tornou conhecido nacionalmente.
Siga-o twitter: @sampaiojudo.

RENAN BARÃO MANDA RECADO PARA FABER

Renan Barão está bem próximo de realizar um sonho: A conquista do cinturão do UFC, mesmo que seja de forma interina. No próximo sábado, o peso galo enfrenta o experiente Urijah Faber, pelo UFC 149, em Calgary, no Canadá. Na tarde desta quinta-feira aconteceu a coletiva de imprensa dos lutadores, e tudo ocorreu na maior cordialidade. Na única troca de farpas, Faber disse que poderia vencer todos os 28 oponentes que Barão venceu na carreira.

Sem perder a classe, o atleta da Kimura/Nova União mandou o recado. “Quem tem boca fala o que quer. Ele vai ter que mostrar que pode me vencer, assim como diz que venceria meus oponentes”.

Apesar de ser a luta mais importante de sua carreira, Renan Barão diz não ter pressão nenhuma, já que está preparado. “Não. Nenhuma. Estou tranquilo e só vim mostrar meu trabalho mais uma vez. Essa semana foi ótima, tudo dando certo. Estou bem preparado e vim para dar o meu melhor. Venho trabalhando há vários anos. Estou treinando duro e forte para o meu trabalho ser reconhecido. Estou muito feliz!"

Confira abaixo o card completo do evento:

UFC 149
Calgary, Canadá
21 de julho de 2012

Card principal

Renan Barão vs Urijah Faber;
Hector Lombard vs Tim Boetsch;
Shawn Jordan vs Cheick Kongo;
Brian Ebersole vs James Head;
Matt Riddle vs Chris Clements;

Card Preliminar

Court McGee vs Nick Ring;
Roland Delorme vs Francisco Rivera;
Ryan Jimmo vs Anthony Perosh;
Bryan Caraway vs Mitch Gagnon;
Daniel Pineda vs Antonio Carvalho;
Mitch Clarke vs Anton Kuivanen.

sonnen REBATE DECLARAÇÕES DE RAMPEGE - " NÃO ESTÁ NO MEU NIVEL"

O americano meio-pesado Rampage Jackson, em entrevista ao MMA Elite na tarde de ontem atacou o compatriota peso-médio Chael Sonnen, afirmando que este não é homem para cumprir sua palavra e retirar-se do UFC, abusando dos palavrões, afirmando que é um merda e concluindo com um ‘Fuck Chael’.
“Eu acho que Chael deve manter sua palavra e deixar o UFC, ele disse que faria isso se perdesse. E ele perdeu horrivelmente. Chael é um merda. Ele deve ir a algum lugar onde as pessoas curtem suas entrevistas, o jeito que ele fala merda de todo mundo. Eu não suporto esse menino. Foda-se o Chael. “
Sabendo do que foi dito por Rampage, Sonnen afirmou ao programa ‘UFC Tonight’ fatos constrangedores sobre o ex-campeão do UFC, afirmando que o tal é um quase aposentado e não está ao seu nível.
“Sendo profissional, eu digo que Rampage só tem mais uma luta e não é contra mim. Agora, se você me perguntar como seria nas ruas, no meu reino, enquanto não estou usando terno e fones de ouvido, minha resposta talvez fosse diferente. Eu provavelmente teria dito a Rampage: por que você não continua violando repórteres mulheres, sendo um desastre de bilheteria e dirigindo na direção contrária em uma estrada? Você não está no meu nível.”
Quinton Rampage Jackson encara Glover Teixeira no UFC 153, em 13 de outubro, no Rio de Janeiro, sendo essa possivelmente a última luta de sua carreira no MMA. Chael Sonnen foi derrotado por Anderson Silva no UFC 148 e está no ‘fim da fila’ do UFC, ainda não sabendo quem será seu próximo oponente na organização.
Foto” Divulgação

UFC RIO 3 TERÁ JOSE ALDO x ERIK KOCH

O campeão dos pesos-pena do Ultimate Fighting Championship (UFC), José Aldo lutará novamente diante de seus fãs brasileiros e botar lenha na fogueira do caldeirão que fomentou no UFC 142, realizado na mesma arena que sediará o UFC 153, terceira edição do UFC Rio.
Segundo o site SporTV.com, o campeão dos penas acertou os últimos detalhes que faltavam para ter sua participação confirmada na luta principal do UFC Rio 3, que acontece no dia 13 de outubro no HSBC Arena, na cidade do Rio de Janeiro.
Aldo deu um verdadeiro show no UFC 142, quando enfrentou Chad Mendes no Rio, nocauteando-o com uma bela joelhada no momento perfeito em que o wrestler, até então invicto, tentou derrubado com um double-leg.
Erik Koch será o adversário do campeão em sua quarta defesa de título desde a incorporação do WEC pelo Ultimate e a promessa é que seja um verdadeiro show e dessa vez, José Aldo não irá ao público como fez na última edição, pois na mesma, foi advertido seriamente pelo chefão Dana White.
O adversário, Erik é americano e tem somente 23 anos e buscará sua décima quarta vitória na carreira que conta com somente uma derrota. Você fica ligado em todas as notícias do UFC Rio 3 aqui no MMA Space.
Fonte: SporTV.com
Foto:  Divulgação

RONY JASON LUTARÁ NO UFC RIO EM OUTUBRO

Campeão da primeira edição do reality show ‘The Ultimate Fighter – Em busca de campeões’, o brasileiro Rony Jason ganhou o tão sonhado contrato com o UFC, maior organização de MMA do mundo e terá sua estréia brilhante como contratado do Ultimate em seu país de origem, no UFC 153 em outubro, na cidade maravilhosa.
Feliz por lutar no Brasil e no dia 13, analogia feita com o filme de Jason, Sexta-feira 13, de onde saiu seu apelido nos ringues, Rony quer provar suas habilidades e convencer que não foi convencido em sua luta contra Godofredo Pepey no UFC 147.
‘Fico feliz de lutar em casa no dia 13, que é uma data especial para mim. Espero agradar às pessoas, já que minha última luta não agradou muito. Quero voltar a ser o Jason nocauteador e finalizador de sempre. Desta vez, vou entrar com a máscara do Jason. Papai Dana White permitiu.’
O UFC 153 acontece no dia 13 de outubro no HSBC Arena, Rio de Janeiro e até o momento Rony segue sem adversário confirmado.
Fonte: SporTV.com
Foto: Getty Images

terça-feira, 17 de julho de 2012

DANA CONDENA CRIANÇAS LUTANDO MMA

Um vídeo de crianças armênias participando de uma luta de MMA sancionada por uma comissão atlética ganhou popularidade na internet nesta terça-feira. Um menino de sete anos e outro de seis lutam no octógono do Armenian Fighting Championship (ArmFC), observados por dezenas de adultos. O presidente do UFC, Dana White, condenou a luta em um post no fórum especializado "The Underground".
- Nojento para c...! Os pais deles deviam apanhar com uma vara!!! - escreveu o chefão.


No vídeo, os meninos Minas Avagyan, de seis anos de idade, e Hayk Tashchyan, de sete anos, aparecem em ritual semelhante ao das lutas do UFC. Os dois sobem à balança para a pesagem, fazem cara de mau na encarada e são apresentados com pompa no octógono. Minas, que vence a luta com uma guilhotina após Hayk bater em desistência, tem seu nome escrito nas costas, como uma tatuagem, e sobe a grade da jaula para comemorar a vitória, além de imitar a celebração de Tito Ortiz, ex-campeão do Ultimate, que fingia cavar um buraco no centro do tatame e jogar o corpo do adversário derrotado dentro.
Nos EUA, o limite de idade para competir no MMA alterna de estado para estado, já que o esporte é regulamentado pelas comissões atléticas estaduais. Na maior parte do país, 18 anos é a idade mínima para competir, e o UFC, baseado em Nevada, segue este limite. No Brasil, não há um corpo regulatório que supervisione as lutas no país, mas eventos como o Jungle Fight e Shooto também não permitem a participação de menores de 18.

RAMPAGE FALA MAL DE sonnen E GRIFFIN

Escalado para enfrentar Glover Teixeira no UFC Rio 3, em outubro, Quinton "Rampage" Jackson manteve a fama de não ter papas na língua. Em entrevista para o site "MMA Elite" o americano comentou o UFC 148, em Las Vegas e descarregou sua ira contra Chael Sonnen e Forrest Griffin.
O meio-pesado não poupou críticas aos dois lutadores e não faltaram palavrões e insultos para ambos, começando com Forrest Griffin, que venceu Tito Ortiz por decisão unânime, num resultado muito contestado pelo público presente no MGM Grand.
- Tito ganhou e Forrest sabe disto, tanto que saiu correndo do octógono, como um bebê chorão, que é típico dele. Aí alguém falou: "Volte com seu traseiro já para lá que você ganhou, idiota. Vamos dar esta para você, estupido" - disse Rampage, que foi derrotado por Griffin no UFC 86, perdendo também o cinturão dos meio-pesados.
Chael Sonnen, que foi derrotado por Anderson Silva, também foi alvo da língua afiada do lutador. Jackson quer que Sonnen mantenha sua palavra e saia do UFC.
- Eu acho que ele deve cumprir com o que prometeu. Ele falou que faria isto, se fosse derrotado e perdeu de forma vergonhosa. Sonnen é um m****. Ele deve ir para algum lugar em que gostem das porcarias que ele fala de todo mundo nas entrevistas. Não suporto este garoto. F...-se - finalizou.

APÓS VITÓRIA CONTRA sonnen ANDERSON TEM NOVO SLOGAN

O campeão dos pesos-médios do UFC, Anderson Silva, tem nova marca. Em visita à sede da empresa de material esportivo que o patrocina, o lutador recordista em vitórias e defesas consecutivas de cinturão no Ultimate vestiu a camisa de sua nova campanha publicitária, com um slogan sugestivo: "Silva Knows", ou, em português, "Silva Sabe".
Spider publicou fotos de sua visita à sede da empresa em seu Twitter, incluindo uma em que veste a camisa com o novo slogan.
O atleta assinou contrato com a empresa americana de material esportivo no ano passado, após se tornar atleta do Corinthians, parte de uma série de patrocínios obtidos desde que a 9ine, agência do ex-jogador de futebol Ronaldo Fenômeno, passou a assessorá-lo. No último dia 7 de julho, o lutador paulista derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico, cumprindo sua promessa de vitória e manutenção do título dos pesos-médios do UFC, que detém desde 2006. Anderson Silva está invicto desde aquele ano, com 16 triunfos consecutivos, sendo 15 no Ultimate e 10 defesas de cinturão

ESPOSA DE ANDEROSN SILVA REFOÇA O CONVITE A sonnen SOBRE O CHURRASCO.

Até a luta do UFC 148, foram quase dois anos de uma guerra de provocações por parte de Chael Sonnen até conseguir a revanche diante de Anderson Silva. Nem a esposa do Spider escapou de ser um dos alvos do falastrão. No ano passado, o americano afirmou que entraria na casa do brasileiro, pediria um ''bife mal passado'' e ainda daria um tapa no bumbum da mulher de seu arquirrival. Após nocautear seu desafeto no último dia 7, Anderson aproveitou para enfim responder Sonnen e o convidou para um churrasco em sua casa, afirmando que sua própria esposa iria preparar.
Já aliviada com mais uma conquista do marido, campeão dos pesos-médios do Ultimate desde 2006, Dayane Silva reiterou o convite para um churrasco caseiro, mas, com bom humor,  mandou um aviso para Sonnen.
- Adorei as respostas do Anderson após a luta. Vamos lá, Chael. Pode vir para o churrasco. Só não vai passar a mão no meu bumbum - disse a esposa de Anderson.
Apesar do clima bom após o triunfo de Anderson Silva em Las Vegas, Dayane deixa claro que ficou incomodada com as declarações do falastrão americano nos meses que antecederam o combate. Ela garante também que, por tudo que foi construído, a vitória do marido no UFC 148 acabou sendo a mais especial da carreira do atleta.
Anderson Silva Chael Sonnen (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC)Anderson Silva convida Sonnen para um churrasco após derrotá-lo em Vegas (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC)
- Foi para mim a melhor vitória do Anderson. O Chael não deveria falar de mim. Foi a pior coisa que ele fez - afirmou.
Desde a semana passada, Anderson Silva está em Los Angeles ao lado da esposa e dos filhos aproveitando alguns dias de férias. Eles pretendem fazer uma viagem familiar em breve.
- Os meninos estavam em Vegas com ele. Então ele está aproveitando para paparicar muito a Kaory (filha mais velha do casal) nesses dias. Anderson está curtindo a família e procurando um lugar legal para passarmos alguns dias - completou.
Anderson nocauteou Sonnen no segundo round da luta principal do UFC 148 e manteve o cinturão dos peso-médios depois de levar desvantagem no primeiro round no combate. Pelo "nocaute da noite", o Spider ainda ganhou cerca de R$ 152 mil como bônus.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

CASA A VENDA EM CURRAIS NOVOS-RN




GARAGEM, 01 SALA, 02 QUARTOS SENDO UM SUITE, BANHEIRO SOCIAL, COZINHA, ÁREA DE SERVIÇO, TODA NA CERÂMICA, FORRADA, RECÉM REFORMADA, ESCRITURADA NO PONTO DE FINANCIAR LOCALIZADA NO BAIRRO GILBERTO PINHEIRO VIZINHO AO COLÉGIO CIVE E FRANCISCO ROSA, NUMA ÓTIMA LOCALIZAÇÃO.
CORRETOR: PAULO LIRA
(84) 9963-1539 / 9667-1706 / 8891-1034

VITOR VAI ATRÁS DO TERCEIRO CINTURÃO DO UFC - "É MEU SONHO"

Foto: Divulgação
No fim da tarde deste domingo (15), os fãs de esportes e apaixonados por MMA tiveram a oportunidade de participar de um bate-papo com o lutador Vitor Belfort, que representa o Brasil desde 1997 na modalidade de luta que mais cresce a cada ano.
O atleta foi a maior atração do quarto e último dia da segunda edição do evento – a primeira aconteceu em 2011. Durante a conversa, realizada na Bienal do Ibirapuera, Belfort falou de como começou no esporte e passou mensagens de otimismo para o público que lotou a área em frente ao palco central do Brazil Sports Show.
O lutador disse que ainda busca mais um título no UFC, afirmando que é isso o que mais o motiva a continuar como competidor de ponta de MMA. "Todos precisamos de sonhos e objetivos. Os meus se resumem em lutar e conquistar meu terceiro cinturão de campeão do UFC", disse em uma afirmação que mexeu com a plateia.
Os fãs puderam fazer perguntas ao ídolo, que ficou feliz por apresentar seu livro no maior salão de esporte do país. "Fico muito satisfeito em saber que as pessoas me têm como referência no esporte e querem saber da minha história através deste livro. O mais importante disso tudo é estar mais próximo dos meus fãs", disse.
Vitor também comentou o crescimento da visibilidade do MMA no Brasil. "Acredito que a minha luta com o Anderson Silva ajudou no crescimento da visibilidade do MMA no Brasil. Agora, temos mais de 20 lutadores brasileiros assinados com o UFC e a tendência é crescer cada vez mais", completou.
O atleta também falou com a imprensa, atendeu os fãs, tirou fotos e autografou seu livro, "Vitor Belfort – Lições de Garra, Fé e Sucesso", que foi lançado no salão do esporte.
Siga o blog Mano a Mano

MURILO NINJA x PAULÃO FILHO NO IRON MAN 15

A novela entre Murilo Ninja e Paulo Filho está pronta para mais um capítulo em setembro após dois cancelamentos no evento Iron Man 15.
Os lutadores se enfrentaram no evento japonês Pride Bushido 10, em 2006, com Ninja representando a Chute Boxe e Paulão Filho a Brazilian Top Team, com vitória para o segundo nas decisões dos árbitros.
A luta entre os tais rolaria em Belém, no Pará dia 12 de julho mas foi cancelada poucas horas antes do combate por falta de recursos financeiros do evento, mesmo após os lutadores terem batido o peso no dia anterior e com o anúncio de transmissão da luta pelo canal Esporte Interativo.
Sendo uma aguardada revanche pelos fãs de MMA de todo o Brasil e planeta, o duelo seria a luta de despedida de Murilo Ninja das competições, após ter perdido duas lutas, uma no Canadá e outra na Inglaterra.
Segundo o site Lutapara.com.br, a revanche acontecerá no evento Best of the Best no dia 6 de setembro em Belém e será transmitida pelo Canal Combate. As bolsas dos atletas já foram pagas e os fãs possivelmente não serão decepcionados.
“É uma grande empresa, forte. Não podemos recusar a oferta”, afirmou o empresário de Paulo Filho.
Fonte: Lutapara.com.br

MMA E CRIANÇAS TIRE SUAS CONCLUSÕES


O sujeito a tratar é um dos mais polêmicos nos esportes de combate. A que idade pode começar um criança a praticar MMA?

Tem alguns esportes de luta ou artes marciais como jiu jitsu, judo, karatê e muitos outros que não oferecem impedimento nenhum pois o contato e golpeio é menor ao MMA onde a "violência" é mais repudiada a certas idades.

Neste evento de MMA infantil vemos como dois lutadores, Hayk Tashchyan vs Minas Avagyan, de 6 e 7 anos respetivamente se enfrentam no octógono, com todo o equipamento necessário e mesmas regras do que em competições adultas no nível do UFC.

Na luta são mostradas habilidades próprias de atletas de níveis superiores onde a vitória é conseguida por meio da guilhotina sem necessidade de trocar golpes. Vitoria bem técnica mesmo com grande projeções.

Ai tem duas perguntas possíveis: brutal irresponsabilidade por deixar acontecer? ou mentalidades fechadas por não aceitar os esportes de luta como parte da educação?

Deixem suas opiniões.

UFC 149 BARÃO vs FABER





Related Posts with Thumbnails